Universitário Sucre 0x0 Cruzeiro - 25/02/2015

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 3x0 Escudo Boa Esporte.png Gol aos do Escudo Tupi.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png
Por Copa Libertadores da América
Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo San Lorenzo.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x0 Escudo Huracán.png
No estádio Olimpico Patria
← Primeira ficha Gol aos do Última ficha →
Contra Universitário Sucre
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Universitário Sucre.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Universitário Sucre.png

[edit]

Escudo Universitário Sucre.png
Universitário Sucre
0 × 0 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
1ª rodada da Copa Libertadores da América 2015
Data: 25 de fevereiro de 2015 Local: Sucre, BOL
Horário: 22h Estádio: Olimpico Patria
Árbitro: Omar Ponce Público pagante: 18.000
Assistente 1: Carlos Herrera Público presente: Não disponível
Assistente 2: Luis Vera Renda: Não informado
Súmula: Não disponível
Escalações
Universitário Sucre: Cruzeiro:
12. Robles 1. Fábio
21. Ballivián 23. Fabiano
23. Fillipetto 3. Léo
4. González Cartão amarelo recebido aos 31  (2T) 31'  (2T)   26. Paulo André
2. Camacho 21. Mena
5. Ribera Substituição realizada 17'(2T) de jogo 17'(2T) ( Mercado ) 15. Willian Farias Cartão amarelo recebido aos 30  (1T) 30'  (1T)   Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 5. Willians )
14. Silvestre Substituição realizada 34'(2T) de jogo 34'(2T) ( 13. ) 8. Henrique
30. Berajano 30. Marquinhos
10. Cuesta 10. De Arrascaeta Substituição realizada 16' (2T) de jogo 16' (2T) ( 16. Judivan )
7. Castro 25. Willian Substituição realizada 33' (2T) de jogo 33' (2T) ( 7. Joel Cartão amarelo recebido aos 38  (2T ) 38'  (2T )   )
11. Palavicini 9. Leandro Damião
Técnico: Julio César Baldivieso Técnico: Marcelo Oliveira
Reservas que não entraram na partida
Universitário Sucre: Cruzeiro:
3. Jorge Cuéllar 12. Rafael
16. Alan Loras 4. Bruno Rodrigo
19. Flores 29. Pará
. Edson Perez 16. Judivan
19. Henrique Dourado

Pré-Jogo

AUSENTES no Cruzeiro: Mayke, Gilson, Manoel e Alisson, lesionados.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Bruno Rodrigo, Pará, Willians, Joel, Judivan, Henrique Dourado.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “A altitude interfere no desempenho dos times que não estão acostumados, mas a 2.800 metros a situação é mais amena. Não podemos ampliar esse quadro. Estamos trabalhando pro time estar bem postado e organizado, em condições de jogar bem, tanto técnica quanto fisicamente. Na Libertadores, alguns times têm muita qualidade, outros têm alto grau de competitividade. Nosso time está mudado, mas já existe uma base. O Campeonato Mineiro nos deu condição de formar uma base pra Libertadores. Hoje, esperamos competir bem e produzir muito. Na altitude, não podemos rifar a bola, precisamos ter sua posse. Mas sempre com o propósito de vencer a partida”.

AUSENTES no Universitário: Afora os 4 dispensados nesta segunda, o elenco estará todo à disposição de Julio Cesar Baldivieso.

BANCO do Universitário Sucre: Cano, Cuellar, Loras, Flores, Urdininea, Mercado e Perez.

RUBÉN CUESTA, volante do Universitario: “Ellos son los bicampeones de Brasil, pero nosotros los campeones de Bolivia”.

NI ROJA NI AZUL. La “U” estrenará esta noche una casaca amarilla, la misma que utilizará exclusivamente en la Copa Libertadores. En caso de necesitar otro color de camiseta en condición de visitante podrá utilizar una naranja o la roja tradicional. La nueva polera tiene un motivo de la cultura Yampara, con un tejido vertical. (LaU)

