Pedro Lourenço de Oliveira

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar
Pedro Lourenço

Pedro Lourenço empresário é dono da rede Supermercados BH que fundou em 1996[1]. Conselheiro do Cruzeiro, Pedro sempre esteve envolvido com o Cruzeiro em patrocínios com a marca do Supermercados BH estampados na camisa do clube[2][3][4].

No dia 11 de outubro de 2019, logo depois de assumir a Gestão de Futebol, Zezé Perrella disse que o Pedro Lourenço Júnior iria ser o seu assessor até o fim de 2019[5][6].

No dia 21 de outubro Pedro Júnior disse que não poderia assumir o cargo por compromissos com o Supermercado BH[7].

Após a confirmação do rebaixamento do Cruzeiro para a série B 2020, o nome do Pedro Lourenço ficou mais forte para assumir um Conselho de Notáveis que substituiria a diretoria do presidente Wagner Pires de Sá.

No dia 18 de dezembro, em entrevista, disse que as primerias medidas a serem tomadas seriam: Redução de 50% do quadro de funcionários, criação de um fundo de credores, diminuição da folha em R$ 11 milhões, volta de Alexandre Mattos ao futebol. Também mandou um recado para os jogadores que ganhavam altos salários no clube: Esses medalhões têm que sair todos. Eles têm que entender que o clube quebrou, que não tem dinheiro e que não vão receber se ficarem aqui. Têm que arrumar outro clube para jogar[8].

Outros pontos também levantados[8]:

  • Saída de toda a diretoria Wagner Pires de Sá
  • Demissão de diretores com salários altos, tem funcionário que ganha acima de mercado, tem 700 funcionários
  • Recuperação judicial

No dia 23 de dezembro, durante a reunião do Conselho de Notáveis, foi eleito o novo Vice-Presidente de Futebol e teve como primeira meta, por em dia os salários de todos os funcionários (exceto jogadores) até o dia 1 de janeiro de 2020[9].

Saída[editar]

No dia 9 de janeiro de 2020 anuncia[10] sua saída do Cruzeiro. No seu lugar foi definido o nome de Carlos Ferreira Rocha[11].

- Com muita tristeza comunico meu desligamento do Conselho gestor do Cruzeiro. Quero pedir desculpas a torcida por esse momento tão difícil que nós vivemos. Estou com a torcida, não vou abandonar o cruzeiro, não vou tirar patrocínio, vou ajudar no que for preciso, mas não como gestor, Pedro Lourenço na sua saída[12][13].


Comunicado-Pedro-Lourenco.png

Homenagem[editar]

No dia 25 de agosto de 2020 recebeu maior honraria do clube, o Raposão de Ouro. Emocionado, Pedro Lourenço destacou sua relação com o Cruzeiro, lembrou da tristeza com o rebaixamento e cobrou mais união do conselho deliberativo.

"Toda vez que faço algo pelo Cruzeiro, eu penso nos meus filhos. A tristeza que passamos no ano passado, minha netinha de sete anos chorando no dia. Foi muito humilhantre deixar chegar no que aconteceu no ano passado. Isso serve de lição para que não deixemos que isso aconteça mais. Nós temos que unir forças, e trazer o cruzeiro para o lugar que ele merece. O que eu sinto é o que todos os cruzeirenses sentem. É muita satisfação, orgulho, poder ajudar o Cruzeiro, mas aquilo me tocou no ano passado, ver a torcida chorando, sendo que muitos cruzeirenses que temos, que poderiam ter ajudado o clube mais, emprestar o dinheiro, se vai receber é outra coisa", disse Pedro Lourenço.

"Acho que tem muita gente que tem condição que poderia ajudar o Cruzeiro mais. Esperamos que enquanto eu tiver vivo, nunca mais passemos por isso (rebaixamento à divisão). O que temos que fazer agora é tirar o Cruzeiro dessa situação tão triste. O que eu faço para o Cruzeiro é com amor, o Gilvan (de Pinho Tavares, ex-presidente) está lá de testemunha. Tem muitos conselheiros que acham que eu levei vantagem, sempre abri mão de muita coisa, se tiver que abrir mão de mais coisa eu vou abrir", acrescentou o conselheiro nato do clube[14][15][16].

Atuação como mecenas[editar]

Sérgio Santos Rodrigues, Felipe Conceição e Pedro Lourenço

Mesmo não tendo um cargo efetivo no clube, Pedro se manteve presente nas decisões do Cruzeiro por ser o principal patrocinador, através de sua rede Supermecados BH, ajudando o clube na contratação, pagamento de dívidas e salários atrasados, e avalisando financeiramente a vinda de treinadores como Felipão (em 2020) e Felipe Conceição (em 2021)[17][18][19].

Pela influência financeira também fez cobranças por troca de treinador, quando no dia 29 de agosto de 2020 fez cobranças duras e pediu a saída do treinador Enderson Moreira após a terceira derrota seguida do Cruzeiro na série B. A cobraça dura continua não só como descontentamento mas ameaça: "Se continuar com essa morosidade, eu vou tirar todo o patrocínio do clube", disse na entrevista ao repórter Arthur Moraes[20][21][22][23][24]. O presidente não demitiu o treinador e ainda [25] garantiu que a polêmica com o Pedro Lourenço estava "100% resolvida"[26]. Enderson Moreira caiu dois jogos depois após mais uma derrota e um empate.

No dia 10 de junho de 2021, após a eliminação da Copa do Brasil 2021, demissão de Felipe Conceição e anúnico de Mozart Santos como novo técnico, Pedro Lourenço rompe novamente com a diretoria de Sério Rodrigues por estar insatisfeito com a contratação do técnico Mozart Santos. Em contato com a reportagem do jornal O Tempo, chegou a dizer que não atenderia ligações do presidente[27].

