Tupi 0x0 Cruzeiro - 09/03/2011

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
Por temporada
Escudo Tolima.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 7x0 Escudo Democrata-GV.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo América-TO.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 7x0 Escudo Democrata-GV.png
No estádio Mário Helênio
Escudo Tupi.png 3x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Tupi.png 0x2 Escudo Cruzeiro.png
Contra Tupi
Escudo Cruzeiro.png 3x0 Escudo Tupi.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 3x0 Escudo Tupi.png

[edit]

Escudo Tupi.png
Tupi
0 × 0 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
10ª rodada campeonato Mineiro 2011
Data: 9 de março de 2011 Local: Juiz de Fora, MG
Horário: 22:00 Estádio: Mário Helênio
Árbitro: Alicio Pena Jr. Público pagante: 4.349
Assistente 1: Guilherme Dias Camilo Público presente: Não disponível
Assistente 2: Jair Albano Félix Renda: R$ 60.880,00 R$ 60.880
Cr$ 60.880
NCr$ 60.880
Cz$ 60.880
NCz$ 60.880
(preço médio: R$ 14,00 )
Súmula: Súmula e Borderô
Escalações
Tupi: Cruzeiro:
1. Rodrigo 1. Fábio
2. Felipe Cordeiro 2. Rômulo Cartão amarelo recebido aos 1  (2T) 1'  (2T)   Substituição realizada 26' (2T) de jogo 26' (2T) ( 16. Dudu )
3. Leo Devanir 3. Gil
4. Fabrício Soares 4. Victorino Cartão amarelo recebido aos 24  (2T) 24'  (2T)  
5. Paulo Roberto 5. Marquinhos Paraná Substituição realizada 38' (2T) de jogo 38' (2T) ( Farías )
6. Michel 6. Everton
7. Assis Cartão amarelo recebido aos 7. Leandro Guerreiro Cartão amarelo recebido aos  (1)
8. Claudinho Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada 26' (2T) de jogo 26' (2T) ( 15. Evandro ) 8. Henrique
9. Yan Cartão amarelo recebido aos 9. Wallyson
10. Michel Cury 10. Montillo Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 17. André Dias )
11. Marcel 11. Thiago Ribeiro Cartão amarelo recebido aos 49  (2T) 49'  (2T)  
Técnico: Leonardo Condé Técnico: Cuca
Reservas que não entraram na partida
Tupi: Cruzeiro:

Pré-Jogo

Jogo adiantado. Em 3º lugar com 12 pontos, o Cruzeiro pode virar líder se vencer.

Cuca afastou o centroavante Wellington Paulista, por deficiência técnica, e escalará o ataque com Thiago Ribeiro e Wallyson, dois velocistas.

Outra mudança será no esquema tático. Com a contusão do meia Roger Galera, Cuca voltará ao 4-3-12 fazendo entrar Leandro Guerreiro n lugar do Sr. Secco.

