Villa Nova-MG 2x4 Cruzeiro - 30/03/2013

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Caldense.png Gol aos do Escudo América-MG.png 1x4 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Caldense.png Gol aos do Escudo América-MG.png 1x4 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Castor Cifuentes
Escudo Villa Nova-MG.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 0x4 Escudo Cruzeiro.png
Contra Villa Nova-MG
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Villa Nova-MG.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 0x4 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Villa Nova-MG.png
Villa Nova-MG
2 × 4 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
8ª rodada do Campeonato Mineiro 2013
Data: 30 de março de 2013 Local: Nova Lima, MG
Horário: 18:30 Estádio: Castor Cifuentes
Árbitro: Ronei Cândido Alves Público pagante: 1.929
Assistente 1: Celso Luiz da Silva Público presente: Não disponível
Assistente 2: Pedro Araújo Dias Cotta Renda: R$ 50.575,00 R$ 50.575 <br />Cr$ 50.575 <br />NCr$ 50.575 <br />Cz$ 50.575 <br />NCz$ 50.575 <br /> (preço médio: R$ 26,22 )
Súmula: Súmula e Borderô
Escalações
Villa Nova-MG: Cruzeiro:

1. Thiago Braga 1. Fábio
2. Rodrigo Dias 2. Ceará
3. Heitor 3. Léo  Gol aos 26 do  (1T) 26'  (1T)
4. Marco Tiago 86. Paulão Caveirão
5. Cléber Monteiro 23. Everton
6. Hyago 55. Leandro Guerreiro
7. Max Carrasco 19. Nilton
8. Marcelo Rosa Substituição realizada 31'(2T) de jogo 31'(2T) ( 17. Sidnei ) 17. Éverton Ribeiro Cartão amarelo recebido aos 9  (1T) 9'  (1T)   Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 7. Tinga )
9. Eraldo Gol aos 6 do  (2T) 6'  (2T) 9. Borges  Gol aos 14 do  (1T) 14'  (1T)
10. Tchô Gol aos 34 do  (1T) 34'  (1T) 10. Diego Souza Substituição realizada 16' (2T) de jogo 16' (2T) ( 31. Ricardo Goulart Gol aos 19 do  (2T ) 19'  (2T ) Gol aos 26 do  (2T ) 26'  (2T ) )
11. Rafael Gomes Substituição realizada 24'(2T) de jogo 24'(2T) ( 18. William Araújo ) 11. Dagoberto Cartão amarelo recebido aos 8  (1T) 8'  (1T)   Substituição realizada 29' (2T) de jogo 29' (2T) ( 27. Élber Pimentel )
Técnico: Alexandre Barroso Técnico: Marcelo Oliveira
Reservas que não entraram na partida
Villa Nova-MG: Cruzeiro:

Pré-Jogo

Cruzeiro contra o Villa Nova, no Alçapão do Bonfim, pela 8ª rodada do Mineiro 2013.

Classificação: Cruzeiro, em 1º, com 19 pontos, 16 gols pró, 6 contra. Villa Nova, 3º, com 15 pontos, 9 gols pró, 3 contra.

Ausentes no Cruzeiro: Bruno Rodrigo (B), Henrique (V), Anselmo Ramon (A), Martinuccio (A), Lucca (A) e Victorino (B), lesionados.

Ausentes no Villa Nova: Ninguém.

Banco do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Egídio, Thiago Carvalho, Uelliton, Tinga, Elber, Ricardo Goulart.

Banco do Villa Nova: William Nobre, Rodrigo Rocha, Evaldo, Renan, Sidney, Felipe Canavan, William Araujo.

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro: “Espero evolução do quarteto formado por Everton Ribeiro, Diego Souza, Dagoberto e Borges, pois têm boa técnica e são criativos. Eles serão muito marcados, porque o Villa tem boa defesa e um trio de volantes que marca bem. Mas a gente espera que eles rendam bem, façam boas tabelas e que o time permaneça na liderança.”

