Tupi 0x2 Cruzeiro - 21/04/2013

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Nacional-MG.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 0x4 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Nacional-MG.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 0x4 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mário Helênio
Escudo Tupi.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Tupi.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png
Contra Tupi
Escudo Cruzeiro.png 3x0 Escudo Tupi.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Tupi.png

[edit]

Escudo Tupi.png
Tupi
0 × 2 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
11ª rodada do Campeonato Mineiro 2013
Data: 21 de abril de 2013 Local: Juiz de Fora, MG
Horário: 16h Estádio: Mário Helênio
Árbitro: Wanderson Alves de Souza (CBF) Público pagante: 9.252
Assistente 1: Márcio Eustáquio Santiago (FIFA) Público presente: Não disponível
Assistente 2: Ricardo Júnio de Souza (CBF) Renda: R$ 128.390,00 R$ 128.390
Cr$ 128.390
NCr$ 128.390
Cz$ 128.390
NCz$ 128.390
(preço médio: R$ 13,88 )
Súmula: Súmula e Borderô
Escalações
Tupi: Cruzeiro:
1. Jordan 12. Rafael
2. Thiago Ryan Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( Ygor Cartão amarelo recebido aos 23  (2T) 23'  (2T)   ) 32. Mayke
3. Adriano Lobinho 33. Bruno Rodrigo
4. Fabrício 3. Léo Cartão amarelo recebido aos 33  (2T) 33'  (2T)  
5. Dieguinho 6. Egídio Cartão amarelo recebido aos 16  (2T) 16'  (2T)  
9. Felipe Lima Substituição realizada 29'(2T) de jogo 29'(2T) ( 18. Ademilson ) 19. Nilton
7. Maicon Douglas 16. Lucas Silva Cartão amarelo recebido aos 1  (2T) 1'  (2T)   Substituição realizada 19' (2T) de jogo 19' (2T) ( 27. Élber )
8. Rafael Assis 7. Tinga Cartão amarelo recebido aos 22  (2T) 22'  (2T)  
6. Paulinho Substituição realizada 19'(2T) de jogo 19'(2T) ( Cassiano ) 10. Diego Souza Substituição realizada 28' (2T) de jogo 28' (2T) ( 14. Ananias Cartão amarelo recebido aos 32  (2T ) 32'  (2T )   )
10. Vinícius 11. Dagoberto  Gol aos 5 do  (1T) 5'  (1T)
11. Wesley 9. Borges Cartão amarelo recebido aos 25  (2T) 25'  (2T)   Gol aos 10 do  (2T) 10'  (2T) Substituição realizada 28' (2T) de jogo 28' (2T) ( 99. Anselmo Ramon )
Técnico: Felipe Surian Técnico: Marcelo Oliveira
Reservas que não entraram na partida
Tupi: Cruzeiro:

Pré-Jogo

Classificação: Cruzeiro é o líder, com 28 pontos e não perde mais a posição. O Tupi, que está em 5º lugar com 15 pontos, precisa vencer e trocer para que o Tombense não vença o América para ficar com a última vaga no G4.

Ausentes no Cruzeiro: Francisco Everton (LE) e Everton Ribeiro (M), suspensos. Fábio (G), Ceará (LD), Leandro Guerreiro (V) e Ricardo Goulart (M), poupados. Victorino (B), Paulão Caveirão (B), Henrique (V), Martinuccio (A), Lucca (A) e Luan (A), lesionados.

Banco do Cruzeiro: Igor, Ceará, Nirley, Elber, Ananias, Anselmo Ramon, Vinícius Araujo.

Ausentes no Tupi: Genalvo (V), suspenso, Hugo (M), lesionado.

Banco do Tupi: Victor Souza (G), Arthur (B), Alonso (LE), Maguinho (V), Ygor (M), Cassiano (A), Ademílson (A).

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro: “Vamos testar uma nova formação, que é um losango, com um volante mais fixo e dois saindo, o Tinga de um lado e o Lucas Silva de outro. É importante para criarmos variantes de sistema, dar ritmo a todos. Esperamos manter a sequência de invencibilidade, não é fácil, mas vamos buscar um time mobilizado.”

Felipe Surian, técnico do Tupi: “Todos os jogadores do Cruzeiro são de altíssima qualidade e os que entrarem devem trazer até mais preocupação, já que buscam espaço. Espero um jogo bastante difícil”.

