Valeriodoce 0x1 Cruzeiro - 14/11/1965

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Democrata-SL.png 0x3 Escudo Cruzeiro BH.png Gol aos do Escudo Uberaba.png 2x4 Escudo Cruzeiro BH.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Democrata-SL.png 0x3 Escudo Cruzeiro BH.png Gol aos do Escudo Uberaba.png 2x4 Escudo Cruzeiro BH.png
No estádio Mineirão
Escudo Democrata-SL.png 0x3 Escudo Cruzeiro BH.png Gol aos do Escudo Uberaba.png 2x4 Escudo Cruzeiro BH.png
Contra Valeriodoce
Escudo Cruzeiro BH.png 3x0 Escudo Valeriodoce.png Gol aos do Escudo Valeriodoce.png 1x2 Escudo Cruzeiro BH.png

[edit]

Escudo Valeriodoce.png
0 × 1
Escudo Cruzeiro BH.png

13ª rodada do 2º turno do Campeonato Mineiro 1965


Informações

Data: domingo, 14 de novembro de 1965 às 16:00
Local: Belo Horizonte, MG
Estádio: Mineirão

Árbitro: José Batista dos Santos
Assistente 1: Sílvio Fernandes
Assistente 2: José Alberto Teixeira


Público e Renda

Público pagante: 4.823
Público Presente: 5.500
Renda: Cr$ 4.624.500,00 R$ 4.624.500 <br />Cr$ 4.624.500 <br />NCr$ 4.624.500 <br />Cz$ 4.624.500 <br />NCz$ 4.624.500 <br /> (preço médio: Cr$ 958,84 )


Escalações

Valeriodoce
  1. Arésio
  2. Batista
  3. Zé Geraldo
  4. Joel
  5. Jairo
  6. Carlos Alberto
  7. Valter
  8. Miltinho
  9. Menenzão
10. Nerival
11. Edinho II
Técnico: Gerson dos Santos

Cruzeiro
  1. (T) Tonho
  2. (T) Pedro Paulo
  3. (T) William
  4. (T) Vavá
  5. (T) Neco
  6. (T) Wilson PiazzaSimbolo jogador base.png
  7. (T) Dirceu Lopes
  8. (T) TostãoSimbolo jogador base.png
  9. (T) Wilson Almeida Substituição realizada de jogo ( (R) João José )
10. (T) Marco Antônio  Gol aos 37 do  (2T) 37'  (2T)
11. (T) Hilton Oliveira
Técnico: Icone-Treinador.png Aírton Moreira


Reservas que não entraram na partida

Sobre o jogo[editar]

Para enfrentar o campo molhado e a retranca dos itabiranos, o Cruzeiro atacou em massa.

E deixou espaços que facilitaram o contra-ataque do Valério obrigando Tonho a fazer defesas complicadas para manter intacto seu arco.

O gol da vitória e da liderança absoluta saiu aos 38 do 2º tempo. Os itabiranos contestaram alegando que o centroavante Marco Antônio ajeitara a bola com a mão.

Pelo sim, pelo não, o árbitro José Batista dos Santos deixou passar, até porque, antes, já havia anulado outro gol cruzeirense.


Fonte[editar]