Vasco 1x3 Cruzeiro - 23/06/2012

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Figueirense.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x3 Escudo São Paulo.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Figueirense.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x3 Escudo São Paulo.png
No estádio São Januário
Escudo Vasco.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Vasco.png 1x3 Escudo Cruzeiro.png
Contra Vasco
Escudo Cruzeiro.png 0x3 Escudo Vasco.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo Vasco.png

[edit]

Escudo Vasco.png
Vasco
1 × 3 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
6ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012
Data: 23 de junho de 2012 Local: Rio de Janeiro, RJ
Horário: 18:30 Estádio: São Januário
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro Público pagante: 14.500
Assistente 1: Fabrício Vilarinho da Silva Público presente: 18.337
Assistente 2: Fábio Pereira Renda: R$ 460.970,00 R$ 460.970
Cr$ 460.970
NCr$ 460.970
Cz$ 460.970
NCz$ 460.970
(preço médio: R$ 31,79 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Vasco: Cruzeiro:
1. Fernando Prass 1. Fábio
23. Fágner 2. Léo
26. Dedé Cartão amarelo recebido aos 3. Mateus Cartão amarelo recebido aos  (1)
4. Rodolfo Gol aos do 4. Victorino
6. Felipe Cartão amarelo recebido aos 5. Leandro Guerreiro
19. Nilton 6. Everton
37. Rômulo 7. Charles
21. Felipe Bastos Substituição realizada de jogo ( 2. Tiago Feltri ) 8. Willian Magrão Cartão amarelo recebido aos  (1) Substituição realizada de jogo ( 15. Tinga )
9. Alecsandro 9. Wellington Paulista  Gol aos do Substituição realizada de jogo ( 18. Anselmo Ramon Gol aos do )
10. Diego Souza Substituição realizada de jogo ( 44. William Barbio ) 10. Montillo  Gol aos do
7. Éder Luis Substituição realizada de jogo ( 84. Carlos Alberto ) 11. Fabinho Souza Cartão amarelo recebido aos  (1) Substituição realizada de jogo ( 17. Souza Silva )
Técnico: Cristovão Borges Técnico: Celso Roth
Reservas que não entraram na partida
Vasco: Cruzeiro:

Pré-Jogo

Duelo de ponteiros. O Vasco está em 1º lugar com 13 pontos, o Cruzeiro é vice com 11. Quem vencer passa a semana na liderança. Empate não garante a posição de nenhum deles.

Celso Roth não poderá escalar o lateral Diego Renan, com dores musculares. Cristóvão Borges não terá o meia Juninho Pernambucano, gripado.

