Vasco 2x1 Cruzeiro - 23/11/2013

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 2x2 Escudo Ponte Preta.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x2 Escudo Bahia.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Cruzeiro.png 2x2 Escudo Ponte Preta.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x2 Escudo Bahia.png
No estádio Maracanã
Escudo Flamengo.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Flamengo.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png
Contra Vasco
Escudo Cruzeiro.png 5x3 Escudo Vasco.png Gol aos do Escudo Vasco.png 1x3 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Vasco.png
Vasco
2 × 1 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
36ª rodada do Campeonato Brasileiro 2013
Data: 23 de novembro de 2013 Local: Rio de Janeiro, RJ
Horário: 19:30 Estádio: Maracanã
Árbitro: Marcos André Gomes da Penha Público pagante: 32.988
Assistente 1: Fabiano da Silva Ramires Público presente: 38.654
Assistente 2: Vanderson Antonio Zanotti Renda: R$ 667.340,00 R$ 667.340
Cr$ 667.340
NCr$ 667.340
Cz$ 667.340
NCz$ 667.340
(preço médio: R$ 20,23 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Vasco: Cruzeiro:

12. Alessandro 12. Rafael
23. Fágner Substituição realizada 25'(2T) de jogo 25'(2T) ( 33. Renato Silva ) 2. Ceará
13. Cris 3. Léo
14. Luan 86. Paulão  Gol aos 19 do  (2T) 19'  (2T)
6. Yotún 6. Egídio
22. Abuda 16. Lucas Silva
5. Guiñazu Cartão amarelo recebido aos 4  (2T) 4'  (2T)   19. Nilton Substituição realizada 34' (2T) de jogo 34' (2T) ( 40. Alisson )
10. Pedro Ken 17. Éverton Ribeiro
30. Marlone Cartão amarelo recebido aos 7  (2T) 7'  (2T)   Substituição realizada 47'(2T) de jogo 47'(2T) ( 31. Bernado ) 31. Ricardo Goulart Substituição realizada 21' (2T) de jogo 21' (2T) ( 27. Élber Pimentel )
39. Thales Gol aos 3 do  (1T) 3'  (1T) Substituição realizada 35'(2T) de jogo 35'(2T) ( 41. Robinho ) 30. Vinícius Araújo Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 10. Júlio Baptista )
Técnico: Adilson Batista Técnico: Marcelo Oliveira
Reservas que não entraram na partida
Vasco: Cruzeiro:
12. Diogo Silva 22. Elisson
13. Nei 32. Mayke
14. Rafael Vaz 4. Victorino
15. Wendel 23. Everton
18. André 55. Leandro Guerreiro
78. Elierce Souza
7. Tinga
88. Luan
21. Lucca

Pré-Jogo

CLASSIFICAÇÃO: O Cruzeiro é o campeão, com 75 pontos, 42 gols de saldo e 71,4% de aproveitamento. O Vasco é 0 18ª, com 38 pontos, déficit de 10 gols e 36,6% de aproveitamento.

AUSENTES no Cruzeiro: Martinuccio (A), lesionado, Dagoberto (A), Dedé (B), Bruno Rodrigo (B), Fábio (G), Borges (A), poupados.

PENDURADOS no Cruzeiro: Egídio, Borges, Dagoberto, Mayke, Leandro Guerreiro, Souza e Vinícius Araújo.

BANCO do Cruzeiro: Elisson, Mayke, Victorino, Francisco Everton, Leandro Guerreiro, Souza, Tinga, Alisson, Elber, Júlio Baptista, Luan, Lucca.

AUSENTES no Vasco: Juninho Pernambucano (M), Dakson (A), Fillipe Soutto (V) e Reginaldo (V), lesionados.

PENDURADOS no Vasco: Abuda, Cris, Diogo Silva, Fillipe Soutto, Hernrique, Luan e Nei.

BANCO do Vasco: Diogo Silva, Nei, Rafael Vaz, Wendel, Renato Silva, Bernardo, André.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “Dedé não jogaria de qualquer jeito. Ele viajou com a Seleção, teve um problema no pé e sente o tornozelo. Estava previsto que, tanto ele quanto Borges e Dagoberto ficariam pro jogo com o Bahia. Quanto ao Bruno, amo segurar um pouco mais. Ele não fez treinamentos fortes. Deve jogar contra o Bahia. Paulão Caveirão já foi titular em algum momento, o Egídio jogará e o Ceará também. O Rafael é bom que jogue, porque podemos ficar sem o Fábio em algum momento. Escalaremos um time forte, pra buscar a vitória. O Cruzeiro quer bater marcas e ainda existem as observações que estamos fazendo.”