No dia 14 de junho, no programa Turma do Bate-Bola, da Rádio Itatiaia, Emanuel Carneiro, apresentador do programa, revelou uma conversa que teve com o dono dos Supermercados BH para saber os motivos que o levaram a se distanciar da gestão de Sérgio Santos Rodrigues. Após a eliminação nas semifinais do Campeonato Mineiro para o América, no dia 9 de maio, Pedro Lourenço disse que conversou por muito tempo com o presidente Sérgio Rodrigues porque o Cruzeiro tinha 20 dias de “intertemporada” para repensar o elenco e o técnico até a estreia na Série B do Campeonato Brasileiro.

Pedrinho afirmou que o técnico Felipe Conceição não tinha perfil para dirigir o time na Série B, pelo tamanho do Cruzeiro. Assim, o empresário indicaria a substituição do treinador por um comandante de renome, como Vanderlei Luxemburgo, Dorival Júnior ou outro à escolha do presidente celeste, além da contratação do diretor de futebol Alexandre Mattos. Ele estava disposto a contribuir financeiramente para isso.

Mas o presidente Sérgio Rodrigues afirmou que estava satisfeito com o trabalho de Felipe Conceição e que o Cruzeiro precisava apenas de dois ou três reforços. Pedrinho disse que retrucou assegurando que o time precisa de, pelo menos, seis contratações.

Pedro Lourenço também afirmou que Deivid não tinha perfil para ocupar o cargo de diretor técnico no Cruzeiro. No entanto, Sérgio Rodrigues preferiu não ouvir o empresário e não fez as mudanças durante os 20 dias da intertemporada.

Após as contratações do diretor de futebol Rodrigo Pastana e do técnico Mozart Santos, o empresário se mostrou surpreso porque disse não ter recebido qualquer satisfação de ninguém do Cruzeiro por nada do que ele propôs ter sido aceito.

Diante de tudo isso, Pedrinho afirmou que tomou a decisão de se afastar da atual diretoria. O empresário garantiu que não está rompido com o Cruzeiro, mas sentiu que faltou respeito às suas opiniões por parte de Sérgio Rodrigues. Ele reclamou que o clube sempre recorre a ele para pagar salários, contratar jogadores e quitar dívidas na Fifa. No entanto, na hora de ouvi-lo, a direção não dá a importância devida[28].

Referências[editar]

  1. História do Supermercados BH
  2. Rede Supermercados BH aumenta patrocínio ao Cruzeiro e também estampará marca nas mangas da camisa
  3. Cruzeiro acerta novo contrato de patrocínio com Supermercados BH
  4. CLUBE FAZ NOVO ACORDO DE PATROCÍNIO COM A REDE DE SUPERMERCADOS BH
  5. Zezé Perrella revela que filho de patrocinador será assessor do futebol do Cruzeiro
  6. Perrella é apresentado como novo gestor do Cruzeiro e terá filho de 'Pedro BH' como auxiliar
  7. Filho de Pedro Lourenço recusa convite, e Perrella nomeará outro membro para Conselho Gestor do Cruzeiro
  8. 8,0 8,1 Pronto para assumir, Pedro Lourenço faz apelo à torcida, quer Mattos e mudanças no futebol e aponta caminhos para reerguer Cruzeiro
  9. Reunião define novo organograma da gestão do Cruzeiro; veja quem assume
  10. Pedro Lourenço deixa o Departamento de Futebol, mas segue apoiando o núcleo de gestores do Cruzeiro
  11. Cruzeiro define Carlos Ferreira Rocha como novo 'interlocutor' do Conselho Gestor com o departamento de futebol
  12. Pedro Lourenço anuncia saída do Cruzeiro: "Seguirei sendo parceiro do clube
  13. Conselho Gestor sofre baixa, Pedro Lourenço deixa o Cruzeiro e leva Mattos à reboque
  14. Pedro Lourenço recebe o Raposão de Ouro: 'O que faço para o Cruzeiro é com amor'
  15. Pedrinho é homenageado com Raposão de Ouro e diz: ‘Tem muito cruzeirense que pode ajudar o clube’
  16. Grande parceiro do Cruzeiro, empresário e conselheiro Pedro Lourenço é homenageado com o Raposão de Ouro
  17. Dono de mercado, Pedro Lourenço paga dívidas, traz Felipão e amplia influência política no Cruzeiro
  18. Pedro Lourenço ajuda a pagar dívidas e Felipão e amplia influência no Cruzeiro
  19. Contratações, questão financeira e relação com jovens: bastidores do desgaste entre Felipão e Cruzeiro
  20. Mecenas do Cruzeiro faz cobrança a presidente e pede Enderson fora: "Mandava embora hoje"
  21. Pedro Lourenço diz que tira patrocínio do Cruzeiro se treinador não for demitido
  22. Pedro Lourenço cobra demissão de Enderson Moreira e detona contratações do Cruzeiro: 'Não servem para engraxar chuteira'
  23. Maior investidor do Cruzeiro cobra demissão de Enderson e deixa a diretoria em situação delicada
  24. Patrocinador do Cruzeiro pede a demissão de Enderson Moreira
  25. Apesar do pedido de Pedrinho, Enderson Moreira segue como técnico do Cruzeiro
  26. Presidente do Cruzeiro garante que polêmica entre Enderson e Pedro Lourenço está '100% resolvida'
  27. Pedro Lourenço rompe com Sérgio Rodrigues por discordar de filosofia de trabalho
  28. Cruzeiro: Pedrinho indicou Mattos para diretor e Luxa ou Dorival para técnico, mas Sérgio não quis