Estádio: Municipal Radialista Mário Helênio, Helenão, ex-Manchestão, Juiz de Fora, grama natural, dimnensões de 110x75m, capacidade para 14.185, inaugurado em 30out, público record na inauguração com 53.458 pagantes e 62.180 presentes, num SportJF 2×0 Tupi, propriedade da Proprietário Prefeitura Municipal, mandantes Sport Club Juiz de Fora, Tupi Football Club e Tupynambás Futebol Clube.

Ingressos serão vendidos neste domingo a partir de 10h na bilheteria 2 do Estádio Mário Helênio. Preços: R$20 (inteira), R$10 (meia).

Recepção: “O Cruzeiro desembarcou em Juiz de Fora no fim da manhã deste domingo e foi recebido com festa no aeroporto por cerca de 50 torcedores. Os jogadores celestes pararam para tirar fotos e foram bastante tietados, principalmente o trio ofensivo formado por Diego Souza, Borges e Dagoberto. Depois, o ônibus da Raposa foi seguido até o hotel por uma pequena carreta.” (GloboEsporte)

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 15h55. Times em campo com uniformes tradicionais.
  • 15h58. Execução do Hino Naional.
  • 16h02. Começa o jogo. Cruzeiro, à direita das cabines dá a saída.
  • 01. Mayke desce pela direita, tenta tabela com Diego Souza, que devolve mal. Defesa do Tupi fica com a bola.
  • 01’30. Egídio recua na fogueira obrigando Rafael Monteiro sair do arco e dar um chutão na bola.
  • 02. Tupi trança na frente da área celeste, até perder a bola.
  • 03. Egídio é derrubado na esquina da área do Tupi, pela esquerda do ataque celeste.
  • 04. Dagoberto cobra falta, Paulinho cabeceia bola pra escanteio.
  • 05. Egídio cobra escanteio pela esquerda, Fabrício Soares corta.
  • 06. Gol! Tinga lança Mayke que, da ponta direita cruza. Dagoberto recebe na entrada da pequena área, corta Thiago Ryan, pra dentro, e enche o pé. Jordan tenta mas não consegue cercar a bola, que entra à sua direita. Cruzeiro 1×0.
  • 07. Putodavida! Felipe Surian, 31 anos, técnico do Tupi, fica uma arara com o gol e solta os cachorros em cima de seu time.
  • 08. Sangue Azul, torcida organizada de Resende Costa, cidade próxima a São João Del Rei, está presenter.
  • 08’30. Torcida Jovem, de Oliveira, está presente no Mário Helênio.
  • 09. Gramado ruim, cheio de areia pra tapar falhas, não prejudica o Cruzeiro.
  • 10. Tupi aparece na área celeste, mas nada acontece, pois a bola chega quicando e Rafael Assis não consegue amansá-la.
  • 11. Thiago Ryan cruza da direita, Leo Simões corta de calcanhar, na entrada da área.
  • 12. Posse de bola: Cruzeiro, 67%.
  • 13. Egídio cruza da esquerda, Jordan defende com tranquilidade, pelo alto.
  • 14. Ryan cruza da direita, Leo Simões, dentro da área, corta.
  • 15. Paulinho chuta de longe, defesa celeste fica coma bola.
  • 16. Mayke derruba Vinícius na ponta esquerda.
  • 17. Vinícius cobra falta, Rafael Monteiro sai no meio do bolo pra socar a bola.