Pra quem se amarra em escritas: pelo Brasileiro, o Vasco está invicto em casa há 15 jogos, 11 vitórias e 4 empates. Foi justamente o Cruzeiro quem o venceu pela última vez na Colina, naqueles 3×0 em que Montillo canetou Dedé num dos gols. O time mineiro não perde para o Vasco no Rio desde o 1×0 de 206. De lá para cá, foram 4 jogos pelo Brasileiro, com 3 vitórias e 1 empate.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 18h25 – Cruzeiro em campo, todo de azul.
  • 18h28 – Vasco em campo, todo de branco.
  • 18h32 – Um minuto de silêncio.
  • 18h33 – Começa o jogo, Cruzeiro, à direita ds tribunas, dá a saída.
  • 00 – Reservas do Cruzeiro: Rafael
 Monteiro, Rafael Donato, Amaral, Tinga, Wallyson, Souza e Anselmo Ramon.
  • 01 – Wellington Paulista tenta arrancada pela esquerda, mas é desarmado.
  • 02 – Felipe lança Alecsandro, Fábio fica com a bola.
  • 03 – Fagner cruza da direita, Willian Magrão corta, dentro da área.
  • 04 – Romulo e Eder Luiz tentam tabelar pela direita, Francisco Everton desfaz a jogada.
  • 05 – Bola na área celeste. Fábio defende.
  • 06 – Eder Luiz cruza da direita, Mateus, na pequena área, corta.
  • 06’30”- Fagner deixa Charles pra trás e ataca pelo meio, mas ao tentar o passe, Guerreiro aparece pra cortar.
  • 07 – Fábio sai jogando com um chutão, Dedé corta e começa um ataque vascaíno.
  • 08 – Fagner tenta armar jogada pela direita, mas é bloqueado por Francisco Everton, Guerreiro e Mateus. Bola escapa pela linha de fundo.
  • 09 – Montillo recebe lançamento, mas Rodolfo limpa sua defesa com um chutão pra lateral.
  • 10 – Eder Luiz cruza da direita, Leandro Guerreiro corta, dentro da área.
  • 10’30”- Nílton chuta de fora da área, bola por cima do travessão.
  • 11 – Willian Magrão tenta passar a WP, que ficaria na frente do gol. Rodolfo corta.
  • 11’30”- Eder Luiz cruza da direita. Bola passa por trás do arco.
  • 12 – Celso Rotfh tá PdaV porque o time está excessivamente recuado.
  • 13 – Triangulação, Nílton, Fagner e Alecsandro, que entra na área e se joga pedindo pênalti. Juiz manda seguir.
  • 14 – Diego Souza desarma Charles no meio de campo e lança… Pra ninguém. Fábio fica com a bola.
  • 15 – Até aqui, Cruzeiro só se defende. e Fábio faz cera a cada reposição.
  • 16 – Rômulo tenta tabelar com Felipe, mas Leo Simões aparece pra desarmá-los.
  • 17 – Fabinho derruba Fagner, que sai pra trocar as chuteiras.
  • 18 – Fabinho recua até a bandeirinha de corner pra tomar a bola de Eder Luiz.
  • 19 – Cruzeiro comparece à área vascaína com lateral cobrado por Leo Simões. Rodolfo corta de cabeça.
  • 19’30”- Amarelo! Mateus derruba Fagner, que puxava contra-ataque pelo meio.
  • 20 – Felipe Bastos cobra falta de longe. Bola passa por cima do travessão.
  • 21 – Felipe jogando pelo meio tentando armar o ataque do Vasco. Montillo sumido, por falta de bolas. Cruzeiro é só chutão.
  • 22 – Passes errados: Vasco 17×9.
  • 23 – Felipe lança, Leo Simões fica com a bola.
  • 23’30”- Felipe Bastos tenta jogada pelo meio, Victorino corta.
