Rio Branco-AC 0x6 Cruzeiro - 07/03/2012

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo América-TO.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Villa Nova-MG.png
Por Copa do Brasil
Escudo Brasiliense.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Chapecoense.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Arena da Floresta
← Primeira ficha Gol aos do Última ficha →
Contra Rio Branco-AC
← Primeira ficha Gol aos do Última ficha →

[edit]

Escudo Rio Branco-AC.png
0 × 6
Escudo Cruzeiro.png


Placar
Rio Branco-AC 0-6 Cruzeiro
Súmula/Borderô não disponível

Informações

Data: 7 de março de 2012 às 22:00
Local: Rio Branco, AC
Estádio: Arena da Floresta


Público e Renda

Público pagante: 5.174
Público Presente: Não disponível
Renda: R$ 113.420,00 R$ 113.420 <br />Cr$ 113.420 <br />NCr$ 113.420 <br />Cz$ 113.420 <br />NCz$ 113.420 <br /> (preço médio: R$ 21,92 )


Escalações

Rio Branco-AC
  1. Alencar Baú
  2. Ednei Substituição realizada de jogo ( 16. Luis Fernando )
  3. Rodrigão Cartão amarelo recebido aos
  4. Rafael Lopes
  5. Rubran
  6. Neilson
  7. Didão
  8. Ismael Cartão amarelo recebido aos
  9. Juliano César Substituição realizada de jogo ( 18. Nilton Goiano )
10. Neném Cartão amarelo recebido aos
11. Douglas Substituição realizada de jogo ( 17. Radames )
Técnico:

Cruzeiro
  1.  Fábio
  2.  Marcos Martins Substituição realizada de jogo ( 17. Rudnei Gol aos 33 do  (2T ) 33'  (2T ) )
  3.  Léo  Gol aos 23 do  (2T) 23'  (2T)
  4.  Victorino
  5.  Leandro Guerreiro
  6.  Diego Renan
  7.  Roger Substituição realizada de jogo ( 16. Everton )
  8.  Marcelo Oliveira
  9.  Walter Substituição realizada de jogo ( 13. Bobô )
10.  Wallyson  Gol aos 6 do  (1T) 6'  (1T) Gol aos 4 do  (2T) 4'  (2T) Gol aos 37 do  (2T) 37'  (2T)
11.  Anselmo Ramon  Gol aos 38 do  (1T) 38'  (1T)
Técnico: Vágner Mancini


Reservas que não entraram na partida


Pré-Jogo[editar]

Tetracampeão do torneio, o Cruzeiro volta a disputar, esta noite, após 4 anos, a Copa do Brasil.

Seu adversário, o Rio Branco, do Acre, não joga uma partida oficial desde o jogo contra o América-RN, quando perdeu por 3×0, pela Série C do Brasileiro de 2011.

Vagner Mancini não poderá escalar o meia Montillo, em tratamento de pubalgia, e o atacante Wellington Paulista, suspenso por ter sido expulso nos 6×1 aplicados no Atlético-MG na última rodada do Brasileiro de 2011.

Wallyson, que não é titular há 7e meses, será seu substituto. Para o lugar de Montillo, o treinador celeste poderá escalar o volante Rudnei ou o atacante Walter.

Lance a lance[editar]

Primeiro Tempo[editar]

