Villa Nova-MG 2x3 Cruzeiro - 08/02/2009

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Social.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Guarani-MG.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Social.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Guarani-MG.png
No estádio Castor Cifuentes
Escudo Villa Nova-MG.png 2x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png
Contra Villa Nova-MG
Escudo Cruzeiro.png 3x2 Escudo Villa Nova-MG.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 4x2 Escudo Villa Nova-MG.png

[edit]

Escudo Villa Nova-MG.png
2 × 3
Escudo Cruzeiro.png



Informações

Data: 8 de fevereiro de 2009 às 17:00
Local: Nova Lima, MG
Estádio: Castor Cifuentes


Público e Renda

Público pagante: 2.543
Público Presente: Não disponível
Renda: R$ 36.270,00 R$ 36.270 <br />Cr$ 36.270 <br />NCr$ 36.270 <br />Cz$ 36.270 <br />NCz$ 36.270 <br /> (preço médio: R$ 14,26 )


Escalações

Villa Nova-MG
  1. Macae
  2. Edson
  3. Rodrigão (C) Cartão amarelo recebido aos Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos 48 48'  
  4. Cadu
  5. Cacado
  6. Luiz Cláudio Cartão amarelo recebido aos 77 77'  
  7. Leandro Paraná
  8. Everton Gol aos 28'(2T) do 28'(2T)' Cartão amarelo recebido aos 47 47'  
  9. Adriano Substituição realizada 84' de jogo 84' ( 18. Romulo )
10. Nado Substituição realizada de jogo ( 13. Reinaldo )
11. Wander Substituição realizada 15'(2T) de jogo 15'(2T) ( 16. Marcelinho Gol aos 43 do  (2T) 43'  (2T) Cartão amarelo recebido aos 38  (2T) 38'  (2T)   )
Técnico: Fred

Cruzeiro
  1.  Fábio
  2.  Jancarlos Cartão amarelo recebido aos 89 89'  
  3.  Léo Fortunato Cartão amarelo recebido aos 11  (1T) 11'  (1T)  
  4.  Thiago HelenoSimbolo jogador base.png
  5.  Marquinhos Paraná Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 15. Elicarlos  Cartão amarelo recebido aos 49  (1T ) 49'  (1T )   )
  6.  Fernandinho Cartão amarelo recebido aos 13  (2T) 13'  (2T)  
  7.  Henrique Cartão amarelo recebido aos 3  (1T) 3'  (1T)  
  8.  Ramires  Gol aos 28 do  (2T) 28'  (2T)
  9.  Soares  Gol aos 11 do  (2T) 11'  (2T) Gol aos 19 do  (2T) 19'  (2T)
10.  Gerson Magrão Substituição realizada 28' (2T) de jogo 28' (2T) ( 16. Bernardo Simbolo jogador base.png )
11.  Thiago Ribeiro Substituição realizada 12' (2T) de jogo 12' (2T) ( 18. Wanderley dos Santos )
Técnico: Adilson Batista


Reservas que não entraram na partida

Villa Nova-MG
12. Jeferson
14. Magal
17. Samuel
15. Joao Paulo


Pré-jogo[editar]

Cruzeiro e Villa passam por momentos opostos. O campeão mineiro vem de 4 vitórias consecutivas (2 pelo Mineiro), enquanto o Villa já sofreu 2 derrotas no Mineiro.

O Cruzeiro manteve a base de 2008 e tratou de reforçá-la com jogadores, se não melhores, ao menos, mais adaptáveis ao sistema tático do treinador Adílson Baptista.

E são tantas as opções, que Baptista lançará, hoje, um time misto preservando os titulares absolutos para os duelos da Libertadores.

O Villa, ao contrário, pelo que mostrou nas duas primeiras rodadas, está mais preparado para disputar uma vaga pra 2010 do que pra se classificar entre os 8 que passarão à fase seguinte do Mineiro.

Glaysson, Carciano, Paulo César, Jonathas, Ricardinho e Márcio Diogo, os melhores do Leão 2008 estão fora. E não tiveram substitutos à altura.

Pra repetir o jogaço que fez contra o Cruzeiro há um ano, no Mineirão (Cruzeiro 3×2), o Villa terá de buscar forças em sua história. E ela conta que, no Alçapão, a vantagem, neste clássico, continua sendo do Leão por 23×22 vitórias.

O público será pequeno, muito menor do que, pela tradição, o jogo teria normalmente. O Bonfim, que recebeu 12 mil torcedores nas finais do Mineiro de 1997, agora, por determinação dos Bombeiros e da Polícia Militar, só poderá abrigar 5 mil.

