Rodrigo Eduardo Costa Marinho

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
(Redirecionado de Rodriguinho)
Ir para navegação Ir para pesquisar

[edit]

Rodriguinho
Rodriguinho.png
Informações pessoais
Nome completo Rodrigo Eduardo Costa Marinho
Data de nasc. 27/03/1988 (32 anos)
Local de nasc.

Natal

Altura 1.77m
Ambidestro
Posição Meia
Jogos 22 (Oficais: 22 / Amistosos: 0)
Gols 8
Elenco atual? Não
Primeiro jogo
Villa Nova-MG Escudo Villa Nova-MG.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png Cruzeiro - 03/02/2019
Último jogo considerado
Cruzeiro Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Villa Nova-MG.png Villa Nova-MG - 28/01/2020


Histórico[editar]

No dia 23 de janeiro de 2019 Cruzeiro anuncia a contratação de Rodriguinho, que estava emprestado pelo Corinthians ao Al-Nassr e vai assinar por 3 temporadas[1][2]. Cruzeiro pagou 4 milhões de euros (R$ 26,3 milhões em sete parcelas, até janeiro de 2022[3]) pelo jogador[4] que chegou em Belo Horizonte e foi recepcionado pela torcida no aeroporto[5].

Foi apresentado no dia 29 de janeiro[6][7]. Estreou no dia 3 de fevereiro na vitória por 3x0 sobre o Villa Nova-MG pelo Campeonato Mineiro 2019.

Fez o primeiro gol na segunda partida, no dia 10 de fevereiro na vitória sobre o Tupynambás pelo Campeonato Mineiro 2019.

Primeira cirurgia

No dia 9 de julho o clube informou que o jogador passaria por uma cirurgia na região lombar após o tratamento conservador, de uma protusão discal aguda que estava interferindo em seu rendimento físico, não ter dado resultado[8][9]

No dia 12 de julho Rodriguinho recebe alta, depois de passar por uma intervenção cirúrgica e inicia recuperação domiciliar[10][11][12].

Nova cirurgia

No dia 10 de outubro foi anunciado uma nova cirurgia. O jogado já estava treinando com a equipe se recuperando da cirurgia quando sentiu novas dores, não relacionadas com a primeira cirurgia[13]. O procedimento foi realizado com sucesso no dia 13 de outubro. Previsão de retorno só na temporada seguinte.

Não permanência

No dia 17 de janeiro de 2020, o diretor de futebol Ocimar Bolicenho disse que o jogador não aceitou a adequação salarial, mas aceitou atuar pelo Cruzeiro enquanto aguarda proposta para deixar o clube[14]

No dia 31 de janeiro entrou em um acordo com o Cruzeiro e começou a treinar em separado não fazendo mais parte do elenco[15].

No dia 13 de fevereiro foi confirmado o acerto a de recisão que foi assinada no dia seguinte. O Cruzeiro ficou com 20% do jogador que ficou devendo aproximadamente R$ 4 milhões que seriam pagas nos 3 meses seguites outra parte no fim do ano e a maior parte em 2021[16]

Contrato com valores astronômicos e bem estranhos[editar]

Um das cláusulas do contrato do jogador foram revelados meses depois da recisão. Documentos obtidos pelo Superesportes apontam que o Cruzeiro se comprometeu pagar, ao longo de 36 meses de contrato, um montante de R$53 milhões. O valor total incluia aquisição de direitos econômicos (cerca de R$ 26,3 milhões), remuneração do jogador ao longo dos 36 meses (cerca de R$ 14 milhões), direito de imagem (R$ 9,3 milhões), além de comissões de intermediários (R$ 3,4 milhões).

O valor poderia ser ainda maior se o Cruzeiro conquistasse, em 2019, 2020 ou 2021, o Campeonato Brasileiro, a Copa Libertadores ou o Mundial de Clubes - ou mesmo se Rodriguinho atuasse em 70% dos jogos dessas competições, o que não foi o caso em função de problemas de lesão. O contrato previa bônus de mais R$ 650 mil caso o jogador alcançasse alguma dessas ‘metas’. Vamos aos números detalhados.

O Cruzeiro pagou uma espécie de entrada. Depositou R$ 3,85 milhões na conta do clube egípcio em 25 de janeiro de 2019. E foi só. As demais parcelas deveriam ter sido quitadas em novembro de 2019 (500 mil dólares), fevereiro de 2020 (500 mil dólares) e maio de 2020 (1 milhão de dólares). O clube ainda precisaria pagar uma parte em agosto de 2020 (500 mil dólares), outra em novembro de 2020 (500 mil dólares) e a última em janeiro de 2022 (3 milhões de dólares), quando o contrato de Rodriguinho já teria se encerrado.

