Uberaba 2x4 Cruzeiro - 21/11/1965

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Valeriodoce.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 0x5 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Valeriodoce.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 0x5 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Valeriodoce.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 0x5 Escudo Cruzeiro.png
Contra Uberaba
Escudo Cruzeiro.png 0x0 Escudo Uberaba.png Gol aos do Escudo Uberaba.png 3x6 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Uberaba.png
2 × 4
Escudo Cruzeiro.png


Placar
Uberaba 2-4 Cruzeiro
Súmula/Borderô não disponível

Informações

Data: 21 de novembro de 1965 às 15h
Local: Belo Horizonte, MG
Estádio: Mineirão

Árbitro: Carlos Peon
Assistente 1: Doraci Jerônimo
Assistente 1: Itaci Fernandes Vilela


Público e Renda

Público pagante: 4.619
Público Presente: 5.500
Renda: Cr$ 4.474.000,00 R$ 4.474.000 <br />Cr$ 4.474.000 <br />NCr$ 4.474.000 <br />Cz$ 4.474.000 <br />NCz$ 4.474.000 <br /> (preço médio: Cr$ 968,61 )


Escalações

Uberaba
  1. Armando
  2. Canindé
  3. Cecconi
  4. Hermínio Gol aos 33 do  (1T) 33'  (1T)
  5. Quincas
  6. Marcenal
  7. Mingo Gol aos 11 do  (2T) 11'  (2T)
  8. Waltinho
  9. Perigo Cartão vermelho recebido aos
10. Cunha
11. Carlos Alberto
Técnico: Loli

Cruzeiro
  1.  Tonho
  2.  Pedro Paulo
  3.  William
  4.  Vavá
  5.  Neco
  6.  Wilson PiazzaSimbolo jogador base.png
  7.  Dirceu Lopes  Gol aos 22 do  (1T) 22'  (1T)
  8.  TostãoSimbolo jogador base.png  Gol aos 41 do  (1T) 41'  (1T) Gol aos 42 do  (2T) 42'  (2T)
  9.  Wilson Almeida Substituição realizada de jogo ( João José  Gol aos 16 do  (2T ) 16'  (2T ) )
10.  Marco Antônio
11.  Hilton Oliveira
Técnico: Aírton Moreira


Reservas que não entraram na partida


Sobre o jogo[editar]

Depois de sete partidas, o Cruzeiro levou gols. Mas fez o dobro.

Segundo o Diário da Tarde, de 22nov65, “positivamente, o Cruzeiro vem pagando alto tributo à inclemência do tempo, tendo que jogar em gramado encharcado”.

Mas a chuvarada que impressionou mesmo foi a de gols, que se iniciou neste jogo e se estendeu por mais quatro partidas. Foram 26 em 5 jogos!

A partida foi equilibrada. Aos 22 do 1º tempo, Dirceu Lopes recebeu de Wilson Almeida, carregou a bola até entrada da área e desferiu um petardo sem defesa para Armando.

Aos 33, Valtinho bateu falta e o zagueiro Hermínio cabeceou para empatar.

Aos 41, Tostão desempatou batendo falta de folha seca, tal qual Didi, ex-meia do Botafogo e da Seleção Brasileira.

O Uberaba voltou a empatar aos 11 do 2º tempo. Segundo o Diário da Tarde, “claudicou a defesa estrelada e a bola foi cedida no miolo a Mingo que atirou com violência: 2×2”.

Aos 16, Cruzeiro 3×2. Diário da Tarde: “Hilton escalou pela esquerda, bateu Canindé e cruzou pelo alto, entrando João José para a complementação.”

O Uberaba reagiu e o jogo ficou lá e cá.

Somente aos 42, Tostão colocou números definitivos no placar: Hilton chutou com violência e Armando espalmou para o lado. De pé direito, Tostão cumprimentou o goleiro: 4×2.

Fonte[editar]