Leonardo Condé escalará Claudinho Baiano na lateral esquerda em lugar de Fabiano, suspenso.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 21h50 – Tupi e Cruzeiro em campo com uniformes tradicionais.
  • 21h51 – Banco de reservas do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Leo Simões, Diego Renan, Pedro Ken, Dudu, André Dias e Ernesto Frías.
  • 21h53 – Execução do Hino Nacional.
  • 21h56 – Começa o jogo. Cruzeiro à direita das cabines.
  • 01 – Apesar de uma semana de chuvas, gramado está em boas condições.
  • 02 – Bola ainda não saiu do meio de campo.
  • 03 – Yan recebe lançamento, livre, na ponta esquerda, corta Victorino e chuta torto. Francisco Everton limpa a área.
  • 04 – Montillo cruza da direita, goleiro Rodrigo corta, con dificuldade.
  • 05 – Thiago Ribeiro huta de fora da área, bola desvia em Leo Devanir e sai a escanteio.
  • 06 – Montillo cobra, defesa afasta.
  • 07 – Henrique faz jogada de ponta esquerda e cruza. Montillo conclui de primeira, Rodrigo defende forme.
  • 08 – J0gadores do Tupi pedem que Alício Pena Jr. troque de camisa. Uniforme dele confunde os carijós.
  • 09 – Bola na área celeste. Yan cabeceia, Victorino cede escanteio.
  • 10 – Marcel cruza da direita, Francisco Evertom desvia pra escanteio.
  • 11 – Cruzeiro toca bola no meio de campo. Tupi fechado na defesa.
  • 12 – Rômulo tenta jogada pela esquerda, mas não consegue.
  • 13 – Na moldura! Montillo carrega da esquerda para o centro e solta uma bomba. Bola explode no travessão.
  • 14 – Esquerda contra Direita! Gil desarma Yan dentro da área e tenta limpar a jogada com um chutão. Dá tudo errado, pois uma perna do beque passa o rodo na outra.
  • 15 – Amarelo! Leandro Guerreiro agarra Michel Cury no meiod e camo.
  • 16 – Wallyson lança, Thiago Ribeiro não domina.
  • 18 – Montillo faz jogada de ponta direita e cruza. Leo Devanir corta, dentro da área.
  • 20 – Francisco Everton faz jogada pela esquerda e cruza fechado. Rodrigo defende.
  • 21 – Thiago Ribeiro cruza d direita. Rodrigo defende.
  • 22 – Gil consagra Fábio! Gil tenta sair, perde a bola, Marel entra na área e bombardeia. Fábio faz uma ponte e salva gol certo.
  • 23 – Amarelo! Assis derruba Thiago Ribeiro, no meio de campo.
  • 24 – Montillo lança Wallyson, que cruza forte, da direita. Rodrigo se antecipa a TR e defende com dificuldade.
  • 25 – TR corta pro meio de solta uma bomba. Rodrigo espalma pra escanteio.
  • 26 – Montillo chuta cruzado, de curva, da esquerda. Bola sai pela linha de fundo.
  • 27 – Felipe Cordeiro dribla Francisco Everton e conclui fraco. Bola fica com Fábio.
  • 28 – Montillo lança TR, bola sai pela lateral.
  • 29 – Marquinhos Paraná lança Wallyson, que cruza d direita. Rodrigo defende.
  • 30 – Amarelo! Yan atropela Victorino.
  • 31 – Rômulo cruza da direita, Wallyson chega atrasado, defesa espana. No contra-ataque, Marcel cruza da direita, bola atravessa a área.
  • 32 – Afe! Cuca pede pra Gil encurtar a distância. Rogério Correia entende que é pra um beque marcar o outro.
  • 33 – Oba! Guaraní, do Paraguai faz 1×0 no Estudiantes, em Assunção, pela Libertadores.
  • 34 – Wallyson desce pel esquerda, corta pro meio e solta uma bomba. Rodrigo espalma pra escanteio.
  • 35 – Montillo chuta, Rodrigo cede escanteio.
  • 36 – Montillo cobra escanteio pela esquerda, Rodrigo atrapalha-se com a bola, Paulo Roberto Prestes II afasta o perigo.
  • 37 – Thiago Ribeiro cruza da direita, Rodrigo encaixa.
  • 38 – Francisco Everton chuta de for da área, bola passa raspando o poste esquerdo.
  • 39 – Bola recuada, Fábio domina e passa a Gil com os pés.
  • 40 – Pênalti Mandrake! Wallyson entra na área, puxa a camisa de Paulo Roberto, que também puxa a camisa do cruzeirense. Alício, em cima do lance, marca o pênalti. Montillo cobra com uma bomba. Bola explode no travessão.
  • 41 – Amarelo! Paulo Roberto Prestes II recebe cartão pelo pênalti.
  • 42 – Perplexo, Cruzeiro permite que o Tupi se torne patrão da bola.
  • 44 – Tupi toca bola no atque, mas ndecide a jogada.
  • 45 – Paulo Roberto Prestes II cruza da direita, Fábio defende.
  • 46 – Ataque frouxo do Cruzeiro pela direita, bola fica com Rodrigo. Fim de 1º tempo.
  • Thiago ribeiro: O Cruzeiro está jogando bem, vamos manter a tranquilidde e o gol vai sair no 2º tempo.
  • Felipe Cordeiro: A camisa do árbitro está nos confundindo. Tomara que ele volte com outra.

