Santa Cruz 4x1 Cruzeiro - 25/05/2016

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 2x2 Escudo Figueirense.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo América-MG.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Cruzeiro.png 2x2 Escudo Figueirense.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo América-MG.png
No estádio Arruda
Escudo Santa Cruz.png 4x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Última ficha →
Contra Santa Cruz
Escudo Santa Cruz.png 4x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Santa Cruz.png

[edit]

Escudo Santa Cruz.png
4 × 1
Escudo Cruzeiro.png



Informações

Data: 26 de maio de 2016 às 21:45
Local: Recife, PE
Estádio: Arruda


Público e Renda

Público pagante: 14.311
Público Presente: 16.331
Renda: R$ 257.225,00 R$ 257.225 <br />Cr$ 257.225 <br />NCr$ 257.225 <br />Cz$ 257.225 <br />NCz$ 257.225 <br /> (preço médio: R$ 17,97 )


Escalações

Santa Cruz
  1. Tiago Cardoso
  2. Léo Moura Cartão amarelo recebido aos 36  (2T) 36'  (2T)   Substituição realizada 38'(2T) de jogo 38'(2T) ( 31. Leandrinho )
26. Neris
  4. Danny Morais
  6. Tiago Costa Cartão amarelo recebido aos 30  (2T) 30'  (2T)  
27. Alex Bolaños Substituição realizada 9'(2T) de jogo 9'(2T) ( 7. Wallyson )
  8.  Uillian Correia
25. Fernando Gabriel Substituição realizada 25'(1T) de jogo 25'(1T) ( 18. João Paulo )
19. Arthur Gol aos 31 do  (2T) 31'  (2T)
11. Keno Gol aos 45 do  (2T) 45'  (2T)
23. Grafite Gol aos 19 do 19' (1T) P Gol aos 18 do  (2T) 18'  (2T)
Técnico: Milton Mendes

Cruzeiro
  1.  Fábio Cartão amarelo recebido aos 18  (1T) 18'  (1T)  
21.  Lucas Substituição realizada 33' (2T) de jogo 33' (2T) ( 23. Matías Pisano )
36.  Bruno VianaSimbolo jogador base.png
  4.  Bruno Rodrigo Cartão amarelo recebido aos 28  (2T) 28'  (2T)  
  7.  Sanchéz Miño
  8.  Henrique
33.  Bruno RamiresSimbolo jogador base.png Cartão amarelo recebido aos 38  (1T) 38'  (1T)  
  5.  Ariel Cabral Substituição realizada 20' (2T) de jogo 20' (2T) ( 38. Alex Apolinário Simbolo jogador base.png )
10.  De Arrascaeta  Gol aos 7 do 7'  (2T) F Substituição realizada 25' (2T) de jogo 25' (2T) ( 14. Douglas Coutinho )
23.  ÉlberSimbolo jogador base.png
  9.  Willian
Técnico: Paulo Bento


Reservas que não entraram na partida


Pré-Jogo[editar]

CLASSIFICAÇÃO. Cruzeiro é o 16º, com 1 ponto; Santa Cruz, o 1º, com 7.

Lance a lance[editar]

Primeiro Tempo[editar]