ADÍLSON BATISTA, técnico do Vasco: “Eu já esperava essa atitude do Dedé, principalmente, pelo que conversei sobre ele com o pessoal aqui do Vasco. Sabemos do carinho, do respeito, do amor e da gratidão dele pelo clube. É uma atitude louvável. Claro que o profissionalismo é importante, mas todo ser humano tem um pouco de amador também. Quero parabenizá-lo. O Cruzeiro vem com grandes jogadores e vai dificultar nossa vida. Teremos que jogar bem pra ganhar. O Cruzeiro está com a vida ganha, mas tem profissionais que vão cobrar seriedade e compromisso dos jogadores com o resultado.”

JUIZ: Marcos André Gomes da Penha (ES) apitou 6 partidas neste Brasileiro. Médias: 4,5 amarelos, 0,33 vermelhos, 0,16 pênalti e 34,2 faltas. Médias do campeonato: 4,3 amarelos, 0,3 vermelhos, 34,8 faltas, 0,2 pênalti.

RELEVANTE:

ESCRITAS: o Vasco não vence o Cruzeiro, como mandante em Brasileiros, desde 2006. Nas últimas 5 partidas, em São Januário, perdeu 4 e empatou 1. No Maracanã, pelo Brasileiro, em 8 partidas, 4 vitórias dos cariocas, 1 dos mineiros e 3 empates.

NÚMEROS: O Cruzeiro é o time que mais marcou gols no torneio. Foram 74, média de 2,1. Foi o que mais finalizou, com 520 arremates, 14,8 por partida. Everton Ribeiro é o líder das assistências, com 8 passes que resultaram em gols. Egídio é o 2º ladrão de bolas, com 80 desarmes.

RECORDES que o Cruzeiro busca, nos Brasileiros: Maior pontuação, que é do São Paulo (78), em 2006. O maior número de vitórias é do São Paulo (23), em 2007. Melhor média de gols é do Santos (2,23), em 2004. Melhor aproveitamento é do Cruzeiro (72,46%), em 2003. Campeão com melhor saldo de gols, São Paulo (36), em 2007. Maior diferença sobre o vicecampeão, que é do São Paulo (15 pontos a mais que o Santos), em 2007.

ADVERSÁRIO: O Clube de Regatas Vasco da Gama

PÚBLICO: A média do Brasileiro 2013 é de 14.518. A do Vasco, jogando em casa, é 14.922 de pagantes, a 8ª entre os 20 participantes. Com preços de liquidação, a expectativa é de mais de 40 mil torcedores neste jogo.

TRANSMISSÃO: o jogo será exibido pelo SporTV (menos RJ), PFC, com Luiz Carlos Jr. e Lédio Carmona.


Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 19h24. Vasco em campo, todo de preto.
  • 19h27. Cruzeiro em campo, com uniforme tradicional e carregando uma faixa alertando contra o câncer de próstata.
  • 19h32. Todos os jogadores cruzam os braços e sentam no gramado.
  • 19h33. COMEÇA o jogo. Vasco dá a saída.
  • 01. Cruzeiro começa pressionando, com ribeiro, apanhado em impedimento, e com Egídio, desarmado na frente da área vascaína.
  • 02. Marlone cobra falta frontal bola desvia na barreira. Escanteio pela direita.
  • 03. GOL. Fagner cruza direita, Luan salta mais que Leo Simões e cabeceia ajeitando pra Thales, que arremata de cabeça. Bola entra à direita de Rafael Monteiro. Vasco 1×0.
  • 04. BOMBA. O chute de Thales, desferido a 18m20 da risca de gol, saiu a 109 Km/h.
  • 05. Lucas Silva lança Egídio, que da ponta esquerda cruza. Vinicius Araujo cabeceia, bola sai raspando o travessão.
  • 06. ABSENTEÍSMO. Torcida celeste não comparece em bom número e sobram lugares no setor reservado a ela.
  • 07. Torcida do Vasco comparecem em om número e se concentra atrás dos gols.
  • 08. Jogo muito disputado na meiúca.
  • 09. DESESPERO. Vasco precisa de 9 pontos, nos 3 jogos restantes, pra escapar do rebaixamento.
  • 10. Leo Simões limpa a área celeste com um chutão.
  • 11. Thalles recebe cruzamento da direita, Nílton chega antes e desvia a bola, que sobra pra Rafael Monteiro.
  • 12. Yotun chuta de fora da área, cruzado, pra fora.
  • 12’30”. HERIBERTO HULSE. Criciúma 1×0 Vitória. Gol de Wellington Paulista, de pênalti. Péssimo resultado pro Vasco.
  • 13. Nílton vira o jogo pra Egídio, que passa a Everton Ribeiro. O lançamento pra Vinicius Araujo, dentro da área vascaina, sai errado. Luan fica com a bola.
  • 14. Paulão Caveirão, com um bico, desfaz trama do Vasco pela direita.
  • 15. QUASE. Everton Ribeiro cruza da direita, Vinicius Araujo toca por cima de Alessandro, Fagner salva, de cabeça, em cima da risca.
  • 16. Willian se aproxima da área cruzmaltina, mas erra o passe pra Vinicius Araujo.
  • 16’30”. VAIA. Nílton sai jogando no meiocampo e é vaiado pela torcida vascaína.
  • 17. Everton Ribeiro chuta de fora da área, bola sai pela linha de fundo.
  • 18. LÉDIO CARMONA, comentarista do SporTV: “Vasco fez o gol no início, mas continua ansioso, errando passes e dando contrataques ao Cruzeiro.”
  • 19. Egídio cobra falta da meiesquerda. Luan se antecipa a Paulão Caveirão e corta, de cabeça.
  • 20. Triangulação do ataque do Vasco na entrada da área celeste, Yotun tenta o cruzamento, mas Leo Simões, de carrinho, cede escanteio.
  • 20’30”. Ceará cruza da direita, bola passa muito alta pela área vascaina, Vinicius Araujo não a alacança.
  • 21. NÃO FOI. Marlone passa a Yotun, que vai à linha de fundo, dentro da área, mas é travado por Leo Dimões. Vascaino pede pênalti, Juiz marca escanteio
  • 22. Yotun dribla Lucas Silva, na pontesquerda, e cruza da esquerda. Thales arremata, bola passa por cima do travessão, com perigo.
  • 23. Everton Ribeiro passa o rodo em Yotun, sem bola, Peruano chia.
  • 24. Cruzeiro troca passes fazendo a bola rolar de um lado pra outro.
  • 25. Ceará dribla Yotun, mas sai de cmpo com a bola. Tiro de meta pro Vasco.
  • 26. BOMBARDEIO. Cruzeiro chuta duas vezes, a primeira com Lucas Silva, a segunda com Willian, que acerta o poste esquerdo. Depois de toda a arruaça, bandeira marca impedimento, com muito atraso.
  • 28. Guiñazu derruba Everton Ribeiro. Falta frontal pro Cruzeiro.
  • 29. Nílton cobra falta, com uma bomba. Bola sai à esquerda de Alessandro.
  • 30. Torcida do Vasco comemora a falta mal cobrada gritando o nome de Nílton.
  • 31. DEFESAÇA. Ricardo Goulart puxa contrataque e põe Everton Ribeiro na cara do arco vascaíno. O chute sai forte, no ângulo direito. Alessandro espalma pra escanteio.
  • 31’30”. Everton Ribeiro cobra escanteio pela direita, Alessandro sai no meio da multidão e tira de soco.
  • 32. GOL. Marlone e Pedro Ken tabelam na pontesquerda. Ken cruza, Edmílson ajeita e acerta uma bomba de fora da área, Rafael Monteiro salta, mas não consegue espalmar a bola, que bate no travessão e vai pra rede. Vasco 2×0.
  • 33. AMARELO. Edmilson, por subir as escadas pra comemorar com a torcida.
  • 34. Ceará cruza da direita, Everton Ribeiro se abaixa pra cabecear, bola sai por cima do travessão.
  • 35. Thales cruza da pontadireita, Edmilson não consegue o arremate.
  • 36. LÉDIO CARMONA, comentarista do SporTV: “O Vasco consegue um bom resultado porque foi bem escalado. Tem um homem de velocidade, o Thales, que ajuda o Edmílson, e o Pedro Ken, que ajuda o Marlone na criação.”
  • 37. PERIGO. Fagner cruza da direita, Pedro Ken cabeceia, bola passa por cima do travessão.
  • 38. Everton Ribeiro cobra escanteio pela esquerda, Fagner, dentro da área, corta, de cabeça.
  • 39. Everton Ribeiro cruza da direita, Cris corta, dentro da área vascaina, Lucas Silva fica com o rebote e passa a Ricardo Goulart, que arremata. Bola sai pela linha de fundo.
  • 40. JOSINO RIBEIRO, repórter do SporTV: “Marcelo Oliveira está apreensivo, conversando com os auxiliares e tentando passar orientações aos jogadores.”
  • 41. Ricardo Goulart lança Everton Ribeiro, mas a bequeira vascaina chega antes e limpa a área.
  • 42. Egídio recua, do meio de campo, pra Rafael Monteiro. Vasco está muito fechado na defesa.
  • 42’20”. LÉDIO CARMONA, comentarista do SporTV: “Do meio pra frente, Cruzeiro joga bem, O problema é o desentrosamento dos zagueiros e más atuações de Ceará e Egídio.”
  • 43. FINALIZAÇÕES: 7×7.
  • 43’30”. POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 57%.
  • 44. Ceará lança Vinicius Araujo, mas Alessandro sai de seu arco pra escoltar a saída de bola pela linha de fundo.
  • 45. FIM de 1º tempo. O Vasco foi mais preciso nos arremates e mereceu a vantagem. Com 4 desfalques, Cruzeiro é inferior ao time carioca, portanto, nada a reclamar.
  • NÚMEROS: Finalizações: 7×7. Passes errados: Cruzeiro 17×9.: Vasco 8×4. Roubadas de bola: Vasco 6×2. Escanteios: 3×3. Impedimentos: Cruzeiro 2×0.