Alexandre Barroso, técnico do Villa Nova: “Minha equipe está definida, não tem o que esconder. E não vamos abdicar da nossa maneira de jogar, mesmo que o adversário seja o Cruzeiro. Vamos dobrar a marcação em determinados espaços e marcar a saída de bola. O Villa não vai jogar no seu campo esperando o Cruzeiro. Quanto estivermos com a bola, colocaremos em prática nossa maneira de jogar.”

Escrita: A última vitória do Villa Nova neste clássico foi em 28fev99, por 2×0, pela Copa dos Campeões Mineiros. Desde então aconteceram 18 jogos, com 11 vitórias do Cruzeiro e sete empates.

9h. Venda de ingressos pra torcida do Cruzeiro: ginásio do clube, no Barro Preto, entre 9h e 13h, Preço: R$50. Não haverá venda no estádio.

18h22. Salomé Cinco Estrelas já está na arquibancada celeste.

18h23. Villa em campo, com seu belo e tradicional uniforme alvirrubro.

18h25. Cruzeiro em campo, todo de azul.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 18h30. Começa o jogo. Cruzeiro, à direita das cabines, dá a saída.
  • 01. Cruzeiro ataca com perigo, mas Borges comete falta dentro da área do Leão.
  • 01’30. Defesaça! Eraldo cobra falta com um chutaço, Fábio voa e espalma pra escanteio.
  • 02. Marco Tiago cabeceia bola vinda de escanteio pela esquerda, com perigo.
  • 03. Quase! Rodrigo Dias cruza da direita, livre na entrada da pequena área, Tchô dá um peixinho e cabeceia. Fábio defende.
  • 04. Só dá Villa! Fábio sai pra defender aos pés de Rafael Gomes.
  • 05. Alçapão do Bonfim recebe público razoável. Não está lotado como em outras ocasiões.
  • 06. Expulsos! Marcelo Oliveira, técnico, e Benecy Queiroz, supervisor do Cruzeiro, por reclamarem de que o juiz só marca faltas pro Villa.
  • 07. Amarelo! Dagoberto que, reclamou de falta mais forte de Rodrigo Dias.
  • 08. Hyago cobra falta de pé trocado, pela direita. Fábio tira de soco.
  • 09. Amarelo! Everton Ribeiro, por falta dura em Cleber Monteiro.
  • 10. Cruzeiro absurdamente nervoso. Por quê?
  • 11. Saiu! Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro, expulso há 5 minutos.
  • 12. Tico, auxiliar técnico, assume o comando do time celeste, na beira do campo.
  • 13. Gol! Heitor fura na entrada da área, bola fica com Borges, que espera ela quicar e solta uma bomba, de prima. Bola entra, à meia altura, no canto esquerdo do arco vilanovense. Cruzeiro 1×0.
  • 14. Charanga do Villa dá um tempo na barulheira.
  • 15. Torcidas: Máfia Azul, do Cruzeiro, Pele Vermelha e Jovem, do Villa, estão presentes.
  • 16. Max Carrasco e Marcelo Rosa tabelam, Leo Simões desfaz o lance.
  • 17. Charanga volta a tocar suas marchinhas. Mas o barulho da torcida local diminui.
  • 18. Everton Ribeiro faz lançamento longo, Thiago Braga fica com a bola.