  • 21h45 COMEÇA o jogo. Cruzeiro, com uniforme tradicional, à esquerda das tribunas. Santinha, com uniforme tradicional dá a saída.
  • 01 Henrique desarma Grafite e recebe falta.
  • 02 Miño cobra falta com bola aérea. William apanha rebote e é derrubado por Correia na pontadestra.
  • 03 Willian cobra falta Bruno Rodrigo cabeceia, bola desvia, corner. Cobrança dá em nada.
  • 04 Até agora, só o Cruzeiro atacou. Santinha tenta uma saída pela direita, mas não vai a lugar nenhum.
  • 05 Cruzeiro aperta saída de bola, santinha não consegue sair da defesa.
  • 06 Arrascaeta passa a Cabral, na meia-lua, defesa tricolor faz o desarme do argentino.
  • 07 Santinha tenta jogada pela esquerda. Tiro de meta, cruzeiro.
  • 08 Elber, Willian, Cabral e Arrascaeta dentro da área tricolor. Defesa passa aperto pra se livrar deles.
  • 10 Sánchez Miño cruza da esquerda, Thiago Costa corta de cabeça/
  • 12 Lucas cruza da direita, nas mãos de Thiago Cardoso.
  • 13 Keno faz boa jogada na pontesquerda, mas finaliza mal, bola alta demais.
  • 14 Cabral chuta de longe, pra fora.
  • 15 BOB FARIA, comentarista da Globo: “Jogadores do Cruzeiro estão se movimentando mais, trocando de posições…”
  • 17 PÊNALTI. Grafite deixa Viana e Rodrigo pra trás, entra na área e sofre falta de Fábio.
  • 18 AMARELO. Fábio.
  • 19 GOL. Grafite cobra no canto esquerdo, Fábio vai na bola, mas não consegue desviá-la. SANTA CRUZ 1×0.
  • 20 CAMISA NOVE. Grafite já fez 13 gols na temporada, 5 no Brasileiro.
  • 21 Lucas tenta jogada com Bramires na pontadestra, defesa tricolor cede lateral.
  • 22 DEFESAÇA. Willian aparece livre na cara do gol, após receber passe de Arrascaeta, mas não consegue marcar…
  • 23 Lucas chuta de fora da área, pra fora.
  • 24 Willian chuta de fora da área, pra fora.
  • 25 TROCA. Fernando Gabriel x João Paulo.
  • 26 Arrascaeta chuta forte, Thiago Cardoso defende, Willian pega o rebote, mas chuta alto demais.
  • 27 Elber derrubado. Falta a 31 metros do arco tricolor.
  • 28 Arrascaeta cobra a falta, bola passa por cima do arco.
  • 29 Thiago Costa cruza da esquerda, Fábio defende pelo alto.
  • 30 Viana marca Grafite em cima, mas…
  • 31 Miño passa a Élber Pimentel, que finaliza do bico direito da área tricolor. Bola sobe muito.
  • 32 Grafite impedido, ataque perdido.
  • 33 Lucas cruza direita, Arrascaeta pega de prima, bola explode na bequeira e não vai no alvo.
  • 35 POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 65%.
  • 37 AMARELO. Bruno Ramires, por falta em Thiago Costa.
  • 38 Cruzeiro está muito acomodado. Precisa de maior pegada.
  • 39 Falta frontal a favor do Cruzeiro.
  • 40 Willian cobra falta, Cruzeiro ganha corner na direita.
  • 41 Willian cobra corner, defesa corta, Arrascaeta pega de prima, bola sai rente ao poste direito.
  • 42 FINALIZAÇÕES, Cruzeiro 14×3.
  • 43 Cruzeiro troca passes na intermediária tricolor. Não há espaços.
  • 44 Cruzeiro troca passes na esquerda, Miño cruza, defesa corta, Santinha sai no contrataque.
  • 45 Santinha prende a bola na pontesquerda.
  • 46 Bruno Rodrigo impede avanço de Grafite na pontesquerda.
  • 47 FIM de 1º tempo.

Segundo Tempo[editar]