  • 21h55 – Times em campo. Cruzeiro todo de azul. Rio Branco todo de branco com detalhes vermelhos..
  • 21h59 – Um minuto de silêncio em homenagem aos mortos pela enchente do Rio Acre.
  • 22h01 – Começa o jogo. Cruzeiro à direita das tribunas, dá a saída.
  • 00 – Reservas do Cruzeiro: Rafael 
Monteiro, Thiago Carvalho, Diego Arias, Rudnei, Francisco Everton, Elber, Bobô.
  • 01 – Roger Galera lança Wallyson, que cruza da direita. Walter arremata, bola resvala na bequeira e fica com o goleiro.
  • 02 – Juliano Cesar chuta de fora da área, bola desvia em Guerreiro e sai a escanteio.
  • 03 – Rodrigão divide com Anselmo Ramon e cai. Maqueiros fazem o primeiro carreto da noite.
  • 04 – Cruzeiro toca bola na defesa. Rio Branco com 11 jogadores atrás da linha da bola.
  • 05 – Cruzeiro continua tocando bola sem encontrar espaços pra atacar.
  • 06 – Gol! Walter recebe lançamento longo de Léo Simões e, do bico da área, cruza. Wallyson aparece entre os beques e cabeceia sem chance de defesa pra Alencar Baú. Cruzeiro 1×0.
  • 07 – Roger Galera cobra escanteio pela esquerda, bola sai e volta a campo. Tiro de Meta.
  • 08 – Treinador do Estrelão manda pressionar saida de bola. Victorino sofre falta ao sair jogando.
  • 09 – Estádio com lotação mediana. Cerca de 500 cruzeirenses estão nas cadeiras.
  • 10 – Campeoníssimo! Rio Branco campeonou 27 vezes no Acre.
  • 11 – Lançamento da esquerda para Douglas, bola fica com Fábio. Neilson avança pela esquerda marcado or Marcos e cai na área. Torcida chia pedindo pênalti que não houve.
  • 12 – Vagner Mancini pede que Wallyson jogue pelos dois lados do campo.
  • 13 – Posse de bola! Cruzeiro tem 62%.
  • 14 – Marcos cruza da direita, bola fica com Baú.
  • 15 – Anselmo Ramon gira sobre o marcador, mas deixa a bola escapar. Alencar Baú fica com ela.
  • 16 – Rio Branco toca bola no ataque. Anselmo Ramon passa o rodo em Douglas a 12 metros da entrada da área.
  • 17 – Ednei cobra direto para o gol, Victorino corta, Léo Simões des[acha.
  • 18 – Didão dribla Marcos e chuta cruzado, pra dora.
  • 19 – Walter, sem ângulo, pela direita, chuta cruzado. Bola passa raspando o 2º poste do Estrelão.
  • 20 – Walter chuta de longe, Alencar Baú defende sem problemas.
  • 21 – Naldo Morato, no PHD: “Jogo tranquilo. Adversário apenas esforçado. O Cruzeiro só precisa caprichar um pouco mais no ataque para liquidar a fatura. O time tá meio displicente”
  • 22 – Wallyson vai à linha de fundo e cruza. Walter arremata, bola desvia nas pernas de Anselmo Ramon e sai pela linha de fundo.