  • 24 – Montillo puxa a marcação pro meio da área e toca pra Fabinho, livre na esquerda. Bandeira vê impedimento.
  • 25 – Nílton acerta pescoção na cabeça de Montillo, que fica esticado no chão. Médico e massagista em campo.
  • 26 – Jogo recomeça com bola ao chão.
  • 27 – Montillo pra Fabinho, que tenta devolver. Dedé corta. Lateral pro Cruzeiro.
  • 28 – Cruzeiro prende bola na ponta esquerda com Montillo, WP e FE. Vasco cerca. Bola acabai saindo pela linha de fundo. Tiro de meta.
  • 29 – Eder Luiz passa por Victorino e cruza pela direita. Mateus corta.
  • 30 – Pressão do Vasco diminuiu, mas o Cruzeiro continua sem criatividade e não incomoda o time carioca.
  • 31 – Leo Simões desarma Felipe Bastos com falta no meiod e campo.
  • 32 – Vasco trabalha a bola na entrada da área celeste. Cruzeiro cerca, Felipe Bastos arremata, bola passa longe do arco defendido por Fábio.
  • 33 – Montillo cobra falta do meio de campo jogando bola sobre a área. Dedé cort, de cabeça.
  • 34 – Amarelo! Willian Magrão derruba Nílton no meio de campo.
  • 35 – Eder Luiz faz jogada pela esquerda, entra na área e passa a Alecsandro, na marca do pênalti. Bequeir do Cruzeiro cerca o centroavnte, que não consegue arrematar.
  • 35’30”- Amarelo! Felipe por simulação de falta.
  • 36 – Montillo cobra falta na ponta direita, Dedé corta de cabeça.
  • 37 – Francisco Everton passa a Fabinho na ponta esquerda. O ex-bugrino tenta duas vezes até conseguir o cruzamento. Dedé corta, Willian Magrão fica com o rebote e chuta de fora da área, bola passa por cima do travessão.
  • 38 – Eder Luiz cruza da esquerda, Victorino corta.
  • 39 – Fabinho passa Montillo, que busca Charles dentro da área, Fernando Prass defende.
  • 40 – Gol! Leo Sim!oes tabela com Montillo e cruza da direita. WP conclui, bola acerta a bequeira e volta pra Montillo que pega de prima. Bola na rede! Cruzeiro 1xo.
  • 41 – Eder Luis avança em velocidade, mas é desarmado antes de arrematar.
  • 42 – Felipe joga a bola na pequena área celeste, Alecsandro se enrola com Victorino e não consegue empurrá-la pro arco desguarcencido.
  • 43 – Alecsandro cruza da direita, defesa celeste espana.
  • 44 – Felipe dribla Leo Simões e cruza forte da esquerda. Alecsandro chega atrasado e não consegue arrematar.
  • 45 – Pulo César Vasconcelos, comentarista do SporTV: “Único erro do Cruzeiro foi deixar Fabinho pela esquerda. Do lado direito ele teria mais espaço.”
  • 46 – Eder Luiz ajeita pra Felipe Bastos, que chuta de forte, de fora da área. Por cima do travessão.
  • 46’15”- Fim de 1º tempo.
  • Diego Souza: “Infelizmente a bola não entrou. Nosso time está fazendo um bom jogo, mas tem que concluir. Oportunidade está tendo.”
  • Montillo: “O time está correndo muito. O Vasco é um time difícil e é mais difícil jogando em casa. Mas o Cruzeiro está fazendo um bom jogo. Tomara que no 2º tempo o time possa render bem e mantenha a vantagem. A comemoração foi uma homenagem aos sertanejos Fernado e Sorocaba, que a gente fica ouvindo nos vestiários.”