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 21h53 CRUZEIRO entra em campo, com uniforme tradicional
  • 21h55 UNIVERSITARIO entra em campo, todo de amarelo.
  • 22h COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à direita das tribunas, Universitário dá a saída.
  • 01 PÚBLICO bom. Dois terços das arquibancadas estão ocupadas. Pouco mais de uma centena de cruzeirenses mistura-se com os bolivianos, pois não há separação de torcidas.
  • 02 Universitario de Sucre troca passes no ataque, Willian volta pra ajudar na marcação.
  • 03 Bejarano cruza, bola passa por todo mundo na área e sai pela linha de fundo.
  • 04 Cruzeiro tenta jogada pela direita, zaga corta.
  • 05 Rolando Ribera tenta invadir a área, mas é contido pela defesa celeste.
  • 06 LEANDRO DAMIÃO chuta de longa distância, bola passa com muito perigo pra Robles.
  • 07 Willian recebe dentro da área, perde o ângulo, mas consegue escanteio.
  • 08 Contrataque do Universitario, com Ribera, que não consegue passar pela zaga cruzeirense.
  • 09 Leo tenta recuar pra Fábio, mas cede escanteio pro Universitario.
  • 10 Arrascaeta puxa contrataque e lança Damião. Bandeirinha marca impedimento.
  • 10’30″ Bejarano cruza na área, zaga não corta, mas Palavicini não consegue finalizar.
  • 11 Arrascaeta recebe lançamento longo, mas não chega a tempo.
  • 12 Cruzamento de Fabiano. A zaga corta e é escanteio para o Cruzeiro.
  • 13 Marquinhos II faz dribla três, mas erra na hora da enfiada.
  • 14 Mena recebe na linha de fundo, cruza e consegue escanteio.
  • 15. Até agora, Cruzeiro muito cauteloso, retraído e errando passes na armação.
  • 16. Bolivianos tentam tabelar nas proximidades da área celeste, mas não conseguem dar sequência à jogada.
  • 17. POR POUCO! William avança pela direita e cruza. Leandro Damião chega atrasado e arremata pra fora.
  • 18. Willian Farias desce o sarrafo em Cuesta.
  • 19 DEFESAÇA. Cuesta cobra falta, bola desvia na barreira, Fábio voa e espalma, bola ainda acerta o poste direito antes de sair a escanteio.
  • 20 Cruzeiro ataca pela esquerda, Bollivian cede lateral. Na sequência, Mena deixa bola sair pela linha de fundo.
  • 20’30″ FINALIZAÇÕES: Universitario 4×3.
  • 21 Cuesta chuta de longe, pra fora.
  • 22 ONZE cruzeirenses no campo de defesa cercando os amarelos de Sucre.
  • 23 Fabiano disputa com Palavicini, que cai na área pedindo pênalti. Juiz manda seguir.
  • 24 Universitario troca passes na defesa, mas sem competência pra passar pela defesa celeste rifa a bola e fica sem ela.
  • 25 Mena tenta jogada pela esquerda, mas fica só com um lateral.
  • 26 Damião, no bico direito da área boliviana, chuta forte, bola passa por cima do travessão.
  • 27. Ballivian faz lançamento de 50 metros, Castro recebe livre, bandeira marca impedimento. E erra.
  • 28 BRONCA. Juiz discute com técnico Julio Cesar Baldivieso. Torcida o chama de fiedaputa.
  • 29 AMARELO. Willian Farias levanta o pé em dividida com Camacho e recebe cartão.
  • 30 Camacho cruza da esquerda, Bejarano conclui, Fábio defende. Boliviano reclama de empurrão de Paulo André e pede pênalti.
  • 31 PERIGO. Marquinhos II entra na área e arremata, bola sai à direita do arco boliviano.
  • 32 ARRASCAETA recebe marcação pessoal de Silvestre.
  • 33 Silvestre senta a bota, da intermediária. Bola vai na arquibancada.
  • 34 Castro cruza da esquerda, Mena corta de cabeça dentro da área. Na sequência, tenta lançamento pra Marquinhos II, mas a bola fica com o goleiro Robles.
  • 35 POSSE DE BOLA. Universitario, 54%.
  • 36 Ribera chuta de fora da área, Fábio encaixa.
  • 37 Willian tabela com Mena, que comete falta em Ballivian.
  • 38 Leo Simões avança, faz jogada de armador e lança Arrascaeta, que finaliza mal, pra fora.
  • 39 MARCOU PERIGO DE GOL. Gonzáles se desentende com a bola, Marquinhos II fica com ela, passa pelo goleiro, mas o Juiz manda parar a jogada. Dá falta de Arrascaeta em Gonzáles. E erra redondamente.
  • 40 Falta pra dois toques, na frente do arco boliviano. Willian rola, Arrascaeta chuta nas nuvens.
  • 41.Centroavante Palavicini domina bola com o braço dentro da área. Não vale.
  • 42 Bola cruza pequena área celeste, Fábio cede corner.
  • 43 Palavicini cabeceia, Fábio encaixa.
  • 44 Robles faz ligação direta, Cuesta cruza da esquerda, Palavicin cabeceia, Fábio encaixa.
  • 45 INACREDITÁVEL! Cuesta caneta Fabiano e cruza da esquerda, Palavicini aparece livre na pequena área, mas cabeceia pra fora.
  • 45+1 FIM de 1º tempo. Universitario jogou melhor, Cruzeiro está muito tímido, sem iniciativa e sem imposição.
  • LEANDRO DAMIÃO: “A bola está muito rápida. Está escapando. Temos que caprichar e ter calma. Uma hora ela vai entrar. Temos que saber que estamos jogando fora de casa.”