  • 19. De camarote! Marcelo Oliveira, ao lado do presidente GPT e do diretor de futebol, Alexandre faria, assiste ao jogo em uma cabine. Tá com ótima visão do campo.
  • 20. Marcelo Rosa cruza da esquerda. Paulão Caveirão, desajeitado, chuta pra lateral.
  • 21. Ceará cruza da direita, Heitor, dentro da área, corta.
  • 22. Eraldo faz o pivô, Max Carrasco chuta torto, mas a bola desvia em Leo Simões e sai a escanteio.
  • 23. Rafael Gomes comete falta em Diego Souza, na tentativa de cabecear bola de escanteio.
  • 24. Diego Souza vai até a linha de fundo com a bola, mas é desarmado por Marcelo Rosa.
  • 25. Amarelo! Marco Tiago, por falta em Diego Souza.
  • 26. Gol! Dagoberto cobra falta, quase um escanteio, de curva. Leo Simões sobe mais que todo mundo e testa. Bola entra à esquerda de Thiago Braga. Cruzeiro 2×0.
  • 27. Perigo! Tchô chuta forte, rasteiro, bola passa à direita de Fábio, com perigo.
  • 30. Dagoberto cobra escanteio, com chute fechado. Defesa corta, Dagoberto volta a cruzar, Braga corta, Paulão Caveirão arremata, bola desvia em Carrasco e sai pela linha de fundo.
  • 31. Ganhou o leitão! Paulão Caveirão dá um chutão e acerta o telhado de uma casa vizinha.
  • 32. Pênalti! Tchô entra na área, Paulão Caveirão tenta cortar, o meia se joga, juiz dá pênalti.
  • 33. Gol! Tchô desloca Fábio, com chute rasteiro. Bola na esquerda, goleiro pra direita.
  • 34. Max Carrasco chuta de longe, bola passa por cima do travessão.
  • 35. Borges apanha outra bola em bobeada da defesa e tenta servir Dagoberto, mas erra o passe.
  • 36. Perigo! Villa trabalha a bola na entrada da área celeste, Tchô arremata, bola sai à direita de Fábio.
  • 37. Eraldo cabeceia, Fábio defende.
  • 38. Perigo! Hyago entra na área celeste, vai à linha de fundo e cruza. Everton Ribeiro divide com Rafael Gomes, bola sai pela linha de fndo. Tiro de meta.
  • 39. Diego Souza corta, de cabeça, bola de escanteio cobrado por Tchô.
  • 40. Rafael Gomes disputa com Paulão Caveirão na ponta direita e consegue escanteio.
  • 41. Tchô cobra escanteio pela direita, Guerreiro corta, no meio da multidão.
  • 42. Cleber Monteiro dá rasteira em Diego Souza.
  • 43. Patada! Nilton cobra com força, Braga espalma, Borges tenta concluir de letra, Braga volta a defender.
  • 44. Hyago tenta jogada pela esquerda, mas é bloqueado e deixa bola escapar pela linha de fundo.
  • 45. Villa jogou melhor no 1º tempo.
  • 45+1. Rafael Gomes chuta da entrada da área, Fábio defende, no canto direito.
  • 45+2. Fim de 1º tempo.
  • Thiago Braga, goleiro do Villa: “Nosso time teve posse de bola, jogamos melhor, mas demos duas oportunidades e eles marcaram.”
  • Leo Simões: “A comemoração do gol foi inventada pelo Ceará e é uma homenagem a Jesus Cristo.”

