Wagner Pires de Sá

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar
Em construção.png
Este artigo está em construção!
Se tiver informações que completem este artigo, entre em contato conosco.

Wagner Pires de Sá foi eleito presidente no dia 2 de outubro de 2017 para o triênio 2018/2019/2020. Recebeu 235 dos 444 votos.

História

Antes mesmo de iniciar sua gestão, na mesma semana da sua eleição, mudanças começaram a acontecer no Cruzeiro. No dia 4 de outubro o vice de futebol Bruno Vicintin anunciou sua saída do clube no dia seguinte a eleição, após a confirmação que Itair Machado seria integrado a diretoria. Bruno disse não abrir mão de ninguém da sua equipe e por isso pediu para sair.

Após a saída de Vicintin, no 6 de outubro o diretor de futebol Tinga confirmou o seu desligamento ao fim da temporada. Ao contrário do que vinha sendo dito pela imprensa, Tinga disse que sairia porque tinha um compromisso de ficar no clube até o final da temporada e não pela saída de Bruno Vicintin[1].

Substituição da dívida

No dia 8 de fevereiro de 2019, deu uma entrevista a rádio Itatiaia na qual falou sobre o empréstimo para o qual pede aprovação do Conselho Deliberativo do Cruzeiro:

  • O empréstimo é de R$300 milhões;
  • O credor será estrangeiro;
  • Os juros serão de 0,9% contra os 1,7% pagos atualmente;
  • O Cruzeiro trocará todas as dívidas atuais por uma só;
  • A garantia serão os recebíveis, não o patrimônio;
  • Liquidando dívidas na Fifa, o Cruzeiro fica livre de sanções esportivas, como rebaixamento.[2]

Vídeos

Wagner Sá é eleito o presidente
Coletiva 14/07/2018

Títulos

Referências