Segundo Tempo

  • 23h TROCA. Willian Farias x Willians.
  • 23h01 COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.
  • 46 Marquinhos II chuta de longe, com muito perigo. Tiro de meta pro Universitario.
  • 47 Camacho cruza da esquerda, Leo corta de cabeça.
  • 48 Universitario toma iniciativa, Cruzeiro muito tímido.
  • 49 Fabiano lança bola na área, Robles encaixa.
  • 50 DESPERDÍCIO. Damião dá um come em Filipetto, na entrada da pequena área, e arremata cruzado. Bola sai à esquerda de Robles.
  • 51 Damião no chão. Maqueiros em campo. Marcelo Oliveira chama Henrique Dourado.
  • 52 Fabiano dá um bico. Bola no mato.
  • 52’30’’ Damião volta a campo.
  • 53 Willian impede cruzamento de Camacho na extremidade da pontesquerda.
  • 54 Bejarano vira o jogo da esquerda pra direita. Castro chuta, bola sai à direita de Fábio.
  • 55 Problema de Damião foi um tostão na coxa esquerda.
  • 56 Willian sofre falta na pontadireita, Marquinhos II cobra, defesa amarela corta.
  • 57 DEFESAÇA. Bejarano cruza da esquerda, Castro aparece entre os beques e conclui. Fábio cede escanteio, com um tapa.
  • 58 Willians desarma na meiuca e passa a Arrascaeta, que enfileira e só para aos pés de Robles.
  • 59 TROCA. Arrascaeta x Judivan.
  • 60 Fabiano cruza da direita, Damião se joga e arremata de cabeça, bola sai rente ao poste direito.
  • 61 Leo despacha bola com um bico.
  • 62 Judivan dá duro na marcação e impede Silvestre de sair jogando.
  • 63 TROCA. Ribera x Mercado.
  • 63’30″ COISA DE DOIDO! Willians dá um carrinho em Camacho, que Deus me livre!
  • 64 Bejarano cruza da esquerda, Paulo André corta de cabeça.
  • 65 Willians vence dividida e lança Fabiano, que cruza mal da pontadireita. Tiro de meta.
  • 66 Marquinhos II dança na frente de marcador na pontadireita, mas perde a bola.
  • 67 Bola alta na área celeste, Cuesta cabeceia, Fábio fica com ela.
  • 68 Willian chuta de fora da área, bola passa por cima do travessão.
  • 69 QUASE. Judivan deixa dois marcadores pra trás, entra na área e chuta cruzado. Bola sai rente ao poste esquerdo.
  • 70 DEFESAÇA. Bejarano senta o pé, da entrada da área, Fábio espalma, Palavicini aparece pra apanhar o rebote, mas está impedido.
  • 71 Willians enfileira, mas é desarmado por Filipetto na entrada da área.
  • 72 Contrataque boliviano, Castro chuta da entrada área. Bola alta demais, sem perigo pra Fábio.
  • 73 Ballivian joga bola na área celeste, Fábio encaixa.
  • 74 Bejarano ajeita pra Mercado, na pequena área. Paulo André se antecipa e cede corner.
  • 75 AMARELO. Gonzáles, por falta em Damião, na meiuca.
  • 76 Marquinhos II lança Henrique que chuta prensado. Escanteio pro Cruzeiro.
  • 77 Baterrebate na área boliviana. Bolsa sai pela linha de fundo.
  • 78 TROCA. Willian x Joel.
  • 79 TROCA. Silvestre x Urdininea.
  • 80 Ballivian cruza da direita, Palavicini cabeceia, Fábio voa e espalma pra corner.
  • 81 Palavicini chuta de fora da área, Fábio encaixa.
  • 82 Ballivian cruza da direita, Fábio defende.
  • 82’30″ PASSES ERRADOS. Cruzeiro 36×32.
  • 83 VERMELHO. Joel, por carrinho frontal em Cuesta.
  • 84 Cruzeiro troca passes na intermediária do Universitario.
  • 85 Mercado lança pra ninguém. Tiro de meta pro Cruzeiro
  • 86 Marquinhos II, do meiocampo, atrasa pra Fábio.
  • 87 Mercado cabeceia bola cruza por Bllivian. Bandeira dá impedimento do grandalhão equatoriano.
  • 88 Bejarano cruza da esquerda, Paulo André vacila, Mercado se atrapalha e deixa bola sair pela linha de fundo.
  • 89 Mena cruza da esquerda, Robles fica com a bola.
  • 90 Camacho derruba Judivan na meiuca.
  • 91 Fabiano corta bola cabeceada por Mercado, na área celeste.
  • 92 Leo corta bola na área celeste, Mena passa a Paulo André, que dá um chutão.
  • 93 FIM de jogo. Juiz apita um minuto antes do que havia prometido. Cruzeiro foi buscar um empate e o encontrou.