  • 18. Wesley tropeça dentro da área e ede pênalti. Não foi.
  • 19. Lucas Silva chuta da intermediária. Bola viaja e cai no calçadão da Rua Halfeld.
  • 20. Vinícius cobra falta, na intermediária. Dentro da área, Leo Silva corta.
  • 21. Lucas Silva tenta lançar Borges, defesa carijó fica com a bola.
  • 22. Nílton lança Mayke na direita. O lateral cruza com qualidade, mas a bequeira do Tupi consegue afastar a bola.
  • 23. Mayke cruza da direita, Fabrício Soares, na pequena área, corta com dificuldade.
  • 23’30. Outro cruzamento de Mayke, outro corte de Fabrício Soares.
  • 24. Tupi tenta armar jogada pelo lado esquerdo, mas a defesa celeste fica com a bola.
  • 25. Torcida celeste, em grande quantidade, tira sarro da torcida do Tupi, gritando “Eliminado!”.
  • 25’30. No Mineirão, Cocota 0×1 Villa. No Independência, AméricaMG 0×1 Tombense. Leão e Carcará estão se firmando no G4.
  • 26. Paulinho avança pela direita, mas é desarmado por Egídio.
  • 27. Diego Souza cruza alto, pela direita. Bola ganha muita altura e sai pela linha de fundo.
  • 28. Tinga tenta cruzar, pela direita. Defesa do Tupi cede escanteio.
  • 29. Tinga recebe passe de Mayke e chuta forte. Bola sai pela linha de fundo.
  • 30. Rosaldinho empata o jogo no Mineirão: Cocota 1×1 Leão. Assim, teremos Cruzeiro x Villa na semifinal.
  • 31. Araxá faz 1×0 no Nacional, em Patos de Minas. Assim, o Ganso escapa e deixa o Búfalo cair pra segundona.
  • 32. Diego Souza passa a Tinga, que arremata. Bola na rede, pelo lado de fora.
  • 33. Tupi trança na entrada da área celeste, mas não consegue o arremate.
  • 34. América 0×2 Tombense, gols de Júnior Negão e Joílson. Carcará e Raposa na semifinal.
  • 35. Mayke desarma ataque do Tupi. Impecável a atuação do garoto, que entra jogando pela primeira vez.
  • 36. Egídio cobra escanteio pela esquerda. Diego Souza tenta o arremate, mas é desarmado. Bruno Rodrigo chuta por cima do travessão.
  • 37. O Tupi é inofensivo. Marca muito no meio de campo, mas não arama jogadas de qualidade e tem um ataque inoperante.
  • 38. Cruzeiro finalizou sete vezes.
  • 39. Borges atinge nariz de Adriano. O beque cai e o jogo fica parado, quando Diego Souza tinha chance de marcar.
  • 40. Adriano volta a campo.
  • 41. Mayke comete falta em Rafael Assis na lateral direita celeste.
  • 42. Maicon Douglas cobra, bola sai pela linha de fundo, pelo lado oposto.
  • 43. Bob Faria, comentarista da TV Globo: “O melhor do 1º tempo foi Mayke. Dagoberto e Paulinho também estiveram bem”.
  • 44. Egídio cruza da esquerda, Bruno Rodrigo cabeceia, bola trista no travessao e sai pela linha de fundo.
  • 45. Fim de 1º tempo. Cruzeiro venceu com um pé nas costas.
  • Dagoberto, atacante do Cruzeiro: “O objetivo é fazer o melhor sempre. A equipe tem que ter mais atenção, está errando alguns lances, o que não é normal. Mas é manter o foco e a seriedade”.