Segundo Tempo

  • EVERTON RIBEIRO, meia do Cruzeiro: “O time todo está um pouco abaixo, mas vamos conversar no vestiário pra melhorar.”
  • THALES, atacante do Vasco: “Esperava, sim, fazer o gol. Treinei a semana inteira pra isso.”
  • 19h35. Times voltam a campo. Cruzeiro com mudança.
  • 19h36. TROCA: Vinicius Araujo x Júlio Baptista.
  • 19h37. COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.
  • 46. Ricardo Goulart cruza da esqerda, Cris, na linha da pequena área, corta com um chutão.
  • 47. Abuda avança pelo meio e abbre pra Yotun, que cruza pra defesa de Rafael Monteiro.
  • 47’30”. ANULADO.Everton Ribeiro cruza da direita, Ricardo Goulart disputa bola com Cris, ela sobra pra Willian, que marca o gol. Juia anula, marcando impedimento do Bigode.
  • 48. SALVOU! Marlone coloca Edmislon na cara do gol, mas Leo Simões chega pra cortar, salvando gol certo. Escanteio pro Vasco.
  • 49. AMARELO. Guiñazu, por falta em Everton Ribeiro, após tomar um chapéu.
  • 50. CHOVE. Mas o gramado não acusa o golpe.
  • 50. FALTAS: Vasco 9×3.
  • 51. Marlone passa por Leo Simões, entra na área, mas é desarmao por Ceará, que aparece na cobertura.
  • 52. AMARELO. Marlone, que após levar trombada de Nílton fica caído. Juiz entende que ele cavou pênalti. e errou.
  • 53. PASSES ERRADOS: Cruzeiro 22×11.
  • 53’30”. HERIBERTO HULSE. Criciúma 1×1 Vitória. Dinei empata para o time baiano. Torcida do Vasco gosta.
  • 54. AMARELO: Fagner, por reclamação.
  • 54’30”. FALTAS: Vasco 9×4.
  • 55. Pedro Ken cruza da direita, Leo Simões cede escanteio.
  • 56. Ceará dribla Yotun e dispara rumo à linha de fundo, mas deixa a bola escapar. Tiro de meta pro Vasco.
  • 57. Ceará tenta jogada pela direita, mas sofre falta de Yotun.
  • 58. VAIA. Nílton passa por Edmilson no meiocampo, sai jogando e é vaiado pela torcida vascaina.
  • 59. Paulão Caveirão tenta lançar Everton Ribeiro na pontadireita, mas a bola fica com Yotun.
  • 60. DEFESAÇA. Thales deixa Paulão Caveirão pra trás e solta uma bomba, da entrada da área. Rafael Monteiro salta e espalma no canto direito.
  • 61. Guiñazu passa a Edmilson, dentro da área celeste, Leo Simões corta.
  • 62. Júlio Baptista tabela com Everton Ribeiro, que sofre falta de Cris, a 12 mestros da entrada da área.
  • 63. GOL. Everton Ribeiro cobra falta, Paulão Caveirão e Cris saltam, mas não alcançam a bola, que entra no canto direito. Cruzeiro 1×2.
  • 64. Juiz dá gol de Paulão Caveirão, mas o beque não tocou na tocou na bola.
  • 65. TROCA. Ricardo Goulart x Elber.
  • 66. Elber desce pela direita e cruza. Luan limpa a área vascaina, com um chutão.
  • 67. Nílton chuta de muito longe, bola sai à esquerda de Alessandro.
  • 68. Fagner sente dores, cai e e pede pra sair.
  • 69. TROCA: Fagner x Renato Silva.
  • 70. Guiñazu tenta lançar Thales, Paulão Caveirão corta de cabeça, dentro da área celeste.
  • 71. CERA. Luan e Pedro Ken disputam bola com Willian no meiocampo e ficam caídos.
