Celso Juarez Roth

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Revisão de 10h03min de 5 de dezembro de 2019 por Camponez (discussão | contribs) (→‎Estatísticas ano a ano: update)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Predefinição:StatsTreinadorAutomatico

Celso Juarez Roth, mais conhecido como Celso Roth, foi técnico do Cruzeiro entre maio e dezembro de 2012. Ele foi anunciado no dia 15 de maio de 2012[1][2] para substituir Vágner Mancini. Não teve contrato renovado e foi substituído por Marcelo Oliveira em dezembro do mesmo ano.

Estreou no empate de 0 a 0 com Atlético-GO no dia 20 de maio de 2012, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro 2012. A primeira vitória veio no seu terceiro jogo, placar de 3 a 2 contra o Botafogo.

Histórico

100 dias

Quis o destino que o técnico Celso Roth completasse 100 dias no comando do Cruzeiro às vésperas do clássico com o Atlético. Apresentado em 16 de maio, em substituição a Vágner Mancini, o gaúcho chegou com a missão de levar o time a uma campanha digna no Campeonato Brasileiro, depois de início de temporada sofrível, com eliminação pelo América nas semifinais do Mineiro e pelo Atlético-PR nas oitavas de final da Copa do Brasil. A campanha não é de toda ruim, se for levado em conta o investimento feito. Mas, para muitos, o jogo de domingo, no Independência, será decisivo para a continuidade do trabalho do treinador, que vem sendo vaiado por parte da torcida.

Ele diz não temer consequência maior qualquer que seja o resultado do jogo. “Acho que não mudará nada, porque temos noção do que o Cruzeiro pode render no campeonato. Quando assumimos, esperávamos até uma situação pior, pelas escolhas erradas feitas no início do ano. Dentro dessa realidade, estamos fazendo uma campanha bem razoável”, argumenta Roth, destacando que quem está na ponta da tabela de classificação vem trabalhando “há um, dois, três anos”. “Já nós tivemos de escolher entre o que existia no mercado. Se for para o bem do Cruzeiro (a troca de comando), que seja feito. Mas, de maneira geral, o trabalho está se iniciando e vai continuar.”

Uma das preocupações do treinador é equilibrar a equipe. A Raposa chegou a liderar o Brasileiro no início, depois de quatro vitórias seguidas entre a terceira e a sexta rodadas, sendo duas, sobre Botafogo e Vasco, fora. Porém, tropeços em casa, como os 2 a 1 para a Ponte Preta, e fora, como a goleada para o Coritiba por 4 a 0, domingo, impediram o time de almejar até mesmo uma vaga entre os quatro primeiros colocados.

Uma pergunta cabível é se os maus resultados fizeram Celso Roth mudar a cada jogo ou se as constantes mudanças provocaram a irregularidade. O certo é que até o momento apenas o goleiro Fábio e o armador Montillo sempre foram titulares absolutos. O volante Leandro Guerreiro também garantiu o status depois de se recuperar de contusão, enquanto o lateral-direito Ceará e o atacante Borges foram contratados em julho e têm lugar cativo no time. Nos demais postos, muitas alterações ocorreram , seja por contusões, suspensões ou decisão de Roth.

De qualquer forma, o treinador espera que os atletas superem as dificuldades, domingo. “O momento do Atlético é melhor, a pontuação mostra isso. Não está melhor que Cruzeiro, está melhor que os outros 19 times do campeonato. Mas o jogo é jogado. Então, vamos nos preparar, fazer um grande jogo e tentar conquistar o resultado positivo.”[3]

Anuncio da saída antecidapada

No dia 6 de novembro foi anunciado que não seria mais técnico do Cruzeiro em 2013. [4] Roth ainda comandou o time nas quatro últimas partidas do Brasileiro de 2012. No dia seguinte a última partida, no dia 3 de dezembro de 2012, Marcelo Oliveira foi anunciado como novo técnico.

Avaliação sobre sua passagem

Em pouco mais de seis meses na Toca da Raposa, Roth passou por altos e baixos, mas deve deixar o clube com o time um pouco mais equilibrado em campo. Apesar de algumas rusgas, principalmente com a diretoria, além de um sentimento explícito de ter sido excessivamente cobrado, Roth fez uma avaliação positiva da passagem pelo clube celeste.

- Acho que poderíamos ter feito tecnicamente uma competição melhor do que já estamos fazendo. Poderia ter sido melhor se tivéssemos nos integrado mais, direção-comissão- jogadores. Acho que faltaram alguns detalhezinhos que poderiam ter tido um efeito melhor. Acho que isso tenho que deixar claro.