Vídeos

Atuações

  • TORCIDA CELESTE deu as caras e, mesmo espalhada pelas arquibancadas, incentivou o time. Estima-se que compareceram ao Olímpico Patria mais de cem cruzeirenses fanáticos, entre viajantes e residentes na cidade. (Síndico)
  • FÁBIO fez três defasaças e esteve perfeito nas demais intervenções, (Síndico)
  • FABIANO esteve fraco na marcação e inexistiu no apoio, apesar da avenida que havia pelo seu lado. Levou uma caneta que por pouco não terminou em gol. Precisa evoluir. (Naldo Morato)
  • LEO SIMÕES, sóbrio e firme, vem deixando seus críticos cada vez mais atordoados, fazendo-os lançar mão de argumentos inespecíficos como “deu umas pixotadas” e que tais. (Lucas Delgado)
  • PAULO ANDRÉ esteve sempre bem colocado, fez boas antecipações e mostrou muita personalidade. Talhado pra Libertadores. (Naldo Morado)
  • MENA foi bem na marcação, confuso na saida pro ataque e quase não apareceu no fundo de campo. Cruzou poucas bolas, nenhuma com eficiência (Raé)
  • WILLIAN FARIAS roubou algumas boas bolas, mas quase não contribuiu na parte inicial da armação de jogadas. (Bruno Barros)
  • WILLIANS marcou melhor que Willian Farias e foi infinitamente superior com a bola nos pés, o que nem é sua característica principal. (Alexandre FA)
  • HENRIQUE, muito dinâmico, cresceu quando teve melhor companhia com a entrada de Willians na volância. (Lucas Delgado)
  • MARQUINHOS foi o mais lúcido no ataque, recompôs bem, ajudou em todos os setores, buscou o jogo e só não marcou um gol porque o bandeirinha criou uma regra de impedimento para casos de roubada de bola. (Talentim)
  • ARRASCAETA foi um dos que sentiu mais. Tentava jogar, mas não conseguia, porque teve dificuldade de adaptação. Ele até fez uma boa jogada, mas sentiu um pouco a altitude que o prejudicou tecnicamente. (Marcelo Oliveira)
  • WILLIAN correu muito, deu opções aos colegas, recompôs com boa vontade, só não foi eficiente nas jogadas agudas. (Síndico)
  • LEANDRO DAMIÃO passou a impressão de que iria pregar. Na primeira falta adversária em que foi compôr a barreira, estava com as mãos no joelho. Ledo engano. Conseguiu correr os 90 minutos, participou de uma jogada clara de gol onde limpou o defensor boliviano, mas foi infeliz na finalização. Movimentou-se muito e brigou com os beques. (Paulo Rafael)
  • JUDIVAN escolheu a chuteira errada (porque aqui eles molham o campo), por isso, escorregou demais e não teve grandes oportunidades. (Marcelo Oliveira)
  • JOEL teve uma atitude impensada e foi expulso corretamente, num momento em que precisávamos muito de todos os jogadores. Era uma fase crucial porque já havia desgaste físico de todos. Vou observar o lance e conversar com ele, porque um jogador descansado, que tem 15 minutos pra ajudar o time não pode prejudicá-lo. (Marcelo Oliveira)
  • MARCELO OLIVEIRA cuidou de não perder e especulou nos contrataques pra conseguir a vitória. Acertou nas substituições que fizeram o time manter a pegada e criar mais lances de perigo. Só não obteve melhor resultado porque Joel teve um acesso de entusiasmo e foi expulso. (Síndico)
  • CRUZEIRO jogou precavido contra a altitude e o entusiasmo do time local. Jamais soltou as rédeas e acabou dominado na maior parte do tempo. Luxemburgo diria que o medo de perder tira a vontade de vencer e não estaria equivocado. Mas é o tal negócio: a estreia do ano passado contra o Real Garcilaso deixou traumas e tudo o que Marcelo Oliveira não queria era arranjar confusão num momento em que está montando um novo time. (Síndico)
  • UNIVERSITARIO jogou muito bem, com um meiocampo bom na marcação, no apoio e nas chegadas à área celeste. Os laterais apoiaram e o centroavante argentino, embora idoso, incomodou por sua presença de área. A bequeira, composta por um argentino e um uruguaio é que não é lá essas coisas. Tivesse sido mais pressionada confessaria fácil, fácil. (Síndico)
  • ÁRBITROS tiveram desempenho razoável. Cada bandeira errou na marcação de um impedimento, parando os dois ataques m lances que poderiam resultar em gols. Lances de videoteipe. (Síndico)

