Tombense 1x2 Cruzeiro - 27/01/2018

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 4x0 Escudo Uberlândia.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo América-MG.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Cruzeiro.png 4x0 Escudo Uberlândia.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo América-MG.png
No estádio Ipatingão
Escudo Cruzeiro.png 2x4 Escudo Figueirense.png Gol aos do Última ficha →
Contra Tombense
Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo Tombense.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Tombense.png

[edit]

Escudo Tombense.png
Tombense
1 × 2 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
4ª rodada do Campeonato Mineiro 2018
Data: 27 de janeiro de 2018 Local: Ipatinga, MG
Horário: 19h Estádio: Ipatingão
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira Público pagante: 14.751
Assistente 1: Marcyano Pires de Lima Público presente: Não disponível
Assistente 2: Marcus Vinícius Gomes Renda: R$ 781.290,00 R$ 781.290
Cr$ 781.290
NCr$ 781.290
Cz$ 781.290
NCz$ 781.290
(preço médio: R$ 52,97 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Tombense: Cruzeiro:
1. Darley 1. Fábio
2. David 22. Edilson
3. Wellington Carvalho Cartão amarelo recebido aos 10  (2T) 10'  (2T)   3. Léo
4. Anderson 4. Murilo
6. Bruninho 6. Egídio
5. PH Cartão amarelo recebido aos 38  (2T) 38'  (2T)   20. Bruno Silva
8. Natan Substituição realizada 12'(2T) de jogo 12'(2T) ( 18. Everton ) 5. Ariel Cabral Cartão amarelo recebido aos 11  (2T) 11'  (2T)  
10. Caio Substituição realizada 40'(2T) de jogo 40'(2T) ( 17. Maycon ) 18. Rafinha  Gol aos 30 do  (2T) 30'  (2T)
7. Cássio Hortega Cartão amarelo recebido aos 17  (2T) 17'  (2T)   30. Thiago Neves Substituição realizada 34' (2T) de jogo 34' (2T) ( 7. Rafael Sóbis )
9. Daniel Gol aos 45 do  (1T) 45'  (1T) 10. De Arrascaeta Substituição realizada 28' (2T) de jogo 28' (2T) ( 19. Robinho Cartão amarelo recebido aos 47  (2T ) 47'  (2T )   )
11. Flávio Substituição realizada 25'(2T) de jogo 25'(2T) ( 19. Luiz Fernando ) 9. Fred  Gol aos 6 do  (2T) 6'  (2T) Substituição realizada 36' (2T) de jogo 36' (2T) ( 17. Raniel )
Técnico: Ramon Menezes Técnico: Mano Menezes
Reservas que não entraram na partida
Tombense: Cruzeiro:
12. Rafael
24. Lucas França
2. Ezequiel
27. Marcelo Hermes
28. Digão
27. Manoel
8. Henrique
16. Lucas Silva
15. Rafael Marques

Pré-Jogo

Lance a lance

Primeiro Tempo

Segundo Tempo

Vídeos

Um dia de Cruzeiro

Atuações

  • TORCIDA CELESTE compareceu e fez festa o tempo todo. E deu uma ajuda ao Tomense que arrecadou num jogo mais do que o cruzeiro em dois.
  • FÁBIO defendeu todas as bolas possíveis. A do gol era impossível.
  • EDÍLSON defendeu bem e atacou pouco, só nas boas. Cobrou duas faltas, com chutes fortes, que não atingiram o alvo.
  • LEO perdeu uma disputa com Daniel Morais. E foi só. Nas demais disputas, se antecipou e, quando não foi possível, venceu no mano a mano.
  • MURILO não deu chance aos adversários. Com simplicidade e segurança, escolheu sempre a jogada mais objetiva.
  • EGÍDIO enfrentou o meia Caio e o lateral David quase sem ajuda, pois os meias que eventualmente estavam na faixa esquerda não recompuseram como fazia Alisson em apoio a Barbosa, ano passado. No fim das contas, foi quem mais desarmou o adversário, com cinco roubadas de bola. E ainda foi ao ataque tabelando e cruzando várias bolas.
  • BRUNO foi um volante convencional, sem a liberdade que tinha nos tempos de Botafogo. Esforçou-se, mas não brilhou. Perdeu a bola que resultou no gol do Tomense. Lance de jogo, nada que justifique críticas mais duras.
  • CABRAL, como virou moda dizer, jogou de terno. Aliás, sempre jogou, mas só o lançamento pro gol do Rafinha fez a torcida descobrir o tanto que ele é bom de bola. Antes tarde do que nunca.
  • RAFINHA fez outra ótima partida, com movimentação inciativa e solidariedade, ajudando os colegas. Além disto, como está virando rotina, guardou o seu e se isolou na artilharia do torneio.
  • NEVES começou pelo meio, passeou pelas pontas, voltou ao meio, buscou o jogo, mas não teve uma noite inspirada.
  • ARRASCAETA passou por todos as posições de ataque, com vontade de jogar pra frente, jamais de recompor. Foi dele o cruzamento preciso pro gol de empate.
  • FRED começou buscando jogo, voltando muitas vezes até ao meio de campo, Deu passes, fez o pivô, tabelou, enfim, jogou com vontade. E conseguiu fazer seu tão esperado gol da volta ao clube. Saiu dez minutos antes do fim e foi muito aplaudido.
  • ROBINHO teve o nome gritado pela torcida de forma insistente. Entrou a vinte minutos do fim e não fez nada de extraordinário. Apenas manteve o ritmo do time, que era de jogo a vera.
  • SOBIS jogou pouco tempo e acrescentou fôlego ao time. Mas não fez nenhuma jogada fora do normal, como serviço de calcanhar do jogo anterior.
  • RANIEL jogou dez minutos e não teve chance de marcar seu gol. Mas valeu pra desenferrujar.
  • MANO descansou Henrique, deu força a Bruno Silva, mantendo-o até o fim, depois que ele perdeu a bola do gol do Tombense, mudou o jeito de jogar, dos toques excessivos do 1º tempo pra um jogo objetivo sempre buscando o centroavante no 2º, enfim, trabalhou direito.
  • CRUZEIRO continua com dificuldade de simplificar as jogadas ofensivas. Nada é feito com um toque só, de prima. Os jogadores seguram muito a bola e facilitam o posicionamento defensivo do adversário. Na etapa final, o time foi mais objetivo e os golos saíram.
  • TOMBENSE mostrou organização tática na etapa inicial e coragem pra trocar volante por atacante na final, quando quis segurar e, depois, buscar o empate. Os laterais David e Bruninho jogaram muito bem na defesa e no apoio. Caio e Ortega se movimentaram bastante do meio pra frente e Daniel deu trabalho à defesa celeste, in lucile marcando um gol em finalização impecável.
  • ÁRBITROS não cometeram erros relevantes.