Segundo Tempo

  • 22h59 – Epa! Em Assunção, Guaraní 1×2 Estudiantes.
  • 23h – Times em campo.
  • 23h01 – Começa o 2º tempo.
  • 00 – Troca! Montillo por André Dias.
  • 01 – Amarelo! Rômulo derruba Michel Cury.
  • 02 – Michel dribla Marquinhos Paraná e é derrubado por Rômulo na ponta esquerda.
  • 03 – Felipe Cordeiro cobra, Paraná tira, Michel arremata, Paraná desvia pra escanteio.
  • 04 – Montillo está no banco com bola de gelo no joelho esquerdo. Sentiu o tendão.
  • 05 – Claudinho Baiano derruba Francisco Everton, que fica caido. Nada grave.
  • 06 – Jogo miúdo, concentrado na meiúca.
  • 07 – Michel Cury chuta de fora da área, bola passa por cima do travessão.
  • 08 – Por pouco! Wallyson toca de calcanhar pra Francisco Everton, que chuta cara a cara com Rodrigo. O goleiro salva milagrosamente, André Dias não deixa a bola sair pela linha de fundo e cruza. Francisco Everton volta a chutar, a bola acerta o braço de Paulo Rioberto, Leo Devanir espana. Bola na mão não é pênalti.
  • 09 – Bola cruzada por Rômulo, André Dias cabeceia de peixinho, Rodrigo defende.
  • 11 – Ataque do Cruzeiro pressiona saída de bola do Tupi.
  • 12 – Cruzeiro toca bola lentamente no meio de campo.
  • 13 – Thiago Ribeiro recebe lançamento na área, mas está impedido.
  • 14 – Felipe Cordeiro chuta forte, de fora da área. Fábio defende em dois tempos.
  • 15 – Faltam idéias! Sem armador, Cruzeiro cria pouco.
  • 16 – Thiago Ribeiro cruza da esquerda, bola sai por trás do arco carijó.
  • 17 – Rômulo cruza da direita, Rodrigo defende com um soco.
  • 18 – Wallyson ginga na frente do marcador e cruza. Linha de fundo.
  • 19 – Rômulo tabela com Wallyson, que erra o passe para André Dias.
  • 20 – Michel cruza da direita, Francisco Everton fica com a bola.
  • 21 – Felipe Cordeiro fica esticado no gramado. Alício pede a maca.
  • 22 – Marcel derruba Thiago Ribeiro próximo à área carijó. Thiago Ribeiro cobra rasteiro, Leo Devanir espana.
  • 23 – Marquinhos Paraná lança na área, Rodrigo defende.
  • 24 – Amarelo! Victorino dá um tottó no tornozelo de Yan.
  • 25 – Claudinho no gramado. Alício pede a maca.
  • 26 – Sem cartão! Gil derruba Yan. Michel cobra pela esquerda, Defesa celeste corta.
  • 27 – Amarelo! Marquinhos Paraná lança Thiago Ribeiro é derrubado por Claudinho Baiano. Márcio Rezende de Freitas acha que a cor certa seria a vermelha.
  • 28 – Troca! Rômulo por Dudu.
  • 29 – Troca! Claudinho Baiano por Evandro Teixeira.
  • 30 – Beque intransponível! Victorino desarma Yan, na entrada da área.
  • 31 – Evandro Teixeira faz jogada pela esquerda, Victorino espana pra escanteio.
  • 32 – Troca! Michel Cury por Evandro.
  • 33 – Falta cobrada da direita, sobre a área celeste. Henrique corta de cabeça.
  • 34 – Wallyson tenta tabela com Thiago Ribeiro, que erra na devolução.
  • 35 – Evandro chuta de fora da área, pra fora.
  • 36 – Leandro Guerreiro passa a Thiago Ribeiro, que dribla o marcador e cruza da esquerda. Leo Devanor corta pra escanteio.
  • 37 – Dudu chuta de fora da área, Henrique desvia, Rodrigo defende.
  • 38 – Troca! Marquinhos Paraná por Ernesto Farías.
  • 39 – Dudu arremata de dentro da área, bola explode no rosto de Leo Devanir, que fica caído após trombar com Paulo Roberto Prestes II.
  • 40 – Em Assunção, termina Guaraní 1×2 Estudiantes.
  • 41 – Troca! Leo Devanir por Wesley Ladeira.
  • 42 – Finalizações: Cruzeiro 13×11.
  • 43 – Leandro Guerreiro desarmado na entrada da área do Tupi.
  • 44 – Thiago Ribeiro e Assis disputam bola dentro da área e caem. Foi nada, segue o jogo!
  • 45 – Cruzeiro pressiona, Tupi segura o jogo.
  • 46 – Dudu e Thiago Ribeiro tabelam, defesa carijó cede escanteio.
  • 47 – Evandro carrega bola na entrada da área, Francisco Everton fica com a bola.
  • 48 – Thiago Ribeiro chuta de fora da área, bola passa por cima do travessão.
  • 49 – Amarelo! Thiago Ribeiro impede reposição de bola pelo goleiro Rodrigo. Fim de jogo.