Segundo Tempo

  • 19h32. Cruzeiro volta a campo, com Tinga em lugar de Everton Ribeiro.
  • Tinga: “A ordem é fechar o meio de campo.”
  • 19h34. Villa volta a campo, sem alterações.
  • 19h35. Começa o 2º tempo. Villa dá a saída.
  • 46. Francisco Everton cede escanteio. Tchô cobra pela direita, bola faz curva e sai da área.
  • 47. Francisco Everton passa a Borges, que mata na canela. Bola fica com o Villa.
  • 48. Diego Souza passa a Tinga, que lança pra ninguém. Tiro de meta pro Villa.
  • 49. Tinga controla a bola com o braço e atrapalha jogada do ataque celeste.
  • 50. Ceará desarma Hyago na ponta esquerda.
  • 51. Gol! Tchô, pela direita, passa por Guerreiro e cruza. Eraldo aproveita bobeira de Paulão Caveirão e toca no canto esquerdo de Fábio. Villa Nova 2×2.
  • 52. Dagoberto chuta de fora da área, bola passa raspando o travessão.
  • 53. Chuva fina sobre o Alçapão do Bonfim.
  • 54. Nílton chuta forte, de fora da área. Bola por cima de travessão.
  • 55. Heitor cede escanteio. Dagoberto cobra, defesa local cede outro escanteio.
  • 56. Dagoberto, pela esquerda, cruza com muita força. Bola sai pelo lado oposto.
  • 57. Dagoberto tabela com Tinga. Braga cede escanteio.
  • 58. Só no replay! Cleber Monteiro escora Borges, pelo alto, dentro da área do Leão. Pênalti, que o Cruzeiro não reclamou e o juiz não viu.
  • 59. Ricardo Goulart vem aí.
  • 60. Eraldo solta uma bomba de fora da área, bola sai à esquerda de Fábio.
  • 61. Troca. Diego Souza por Ricardo Goulart.
  • 62. Dagoberto cobra falta, Goulart sobe mais que a defesa e cabeceia, bola sai pela linha de fundo.
  • 63. Dagoberto cruza da esquerda, Heitor corta, de cabeça.
  • 63’30. Dagoberto cruza da esquerda, Borges cabeceia pra baixo, Thiago Braga faz grande defesa.
  • 64. Gol! Ricardo Goulart, recebe bola cruzada na área, cabeceia em cima de Heitor, ela volta, ele dribla Heitor e manda pra rede com um biquinho. Cruzeiro 3×2.
  • 65. Chuva forte em Nova Lima.
  • 66. Nilton cobra falta, bola acerta a barreira, Nilton volta a chutar, Thiago Braga defende.
  • 66’30. Ceará cruza da direita, defesa do Leão corta.
  • 67. Bola da direita, Eraldo cabeceia, Fábio defende.
  • 67’30. Toró em Nova Lima.
  • 68. Rafael Gomes por William Araujo.
  • 68’30. Tchô cobra falta pela direita, eraldo cabeceia à queima roupa, Fábio faz grande defesa.
  • 69. Tchô cobra escanteio pela esquerda, Eraldo cabeceia, Borges corta.
  • 70. Gol! Cleber Monteiro vacila, Ricardo Goulart fica com a bola, arranca da intermediária e, da entrada da área, chuta rasteiro. Bola entra à direita de Thiago Braga. Cruzeiro 4×2.
  • 71. Amarelo! Cleber Monteiro por falta em Ricardo Goulart.
  • 72. Bola recuada por Heitor, acossado por Ricardo Goulart, Thiago Braga despacha com um chutão.
  • 73. Elber vem aí.
  • 74. Troca. Dagoberto por Elber.
  • 74’30. Ricardo Goulart cruza da direita, Borges não alcança a bola.
  • 75. Cruzeiro toca bola, torcida grita “Olé!”
  • 76. Troca. Marcelo Rosa por Sidney.
  • 76’30. Eraldo cobra falta, bola desvia na barreira, Escanteio. Tchô cobra pela direita, Goulart tira de cabeça.
  • 77. Tchô cobra falta pela esquerda, Nílton corta de cabeça.
  • 77’30. Garoa. Chuva fraquinha.
  • 78. Elber pressiona impedindo saída de Rodrigo Dias pela direita.
  • 79. Borges gira na entrada da área e chuta. Bola passa por cima do travessão.
  • 80. Francisco Everton cobra falta pela esquerda, Heitor corta, de cabeça.
  • 81. Ricardo Goulart desfaz ataque do Villa e sai jogando com Elber, que é desarmado por Rodrigo Dias.
  • 82. Thiago Braga sai aos pés de Elber e evita gol celeste.
  • 83. Paulão Caveirão cai sentindo dores na virilha.
  • 84. Ceará limpa a área celeste com um bico.
  • 85. Luciana Machado, repórter do PFC, informa: “Paulão Caveirão sente dores é no órgão genital, não na virilha.”
  • 86. Bola alta na área celeste, Paulão Caveirão cabeceia pra trás, Fábio fica com ela.
  • 87. Paulão Caveirão joga no sacrifício.
  • 87’30. Cruzeiro controla o jogo, sem permitir que a bola fique viva demais.
  • 88. Villa já arriou a mochila.
  • 88’30. Villa ataca pela direita, Francisco Everton protege a saída de bola pela linha de fundo.
  • 89. Goulart cruza da direita, Tinga passa a Elber, que arremata com chute fraquim.
  • 89’30. Cruzeiro todo em seu campo de defesa. Villa não consegue mais jogar.
  • 90. Perigo! Tchô passa por Leo e Ceará e, de dentro da área, chuta forte. Bola sai à direita de Fábio.
  • 91. Eraldo escora bola na área celeste, Tchô chuta, bola desvia em Paulão Caveirão. Escanteio.
  • 92. Tchô cruza da direita, Eraldo cabeceia, Fábio defende.
  • 93. Fim de jogo. Paulão Caveirão cai, sentindo dores. O problema é na virilha, mesmo. Cruzeiro mantém a liderança.
  • Ricardo Goulart: “Estava no banco pensando positivo, entrei e fiz os gols.”
  • Tchô: “Apesar da derrota, jogamos bem. Os gols foram por falhas nossas.”