  • 72. BIKE. Elber cruza da direita, Júlio Baptista arremata de bicicleta. Bola sai à esquerda de Alessandro.
  • 73. Yotun cruza da pontadireita, Paulão Caveirão cede escanteio.
  • 74. Marlone cruza da pontesquerda, Egídio, dentro da área celeste, corta de cabeça.
  • 75. TIROU TINTA. Edmílson recebe passe dentro da área celeste e, apertado por Leo Simões, consegue um chute cruzado, que passa rente ao poste esquerdo.
  • 76. FINALIZAÇÕES: 11×11.
  • 77. Willian cobra falta, com o pé direito, pela meiesquerda. Alessandro sai no meio da multidão e corta de soco.
  • 78. Nílton cai na intermediária celeste sentido dores na panturrilha direita. Massagista entra em campo pra atendê-lo.
  • 79. TROCA. Nílton x Alisson. Nílton sai de campo mancando, com dores na panturrilha.
  • 80. TROCA: Thales x Robinho.
  • 81. CANETA. Marlone dribla Egídio, na pontadireita, levanta a galera, mas não conclui a jogada.
  • 82. PÚBLICO: 32.988 pagantes, 38.654 presentes, R$667.340.
  • 83. Cruzeiro troca passes no ataque, Luan aparece pra despachar a bola.
  • 84. Pedro Ken, sem condições físicas, joga no sacrifício.
  • 85. Edmilson sofre falta na intermediária celeste. Marlone cobra falta, Leo Simões corta, de cabeça, pra escanteio.
  • 86. QUASE. Marlone cobra escanteio pela esquerda, Edmílson sobre no terceiro andar e cabeceia pra baixo. Bola sai rente ao poste esquerdo do arco celeste.
  • 87. Júlio Baptista, do círculo central, lança Willian na pontadireita. Jogada termina com Everton Ribeiro sendo desarmado na entrada da área vascaina.
  • 88. Robinho rola pra Yotun, que chuta forte, de fora da area. Bola desvia na defesa e sai a escanteio.
  • 89. Vasco prende a bola na pontadireita e consegue um escanteio e dois laterais, com Robinho.
  • 90. Cris atrasa, do meio de campo, pra Alessandro.
  • 91. DEFESAÇA. Robinho limpa a marcação e solta uma bomba. Rafael vai buscar a bola no canto esquerdo.
  • 92. Marlone toma bola de Egídio, mas sai com ela pela lateral, na pontadireita.
  • 93. Pedro Ken desce pelo campo de defesa celeste e huta forte. Bola sai à direita de Rafael Monteiro.
  • 93. TROCA: Marlone x Bernardo.
  • 94. FIM de jogo. O time titular do Vasco é superior ao misto do Cruzeiro e fez valer esta superioridade na partida. Não houve marmelada, mas superioridade técnica e anímica dos cruzmaltinos.
  • NÚMEROS: Finalizações: Vasco 15×11. Faltas: Vasco 15×12. Passes errados: Cruzeiro 35×18. Impedimentos: Cruzeiro 4×0. Roubadas de bola: Vasco 15×7. Defesaças: Rafael Monteiro 2×1 Alessandro.
  • CEARÁ, lateral direito do Cruzeiro: “”A gente nunca entra para perder. Sempre temos a determinação e objetivo da vitória., mas hoje o Vasco entrou em campo pelo jogo da vida deles. E infelizmente nós não tivemos a mesma motivação. Fomos bem no segundo tempo, fizemos um gol, mas não deu.”
  • MARLONE, meia do Vasco: “Meu foco é o Vasco, minha vontade é a de tirar o Vasco dessa situação de rebaixamento. As especulações sobre saída do clube eu só fiquei sabendo pela imprensa, mas estou focado só dentro das quatro linhas.”