  • 23 – Fominha! Douglas dribla Victorino, fica de frente pro gol, mas Juliano toma a sua frente e arremata torto, pra fora.
  • 24 – Arremates a gol: Cruzeiro 6×4.
  • 25 – Ismael lança do meio de campo, bola não encontra nenhum jogador local dentro da área. Tiro de meta.
  • 26 – Walter passa a Wallyson dentro da área. Rodrigão fica com a bola e sai jogando.
  • 27 – Wallyson passa a Marcos. Bola sai curta, Rubran desfaz o lance.
  • 28 – Walter passa a Marcelo Oliveira, bola sai pel linha de fundo.
  • 29 – Cancha! Dimensões da cancha: 105m x 66m. Gramado perfeito. Capcidade do estádio: 14.800. Por não ter sistema de vigilância por câmeras, só 10 mil ingressos podem ser vendidos.
  • 30 – Juliano recebe bola na entrad da área, mas Victorino o desarma.
  • 31 – Roger Lança Wallyson que cruza da direita. Rodrigão corta de cabeça.
  • 32 – Passes errados: 13×13.
  • 33 – Rio Branco toca bola no ataque, mas não consegue chutar. Victorino fica com el e lança Diego renan, que é desramado no meio de campo.
  • 34 – Didão derruba Wallyson. Roger galera cobra, Victorino cabeceia, bola sai à direita de Alencar Baú.
  • 35 – Fly me to the moon! Anselmo Ramon chuta de fora da área, bola voa e se perde no espaço.
  • 36 – Cruzeiro toca bola, Rio Branco cerca.
  • 37 – Wallyson tenta cruza da direita, bola acerta Rubran e não chega à área.
  • 38 – Gol! Walter, do meio de campo, lança Anselmo Ramon, que avança e toca por cima de Alencar Baú. Cruzeiro 2×0.
  • 39 – Ismael cai no meio de campo sentindo dores no ombro direito.
  • 40 – Malemolência! Roger Galera não está gastando energia a toa.
  • 41 – Amarelo! Ismael derruba Roger Galera.
  • 42 – Roger Galera cobra mal, bola fica nas mãos de Alencar Baú.
  • 43 – Por um triz! Neném tabela com Neilson que deixa Juliano livre na qpequena área. O centroavante arremata, bola desvia em Victorino, quase em cima da risca e sai para escanteio.
  • 44 – Arremates: Cruzeiro 9×6.
  • 45 – Killer Fox, no PHD: “Time está no clima do já ganhou, e acha (tem certeza) que vai fazer gol a hora que bem entender. O ataque bem postado e promete dar muito trabalho aos adversários. Já nossa defesa está uma teta, e em outros jogos também. Para uma melhor avaliação do potencial desse time, precisamos pegar um adversário melhor. Ai poderemos falar das nossas chances em 2012. De qualquer modo, vale a vitória e a passagem para outra fase. Rumo ao penta!”
  • 46 – Fim de 1º tempo.
  • Wallyson: “A equipe começou tocando a bola pelas beiradas. Estamos bem, apesar do campo pesado.”

