Palestra Mineiro 3x1 Atlético-MG - 25/12/1942

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo América-MG.png 3x1 Escudo Palestra Mineiro.png Gol aos do Escudo Atlético-MG.png 2x1 Escudo Palestra Mineiro.png
Por Amistosos
Escudo América-MG.png 3x1 Escudo Palestra Mineiro.png Gol aos do Escudo Atlético-MG.png 2x1 Escudo Palestra Mineiro.png
No estádio Barro Preto
Escudo Palestra Mineiro.png 3x3 Escudo América-MG.png Gol aos do Escudo Palestra Mineiro.png 3x1 Escudo Atlético-MG.png
Contra Atlético-MG
Escudo Palestra Mineiro.png 1x2 Escudo Atlético-MG.png Gol aos do Escudo Atlético-MG.png 2x1 Escudo Palestra Mineiro.png

[edit]

Escudo Palestra Mineiro.png
Palestra Mineiro
3 × 1 Escudo Atlético-MG.png
Atlético-MG
Amistosos 1942
Data: 25 de dezembro de 1942 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: Não disponível Estádio: Barro Preto
Árbitro: Luiz Guarda Público pagante: Não disponível
Assistente 1: Público presente: Não disponível
Assistente 2: Renda: Não informado
Súmula: Não disponível
Escalações
Palestra Mineiro: Atlético-MG:
1. Geraldo II 1. Kafunga
2. Gérson 2. Ramos
3. Azevedo 3. Evando
4. Bibi 4. Cafifa
5. Juca 5. Hermetério Cartão vermelho recebido aos Substituição realizada de jogo ( Alcindo )
6. Caieirinha Cartão vermelho recebido aos Substituição realizada de jogo ( Rizzo II ) 6. Bigode
7. Nogueirinha Gol aos 53 do 53' 7. Hamilton Gol aos 65 do 65' (P)
8. Orlando Gol aos 42 do  (1T) 42'  (1T) Substituição realizada de jogo ( Ismael ) 8. Pardal
9. Niginho Gol aos do 9. Baiano Cartão vermelho recebido aos Substituição realizada de jogo ( Tião )
10. Geninho 10. Nicola
11. Alcides 11. Rezende
Técnico: Bengala Técnico: Mário Gomes
Reservas que não entraram na partida
Palestra Mineiro: Atlético-MG:
  • Kafunga defendeu pênalti cobrado por Alcides aos 87'. Geninho, do Botafogo, reforçou o Cruzeiro. Caieirinha, Baiano e Hermetério foram expulsos e substituídos.

Desafio ao Invicto

O Atlético-MG estava invicto em 1942, mas o Palestra desafiou o rival para um amistoso e não permitiu que o alvinegro virasse o ano sem o sabor de uma derrota. E só não foi de goleada porque Kafunga defendeu até pênalti. A vitória também quebrou sequência de 5 derrotas no clássico.

Fontes

  • Almanaque do Cruzeiro