O jogo[editar]

Primeiro Tempo[editar]

  • 17h04 – Começa a partida.
  • 3 – Henrique comete falta em Everton e recebe cartão amarelo.
  • 5 – Rodrigão derruba Ramires e recebe amarelo.
  • 8 – Fernandinho lança, Gérson Magrão chuta forte, mas bola para nas pernas do zagueiro Carlos Eduardo.
  • 10 – Fortunato comete falta e recebe amarelo.
  • 13 – Luiz Cláudio cobra falta pela esquerda, Vander desvia de cabeça, no bico da pequena área, a bola passa na frente do arco celeste, mas Adriano chega atrasado, pressionado por TH e LF, e erra o carrinho.
  • 15 – Jancarlos corta para o meio e chuta de canhota. Macaé defende.
  • 22 – Vander chuta forte, Fábio defende em dois tempos.
  • 27 – Jancarlos solta uma bomba, de fora da área, Macaé defende, a bola escapa e ele volta a defender acossado por Ribeiro.
  • 31 – Fernandinho cruza, defesa do Villa cede 5º corner.
  • 32 – Partida equilibrada. Cruzeiro joga em poucos toques, saindo muito rápido, mas o Villa se defende bem. Cruzeiro tem 59% de posse de bola.
  • 34 – Defesa celeste sai jogando errado, meio de campo do Villa toma bola e lança Adriano, que chega livre à frente de Fábio, mas o bandeira pára a jogada marcando impedimento.
  • 36 – Jancarlos cruza, Soares cai na área, torcida pede pênalti, juiz não dá, pois Soares tropeçou nas próprias pernas.
  • 37 – Ribeiro finaliza forte, de fora da área, após jogada individual. Macaé espalma com muita dificuldade. Corner. Nono chute a gol do Cruzeiro.
  • 39 – Goleiro sai pra cortar, atropela Ribeiro, juiz da falta do atacante. Na TV, Márcio Rezende Freitas defende a marcação do juiz dizendo que, mesmo de costas para o lance, o atacante sabia que o goleiro iria sair e se chocar com ele. Chose de loque!
  • 40 – Cruzeiro disputa cada bola com gana, mesmo no campo de defesa do Villa. Jogo pegado e veloz.
  • 41 – Paraná arremata de fora da área, sobre o gol.
  • 42 – TH leva a rapadura com um bico de área a área. Choque de cabeça entre Ramires e Luiz Ricardo. Volante celeste vai a nocaute.
  • 44 – Fernandinho cruza, alto, de curva, por cima do gol.
  • 45 – Adriano desarma a defesa celeste, toca para Agnaldo, que dribla Jancarlos, vai à linha de fundo e cruza. LF corta, Adriano recupera, toca em Agnaldo, que voltava de posição de impedimento.
  • 46 – Ramires cabeceia para trás, Ribeiro chega um pouquinho atrasado, defesa cede escanteio.
  • 47 – Juiz acaba o jogo antes da cobrança do corner.
  • Jancarlos diz que primeiro tem que marcar, depois atacar e chutar sempre para aproveitar as irregularidades do gramado.
  • Intervalo. No Baú do Esporte, a Globo mostra gols de Ronaldo Fenômeno, no Mineiro de 1994. Goleada de 8×0 sobre o Villa, 3×0 sobre o Uberlândia e os 3 gols dele no jogo contra o Atlético-MG. A narração diz que a Cocota tb fez 3 gols, que foram anulados, sem dizer que foram todos irregulares. Depois, os torcedores eletrônicos se dizem perseguidos.

Segundo Tempo[editar]