O que foi dito

  • MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: O 1º tempo não foi bom. Tivemos dificuldade de adaptação à velocidade da bola, e também de posicionamento. Eles botam velocidade, cobram todas as faltas, escanteios e laterais muito rápido pra usar o peso da altitude. Nosso time sentiu, demorou a se adaptar e eles tiveram mais volume no 1º tempo, embora sem criar oportunidades claras. No 2º tempo, foi diferente. Tivemos as melhores oportunidades, uma do Damião, que rolou a bola um pouco forte e outra do Willian, que finalizou mal. Em Libertadores, em circunstâncias ruins, se você não pode ganhar, tem que ficar com o empate.
  • ARRASCAETA, meia do Cruzeiro: Estava bem, não pedi pra sair, as é claro que o jogador que entra tem mais força.
  • JOEL, atacante do Cruzeiro: Fui infeliz no lance da expulsão. É que eu estava com muita vontade e queria impedir o adversário de avançar.
  • LA RAZÓN, de Sucre: A sensação é de que o quadro boliviano deixou escapar uma boa chance de vencer, porque o rival não foi grande coisa sobretudo na primeira etapa.
  • PÁGINA SIETE, de Sucre: Universitario controlou o jogo no meio campo, mas faltou contundência.
  • BRUNO BRAGA, no PHD: Ufa! Bom resultado. Dupla de zaga muito bem. Ótima estréia do Williams. Henrique joga muito! Fabiano tem problemas nos cruzamentos em velocidade. É Damião mais 10. A substituição do Arrascaeta mostrou que pro Marcelo Oliveira o importante era não perder. Pooorrra, Joel!
  • EDUARDO ARREGUY CAMPOS, no PHD: Esse time do Sucre é forma para mais de 5 gols. Não gostei da partida do Cruzeiro, pronto.
  • ERNESTO ARAUJO, no PHD: Desde o 1º tempo ficou claro que o Cruzeiro não iria pra cima do US. Nos dois tempos o time procurou atacar só na boa e defender da melhor maneira possível. Achei uma postura correta pois, ao contrário de muitos, ficar só achando que o adversário é uma baba, não leva a nada. É preciso levar em conta as circunstâncias da partida, os desfalques e tudo mais que já sabemos.
  • CARPE DIEM, no PHD: Joel conquistou sua vaga no elenco que vai disputar o campeonato Mineiro.
  • ANA ROCHA, no PHD: Fábio, Leo, Marquinhos II e Damião se destacaram. Marquinhos II (queimando minha língua) e Damião têm demonstrado muita determinação nos últimos jogos. Bigode não está justificando sua titularidade. Marcelo Oliveira devia mandar Judivan calçar as chuteiras certas e testar essa modificação. No mais, calma. galera. E vamos apoiar o time no Mineirão na terça!

Fontes

Transmissão

  • Fox2