Cruzeiro 0x0 Atlético-MG - 08/07/1993

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Atlético-MG.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Atlético-MG.png
Por Copa Ouro
← Primeira ficha Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo São Paulo.png
No estádio Mineirão
Escudo Atlético-MG.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Atlético-MG.png
Contra Atlético-MG
Escudo Atlético-MG.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Atlético-MG.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
0 × 0
Escudo Atlético-MG.png

Semi Final da Copa Ouro 1993


Informações

Data: 8 de julho de 1993 às 21:00
Local: Belo Horizonte, MG
Estádio: Mineirão

Árbitro: José Joaquim Torres
Assistente 1: Juan Manuel Gomez
Assistente 1: Pedro Pablo Caicedo


Público e Renda

Público pagante: 19.269
Público Presente: Não disponível
Renda: Cr$ 2.480.550.000,00 R$ 2.480.550.000 <br />Cr$ 2.480.550.000 <br />NCr$ 2.480.550.000 <br />Cz$ 2.480.550.000 <br />NCz$ 2.480.550.000 <br /> (preço médio: Cr$ 128.732,68 )


Escalações

Cruzeiro
  1.  Paulo César
  2.  Paulo Roberto
  3.  Célio LúcioSimbolo jogador base.png
  4.  Luizinho
  5.  ZelãoSimbolo jogador base.png
  6.  Ademir
  7.  DouglasSimbolo jogador base.png Substituição realizada de jogo ( Edenilson )
  8.  Boiadeiro  Cartão vermelho recebido aos
  9.  Luís Fernando Flores
10.  Cleison
11.  Roberto Gaúcho
Técnico: Zé Maurício

Atlético-MG
  1. Luís Henrique
  2. Luciano
  3. Orlando
  4. Ryuler
  5. Paulo Roberto Cartão vermelho recebido aos
  6. Valdir
  7. Carlos Substituição realizada de jogo ( Lê )
  8.  Reinaldo
  9. Vanderley
10.  Aílton
11. Wiver Substituição realizada de jogo ( Gilson )
Técnico: Mussula


Reservas que não entraram na partida


Sobre o jogo[editar]

Os rivais mineiros, pelo pouco interesse que a disputa da taça provocou entre os torcedores, decidiram pelo jogo único. Pouco mais de 19 mil pagantes compareceram ao Mineirão para assistirem ao empate sem gols no tempo normal e na prorrogação, que valia o "golden goal" (morte súbita). Na disputa de tiros livres o Atlético venceu por 5 a 4 e fez a decisão contra o Boca Juniors. Os argentinos levaram o título.

Tiros livres[editar]

Cruzeiro 4 x 5 Atlético-MG
Roberto Gaúcho     Gilson
Paulo Roberto     Ryuler
Edenilson     Orland
Luís Fernando Flores     Valdir
Cleison     Aílton

Fonte[editar]