Vídeos

Melhores momentos
Gols

Atuações

  • Torcida não comprou todos os ingressos disponíveis. Quem foi, contudo, apoiou o time. A começar pela Salomé 5 Estrelas, mais animada do que todos os marmanjos tecladistas que ficaram no sofá. Inclusive o Síndico.
  • Fábio fez o de sempre: defendeu bolas difíceis e passou tranquilidade ao time.
  • Ceará percebeu cedo, que o Villa tentaria triangulações em seu setor e ficou mais plantado. Macaco velho, não enfiou a mão na cumbuca.
  • Leo Simões defendeu como um leão, foi quem menos errou na defesa e ainda foi efetivo no apoio marcando gol. (Rosan Amaral)
  • Paulão Caveirão complicou algumas jogadas, mas não fugiu à luta.
  • Francisco Everton atacou pouco e sofreu com jogadas de Rodrigo e Tchô pelo seu lado.
  • Leandro Guerreiro marcou, correu atrás dos armadores do Villa, fez cobertura dos laterais, mas o torcedor só vai se lembrar do drible que levou no gol de empate do Leão.
  • Nílton não está repetindo o ótimo futebol que jogou no Vasco. Esteve displicente, errando muitos passes e arriscando poucos chutes de fora da área, o que sempre foi sua marca. (André Figueiredo)
  • Everton Ribeiro esteve nervoso no começo da partida, levou cartão amarelo e não ajudou o meio de campo celeste, completamente dominado pelo do Villa no 1º tempo. Mereceu ser sacado no intervalo.
  • Tinga conseguiu estar em todas as jogadas, no ataque e na defesa. Com ele em campo, o Cruzeiro tem mais facilidades pra dominar as partidas. (EPS)
  • Diego Souza, embora lento, participou de muitas jogadas de criação e de apoio aos atacantes; falta-lhe, contudo, mais ousadia. (Raher)
  • Ricardo Goulart mudou a dinâmica do time de forma radical e foi muito legal sua atitude de comemrar os gols com os reservas. (Hendrix)
  • Dagoberto mostrou muita qualidade na bola parada. Animador. (Carpe Diem)
  • Elber não teve tempo nem jogo pra resolver. Cuidou mais de fechar o lado esquerdo e nisto se deu bem.
  • Borges fez um golaço providencial, que mudou o rumo da partida. Voltou várias vezes pra marcar e incomodou muito a bequeira do leão.
  • Marcelo Oliveira brigou com o juiz, foi expulso e , assim, pôde assistir melhor à partida, instalado numa cabine. Fez alterações corretas e venceu com méritos um clássico difícil.
  • Juiz & Bandeiras não comprometeram, nem mereciam o destempero acusatório do presidente do Cruzeiro. Houve dois lances em que o time celeste foi prejudicado: o pênalti cavado por Tchô e outro feito por Cleber Monteiro ao deslocar Borges no ar. Foram lances, contudo, só perceptíveis no replay de gravações feitas por câmeras opostas à posição do juiz. Juiz que não é biônico, nem onisciente. O chororô de cartolas e torcedores, não corroborado pelos atletas, cheira a receio de se perder a liderança da fase classificatória. O que é bobagem. Dificuldades têm de ser encaradas com bravura, como fez o time contra o Villa e não com palavrório à moda Bokirroto.
  • PFC manteve o bom nível de outras transmissões. O trio Jayme Jr. / Luciana Machado / Leo Figueiredo é o que melhor transmite jogos do Cruzeiro, nos quadros da Globo.
  • Cruzeiro começou levando prensa, que gerou descontrole. Foi salvo por um golaço de Borges e, mais tarde, pela entrada do iluminado Ricardo Goulart.
  • Villa Nova superou-se e dominou a partida durante uma hora, com boa marcação e imposição ofensiva. depois, vítima de erros individuais e do bom aproveitamento de Ricardo Goulart sucumbiu e terminou a partida se arrastando. Tchô, Hyago, Rodrigo Dias e Eraldo foram os destaques.