Segundo Tempo[editar]

  • 23h05 – Começa o 2º tempo.
  • 00 – Troca! Douglas por Radames.
  • 01 – Neném, dentro da área, mata no peito, chapela Leandro Guerreiro e chuta forte. Fábio espalma pra escanteio.
  • 02 – Escanteio cobrado pela direita, Léo Simões corta de cabeça.
  • 03 – Radames lança Rubran, que dribla Marcos e cruza da esquerda. Fábio salta no bol e espalma a bola.
  • 04 – Torcida atira vuvuzela no gramado Juiz para o jogo.
  • 05 – Gol! Diego Rena cruza, Walter, dento da área, rola para Wallyson que solta uma bomba. Bola entra no ângulo esquerdo de Alencar Baú. Cruzeiro 3×0.
  • 06 – Neilson ataca pela esquerda, mas é desramado por Marcos.
  • 07 – Neném passa a Juliano Cesar, que não alcança a bola. Tiro de Meta.
  • 08 – Neném lança Rubran, que cai na área pedindo pênalti. Foi apenas um escorregão.
  • 09 – Troca! Roger Galera por Francisco Everton.
  • 10 – Francisco Everton desce pela esquerda. Wallyson tenta arrematar, mas deixa a bola escapar pela linha de fundo.
  • 11 – Radames recebe passe de Juliano dentro da área e chuta cruzado. Fábio espalma.
  • 12 – Troca! Juliano Cesar por Nílton.
  • 13 – Neném faz boa jogada pela direita, passa a Radames, que chuta cruzado. Fábio espalma. Escanteio.
  • 14 – Marcelo Oliveira arranca pelo meio, passa a Anselmo Ramon, que encontra Walter dentro da área. Arreate fraco, Alencar Baú defende.
  • 15 – Neném lança, Nilton chuta, Fábio sai a seus pés e defende.
  • 16 – Troca! Ednei por Luiz Fernando.
  • 17 – Troca! Marcos por Rudnei. Diego Renan vai pra lateral esquerda, Francisco Everton pra lateral esquerda.
  • 18 – Walter desce pela direita e cruza buscando Anselmo Ramon. Rodrigão desvia pra escanteio.
  • 19 – Chuva! Fraquinha, não atrapalho o jogo.
  • 20 – Walter deixa Rudnei na cara do gol. Alencar Bú defende.
  • 21 – Amarelo! Neném por falta em Leandro Guerreiro.
  • 22 – Fugitivo! Neném jogava na Bulgária, mas picou a mula por ter sido vítima de ataques racistas.
  • 23 – Gol! Wallyson cobra escanteio pela direita, Léo Simões sobe mais que a bequeira e cabeceia no canto direito inferior de Alencar Baú. Bola na rede. Cruzeiro 4×0.
  • 24 – Francisco Everton tabela com Anselmo ramon. Bola escapa pela linha de fundo.
  • 25 – Neilson cobra falta na entrada da área. Bola sai por cima do travessão.
  • 26 – Fábio e Victorino trocam passes, goleiro dá um chutão pra lateral.
  • 27 – Amarelo! Rodrigão pisa no tornozelo de Rudmei.
  • 28 – Fly me to the moon! Victorino cobra falta, bola pasa por cima do alambrado.
  • 29 – Pancadaria! Ismael aplica voadora em Anselmo Ramon.
  • 30 – Troca! Walter por Bobô.
  • 31 – Neném lança Nilton na entrada da área.
  • 32 – Gol! Wallyson entra driblando na área e rola pra Anselmo Ramon que, fazendo o pivô, rola pra Rudnei chutar rasteiro, de fora da área. Bola entra à direita de Alencar Baú. Cruzeiro 5×0.
  • 33 – Olé! Cruzeiro toca bola, torcida grita “Olé!”
  • 34 – Francisco Everton chuta da área, bola acerta a defesa e sai.
  • 35 – Radames se livra de Victorino e chuta, pra fora.
  • 36 – Cansado! Jogadores do Rio Branco não aguentam mais correr.
  • 37 – Gol! Wallyson entra na área pela esquerdacorta para o meio de chuta de direita. Bola entra no canto esquerdo de Alencar Baú. Cruzeiro 6×0.
  • 38 – Diego Renan ataca pelo centro, mas é desarmado por Rafael Lopes.
  • 39 – Rio Branco tenta atacar, mas o fôlego curto impede a conclusão da jogada.Bola na área,
  • 40 – Thiago Braga, no PHD: “Uma das coisas boas de ter morado no Acre é ter a quem zoar agora. Já chamei todos os meus ex-alunos no facebook. Mas cá pra nós, dentre os jogadores do Rio Branco tem motoboy, gente que trabalha na sorveteria e por aí vai. O resultado foi grande, mas não servirá como métrica pra nós. Este ano vamos que vamos!”
  • 41 – Bobô recebe bola na cara do gol, conclui, mas Alencar Baú defende.
  • 42 – Bobô parece livre na área e toca bola pra rede. Bandeira marca impedimento.
  • 43 – Wallyson lança Diego Renan, que entra na área e arremata. Alencar Baú defende.
  • 44 – Alencar Baú limpa a área com um chutão.
  • 45 – Francisco Everton tabela com Wallyson e chuta forte. Alencar baú faz uma ponte e espalma pra escanteio.
  • 46 – Bobô rola pra Anselmo Ramon, que passa pelo goleiro, mas se complica e arremata mal. Rafael Lopes corta.
  • 47 – Renda: R$113.420,00. Público: 5.174 pagantes.
  • 48 – Fim de jogo.
  • Walter: “Graças a Deus, joguei muito bem. Só faltou o gol. Mas o importante foi matar o jogo de volta.”
  • Roger Galera: “Nosso treinador foi ousado escalando três atacantes, Foi bom pra eles jogarem. Mancini me avisou no intervalo que se a gente fizesse o 3º gol ele me tiraria, pois precisaria de mim na ausêncai do Montillo.”