  • 18h10 – Começa o segundo tempo.
  • 0 – Elicarlos em lugar de Paraná. Ele diz que vai marcar e, com a bola, sair pro jogo e chutar.
  • 1 – Ramires dribla Everton, que o derruba, no meio de campo, e leva amarelo.
  • 2 – Macaé bate tiro de meta, Fábio defende. Gola-a-gol-se-pegá-com-o-pé-é-dibra.
  • 3 – Ramires parte em direção ao gol e leva rasteira de Rodrigão, que recebe 2º amarelo e é expulso. Comentarista da Globo apóia decisão do juiz.
  • 4 – Fernandinho bate falta e acerta a barreira.
  • 5 – Elicarlos sola Everton, na seqüência, TH desarma Vander dentro da área. Quando a bola sai, Elicarlos leva o amarelo.
  • 6 – Volta a chover. Villa sai no contra-ataque, TH divide na lateral direita e chuta para o mato.
  • 7 – Vander é substituído por Reinaldo, que recebe a incumbência de marcar no meio de campo.
  • 9 – Soares entra na área, bate de lado com o beque e se joga simulando pênalti. Lance de jogo. O juiz acertou ao não marcar.
  • 10 – Troca de passes da equipe cruzeirense, Henrique cruza para Soares, que chuta. A bola passa entre as pernas de Reinaldo e entra no cantinho direito de Macaé. Cruzeiro 1×0.
  • 11 – Fernandinho reclama de escanteio não marcado e leva amarelo.
  • 12 – Thiago Ribeiro é substituído por Wanderley dos Santos.
  • 14 – Henrique lança Soares, que cruza da ponta-direita. Reinaldo espana pra corner, que o bandeira não marca, mas o juiz assinala por conta própria.
  • 15 – LF espana na entrada área, Villa retoma a abola. Luiz Cláudio cruza, Fábio defende.
  • 16 – Agnaldo é substituído por Marcelinho. Villa vai marcar ainda mais. Se der, ataca quando tiver a bola.
  • 19 – Cruzeiro toca bola no meio de campo até que LF lança Ramires, que erra a conclusão, mas encontra Ramires na entrada da pequena área. O toque do Queniano é preciso: Cruzeiro 2×0.
  • 20 – Globo informa: Cruzeiro 260×60 Villa em passes certos. Máfia Azul provoca Cocota. Torcida do Villa está desanimada.
  • 22 – Jancarlos cruza da direita, Ramires perde a disputa pelo alto. Ramires já marcou 5 gols em 5 jogos da temporada, 3 no Mineiro.
  • 23 – Jancarlos lança Soares, que está sempre na direita após a saída de Ribeiro. Defesa fica com a bola.
  • 24 – Henrique lança Gerson, que é desarmado dentro da área. Corner. Na seqüência, Jancarlos chuta de longe, pra fora.
  • 25 – LF comete falta na intermediária. Luiz Cláudio bate, Fábio defende.
  • 26 – Ramires é empurrado por Marcelino no meio de campo, juiz não marca.
  • 27 – Fernandinho cruza, da direita, Wanderley dos Santos sozinho, dentro da pequena área, escorrega e não consegue marcar com o gol aberto à sua frente.
  • 28 – Cruzamento de Luiz Cláudio sobre a área celeste. Fábio sai e choca com tromba com Adriano e TH. A bola sobra pra Everton, que toca pro gol vazio. Villa 1×2.
  • 29 – Jancarlos lança Wanderley dos Santos que , fazendo o pivô, entrega a bola a Soares dentro da área. O chute saiu forte, à esquerda de Macaé: Cruzeiro 3×1.
  • 30 – Bernardo substitui Gerson Magrão, que sai exausto. O garoto do placar – que nem é tão garoto assim – ainda não conseguiu colocar a placa do gol do Leão e já tem mais trabalho pela frente.
  • 31 – Villa ataca nas costas de Fernandinho. Edson chuta, bola desvia no braço esquerdo de Fortunato, que está aberto. Dentro da área, é pênalti, mas o juiz não apita. A bola acaba indo para corner.
  • 33 – Wanderley dos Santos, na ponta-direita, cruza. Macaé fica com a bola, pelo alto.
  • 34 – Cruzeiro toca a bola, Villa, retraído, fica esperando uma oportunidade pra dar o bote. Bola vai de um lado para outro, sempre com os jogadores celestes. Torcida do Villa grita “vergonha, vergonha!”, protestando contra a direção do clube.
  • 35 – Ramires se choca com jogador do Villa, cai e leva a mão ao joelho. Não houve falta.
  • 37 – Elicarlos derruba Marcelinho no meio de campo. Juiz não marca falta, o vilanonovense reclama e leva amarelo.
  • 38 – Everton conclui forte da risca da pequena área, Fábio salva gol certo. Ramires volta ao jogo mancando muito. Médico Sérgio Freire diz que não parece ser lesão grave, mas é preciso observar.
  • 39 – Bernardo serve Rramires, que gira dentro da área, rola pra Soares. O chute sai à direita de Macaé. Jogo muito bom!
  • 42 – Ramires está bem. Tenta entrar na área com a bola, mas é desarmado pelo beque. Cruzeiro 300×75 Villa em passes certos. Torcida celeste grila “Olé!”
  • 43 – Marcelinho recebe lançamento preciso, entre TH e LF, e arremata rasteiro na saída de Fábio. Villa 2×3.
  • 44 – Jancarlos comete falta em Everton e recebe cartão amarelo.
  • 45 – Villa ataca, Adriano conclui pra fora. Juiz dá 2 minutos de acréscimo.
  • 47 – Villa retoma bola em sua intermediária e parte para o ataque. Bola na área. Fábio voa entre uma multidão de jogadores e soca pra fora da área.
  • Fim de jogo. Cruzeiro 3×2. Líder pelo saldo de gols.
  • Soares diz que fez um dos gols aproveitando a característica de pivô do centroavante Wanderley dos Santos. Mas a verdade é que o ex-pontepretano não ficou fixo na área. Saiu também pelos lados do campo e fez sua melhor partida com a camisa celeste.