O que foi dito

  • Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro: “Foi um jogo extremamente difícil, acirrado, com muitas faltas, num campo de dimensões menores, com juiz novo, pouco rodado. Gostei do espírito de luta dos jogadores e da reação. Não desesperamos quando sofremos o empate. Parabéns ao Villa, que é um time muito bem montado. Somos um time em formação, que tem apresentado coisas boas, mas que ainda pode jogar melhor pra conquistarmos títulos. Hoje, pela dificuldade do jogo, pela chuva, foi uma vitória que fortalece e estimula pra sequência do trabalho. Mais uma vez, contamos com o banco e com a parte individual.”
  • Ricardo Goulart, atacante do Cruzeiro: “Vou continuar trabalhando, como faço a semana inteira. A boa atuação é fruto dos treinamentos, mas também tenho de agradecer ao grupo, que está sempre me auxiliando. Quando entro, o objetivo é ajudar com gol. Estava pensando positivo no banco, que se entrasse ia decidir e fui feliz.”
  • Paulão Caveirão, beque do Cruzeiro: “Acho que não aconteceu, mas o juiz apitou pênalti. É normal, lance que acontece no de jogo. Felizmente, conseguimos reverter o placar. A contusão foi uma fisgadinha no adutor esquerdo. Não vou me preocupar, não vai ser nada demais.”
  • Borges, centroavante do Cruzeiro: “Fisicamente, estamos muito bem. O jogo foi difícil, num campo apertado, com gramado sem condições. Mas fica uma observação: vacilamos e levamos dois gols. Ainda bem que o Ricardo entrou e também fez dois. Fui feliz no gol, acertando o chute. Além disso, fizemos um gol de bola aérea, coisa que já trabalhamos há muito tempo. Mas não está tudo uma maravilha. Poderíamos ter feito o placar com mais facilidade.”
  • Gilvan de Pinho Tavares, presidente do Cruzeiro: “Olha o número de cartões e faltas que ele deu pro Cruzeiro. Esse juiz veio mal intencionado. Apitou mal demais. Nunca vi árbitro tão ruim. O time entrou tranquilo, mas ele desarticulou o time, tirou o treinador, tirou o Benecy pra ver se pressionava a gente. Penso que não foi pênalti. Evidentemente que vai ter reclamação, não aceito mais esse árbitro em jogo do Cruzeiro.”
  • Pedrosa, comentarista do PHD: “Foi o jogo mais difícil do campeonato. A defesa ainda precisa se encontrar. Mas o time mostrou comprometimento, haja vista a indignação com o a arbitragem inescrupulosa e a comemoração intensa nos gols. A bola parada ofensiva melhorou substanciamente, ao passo que a defensiva é um teste pra cardíaco.”
  • Aloisio Mendes, comentarista do PHD: “Jogão! O Cruzeiro soube aproveitar melhor as oportunidades e mereceu o placar. O nome do jogo foi Ricardo Goulart. Entrou no lugar do sonolento Diego Souza e mudou a escrita do jogo. Ele merece a titularidade, assim como qualquer outro que jogar bem e reverter um placar como este. Diego Souza foi apático e aceitou passivamente a marcação. Tem que perder peso e ter vontade de jogar.”
  • EPS, comentarista do PHD: “Os quatros jogadores de ataque do Cruzeiro não trocam passes entre si. O time depende de jogadas individuais pra vencer.”

Fontes

Transmissão

  • PPV