Vídeos

Gols

Atuações

  • TORCIDA celeste não ocupou todo o espaço que lhe foi destinado, nem se mostrou muito animada.
  • RAFAEL MONTEIRO fez duas defesaças e não teve culpa nos gols.
  • CEARÁ lutou muito, mas não esteve bem tecnicamente. Errou dois cruzamentos saindo com a bola pela linha de fundo e, na marcação, passou aperto com os avanços do voluntarioso Yotun.
  • LEO SIMÕES perdeu a disputa pelo alto com Luan no primeiro gol, mas comportou-se bem no restante da partida, apesar das dificuldades impostas pelos rápicos atacantes vascainos.
  • PAULÃO, mais raçudo que técnico, limpou a área de qualquer jeito e foi ao ataque sendo até premiado com a parceria no gol de Everton Ribeiro.
  • EGÍDIO, pouco inspirado, não deu sua habitual contribuição ao ataque.
  • NÍLTON esteve abaixo de seu futebol habitual, o que levou muitos conspiradões a acusá-lo de ter amaciado o jogo.
  • ALISSON entrou num momento de baixa técnica do time e nada acrescentou.
  • LUCAS SILVA jogou bem num meio de campo com maioria de jogadores adversários.
  • EVERTON RIBEIRO deu se show particular de sempre e quase fez um gol, finalizando com o pé de subir no bonde.
  • RICARDO GOULART, trabalhador como sempre, saiu cansado antes do fim.
  • ELBER fez uma boa jogada e sumiu.
  • WILLIAN lutou bravamente o tempo todo e chegou a fazer um gol, anulado no detalhe.
  • VINICIUS ARAUJO, por pouco não faz um golaço, que Fagner salvou em cima da risca. não merecia ter saído no intervalo.
  • JÚLIO BAPTISTA jogou o de sempre, com altos e baixos.
  • MARCELO OLIVEIRA não deu sorte nas substituições. Nenhum dos reservas alterou o panorama do jogo.
  • CONSPIRADÕES surtaram. Sem mais.
  • CRUZEIRO jogou bem. Bem melhor do que nas derrotas para o Flu e o Coxa, outros rebaixáveis por quem havia sido derrotado antes. O torcedor maluco, contudo, exigia uma vingança pelo campeonato perido em 1974 e, dececpionado, puxou a faca acusando todo mundo de alta traição. Babaquice de conspiradões. Não fosse um gol anulado, no detalhe, teria remontando o placar negativo contra um Vasco que fazia sua melhor partida em 2013.
  • VASCO fez uma partidaça, com marcação impecável na meiúca, criatividade dos meias Marlone e Ken e um ataque veloz e furioso. Se tivesse jogado 20 partidas como esta, teria disputado o título. O desespero faz coisas.
  • ARBITRAGEM: Sem erros dignos de nota.