Segundo Tempo

  • 19h37 – Cruzeiro volta a campo. Celso Roth dá instruções no meio de campo.
  • 19h38 – Vasco volta a campo com mudnça.
  • 19h39 – Vinte minutos de intervalo!
  • 19h40 –Começa o 2º tempo. Vasco dá a saída.
  • 00 – Troca! Felipe Bastos por Thiago Feltri. Felipe passa a jogar definitivamente no meio de campo.
  • 01 – Francisco Everton tenta jogada com Fabinho na ponta esquerda. Dedé cede lateral.
  • 02 – Charles faz jogada pela esquerda, Dedé cede outro lateral.
  • 03 – Mateus dá um chutão, da defesa. Bola fica com Fernando Prass.
  • 04 – Vasco troca passes na intermediária azul. Leandro Guerreiro corta.
  • 05 – WP lança Montillo, de calcanhar. Bola criada, defesa cruzmaltina cede corner.
  • 06 – Fagner cruza para Eder Luiz dentro da área, que devolve para o lateral. Fagner chuta, mas Victorino aparece e dá um chutão afastando o perigo.
  • 07 – Rômulo tenta entrar na área celeste, mas perde a bola pra Mateus.
  • 08 – Willian Magrão, da direita, lança WP no lado oposto. O centroavante dribla Dedé e chuta forte. Bola sai à direita de Fernando Prass.
  • 09 – Leo Simões desarma Thiago Feltri na ponta esquerda e passa a Montillo, que tenta, sem sucesso, armar uma jogada de ataque.
  • 10 – Cruzeiro ataca pela esquerda, com toques, sem pressa.
  • 11 – Willian Magrão chuta da entrada da área, bola resval em Rodolfo e sai a escanteio.
  • Eder Luiz lança Diego Souza, Fábio, mas esperto, chega antes e fica com a bola.
  • 12 – Troca! Eder Luiz por Carlos Alberto.
  • 13 – Thiago Feltri cruza da esquerda, Victorino, na pequena área, corta com um bico.
  • 13’30”- Fagner chuta forte, Fabio tenta defender, mas deixa bola sai a escanteio.
  • 14 – Fagner cobra falta sobre a área celeste, Willian Magrão cabeceia pro alto, Fábio salta entre os beques e fica com ela.
  • 15 – Wellington Paulista, derrubado no meiod e campo, descansa um pouquinho.
  • 16 – Carlos Alberto tenta jogada pela direita, mas é desarmado por Charles.
  • Fagner cruza da doreota, Alecsandro se antecipa à zaga e cabeceia. Bola sai à direita de Fábio.
  • 17 – Wellington Paulista arremata da entrada da área, Fernando Prass defende com dificuldade.
  • 18 – Gol de Gênio! Montillo lança Wellington Paulista, que de fora da área, dá um toque sutilíssimo, bola encobre Fernando G=Prass. Cruzeiro 2×0.
  • 19 – Churrasco no Recife! Shshshshshshshshshs… Cheirod e língua tostada.
  • 20 – Gol! Thiago Feltri cruza da direita, Fábio sai no bolo de atacantes e beques, bola fica com Rodolfo, que cabeceia por cobertura, Bola entra no canto direito. Vasco 1×2.