  • 22h51 COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro, sem modificações, dá a saída.
  • 46 Cruzeiro no ataque, Danny Moraes rebate tirando a bola da área tricolor.
  • 47 Lucas vence disputa com Keno e vai pro ataque.
  • 48 Henrique lança Elber na pontesquerda, na sequência Arrascaeta tenta passe pra Willian, mas quem fica com a bola é o goleiro do Santinha.
  • 49 Lucas dá rasteira em Keno. Falta na pontesquerda.
  • 50 João Paulo cobra falta com chute enviesado, Fábio tira com os punhos.
  • 51 DEFESAÇA. Miño cruza da esquerda, Arrascaeta arremata na entrada da pequena área. Cardoso faz milagre.
  • 52 AMARELO. Alex Bolaño, por falta violenta em Cabral.
  • 52 GOL. Arrascaeta cobra falta encobrindo a barreira. Bola entra no canto direito, goleiro fica pregado no chão. CRUZEIRO 1×1.
  • 53 Elber cruza da esquerda, bola trisca no travessão e sai pela linha de fundo.
  • 54 TROCA. Alex Bolaño x Wallyson.
  • 55 Santinha vai ao ataque, mas agora quem se fecha bem é o Maior de Minas.
  • 56 Grafite impedido, Santinha perde ataque.
  • 57 Arrascaeta tenta drible, mas é desarmado por Uillian Correia na pontesquerda.
  • 58 Grafite disputa corrida com Viana e é desarmado quando ia arrematar, na cara do gol.
  • 59 Wallyson chuta cruzado, aproveitando rebote da defesa. Fábio defende, com grande dificuldade.
  • 60 Boa trama do ataque celeste, Lucas enche o pé de for a da área. Tiro de meta, Santinha.
  • 61 Cabral corta bola cruza sobre a área celeste. Santinha pressiona.
  • 62 CÃIBRAS. Lucas cai e é atendido por Fábio.
  • 63 GOL. Grafite recebe de Leo Moura na entrada da área celeste, vence disputa com Bruno Rodrigo e encobre Fábio. SANTA CRUZ 2×1.
  • 64 Grafite tá riscando o Cruzeiro do mapa. Três rodadas, três centroavantes esculhambando a defesa celeste.
  • 65 TROCA. Cabral x Alex.
  • 66 PÚBLICO: 16.331 pagantes, R$257.225, média R$16.
  • 67 Bola recuada pra Thiago Cardoso, que limpa sua área com um bico.
  • 68 Arrascaeta cobra falta na pontesquerda, Cardoso espalma. Corner, Cruzeiro.
  • 69 TROCA Arrasceta x Douglas Coutinho.
  • 70 Cruzeiro pressiona, chove bola na área tricolor. Defesa tira todas.
  • 71 Artur dispara pela direita e cruza rasteiro, Henrique corta, dentro da área celeste.
  • 72 AMARELO. Thiago Costa dispara rumo à área celeste, mas é obstruído por Bruno Rodrigo.
  • 74 AMARELO. Thiago Costa, por rasteira em Elber.
  • 75 Wallyson é parado com falta na meiuca.
  • 76 GOL. Keno tenta cruzar uma vez, defesa rebate, tenta de novo, e encontra Artur que cabeceia à queima roupa. SANTA CRUZ 3×1.
  • 77 TROCA, Lucas x Pisano.
  • 78 Cruzeiro aperta. Bruno Rodrigo na área do santinha.
  • 79 Elber cobra corner na esquerda, Uillian Correia corta de cabeça.
  • 80 Alex chuta de fora da área, Thiago Cardoso encaixa.
  • 81 AMARELO. Leo Moura, por rasteira em Douglas Coutinho.
  • 82 TROCA: Leo Moura x Leandrinho.
  • 83 DESALENTO é o estado de espírito do torcedor celeste no Arruda.
  • 84 Thiago Costa dispara pela esquerda, deixa Pisano pra trás e chuta rasteiro. Bola sai à esquerda de Fábio.
  • 85 Elber perde a bola no ataque e volta na marcação até seu campo de defesa.
  • 86 Alex lança Willian, Neris corta pra lateral.
  • 87 Bola recuada pra Thiago Cardos, Coutinho vai pra disputa, goleirotira da área.
  • 88 Baterrebate na área tricolor, Coutinho arremata, Thiago Cardoso defende.
  • 89 GOL. Keno dispara pela esquerda, deixa Bruno Rodrigo pra trás e coloca no canto direito, sem chance de defesa pra Fábio. SANTA CRUZ 4×1.
  • 90 Cruzeiro troca passes no ataque, santinha só espia.
  • 91 CÃIBRAS. Keno cai.
  • 92 Uillian Correia deve estar rindo da torcida celeste. Com razão.
  • 93 Santinha troca passes.
  • 94 FIM de jogo. Cruzeiro cai pra 19ª posição, Santa Cruz é líder.

Vídeos[editar]

Compacto
Rádio GDG
Análise tática

Atuações[editar]

  • TORCIDA CELESTE compareceu, boa parte vestida com camisas da Máfia Azul, apoiou o time e terminou com cara de tacho.
  • FÁBIO defendeu o que foi possível. As bolas dos gols eram indefensáveis.
  • LUCAS apoiou pouco e sem brilho. Defendeu razoavelmente. Saiu antes do fim, com cãibras.
  • BRUNO VIANA não esteve seguro e nem tinha como, A presença de Grafite por perto incomoda qualquer beque.
  • BRUNO RODRIGO perdeu dois lances capitais, que Grafite transformou em gols. Coisa de jogo. Mas o suficiente pra torná-lo o novo culpado universal na ótica dos termocéfalos e hidrófobos.
  • SÁNCHEZ MIÑO não foi decisivo,mas também não fez lambanças. Apoiou o ataque quando e como pôde, dentro de suas limitações.
  • BRUNO RAMIRES ainda não está conseguindo repetir o futebol que o levou a receber o apelido de seu antecessor famosa da posição. Não teve a pegada defensiva, nem a explosão ofensiva do ídolo, atualmente na China. Mas isto seria pedir-lhes máximo, o que não é justo, por ora.
  • HENRIQUE foi um dos poucos a manter um bom ritmo do início ao fim, cumprindo à risca suas obrigações: saída de bola, viradas de jogo, passes pra quem pode começar as jogadas ofensivas com qualidade e controle da marcação por zona, orientando os companheiros de volância. Para os hidrófobos é pouco. Pra quem gosta de futebol e não de catch as catch can, teve bom desempenho.
  • CABRAL apareceu bem na etapa inicial quando o Cruzeiro dominou o jogo, com boa participação ofensiva. Na etapa final, desapareceu.
  • ARRASCAETA atuou com intensidade, sempre buscando a jogada mais aguda. Fez um golaço de falta, mas ao que parece não teve forças pra ir até o fim e acabou substituído. Foi o melhor do time.
  • PISANO entrou no fim, quando a vaca já estava no brejo e não pôde contribuir com o time.
  • ELBER esforçou-se, buscou o jogo individual, levou algum perigo pelas pontas, mas não conseguiu descolar ä jogada”, o lance decisivo.
  • WILLIAN não foi bem individualmente, nem deu grande contribuição pro jogo de equipe confundindo a bequeira tricolor, que não se desarrumou com sua presença por perto.
  • ALEX tentou uma ou outra enfiada de bola, mas não tem a pegada que o momento requeria.
  • DOUGLAS COUTINHO pouco fez e não foi por sua culpa, mas porque a parada estava decidida quando ele entrou.
  • PAULO BENTO montou o time que o elenco permite: serelepe. Mas a ocasião está pedindo mais pegada. Mais arrojo individual e decisão, em especial, no ataque. O diabo é que ele não tem caras com esse perfil num elenco raquítico.
  • CRUZEIRO fez e aconteceu na etapa inicial, mas foi nocauteado numa jogada individual. Na etapa final não fez, nem aconteceu e ainda levou outros diretos dos objetivos atacantes do Santinha. E o estilo Uefa, de compactarão máxima só rendeu contrataques fulminante do adversário.
  • SANTA CRUZ jogou fechado e contratado com eficiência. Nocauteou pra não correr o risco de perder por pontos.

