Villa Nova-MG 0x5 Cruzeiro - 28/11/1965

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Uberaba.png 2x4 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 7x0 Escudo Nacional-UB.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Uberaba.png 2x4 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 7x0 Escudo Nacional-UB.png
No estádio Mineirão
Escudo Uberaba.png 2x4 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 7x0 Escudo Nacional-UB.png
Contra Villa Nova-MG
Escudo Cruzeiro.png 3x1 Escudo Villa Nova-MG.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Villa Nova-MG.png
Villa Nova-MG
0 × 5 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
15ª rodada do Campeonato Mineiro 1965
Data: 28 de novembro de 1965 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: Não disponível Estádio: Mineirão
Árbitro: Doraci Jerônimo Público pagante: 5.781
Assistente 1: Geraldo Toledo Público presente: 7.000
Assistente 2: Armando Gregori Renda: Cr$ 5.469.500,00 R$ 5.469.500
Cr$ 5.469.500
NCr$ 5.469.500
Cz$ 5.469.500
NCz$ 5.469.500
(preço médio: Cr$ 946,12 )
Súmula: Não disponível
Escalações
Villa Nova-MG: Cruzeiro:
1. Eduardo 1. Tonho Substituição realizada de jogo ( Fábio )
2. Grillo 2. Pedro Paulo Gol aos do
3. Cicindão 3. William
4. Eleotério 4. Vavá
5. Eberval 5. Neco
6. Neto 6. Wilson Piazza
7. Nelsinho 7. Dirceu Lopes
8. Gradim 8. Tostão Gol aos do
9. Paulinho 9. Wilson Almeida
10. Fiel Substituição realizada de jogo ( Raimundo ) 10. Marco Antônio Substituição realizada de jogo ( Rossi )
11. Daniel 11. Hilton Oliveira Gol aos do Gol aos do Gol aos do
Técnico: Leo Coutinho Técnico: Aírton Moreira
Reservas que não entraram na partida
Villa Nova-MG: Cruzeiro:

Sobre o jogo

Preocupado com o tripé do Cruzeiro, Leo Coutinho, recuou seus ponteiros. Daniel ficou por conta de ajudar a marcar Dirceu e Tostão. Gradim aliou-se a Grillo na tentativa de neutralizar Hilton Oliveira. Não deu certo.

Com apenas 11 minutos, o Cruzeiro já vencia por 2×0. Aos 10, Pedro Paulo avançou em diagonal pela intermediária do Villa e chutou com força. A bola fez uma curva e enganou Eduardo. Um minuto depois, Dirceu Lopes gingou na entrada da área e deslocou os dois zagueiros do Villa. Eduardo ainda conseguiu defender a bola chutada pelo Dez de Ouros, mas Tostão apanhou o rebote: 2×0.

Preocupado com as subidas de Pedro Paulo, Leo Coutinho trocou Fiel por Raimundo, que recebeu a missão de marcar o lateral. Mas nada deu certo para o Villa. Aos 5 do 2º tempo, Rossi deslocou-se do meio do ataque para a ponta. Wilson Almeida apareceu no espaço aberto pelo deslocamento do meia para fazer 3×0 aproveitando-se de um cruzamento de Hilton Oliveira. Aos 29, o lance se repetiu com os mesmos atores. E, para colocar ponto final em sua má fase, aos 37, Wilson Almeida arriscou de fora da área e acertou o alvo: 5×0.

Impressionados com a seqüência de belas exibições da Academia Celeste, dirigentes e jornalistas cobravam da CBD novos critérios de convocação para Seleção Brasileira. O supervisor Carlos Nascimento fez média. Disse que vários jogadores mineiros tinham condições técnicas para serem convocados. O torcedor acreditou. E passou a sonhar com a honraria de ver seus ídolos vestindo a “camisa canarinho”.

Fonte