  • 21 – Bola sobre a área celeste. Diego Souza cabeceia, Fábio defende.
  • 22 – Confusão na área celeste, Fábio defende aos pés de Alecsandro.
  • 23 – Dedé, da ponta direita, lança Alecsandro, Mateus corta.
  • 24 – Fabinho tenta jogada pela esquerda, mas perde a bola, Vasco sai em contra[ataque.
  • 25 – Bola sobre a área celeste. Victorino corta.
  • 26 – Dedé cruza da direita, Leo Simões espana.
  • 27 – Celso Roth vai colocar Souza em ligar de Fabinho com ordem pra acompanhar as descidas de Fagner.
  • Amarelo! Fabinho por demorar a sair de campo.
  • 28 – Troca! Fabinho por Souza.
  • 29 – Victorino rebate bola dentro da área celeste.
  • 30 – Thiago Feltri cruza da esquerda. Alecsandro cabeceia, Fábio defende.
  • 31 – Troca! Wellington Paulista por Ramon, Willian Magrão por Tinga.
  • 32 – Carlos Alberto cruza da direita, bola sai do lado oposto.
  • 33 – Souza derruba Rômulo na entrada da área celeste.
  • Rodolfo cobra falta, por cobertura, bola assa por cima do travessão.
  • 34 – Cruzeiro já cometeu 139 faltas no campeonato. É o líder no quesito!
  • 4’30” – Amarelo! dedé por derrubar Anselmo ramon.
  • 35 – Gol! Leo Simões lança Tinga na ponta direita. O volante cruza baixo, Fernando Prass ficou pregado noc hão e Anselmo ramon toca a bola pra rede. Cruzeiro 3x1.
  • 36 – Troca! Diego Souza por William Barbio.
  • 37 – Cruzeiro pressiona saída de bola do vasco, que se atrapalha.
  • 38 – Torcida celeste canta Explode Coração. Show de cantoria!
  • 39 – Victorino ganha a rapadura! Um chutão dentro da área que se perdeu no espaço.
  • 40 – Baderna na área celeste. Fábio sai no bolo e defende cm firmeza.
  • 41 – Fagner cobra falta sobre a área, Mateus corta no bolo. Na volta, Nílton tenta bicicleta e comete falta em Mateus.
  • 42 – Montillo carrega a bola e passa a Tinga, que arremata fraco. Fernando Prass defende.
  • 43 – Milagre! William Barbio entra sozinho na área, Fábio sai do arco e defende a seus pé.s.
  • Anselmo Ramon puxa contra-ataque, mas é desarmado por Dedé.
  • 44 – Cruzeiro controla o jogo com toque de bola.
  • 45 – Bola na área celeste, William Barbio não consegue concluir, Tinga fica com a bola.
  • 46 – MVP: Montillo, segundo Paulo César Vasconcelos, do SporTV.
  • 47 – Alecsandro mata no peito e conclui de puxeta. Bola pra fora.
  • 48 – Fagner avança ela direita, Francisco Everton toca bola pra lateral.
  • 49 – Fim de jogo! Cruzeiro é líder!