Atuações[editar]

  • Fábio – Fez três defesas difíceis e não cometeu erros nas demais intervenções.
  • Marcos – Atacou poucas vezes, pois o time jogou com ponta direita.
  • Léo Simões – Levou vantagem na maioria das vezes em que enfrentou os atacantes americanos. E fez um gol.
  • Victorino – Salvou um gol e esteve bem nos demais lances.
  • Diego Renan – Atuação discreta. Perdeu uma boa oportunidade de marcar.
  • Leandro Guerreiro – Protegeu a bequeira.
  • Marcelo Oliveira – Arriscou alguns lances de ataque. Marcou bem,
  • Rudnei - Apoiou o ataque e fez um gol.
  • Roger Galera - No 1º tempo, deu uns tapas na bola e catimbou um pouco. No 2º, não teve nem tempo pra isto, pois saiu antes de 10 minutos.
  • Francisco Everton. – Jogou quase um tempo inteiro com muito entusiasmo e boas jogadas ofensivas. Recuado pra lateral esquerda, não comprometeu.
  • Walter – Foi o garçom do time servindo os colegas em três gols.
  • Anselmo Ramon – Fez uma grande jogada no gol que marcou, serviu Rudnei para outro gol, tropeçou na bola uma vez. O saldo foi positivo.
  • Wallyson – O nome do jogo com três gols e ótimas jogadas pelas pontas.
  • Bobô - Muito entusiasmo e uma chance de gol desperdiçada. Bom saber que não arriou a mochila e continua sonhando com uma vaga no time.
  • Vagner Mancini – O time jogou bem, mesmo com a mudança tática radical com a adoção do 4-2-1-3. Mérito dele.
  • Torcida – Compareceu em bom número e foi recompensada com o show de gols.
  • Juiz & Bandeiras – sóbrios, erraram pouco e não complicaram.
  • Cruzeiro – Soube administrar a partida permitindo que o Estrelão corresse além de suas forças no 1º tempo. No 2º, aguentou a pressão inicial e passou a mandar na partida sem dificuldades. O esquema com três atacantes deu certo.
  • Rio Branco – O goleiro Alencar Baú tomou seis gols e evitou outros tantos. Neném mostrou futebol de finos toques. Merece oportunidade num time do além-floresta. Os demais se esforçaram, mas foram ingênuos gastando o gás muito rapidamente.

O que foi dito[editar]