Vídeos

Atuações

  • Fábio – Uma defesaça e a segurança de sempre.
  • Rômulo – Teve proteção de Marquinhos Paraná pra subir ao ataque sem medo, mas a fase não esatá boa. Quando acerta o cruzamento, falta quem conclua o lance dentro da área. Discreto. Saiu mais cedo pra Cuca consertar o meio de campo, avariado desde a troca de Montillo por André Dias.
  • Victorino – Fez sua melhor atuação com a azul-estrelada. Seguro, tranquilo, nem precisou recorrer aos chutões. Foi o melhor do time.
  • Gil – Está em campanha pra levar Fábio à Seleção Brasileira. Contribuiu com um erro na saída de bola, que deixou um carijó na frente do goleiro. Mostrou habilidade capoerística ao passar o rodo em si mesmo dentro da área. De resto, não comprometeu. E -novidade!- não levou cartão amarelo.
  • Francisco Everton – Jogador de recursos limitados, trabalha com seriedade pra não correr o risco de ser mandado pro Grêmio, cujo Departamento Médico é trapalhão. Arriscou poucas jogadas ofensivas. Razoável.
  • Leandro Guerreiro – É um biombo. Tem pouca habilidade pra sair jogando. Compensa a deficiência não deixando a bequeira no mano a mano com os adversários. O Cruzeiro precisa de volantes polivalentes. Só marcar, é pouco.
  • Marquinhos Paraná – Preso à defesa, deu proteção ao lado direito pra faciltar as subidas de Rômulo. Como o meio de campo está se tornando cada dia mais convencional, a troca de posições entre seus integrantes e o revezamento no apoio estão virando coisa do passado. E assim se perde a melhor contribuição que este notável jogador pode oferecer ao time.
  • Henrique – Boa partida. Desarmou e arriscou jogadas de ataque. Só não deu conta de ser um clone do Montillo na etapa final. Aí também já é querer demais, né Mestre Cuca?
  • Montillo – Bela partida com movimentação, criação de jogadas e belos arremates. Mas como perdeu o pênalti, só disto vão se lembrar os termocéfalos.
  • Dudu – Teve pouco tempo pra mudar a cara do meio e campo. Quando entrou, o Tupi estava mais fechado do que boca de bode e não permitiu que ele produzisse boas jogadas. Fica pra outra ocasião.
  • André Dias – Esforçado, buscou o jogo. Mas com escasso apoio do meio de campo e poucas bolas aproveitáveis vindas das pontas, passou em branco.
  • Wallyson - Alternou boas e más jogadas. Recompõe bem a marcação, mas falta-lhe categoria quando tem de retocar a jogada decisiva, caprichar no último passe.
  • Thiago Ribeiro – Esforçou-se, deslocou-se pelo ataque, tentou decidir com chutes de meia distância, mas a noite era do goleiro Rodrigo. A ansiedade pra recuperar a posição está fazendo com que ele deixe de ser o garçom eficiente de outras épocas.
  • Ernesto Farías – Ficou apenas dez minutos em campo, justamente quando o Tupi já havia passado cadeado na porta. Fosse o Gardelón, teria dito pro Cuca: “Muy amigo, no?”
  • Cuca – Acertou ao testar uma nova formação de ataque. Acertou ao poupar Montillo no intervalo. Errou ao desmontar o meio de campo pra jogar com três atacantes. O time que havia feito um bom 1º tempo, ficou desconectado no 2º com ataque e meio de campo divorciados.
  • Torcida – Compareceu em pequena quantidade, mas apoiou cantando e incentivando o tempo todo.
  • Rogério Correia, Márcio Resende de Freitas & Bob Faria – Correia deu algumas manotas, mas não comprometeu. Maref viu pênalti numa jogada em que dois atletas se puxaram. Discordo. Não viu numa bola que acertou o brço de Paulo Roberto. Concordo com ele. E denunciou a invasão de área de Assis, o cara que limpou a área no pênalrti. Esta nem eu vi. Faria manteve o low profile e decifrou bem as táticas e estratégias dos treinadores.
  • Tupi – O goleiro Rodrigo fez uma partida de se contar pros netos no futuro. Pegou tanto que salvou seu time até de uma besteira que ele mesmo fez. A trinca de beques foi bem, com destaque para o capitão Leonardo Devanir. Yan correu e incomodou a defesa celeste. Mais do que isto, ele não dá conta. Os cinco meiocampistas pegaram pesado na marcação e anularam a meiúca celeste, principalmente, no 2º tempo. Marcel foi o mais participante. O treinador Leonardo Condé montou um time compacto e competitivo.