O Cruzeiro garantiu o pagamento da última (e maior) parcela por meio de um Instrumento de Garantia de Cessão, concedendo ao clube do Egito uma garantia “irrevogável e irretratável” decorrentes do repasse de 20% dos direitos econômicos do zagueiro Murilo, do atacante Raniel e do atacante Vinícius Popó.

Na hipótese de cessão definitiva pelo Cruzeiro de percentuais desses jogadores a outros clubes antes de janeiro de 2022, o Cruzeiro deveria repassar 20% dos valores totais cinco dias após o recebimento do dinheiro. Murilo foi negociado com o Lokomotiv-RUS por R$ 11 milhões, em junho de 2019 (20% representa R$ 2,2 milhões), e Raniel foi vendido ao São Paulo por R$ 12,9 milhões, no mês seguinte (20% representa R$2,58 milhões).

No contrato, o Cruzeiro aceitou multa de 10% em caso de atraso em cada uma das parcelas, além de juros de mora (atraso) de 6% ao ano, computado sobre o valor total em mora, da data devida até a data do pagamento. O valor deverá ser multiplicar ainda mais em função de variação cambial.

O que ficou acertado na saída?

Em fevereiro de 2020, no auge da crise do Cruzeiro, Rodriguinho não aceitou a repactuação salarial proposta pelo Conselho Gestor, que administrou o clube entre dezembro de 2019 e maio de 2020, e optou por ser transferir para o Bahia. O Superesportes também teve acesso a detalhes dessa negociação.

Assim como vários outros que deixaram o elenco após o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, Rodriguinho passará a receber uma quantia mensal do Cruzeiro a partir de 15 de abril de 2021. O montante ultrapassa R$ 2 milhões, divididos em 20 parcelas de R$ 104 mil.

O distrato assinado prevê que, na hipótese de atraso superior a 30 dias no pagamento a Rodriguinho, haverá incidência de multa de 100% tanto sobre o total vencido quanto nos valores vincendos. Além disso, as parcelas restantes terão o vencimento antecipado. Ou seja, o Cruzeiro não poderá, sob pena de ver a dívida dobrar, atrasar por mais de um mês o acordo firmado com o jogador[3].

Números por ano[editar]

    Lista está ordenada por número de jogo. Clique nas setas para mudar ordenação
    Ano Jogos Titular Reserva Cartões Amar. Cartão amarelo recebido aos Cartões Verm. Cartão vermelho recebido aos Gols Gol aos do Banco
    2019 20 19 1 4 0 8 2
    2020 2 2 0 0 0 0 0

Confrontos como jogador adversário[editar]

Enfrentou o Cruzeiro 12 vezes: 5 V, 4 E, 3 D. Marcou 2 gols.

Jogos[editar]

  1. América-MG 1x1 Cruzeiro - 18/06/2011 - (Arena do Jacaré / Sete Lagoa) - Campeonato Brasileiro 2011
  2. Cruzeiro 0x0 América-MG - 18/09/2011 - (Arena do Jacaré / Sete Lagoas) - Campeonato Brasileiro 2011
  3. Cruzeiro 2x3 América-MG - 22/01/2012 - (Parque do Sabiá / Uberlândia) - Amistosos 2012
  4. América-MG 3x2 Cruzeiro - 22/04/2012 - (Arena do Jacaré / Sete Lagoas) - Campeonato Mineiro 2012
  5. Cruzeiro 1x2 América-MG - 29/04/2012 - (Arena do Jacaré / Sete Lagoas) - Campeonato Mineiro 2012
  6. América-MG 1x4 Cruzeiro - 07/04/2013 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Mineiro 2013
  7. Corinthians 2x1 Cruzeiro - 28/09/2016 - (Arena Corinthians / São Paulo) - Copa do Brasil 2016
  8. Cruzeiro 4x2 Corinthians - 19/10/2016 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Copa do Brasil 2016
  9. Cruzeiro 3x2 Corinthians - 11/12/2016 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2016
  10. Cruzeiro 1x1 Corinthians - 01/10/2017 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2017
  11. Cruzeiro 0x2 Corinthians - 04/07/2018 - (Mineirão / Belo Horizonte) - Amistosos 2018
  12. Corinthians 2x2 Cruzeiro - 11/07/2018 - (Arena Corinthians / São Paulo) - Amistosos 2018

Títulos[editar]

Individual[editar]

  • Melhores do Mineiro 2019 do GloboEsporte.com[17]
  • Seleção GE após estaduais 2019[18]

Mídia[editar]

Vídeos[editar]

Resenha de boleiro

Entrevistas Coletivas[editar]

Referências[editar]