  • Vagner Mancini, treinador do Cruzeiro: Não é porque terminou 6×0 que deixei de anotar os erros. Quando o jogo está definido, o atleta tende a se acomodar no aspecto tático. Futebol é constante aprendizado, Hoje, tivemos um aspecto ofensivo muito bom, erramos alguns passes, mas tocamos com voluntariedade e inteligência, colocamos a bola no chão. Tivemos um pouquinho de dificuldade no início, tínhamos que encaixar melhor a marcação, mas mesmo assim vencemos por 2×0 o 1º tempo. Na 2ª etapa, tivemos volume de jogo maior e podíamos chegar ao 7º ou ao 8º gol. Em alguns momentos, sofremos no esquema por ter mais um atacante e menos um no meio-campo, na marcação, mas ficamos mais agudos, ofensivos, tivemos posse ofensiva muito maior. O ponto forte foi a seriedade e a determinação. A equipe cumpriu à risca o que foi desenvolvido. Alguns se sacrificaram no esquema ofensivo que deu chance ao nosso adversário de jogar um pouco mais.
  • Walter, atacante do Cruzeiro: Graças a Deus, joguei muito bem, dei três passes, tive chances de fazer gol, dei azar que a bola não entrou, mas dei o meu melhor. Importante é estar bem pra jogar sempre que o professor optar por mim. Sempre é bom servir os companheiros e o mais importante foi o time ter ganhado o jogo. Não adianta fazer dois e perder de 4×2. Importante é ter saído com uma grande vitória. Onde vai, o Cruzeiro vai pra ganhar.
  • Roger Galera, armador do Cruzeiro: Fizemos bom jogo. As vitórias trazem confiança pra gente ousar. Foi ousadia do nosso treinador botar três atacantes e deu certo. É bom que os atacantes também ganham confiança fazendo os gols. É importante ver o Wallyson marcando três vezes novamente, fazendo grande partida. Isso nos deixa felizes. Ter eliminado o jogo de volta, dá uma semana a mais de trabalho e descanso.
  • Wallyson, atacante do Cruzeiro: Desde o começo da minha lesão, venho trabalhando muito forte e, na minha primeira partida como titular, consegui fazer os gols e ajudar minha equipe. O mais importante foi a garra, do Fábio até o Anselmo. Todo mundo marcou, correu e deu o máximo.
  • Fábio, goleiro do Cruzeiro: A equipe não entrou em campo achando que seria fácil, colocou seu ritmo, impôs sua vontade de sair com uma vitória e foi abençoada com um belo resultado. É importante eliminarmos a partida de volta. Teremos uma semana a mais pra trabalharmos tranquilos no Mineiro. As dificuldades serão muitos grandes ao longo da temporada.
  • Manoel Façanha, no jornal O Rio Branco, de Rio Branco, Acre: O bicampeão acreano não viu a cor da bola e levou meia dúzia de gols do Cruzeiro, que não demorou em abrir o placar. A zaga do Estrelão deu espaço e Walter fez boa jogada pela direita e cruzou para Wallyson mergulhar e marcar de cabeça, aos 6 minutos. O Cruzeiro era dono do jogo. O técnico Vagner Mancini foi inteligente e armou sua equipe com três homens de frente para superar o esquema de três zagueiros do técnico Samuel Cândido. Não deu outra e o segundo gol saiu aos 38 minutos, numa outra boa jogada com a participação de Walter. Anselmo Ramon arrancou com a bola, tabelou com o atacante que invadiu a área e deu um leve toque sobre o goleiro Alencar Baú. Na melhor chance estrelada na primeira etapa, aos 44 minutos, o lateral esquerdo Neilson invadiu e fez a assistência. O atacante Juliano César fechou bem, mas o goleiro Fábio fez milagre. Com o sonho do jogo da volta indo pelo ralo, o Estrelão voltou aplicado e quase diminuiu numa grande jogada do meia Neném, melhor peça da equipe acreana. Porém, Fábio fez outra excelente defesa. Quando o torcedor estrelado acreditava ser possível o jogo da volta, o Cruzeiro deu um banho de água no bicampeão acreano. Aos 4 minutos, após troca de passe, Wallyson antecipou a lenta zaga estrelada e soltou a bomba no ângulo de Alencar Baú. Um golaço! Sem ritmo de jogo e demonstrando cansaço, o Estrelão acabou levando o quarto gol numa bola parada aos 23 minutos, quando o zagueiro Leo, aproveitou vacilo dos jogadores estrelados e testou para a rede. Sem forças para reagir o Estrelão ainda levou mais dois gols na sua piro participação numa edição de Copa do Brasil. O quinto assinalado por Rudnei, aos 32, aproveitando passe de Wallyson e chutando no canto direito de Alencar Baú. Já o sexto foi o terceiro de Wallyson, aos 37 minutos. O atacante acertou um bonito chute da entrada da área.
  • Ismael, volante do Rio Branco: Uma derrota como essa não tem justificativa. Precisamos seguir trabalhando porque ainda temos competições importantes e fizemos somente o primeiro jogo do ano.
  • Elias Tate, no PHD: A vitória foi importante prá se evitar o outro jogo. Mas o desempenho não foi bom. O time ainda se ressente de um esquema melhor, com mais preenchimento de espaços. O apenas valente e semi amador time do Acre é muito limitado, portanto a forma era pra bem mais. E olha que entraram tabelando na nossa defesa e perderam algumas boas chances. Ressalto a boa performance do Wallyson, infernizando seus marcadores com movimentação constante.

Fontes[editar]

Transmissão[editar]

  • Globo Minas