O que foi dito

  • Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro: Falei pros jogadores que um time capaz como o nosso não pode conviver com derrotas. Inconscientemente, existe um conforto devido à conquista. Vamos buscar duas vitórias, jogando como campeões, produzindo como campeões, marcando muito e jogando também. É assim que vamos tentar terminar a temporada. A gente não gosta de perder nem amistoso, nem coletivo, muito menos jogo de campeonato. Para o próximo jogo haverá mobilização e motivação naturais por tudo que vai acontecer. Esperamos estar fortes, retomar as vitórias. É importante terminar ganhando pra fazermos uma avaliação mais precisa do que vamos precisar na próxima temporada.
  • Everton Ribeiro, meia do Cruzeiro: Entramos meio desligados, tomamos dois gols muito rápidos, que mudaram um pouco o panorama. Depois, entramos no jogo e fomos muito melhores no 2º tempo, tentamos o empate, mas não deu.
  • Adílson Batista, técnico do Vasco: O Cruzeiro já está pensando em 2014, mas é evidente que dificultou e valorizou nossa vitória. Não vamos tirar o mérito do Vasco, que jogou bem. Fizemos um bom 1º tempo, mesmo com alguns problemas em relação à posse de bola do Cruzeiro. No 2º, tivemos três ou quatro situações claras para fazer o 3×0, mas acabamos sofrendo mais um gol com bola jogada na nossa área. A entrada do Robinho foi importante, pois era necessário ter alguém de velocidade, e ele vinha treinando bem. Tanto é que puxou contrataques, segurou a bola na frente durante uns três minutos e quase fez um gol. Gostei do time. Thalles, Robinho, Pedro Ken e outros jogaram bem. E não vi time misto do Cruzeiro. Com exceção de Fábio, Dedé, e Borges, os outros eram titulares. Foi um time forte, que deu trabalho. Precisamos valorizar o que o Vasco fez.
  • Lédio Carmona, comentarista do SporTV: A torcida seria fundamental, mas era preciso que o time também jogasse e, finalmente a equipe do Vasco fez uma boa partida, com suas limitações técnicas, absolutamente conhecidas, mas com muita vontade e dedicação, e com uma boa estrutura tática, isso acabou fazendo muito a diferença. Também fez diferença o gol de Thales, um garoto muito atrevido e de muita personalidade, aos 3 minutos. Isso deu muita moral ao time durante todo o jogo. O Cruzeiro foi até melhor no 1º do que no 2º tempo, mesmo com as substituições do Marcelo Oliveira. Foi um time mais organizado e que funcionou melhor no 1º tempo, mas sem a vontade, sem a mesma velocidade que mostrou em toda a campanha vitoriosa. No 2º tempo, até os 15 minutos, o Cruzeiro esboçou uma reação, depois o Vasco adiantou a marcação, começou a tocar a bola na frente e saiu do sufoco. O Cruzeiro não conseguiu criar nenhuma chance que incomodasse de verdade o Alessandro, e o Vasco acabou conseguindo, com a sua força e a sua raça, uma vitória decisiva. O Cruzeiro decepcionou porque não conseguiu entrar no ritmo decisivo da partida, não conseguiu jogar com a intensidade que o Vasco mostrou durante todo o jogo.
  • Carpe Diem, no PHD: Cruzeiro colaborando para permanência do Bacalhau. Atuação de quem realmente não tinha interesse. Tomara que também “preserve” alguns jogadores contra o Bahia e escale um time misto.
  • Mauro França, no PHD: Não vi atuação ridícula, nem entregada ou marmelada. A diferença de motivação num jogo desse tipo é abissal. Um time já campeão contra outro que joga a sobrevivência. Querer que os jogadores do time campeão comessem grama beira o absurdo.
  • Marcus Oliveira, no PHD: Os recordes e a dignidade ficaram distantes. Criciúma se matando pra ficar na primeira e o Cruzeiro não jogando a vera e poupando jogador pra nada. Não estou falando que o time entregou, mas poupou jogador pra nada e desrespeitou quem tá lutando.
  • Maia, no PHD: Tem jogador querendo bom senso, mas escolhe quando quer jogar. Acho que mesmo sendo importante para a conquista do tricampeonato, o Dedé merece pelo menos uma advertência da diretoria. A declaração dele dizendo que gostaria de ficar fora do jogo contra o time do coração foi desnecessária, para não dizer estúpida. A imprensa ainda vai deitar e rolar em cima disso.
  • Del Prete, no PHD: É claro que a motivação do Vasco era infinitamente superior à do Cruzeiro. O Vasco entrou com a faca entre os dentes pra se manter na primeira divisão e o Cruzeiro jogou apenas pra se dar ao luxo de quebrar algum recorde. Podemos pegar como exemplo os 6×1 contra as frangas em 2011. O Cruzeiro jogava a vida, elas entraram de saltinho alto e tomaram um sapeca-iaiá inesquecível.
  • Beth Makennel, no PHD: O Cruzeiro jogou bem, mas falhou nas finalizações. Agora, a defesa com os reservas não foi bem e o Nilton estava muito desligado. Júlio Baptista quase fez gol de bicicleta, mas ainda não está bem. Quando o pegaram conversando com o Cris, estava 2×0 e, portanto, o que ele falou após o jogo tem lógica. Mas já estou vendo a midiazinha rosa falando besteiras a semana inteira pra tentar prejudicar o Cruzeiro e o JB. Mas, como sou Cruzeiro, nunca vou dar atenção aos inimigos.

Fontes

Transmissão

  • Sportv