Segundo Tempo

  • 17h04. Começa o 2º tempo.
  • 00. Troca. Thiago Ryan por Ygor.
  • 45’30. Amarelo! Lucas Silva por impedir contra-ataque de Paulinho.
  • 46. Tupi tenta atacar pela esquerda, mas a defesa celeste impede o cruzamento.
  • 47. Egídio dribla o marcador pela esquerda e cruza. Tinga tenta cabecear, mas é Adriano Lobinho quem desvia a bola pra escanteio.
  • 48. Egídio cobra escanteio pela esquerda, forma-se uma confusão na área, mas a defesa do Tupi consegue limpar seu território.
  • 49. Bola na área celeste, Paulinho cabeceia pra fora.
  • 50. Dieguinho interrompe avanço de Mayke, com falta.
  • 51. Blitz! Cruzeiro bombardeia o frágil Tupi. Marcelo Oliveira grita pro time: “Vamos pra cima deles!”
  • 52. Ótima trama celeste na entrada da área do Tupi. Egídio arremata, bola bate em Ygor.
  • 53. Dagoberto chuta forte, da intermediária. Bola passa por cima do travessão.
  • 54. Gol! Ygor chuta, bola acerta o braço esquerdo de Lucas Silva, Tinga recupera a bola e passa a Doagoberto. O atacante rola pra Egídio, que entra na área, passa pelo gleiro e põe Borges na cara do arco vazio. Com um toque, o centroavante empurra a bola pra rede. Cruzeiro 2×0.
  • 55. Amarelo! Wesley, por reclamar do gol celeste.
  • 56. Edinho, comentarista do PFC: “Agora, o Cruzeiro deu uma aula de contra-ataque.”
  • 56’30. Tupi tenta criar espaços, mas o Cruzeiro se fecha bem.
  • 57. Naldo Morato, no PHD: “Pra ganhar do Cruzeiro, o Tupi deveria pensar seriamente em trocar de camisa e de mascote.”
  • 58. Nilton tabela com Diego Souza, que deixa o volante na cara do gol. Adriano para a jogada impedindo o terceiro gol celeste.
  • 59. Carpe Diem, no PHD: “Lucas Silva é jogador comum, já o Mayke está pronto pra disputar a posição com Ceará, no transcorrer do ano.”
  • 60. Amarelo! Egídio por falta em Paulinho.
  • 61. Rafael Assis chuta de longe, pra fora.
  • 62. Torcida pede Elber. Marcelo Oliveira vai atender.
  • 63. Troca. Lucas Silva x Elber.
  • 64. Troca. Paulinho x Cassiano.
  • 65. Maicon Douglas chuta de fora da área, bola sai à esquerda de Rafael Monteiro.
  • 66. Dagoberto corta pro meio e enche o pé. Jordan defende, com dificuldade.
  • 62. Amarelo! Tinga por um trompaço em Rafael Assis.
  • 68. Amarelo! Ygor, por reclamação.
  • 69. Viníçius chuta de fora da área, Rafael Monteiro defende, com segurança.
  • 70. Amarelo! Borges, por reclamação.
  • 71. Foi ou não foi? Cassiano caneta Leo Simões, mas é desarmado por Nílton e cai na área. Marcio Rezende de Freitas, da Globo, diz que foi pênalti. Edinho, do PFC, diz que não.
  • 72. Nacional empata com Araxá. AméricaTO faz 1×0 na Caldense. Assim, salva-se o Dragão, Búfalo e Ganso caem.
  • 73. Trocas. Diego Souza x Ananaias, Borges x Anselmo Ramon.
  • 74. Defesaça! Dagoberto pega forme, da entrada da área, Jordan salta e espalma pra escanteio.
  • 75. Troca. Felipe Lima (sai por cãibras) x Ademílson.
  • 76. Egídio chuta de fora da área, Jordan defende.
  • 76’30. Elber cruza da direita, defesa do Tupi corta.
  • 77. Nacional 2×1 Araxá. Agora, caem Dragão e Ganso.
  • 78. Amarelo! Leo Simões, por uma pernada em Vinícius.
  • 79. Vinícius cobra falta, Rafael Monteiro defende em cima da risca. Ataque do Tupi pede gol, que não houve.
  • 80. Amarelo! Ananias entra na área em velocidade, é desarmaado e calça o adversário.
  • 81. Vinícius faz excelente jogada pela direita e cruza. Leo Simões cede escanteio.
  • 82. Cocota 2×1 Leão. Gol de Rosinei não mexe mais com o emparceiramento das semifinais.
  • 83. Egídio entra na área pela esquerda e cruza. Bola sai muito alta e passa por cima do travessão.
  • 84. Três atacantes – Ananias, Anselmo, Dagoberto- não melhoram o desempenho do Cruzeiro.
  • 85. Olé! Torcida celeste esnoba a carijó.
  • 86. Ananias tenta cruza, pela eswuerda, bola acerta em Adriano.
  • 87. Felipe Assis tenta arrematar de voleio, mas é desarmado por Mayke.
  • 88. Jovem experiente. Aos 23 anos, 5 de Cruzeiro, Rafael Monteiro está completando sua 22ª partida como titular.
  • 89. Tinga desarma Rafael Assis e sai jogando com Anselmo Ramon, que perde a bola.
  • 90. Vinícius cobra escanteio pela direita, Adriano cabeceia, Rafael Monteiro fica com a bola.
  • 91. MVP! Mayke. Dagoberto e Tinga também jogaram bem.
  • 92. Fim de jogo. Vitória tranquila do Cruzeiro, que vai encarar o Leão na semifinal.