O que foi dito[editar]

  • PAULO BENTO, técnico do Cruzeiro: Quando se perde por números como os de hoje, é evidente qye faltou competitividade. Tivemos alguns contratempos, já foram falados, mas que não interessa agora continuar repetindo. Isso é futebol, no Brasil ou em qualquer parte do mundo. Jogar é uma coisa, competir é outra. A primeira parte jogamos bem, mas não competimos bem como deveríamos ter competido. Tem que ser mais contundente, mais agressivo, mais intenso e ter uma forma diferente de marcar. Nós com quatro, cinco oportunidades na primeira parte não o fizemos e acabamos depois por ser penalizados por isso. Temos que assumir. Eu sou o primeiro grande responsável da equipe. No 1º tempo tivemos quatro, cinco chances de marcar. Creio que fizemos bem os primeiros 45 minutos, muitas vezes faltou organização, mas com eficácia entre os setores. A verdade é que nos primeiros 45 minutos jogamos bem, mas temos que melhorar na finalização. Construímos condições para marcar, mas eles acabaram por fazer um gol na única vez que chutaram na nossa baliza. E depois, na 2ª parte, conseguimos chegar no empate. A partir do segundo gol deixamos de fazer o que deveria ser feito. Quisemos apenas manter a bola para impedir o adversário e acabamos por oferecer também o segundo gol. E isso complicou as coisas. Ao contrário do jogo da 2ª rodada, não tivemos aqui a capacidade psicológica que tivemos contra o Figueirense. E fomos penalizados, mas os números são exagerados pelo que as duas equipes fizeram.
  • FÁBIO, goleiro do Cruzeiro: Tem que trabalhar, não dá pra falar nada. Absorver a derrota com D maiúsculo. O Santa teve todo o mérito. Jogamos o 1º tempo melhor e não fomos felizes nas finalizações. Eles foram. As oportunidades que tiveram, fizeram com qualidade. A gente tem que trabalhar, chamar a responsabilidade pra vencer a próxima partida. Somos um grupo. Todos os jogadores têm sua parcela de culpa, eu tenho a minha na pênalti. O juiz viu que eu bati no Grafite. Também não consegui defender o pênalti. Todos temos a parcela de responsabilidade. Todo mundo têm suas funções de recomposição, não somente a defesa. Essa parcela de culpa não pode ser somente dos jogadores. Precisamos do torcedor, do presidente, da diretoria. Dentro de campo estamos fazendo o melhor.
  • MATHEUS CHAVES, no PHD: Parafraseando a best@ do Kaiu: “a derrota é dos jogadores, mas a goleada é do treinador”. Tirar Cabral e Lucas pra colocar Alex e Pisano escancarou o time pro Santa Cruz terminar de liquidar a fatura. Paulo Bento ainda está longe de conhecer o elenco e vai repetindo a equivocada ‘proposta’ de jogo do Deivid. Todo time que souber contra-atacar vai nos derrotar.
  • FÁBIO VELAME, no PHD: O time celeste jogou bem até o 1×1, apesar de a defesa ter deixado Grafite partir da partir da intermediaria até sofrer o pênalti. Depois do segundo gol do Santa Cruz, em que Grafite passou como um trator pela defesa azul, o time se abateu e não jogou mais nada.
  • JOTTA R, no PHD: GPT não morreu? Ah, que pena… foi a mãe dele que faleceu!

Fontes[editar]

Transmissão[editar]

  • Globo Minas