Mídia

Vídeos

Melhores momentos
Gols

Atuações

  • Fábio – Deu sobrevida de 15 minutos ao Vasco com uma saída atabalhoada. Não há, contudo, motivo pra histeria, pois ele é o melhor goleiro do Brasil. (Lucas) /// Não conseguiu cortar a bola que resultou no gol do Vasco, mas compensou a falha com defesa salvadora aos pés de William Barbio, no fina. De resto, fez cera no início da partida como mandava a estratégia e defendeu as bolas obrigatórias. (Síndico)
  • Leo Simões – Mesmo improvisado, segurou tudo na lateral e ainda encontrou tempo pra ir ao ataque e criar a boa jogada do terceiro gol. (Walterson Almeida) /// Honra a camisa do Cruzeiro com dedicação e abnegada dedicação às funcões que lhe são passadas pelo treinador. (Lucas)
  • Victorino - Falta tempo de bola, atuação apenas razoável. (Lucas)
  • Mateus – Desta vez, não tentou fazer o que não sabe e espanou pra todo lado, mesmo quando estava sozinho. (Walterson Almeida)
  • Francisco Everton – Está confiante, correto na marcação e ajudando na saída de bola. (Lucas)
  • Charles – O pior do Cruzeiro. Lento no toque de bola e facilmente batido em cada tentativa de drible dos adversários. (Lucas)
  • Leandro Guerreiro – Correu os dois tempos marcando, cobrindo, voltando e passando bolas com qualidade. Errou uns lances bobos, mas não faltou esforço. (Raher)
  • Willian Magrão - Demorou um pouco para achar sua posição. Quando a encontrou fez boas jogadas. (Lucas)
  • Tinga - Assimilou a função imediatamente, fechou o lado direito da defesa, congestionou o meio e ainda apareceu na frente. (Lucas)
  • Souza – Entrou e fez o que era papel de Charles, aliás, a posição se chama volante porque a função é girar o jogo para um lado e para o outro. (Lucas)
  • Montillo – Encontrou espaço pra ir em direção ao gol e criou vários lances de perigo. Não tendo que voltar pra marcar, sobrou gás pras suas arrancadas fatais. (Raher)
  • Fabinho – Apareceu pouco, mas ajudou na marcação da saída de bola do Vasco. (Carpe Diem)
  • Wellington Paulista - Será que ele tá querendo bater recorde de gols mais bonitos da rodada??? E aquele drible que deixou o Dedé caído de bunda no chão foi sensacional. WP é Messi!!! (Marc BSB) /// Não fez apenas o golaço. Tem outros lances pra colocar em seu DVD: marcou, ajudou a defesa, deu passes, um deles uma pintura de calcanhar, driblou, num deles deixou o Dedé (considerado um dos melhores zagueiros do país) sentado, lutou muito e foi premiado! Já marcou 22 gols na temporada, 4 deles no Brasileiro. (Claudinei Vilela)
  • Anselmo Ramon – Apesar das dificuldades técnicas, tem faro de gol, bobeou, ele faz mesmo. (Lucas)
  • Celso Roth – Mesmo sem os reforços especulados, ele vem oportunizando semanas de tranquilidade à torcida celeste. (Lunardi) /// Vitória pra meter um esparadrapo na boca do todo “cobrador” de uma figa que estava agourando o Juarez. Disse no intervalo e repito: essa vitória tem nome: Celso; sobrenome: Juarez Roth; e um apelido: CAU-TE-LA. Partida primorosa do setor defensivo. Negrita a zaga inteira e bota o nome do professor em caixa alta! (Matheus Reis)
  • Torcida – Ocupou quase todo o espaço a ela destinado, incentivou, cantou alto, enfim, cumpriu seu papel. Diogo Lara, Marco Soalheiro e Francysmar, que estiveram em São Januário, podem contar mais sobre o desempenho da galera. (Síndico)
  • Gilvan de Pinho Tavares - Melhor em campo. Fez valer sua convicção, bancou a permanência de Montillo, se equilibrou na transição, deixou o paradigma anterior ruir por completo e, quando começou a nova era, o caminho traçado já era outro. O presidente não joga, mas ao menos deu ao torcedor o direito de sonhar. Como é confortável ver novamente o time organizado, com plano de jogo, com bons atletas, com raça, com firmeza. Valeu, Presidente! O brinde de hoje vai para você: Saúde!!! tim-tim!!! (Ismail Salles)
  • Juiz & Bandeiras – Atuações corretas. Nada a reclamar. (Síndico)
  • Cruzeiro – Meia hora apenas contendo o Vasco, sem conseguir chutar uma bola sequer a gol. Depois, equilibrou as ações, fez os gols, sofreu um, perdeu novamente o controle da situação, mas consolidou a vitória com o gol de Anselmo Ramon. Como não tem time pra se impor aos adversários, capricha na estratégia e procura se aproveitar dos erros alheios. (Síndico)
  • Vasco – Sem criatividade, martelou meia hora inutilmente, perdeu o ímpeto e acabou derrotado inesperadamente (ao menos para Diego Souza). Fagner foi um lateral ofensivo, Rômulo um bom marcador e Dedé um líder. Mas o maestro foi Felipe, embora tenha perdido bom tempo jogando pelas beiradas do campo, quando deveria ter sido exclusivamente armador. (Síndico)
  • Imprensa - Cruzeiro vence o Vasco (até então líder) em pleno São Januário e assume a liderança isolada do campeonato… Montillo faz uma grande partida e comanda a vitória estrelada… WP faz um golaço… Aí eu abro o caderno de esportes do EM e na primeira página só se fala da vitória do vice líder, deixando a vitória do líder em segundo plano, como se o Cruzeiro fosse um clube de SP ou RJ. É revoltante a parcialidade desse jornal! (Flávio Carneiro) /// Considerei exageradas e até injustas as críticas a Paulo César Vasconcelos, do SporTV, aqui no PHD. O Vasco realmente dominou a maior parte do jogo e ele apenas registrou o fato. No final, o comentarista se rendeu ao golaço de WP que disse ter sido o mais bonito do campeonato, e à grande atuação de Montillo. O gajo acertou mais do que errou, ora pois! (Síndico)

