Paulo Autuori de Mello

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Revisão de 17h13min de 9 de maio de 2018 por Camponez (discussão | contribs) (Números por passagem: ano a ano)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para: navegação, pesquisa

[edit]

Paulo Autuori de Mello.jpg
Números totais
Número de jogos 86
Vitórias 44
Empates 20
Derrotas 22
Gols pró 134
Gols contra 91
Aprov. em pontos 58,91%
Aprov. de vitórias 51,16%
Último jogo considerado
29/04/2007 - Atlético-MG 4 x 0 Cruzeiro
Substituiu Foi substituido por

1997 Oscar Bernardes Wantuill Rodrigues 1997
1999 Levir Culpi Marco Aurélio 2000
2007 Oswaldo de Oliveira Dorival Júnior 2007

Paulo Autuori de Mello, mais conheido como Paulo Autuori, foi técnico do Cruzeiro três vezes entre 1997 e 2007. Os três períodos foram: em 1997; entre 1999 e 2000; e, em 2007. Ele entrou para a história do Clube celeste após vencer a Copa Libertadores da América 1997.

História

Paulo durante um treino na década de 90.

Primeira passagem

Na primeira passagem, em 1997, ele veio para substituir Oscar Bernardes, que pediu para sair logo após o começo da Copa Libertadores da América 1997. O treinador conduziu o time ao bicampeonato da competição mas não chegou a disputar o Mundial de Clubes 1997.

Para o seu lugar veio Wantuill Rodrigues, que era seu auxiliar-técnico na ocasião.

Segunda passagem

Na segunda passagem, em 1999, ele veio para substituir Levir Culpi, que havia ganho títulos importantes como Recopa Sul-Americana 1998 e Copa Centro-Oeste 1999. Esta passagem foi mais curta e sem conquistas. A saída aconteceu no dia 24 de abril de 2000 após a derrota por 4x2 na final do Campeonato Mineiro[1]. Foi substituido por Marco Aurélio, que iria conquistar a Copa do Brasil daquele ano.

Terceira passagem

Na terceira e última passagem, em 2007, ele veio para substituir Oswaldo de Oliveira. Esta passagem foi mais curta ainda e, também, sem conquistas. Ele assumiu o elenco no início da temporada. Comandou o time no Campeonato Mineiro 2007. Fez a melhor campanha na fase de grupos, mas, após perder o primeiro jogo da final por 4x0 no dia 29 de abril para o Atlético-MG, pediu para deixar o cargo.

Em entrevista dois anos depois ele falou a respeito de sua saída:

"Vou falar rápido e breve, chamei a direção e falei que sou profissional e pessoa com vergonha na cara. Por dignidade se tiver de fazer o jogo de domingo vou fazer, mas ganhando ou não o título não vou continuar e coloquei de forma clara para a direção"[2]

Para o seu lugar veio Dorival Júnior, anunciado na mesma semana após a final do estadual.

Estatísticas ano a ano

Ano Jogos Vitórias Empates Derrotas Aprov. Gols pró Gols contra Saldo de gols
1997 39 17 10 12 52,14% 65 39 26
1999 8 5 0 3 62,50% 70 14 56
2007 20 11 5 4 63,33% 69 23 46

Títulos

Referências