Roth já deixou a entender que foi contratado com intenções modestas da diretoria em relação ao campeonato. Até por isso, ressaltou o bom momento do Cruzeiro, que vem de três vitórias convincentes, e lembrou a situação tranquila na tabela (diferentemente do ano passado, quando brigou para não cair até a última rodada).

- Acho que o Cruzeiro já esta fazendo apresentações bem interessantes. Depois do jogo contra o Bahia, o Cruzeiro já está apresentando um desempenho melhor. Anteriormente estávamos abaixo, mesmo assim fizemos 15 vitórias. Ficamos a frente de equipes que investiram absurdamente mais que o Cruzeiro. Por exemplo: Inter, Santos e Flamengo. O Cruzeiro não investiu muito.

O até então treinador celeste acredita ter deixado um "legado", que permitirá ao clube se planejar melhor para a próxima temporada.

- Acredito que o Cruzeiro agora começou a ter uma possibilidade, e o legado que estamos deixando é esse. Que o Cruzeiro agora, nesta situação tranquila de poder planejar, possa fazer sua escolhas dentro do que o clube quer, o torcedor e a crônica exigem. Acho que o Cruzeiro está começando a vislumbrar, de novo, uma mentalidade vencedora que teve nesses 15 anos. Cheguei neste momento de transição, muitas pessoas não tem condição de enxergar isso. [5]

Estatísticas ano a ano

Ano Jogos Vitórias Empates Derrotas Aprov. Gols pró Gols contra Saldo de gols
2012 38 15 7 16 45,61% 47 51 -4

Confrontos como técnico adversário

Enfrentou o Cruzeiro 22 vezes: 6 V, 8 E, 8 D

Jogos

  1. Cruzeiro 0x0 Internacional - 13/07/1997 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 1997
  2. Cruzeiro 0x2 Grêmio - 18/10/1998 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 1998
  3. Grêmio 0x0 Cruzeiro - 17/09/2000 - (Olímpico / Porto Alegre) - Copa João Havelange 2000
  4. Palmeiras 3x3 Cruzeiro - 23/05/2001 - (Allianz Parque / São Paulo) - Copa Libertadores da América 2001
  5. Cruzeiro 2x2 Palmeiras - 30/05/2001 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Copa Libertadores da América 2001
  6. Cruzeiro 4x2 Atlético-MG - 15/02/2003 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Mineiro 2003
  7. Cruzeiro 0x0 Atlético-MG - 15/06/2003 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2003
  8. Goiás 2x2 Cruzeiro - 24/04/2004 - (Serra Dourada / Goiânia) - Campeonato Brasileiro 2004
  9. Cruzeiro 1x3 Goiás - 18/08/2004 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2004
  10. Goiás 2x2 Cruzeiro - 16/09/2004 - (Serra Dourada / Goiânia) - Copa Sul-Americana 2004
  11. Cruzeiro 3x2 Goiás - 22/09/2004 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Copa Sul-Americana 2004
  12. Cruzeiro 2x2 Botafogo - 12/10/2005 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2005
  13. Botafogo 2x1 Cruzeiro - 20/11/2005 - (Luso-Brasileiro / Rio de Janeiro) - Campeonato Brasileiro 2005
  14. Cruzeiro 3x1 Vasco - 30/06/2007 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2007
  15. Vasco 0x2 Cruzeiro - 23/09/2007 - (São Januário / Rio de Janeiro) - Campeonato Brasileiro 2007
  16. Grêmio 1x0 Cruzeiro - 19/07/2008 - (Olímpico / Porto Alegre) - Campeonato Brasileiro 2008
  17. Cruzeiro 3x0 Grêmio - 29/10/2008 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2008
  18. Cruzeiro 0x3 Atlético-MG - 12/07/2009 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2009
  19. Atlético-MG 0x1 Cruzeiro - 12/10/2009 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2009
  20. Cruzeiro 1x0 Internacional - 08/09/2010 - (Parque do Sabiá / Uberlândia) - Campeonato Brasileiro 2010
  21. Grêmio 2x0 Cruzeiro - 02/10/2011 - (Olímpico / Porto Alegre) - Campeonato Brasileiro 2011
  22. Cruzeiro 3x2 Coritiba - 17/05/2014 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2014

Áudio

Coletiva na apresentação

Vídeos

Coletiva após a primeira vitória.

Links

Referências