Vídeos

Gols
Melhores momentos

Atuações

  • Torcida ocupou 25% das arquibancadas e fez muita festa. Torcidas organizadas do interior também deram as caras om suas faixas. Bela festa.
  • Rafael Monteiro foi espectador no 1º tempo. No 2º, teve que trabalhar um pouco mais e não comprometeu.
  • Mayke mostrou serenidade e qualidade em sua estreia. Defendeu bem e atacou com eficiência. Foi dele o belo cruzamento para o primeiro gol.
  • Bruno Rodrigo controlou seu espaço e ainda apareceu na área carijó pra cabecear e quase deixar seu gol.
  • Leo Simões jogou com a firmeza de sempre. Tem menos reconhecimento da torcida e da imprensa do que merece.
  • Egídio estava entusiasmado. Macou bem e quando saiu fez excelentes jogadas como ponta e meia. Foi dele o impecável serviço do segundo gol.
  • Nilton teve mais obrigações defensivas do que ofensivas e saiu-se bem controlando a meiúca com absoluta tranquilidade.
  • Lucas Silva não decepcionou. Jogou simples, desarmando bastante. Saiu pouco pro jogo em, neste quesito, não esteve inspirado.
  • Elber entrou com o jogo decidido e não acrescentou nada ao time.
  • Tinga jogou como menino o tempo todo. Desse jeito continua jogando até 40. Facilita a vida de todo mundo e não economiza energia na caçada ao adversário. Muito bom!
  • Diego Souza, com a bola nos pés e próximo à área adversária produz lances interessantes, mas na armação e na marcação não contem com ele.
  • Ananias tentou mostrar serviço, mas novamente saiu-se mal. Parece estar sem, digamos, ritmo.
  • Borges fez um gol, que até minha avó faria. Mas é isto que se espera dele: estar no lugar e no momento certo.
  • Anselmo Ramon entrou quando o time já não queria mais jogar e foi pouco acionado.
  • Dagoberto fez um belo gol, coisa de macaco velho. Correu bastante, deslocou-se, confundiu a defesa e arrematou com qualidade de fora da área. Muito bom!
  • Marcelo Oliveira testou um novo esquema, com um losango no meio de campo, deu oportinidade a vários reservas e, mesmo assim, seu time venceu com tranquilidade.
  • Juiz & Bandeiras só tiveram dor de cabeça num lance: uma disputa de bola entre Nílton e Cassiano. Dependendo do ângulo em que se vê o lance tem-se a impressão de pênalti. O juiz não deu.
  • Cruzeiro jogou o estritamente necessário pra vencer. O losango da meiúca testado por Marcelo Oliveira funcionou bem e os laterais se destacaram tanto na defesa quanto no ataque.
  • Tupi mereceu perder até de mais. A defesa se virou como pôde, os volantes, idem. Daí pra frente, o time foi de uma nulidade poucas vezes vista neste campeonato.

O que foi dito

  • Marcelo Oliveira, treinador do Cruzeiro: “Tudo o que esperávamos era fazer um gol no início. Fizemos, mas não soubemos aproveitar como deveríamos. Erramos passes por falta de tranquilidade e movimentação. Foi um jogo mais aberto, não gosto disso. Poderíamos ter controlado melhor a partida, esperar a hora certa de fazer mais gols. A vitória foi importante e nos fortalece. Esperamos um Cruzeiro muito forte nas decisões.”
  • Nílton, volante do Cruzeiro: “Quem não estava sendo relacionado teve oportunidade e jogou bem. Estamos colhendo o fruto do trabalho. A vitória foi um bom presente pra mim, mas acabei sendo travado pelo zagueiro na melhor oportunidade. Ele me falou: ‘não vai fazer o gol, não, vai ficar sem presente.’”
  • Rafael Monteiro, goleiro do Cruzeiro: “Graças a Deus dei continuidade ao trabalho que o Fábio faz. Fico feliz por ter ajudado a sairmos daqui com vitória. O primeiro objetivo foi cumprido, a liderança invicta. Sabemos das dificuldades. Nenhum dos 11 jogos foi fácil, mas temos um time forte e vamos entrar com tudo pra vencer. Nossa chance de chegar ao título é grande.”
  • Felipe Surian, treinador do Tupi: “Se errássemos o mínimo já seria muito difícil segurar o Cruzeiro. Erramos em dois lances primordiais, o que nos prejudicou. Mesmo com a alta qualidade do adversário, o time conseguiu se encontrar em campo. Abri um pouco a equipe no 2º tempo, fomos pra cima e acabamos tomando gol no contra-ataque. Mas jogamos bem. Tínhamos poucos recursos por isto, junto com a comissão técnica, procurei parceiros que nos ajudassem a formar uma equipe competitiva. E o Tupi foi forte durante toda a trajetória do Campeonato Mineiro, sem dar preocupação de rebaixamento ao torcedor.”
  • Gabriel, no PHD: “Concordo com quem acha que o Diego Souza não jogou bem, mas cá entre nós, vamos ser racionais. O Cruzeiro já estava classificado, com o 1º lugar garantido, contra um time de 4ª divisão nacional ou nenhuma divisão e, pra completar, jogando num verdadeiro pasto que me pareceu ser o gramado do estádio visto pela TV. Não acho que seja jogo pra querer que o cara se entregue em campo. Sabemos que ele não vai fazer isso. Nas finais, aí sim, ele terá que jogar.”
  • Hendrix, no PHD: “As substituições pioraram o time. Os três que entraram não jogaram nada. Dogoberto e Mayke, pela ordem, foram os melhores.”

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • PPV