O que foi dito[editar]

  • Estou mais tranqüilo, espero manter esse ritmo para estar bem no próximo jogo. Foi bom ter participado, estou feliz. Aqui não pode ter vaidade, e além de eu ter dado o drible e tocado para o Ramires, já deu para tirar um pouco dessa ansiedade que eu tenho.” (Bernardo, meiocampista do Cruzeiro)
  • “Tem que ter calma, paciência, ir lançando aos poucos. Bernardo é um jogador que tem uma dinâmica boa, precisa ainda rodar um pouco nas costas dos volantes, penetrar no momento certo, sem a bola aprender a recompor e se posicionar corretamente. Iniciei o treino com ele, mas senti um pouquinho de ansiedade, correndo errado, então preservei, entrou no momento certo, entrou bem. É um jogador que vai ter um futuro bonito.” (Adílson Baptista sobre Bernardo)
  • “Vamos enaltecer a vitória, a liderança, o bom jogo. Administramos, tivemos tranquilidade, rodamos bem a bola, criamos situações pra fazer mais gols. Temos que enaltecer o comportamento do Villa, que marcou, não deixou jogar, neutralizou alguns jogadores que precisam de espaço. No final, com um jogador a menos, eles tentaram reagir. Evidente que nós acabamos contribuindo para isso, mas foi um bom jogo e foi importante vencer. Com o gramado um pouquinho encharcado, tivemos dificuldades. Tivemos algumas estréias. Tem que ter um pouquinho de paciência, mas no todo a equipe foi bem equilibrada, organizada. Alguns erraram passes demais: o Fernandinho, que não erra, e hoje errou vários; o Henrique, no setor defensivo. A gente entende, releva, mas internamente a gente mostra.” (Adílson Baptista)
  • “O que vão dizer aqueles que esperavam uma sopa pelo fato do rebaixável Villa estar mal no campeonato? O Leão do Bonfim sempre vendeu caro a derrota em seus domínios. Hoje não seria diferente, mesmo com um dos piores times dos últimos tempos. Lamentável o estado do gramado, lamentável a pancadaria nos arredores do Castor Cifuentes, antes do jogo, lamentável mais uma péssima arbitragem e igualmente lamentável quem a comentou.” (Elias Guimarães, comentarista do PHD)
  • “Ficou muita coisa positiva desse jogo como, por exemplo, o bom futebol do Soares e os bons cruzamentos do Jancarlos. De negativo, a contusão do Ramires, que também deveria ter sido poupado, e os cochilos do setor defensivo no fim. Espero que não seja nada grave com o guerreiro azul. O Wanderley dos Santos também jogou muito bem. Só quero ver como é que o AB vai escalar o ataque. A vantagem de ter muitos bons jogadores disputando uma posição é que eles correm muito mais do que o fariam se não tivessem concorrentes à altura. Bom exemplo foi o Soares, que correu muito.” (Flávio Carneiro, comentarista do PHD)
  • “O time teve muita personalidade e, em momento algum, se viu ameaçado. Soares está aprovado como opção para o ataque. Esteve muito bem, assim como o Thiago Ribeiro. A lamentar somente a contusão do Ramires e o Fábio que, depois de muito tempo, teve uma falhazinha. Nada que o desabone. O time vai se desenhando. Com mais um pouco de entrosamento e a volta do Fabrício, o meio-campo encorpa mais ainda.” (Klauss Mourão, comentarista do PHD)
  • “Achei que que o lance do Fortunato foi pênalti pro Vila. Mas isto não tira o mérito do time que jogou muito bem. Gostei do Adilson ter feito experiências sem mexer na estrutura do time. Vamos pro clássico agora com confiança e torcida pela recuperação do Ramires, nosso mais importante jogador.” (Rodrigo Dylan, comentarista do PHD)
  • “Hoje, gostei muito das atuações dos Thiagos Ribeiro e Heleno. Além, é claro, da estrela do Soares que marcou dois gols. Apesar do pouco tempo em campo, também gostei do primeiro jogo do Bernardo. Não se intimidou. Agora, é quebrar a cabeça pra Libertadores, pois não contaremos com Sorín, Kléber nem Ramires contra o Estudiantes. Será um desafio para nosso treinador. Mas, sorte dele, este ano temos um elenco melhor.” (Edu Mano, comentarista do PHD)

Fonte[editar]

Transmissão[editar]

  • Sportv