O que foi dito

  • Celso Roth, treinador do Cruzeiro: Viemos, presenciamos as dificuldades e saímos delas. Foi isso que os jogadores fizeram. O mérito desta vitória é todo dos jogadores. Eles vêm trabalhando muito, estão se entregando demais. O Cruzeiro mudou sua característica, de um time que toca a bola pra um time aguerrido, mas com qualidade. A gente vinha dizendo que o primeiro passo era ser aguerrido, ter entrega, Agora temos que agregar. Hoje, conseguimos. Tão rápido como goi, a gente nunca imagina. Futebol tem essa propriedade, a gente já passou por outras experiências… Vou traduzir pra vocês uma fala do Montillo agora na oração: “É difícil chegar na ponta, mais difícil ainda é mantê-la.”
  • Fábio, goleiro do Cruzeiro: Saí errado, dei um soco na bola, não fui bem. Tentei ao máximo, mas ela bateu na minha mão e na cabeça de alguém. O único que não falha é Jesus. Trabalho bastante pra evitar os erros. Era uma bola dividida, eu tinha que sair. No todo, fomos bem. A equipe fez um belo jogo e o mais importante é que vencemos. Sabíamos que o Vasco ia pressionar, mas conseguimos marcar muito e saímos com velocidade na hora certa.
  • Leandro Guerreiro, volante do Cruzeiro: Assimilamos a filosofia de trabalho. Roth tem um jeito competitivo e durão. Ele corrige bem e tem boa leitura de jogo. Nosso time encaixou a marcação e o Vasco caiu na nossa estratégia. O estilo é acirrado e compacto, a equipe está muito bem, mas ainda tem que crescer muito.
  • Tinga volante do Cruzeiro: A gente mantém a humildade e corre pra atingir objetivos. Isto foi implantado pelo Celso Roth, que desde sua chegada tem a preocupação de colocar a equipe nos eixos.
  • Leo Simões, lateral-direito do Cruzeiro: Vencer fora de casa contra uma equipe muito boa é sempre bom. Ganhar em São Januário não é fácil, ainda mais por 3×1. Estão todos de parabéns. No próximo fim de semana tem mais.
  • Wellington Paulista, atacante do Cruzeiro: Importante hoje foi saber que a gente tem qualidade pra vencer. Fizemos grande jogo. Tivemos calma no 1ºtempo e matamos o jogo no 2º. Mas ainda tem muito campeonato pela frente.
  • Cristóvão Borges, treinador do Vasco: A estratégia do Vasco não teve sucesso e o Cruzeiro foi competente. É menos difícil destruir do que construir. Se ficasse 0×0 durante três dias o adversário ficaria do mesmo jeito. Mas eles acharam um gol e ficaram em boa situação. Nós fizemos algumas escolhas erradas. Por exemplo, afunilamos as jogadas pelo meio, enquanto deveríamos explorar mais as laterais.
  • Felipe, meia do Vasco: Nós bobeamos. Sair atrás do placar é muito complicado, ainda mais quando é contra uma equipe que vem pra jogar nos contra-ataques. Vacilamos em lances cruciais e acabamos pagando. Poderia acontecer de perdermos em casa, mas o importante é que estamos no pelotão da frente.
  • Juca Kfouri, em seu blog: O Cruzeiro amassou o Vasco. Jogou com cautela o primeiro tempo, não permitiu que o Vasco o importunasse demais e ganhou de presente um lindo gol de Montillo, aos 40, depois que Fernando Prass saiu jogando mal e Éder Luís, para evitar um simples lateral na intermediária vascaína, salvou a bola e a entregou para o contra-ataque mineiro, que culminou com uma pegada de primeira do argentino. No segundo tempo, com o Cruzeiro ainda melhor, Wellington Paulista, aos 18, fez novo golaço, agora de cobertura, ao perceber Prass adiantado, depois de receber de Montillo, o dono da noite, um passe magistral. Quando a perda da invencibilidade cruzmaltina parecia certo, Fábio saiu mal do gol e Rodolfo diminuiu de cabeça, quase de fora da área, aos 20. Aí o Vasco cresceu e ameaçou durante 15 minutos, sem que o Cruzeiro conseguisse ameaçá-lo. Parecia que o empate era inevitável, mas, aos 35, Léo consegue aliviar a situação ao enfiar para Tinga pela direita e dos pés dele parte o cruzamento que Anselmo Ramon aproveita brilhantemente: 3×1. A última derrota do Vasco em sua casa tinha acontecido em junho do ano passado, exatamente para o Cruzeiro, por 3×0. A invencibilidade se foi diante do mesmo Cruzeiro que, invicto, tomou-lhe também a liderança. Celso Roth está com tudo e não está prosa, quatro vitórias seguidas, para começar.
  • Carlos Eduardo Marques, no PHD: Juarez Roth conhece futebol. Anulou o Vasco nos primeiros 30 minutos, não jogou e não deixou jogar. Passou a dominar a partir daí e venceu merecidamente o 1º tempo. No 2º, o time voltou melhor e dominou os primeiros 15 minutos. Depoism no momento em que o jogo ficou parelho, WP em fase Messi fez um golaço. Roth tirou Willian Magrão e Fabinho, que destoavam. O Vasco ganhou um gol e foi pra cima. Roth mudou de novo. Apesar da partida formidável de WP, Roth o trocou por Anselmo Rmon, que fez o 3º gol. A partir daí, o Cruzeiro voltou a dominar a partida.
  • Marco Soalheiro, no PHD: Melhor partida do Cruzeiro no ano, que tive o privilégio de ver ao vivo. Time seguro, consciente, letal. Roth vai aos poucos consolidando um trabalho de bom nível que tem tudo pra ter sequência. Tomara que a diretoria consiga reforçar as laterais e o ataque. Se tiver sucesso, um ano em que o time parecia fadado ao marasmo ou ao desespero da luta pelo rebaixamento pode terminar com um pouco mais de ambição. É seguir fazendo nossa parte: torcer muito.

Fontes

Transmissão

  • Sportv