O que foi dito

  • MANO MENEZES: Gostei muito do que aconteceu, em todos os sentidos, inclusive da dificuldade de sair atrás no placar pela primeira vez e ter que saber se comportar numa situação nova. É bom que acontece em início de temporada pra estarmos preparados em jogos decisivos. Fizemos um bom 1º tempo, não merecíamos perder, mas futebol não é merecimento, é bola na casinha, e eles colocaram uma no último minuto, quando a gente não se posicionou corretamente na defesa. Mérito do adversário. A equipe voltou bem no 2º tempo, consciente, empatou e, finalmente, o gol de Fred, que pra todos, até pela vibração do grupo, foi importante. Ainda teve o gol do Rafinha, que vive este momento extraordinário, premiado com 4 gols em 4 rodadas, o que deixa a gente surpreso e feliz.
  • FRED: Alívio de alegrar o torcedor, que estava mais ansioso que eu pelo gol. Graças a Deus, saiu em boa hora. Conseguimos a vitória num jogo difícil. Arrasa tem 90% do gol, só tive trabalho de empurrar pra rede. Espero que seja o ano inteiro assim.
  • THIAGO NEVES: Saiu a zica, estava na hora do Fred fazer um golzinho. Todo mundo estava torcendo pra ele fazer o gol. Tivemos que mudar um pouco no 2º tempo, jogar mais a bola na área procurando o Fred.
  • BRUNO SILVA: Feliz pelo resultado, por virar um jogo que estava difícil. Com o passar do tempo vamos nos recondicionando. Estou longe da minha forma ideal, mas o grupo é qualificado, o Mano tem confiança em todo mundo e vai revezando, dando ritmo pra todos.
  • DOUGLAS VELLOSO: Cruzeiro fez um 2º tempo nitidamente superior ao 1º. Parece que no intervalo o posicionamento dos jogadores de meio e ataque foi mais claramente definido. Foi um bom jogo, pois mostrou o que o Cruzeiro encontrará na maior parte da temporada. Quanto às dificuldades, os adversários serão mais Tombense do que Uberlândia. Cabral se destacou em lances isolados, os laterais apareceram pro jogo novamente e os gols foram bem construídos.
  • BRUNO BRAGA: O lançamento primoroso do Cabral premiou a grande atuação dele. Ele foi o melhor. Bom também ter um lateral à moda antiga: daqueles que mandam uma bomba de meia distância em cobrança de faltas. Mesmo quando isola, diverte o torcedor. Não sei se vamos ganhar algo, mas pelo menos tenho economizado bocejos durante os jogos.
  • JR GALVÃO: Jogo meia boca. Alguns jogadores foram pífios, errando tudo. Mas há que se destacar as atuações de Murilo, Cabral, Arrascaeta e Fred. No final das contas, valeu pelo resultado e como treino.
  • CELESTE CAMPOS: Mais um bom jogo. Bom porque o Fred desencantou. Bom tambó em pelas assistências de Arrasca e Cabral!
  • JOTA JOTA: Acabou a novela do “Primeiro Gol do Fred” . Pelo menos, isso.

Fontes

Transmissão

  • PPV
  • Sportv