O que foi dito

  • Dr. Genibaldo Lucena, no PHD: Deve ter sido o jogo que o Cruzeiro mais criou oportunidades nos últimos tempos. Foi um bombardeio. O goleiro do Tupi pegou tudo. E quando não pegava, a bola batia na trave ou passava raspando. Normal no futebol. Quantas vezes fomos salvos pelo Fábio? Ontem, foi nossa vez de sofrer. O que importa é que o time tá bem, tá criando, vamos nos classificar e seremos campeões com certeza! Podem escrever!
  • Sérgio Freire Jr., no PHD: Montillo não teve lesão grave. Foi só um mau jeito ao fazer um cruzamento, que o fez sentir bastante o joelho. No intervalo, a gente achou melhor retirá-lo pra ele não passar um tempo inteiro forçando uma região com dor. Nossa grande preocupação é com o jogo da próxima quarta-feira. É bem provável que ele seja poupado na próxima partida, pois temos poucos dias pra que ele adquirir maiores condições pra quarta-feira. Dores, eventualmente, acontecem. São inerentes à vida de atleta. Ele, realmente, já teve dor nesse joelho, como já teve em tornozelo e na coxa. Isso é corriqueiro, mas nada que preocupe a gente, nada de lesão séria, mais grave. Quanto ao Roger, é bem provável que tenha condições de jogo, pois treinou leve nesta quarta-feira e tivemos notícias que tolerou bem. A recuperação do Gilberto é um pouco mais demorada e, provavelmente, ele não tenha condições no fim de semana.
  • Cuca, treinador do Cruzeiro: O goleiro adversário estava iluminado. Foi o melhor em campo. A bola deu na trave algumas vezes e perdemos pênalti. Se entra uma, certamente, o Tupi tem de sair mais para o jogo e teríamos mais chances para fazer o segundo, o terceiro e, quem sabe, o quarto gol. Como não entra, vai criando uma ansiedade, você vai perdendo gol e o goleiro vai pegando moral no jogo. No 2º tempo, não estivemos tão bom quanto no primeiro. Perdemos Montillo, nosso articulador, um dos melhores jogadores que temos, senão o melhor. Mesmo assim, perdemos alguns gols incríveis. Quando não é o dia de fazer o gol, você não vai ganhar e foi o que ocorreu. Empatamos e domingo vamos fazer de tudo pra vencer e recuperar esses pontos perdidos.
  • J. Fábio, no PHD: Cuca é muito esquisito. Ele perde os meias de ligação e ainda tira o Marquinhos Paraná, que sabe sair jogando. Ao se ver com dificuldades pra furar a defesa adversária, não orienta o time a jogar pelas pontas. Ele acha que encher de atacantes é ter time ofensivo. Se o contra-ataque do Tupi fosse um pouco melhor, eles teriam vencido, pois, terminamos a partida totalmente desprotegidos. Gostaria de entender porque o Dudu não jogou como na base, como meia de ligação…
  • Walterson Almeida, no PHD: Constatações: A avenida lateral esquerda não foi interditada e o trânsito flui normalmente; faltou um atacante de área e não é o WP; Francisco Everton começou de lateral mas atuava fechando pelo meio, igual ao Fernandinho; Marquinhos Paraná não estava bem, Henrique errou passes demais e o Guerreiro não é de confiança; Cuca não é lógico; Vitorino perdeu algumas jogadas no corpo mas acabou como um gigante em campo; Yellowgil passou ileso. Milagre!
  • Fábio, goleiro do Cruzeiro: Tivemos chances de sair com a vitória, mas infelizmente não fizemos o gol. Tivemos várias oportunidades. Temos que ressaltar que o goleiro adversário foi muito bom, mas tínhamos chances reais de fazer o resultado e levar os três pontos. Não fizemos, mas também não tomamos. É importante, depois de um jogo difícil, levar um ponto.
  • Leandro Guerreiro, volante do Cruzeiro: Criamos várias chances. A bola ficou praticamente em cima da linha e não conseguimos colocar pra dentro. No 2º tempo, o Tupi praticamente só se defendeu. Ficaram os 11 atrás e não tivemos paciência pra tocar a bola. Estamos no caminho certo, é continuar trabalhando que vamos conseguir as vitórias.
  • Gil, beque do Cruzeiro: Sabíamos da dificuldade, mas o time se comportou bem. Tivemos chance, mas infelizmente não fizemos o gol. É levantar a cabeça e tentar vencer em casa.

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas