Pacaembu

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar

[edit]

Estádio Pacaembu.jpg
Foto aérea do Pacaembu.
Números totais do Cruzeiro
em Pacaembu
Número de jogos 55
Vitórias do Cruzeiro 16
Empates 16
Derrotas 23
Saldo de vitórias -7
Gols do Cruzeiro 60
Gols dos adversários 77
Saldo de gols do Cruzeiro -17
Primeiro jogo do Cruzeiro
Corinthians Escudo Corinthians.png 6x3 Escudo Palestra Itália.png Palestra Itália - 01/11/1940
Último jogo considerado
São Paulo_Fem Escudo São Paulo.png 4x0 Escudo Cruzeiro.png Cruzeiro_Fem - 18/08/2019

O Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido como Pacaembu, é um estádio de futebol brasileiro construído na cidade de São Paulo, capital do estado.

Títulos Conquistados no Estádio[editar]

Histórico[editar]

O estádio foi inaugurado em 27 de abril de 1940 e pertence à prefeitura. Seu nome popular se deve ao fato de estar localizado no bairro Pacaembu. Já o nome Paulo Machado de Carvalho foi para homenageá-lo por ele ter sido chefe da delegação brasileira nas vitoriosas campanhas das Copas de 1958, na Suécia, e de 1962, no Chile. Ele também foi fundador de vários veículos de mídia e presidente do São Paulo Futebol Clube, por duas oportunidades.

O estádio entrou para a história do Clube já no primeiro jogo oficial do Clube no local: em 1966. A ocasião era o segundo jogo da final contra o Santos, bicampeão sul-americano e mundial, além de ser na época o atual pentacampeão nacional. No primeiro jogo, o Cruzeiro havia vencido por 5 a 2 o time de Pelé e companhia.

No jogo de volta, tinha chuva forte, campo enlameado, poças d’água por todos os lados. Com amplo domínio do jogo, o Santos abriu 2 a 0 aos 25 minutos de jogo. Piazza recuou e voltou a colar em Pelé. O Cruzeiro respirou, começou a tocar a bola. O Santos diminuiu o ritmo e, nos últimos 5 minutos, voltou a atacar com tudo e obrigou Raul a fazer dois milagres.

No intervalo, Airton Moreira estava perplexo. Recomendou aos jogadores: “Tá tão ruim que nem eu sei como consertar. Façam o que vocês acharem melhor”. Para piorar, num gesto de provocação, Mendonça Falcão, presidente da Federação Paulista de Futebol e Athiê Jorge Cury, presidente do Santos, procuraram Felício Brandi para acertar data e local do terceiro jogo. Foram enxotados, aos berros, do vestiário.

Já no início Piazza procurou parar Pelé. Dirceu Lopes e Tostão começaram a cair pelos lados do campo. Sem o fôlego dos garotos celestes, Zito e Mengálvio se perderam na marcação. Sob pressão, a defesa santista começou a falhar. Cruzeiro perdeu um pênalti, mas depois conseguiu fazer um gol aos 19, outro aos 28 e outro aos 44. Acontecia ali um dos maiores feitos do futebol nacional. Após a virada em pleno Pacaembu, Piazza levantou a Taça Brasil, o troféu mais importante da história do futebol mineiro até então.

Houve outros jogos históricos, como a vitória nos pênaltis após vitória por 1 a 0 contra o São Paulo (jogo que valeu pela Supercopa Libertadores 1995 e pela Copa Ouro 1995) e a derrota de 1 a 0 para o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro 2010 que ficou marcada pela arbitragem imuito polêmica do Sandro Meira Ricci. Este jogo poderia ter dado o título do Brasileirão daquele ano.

Até abril de 2014, se considerar todos os jogos do Cruzeiro citados no Futpédia[1] e no Cruzeiropédia, o Clube jogou 48 vezes no estádio: venceu 14 e empatou 15 jogos, além de fazer 53 gols e sofrer 66. Além disso, o Clube conquistou dois títulos importantes no estádio: a Taça Brasil 1966 e a Copa Ouro 1995.

Partidas Históricas[editar]

Ver anexo: Lista de jogos do Cruzeiro no Pacaembu

Década de 1940[editar]

Década de 1960[editar]

Década de 1970[editar]

Década de 1980[editar]

Década de 1990[editar]

Década de 2000[editar]

Estatísticas[editar]

Por Competição[editar]

Último jogo considerado: São Paulo 4x0 Cruzeiro - 18/08/2019
Time Jogos Vitórias Empates Derrotas Saldo de Vitórias Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Gols
Amistosos 2 0 1 1 -1 4 7 -3
Campeonato Brasileiro 26 9 8 9 0 26 27 -1
Torneio Roberto Gomes Pedrosa 4 0 0 4 -4 6 13 -7
Taça Brasil 1 1 0 0 1 3 2 1
Copa do Brasil 3 0 1 2 -2 4 7 -3
Copa Mercosul 1 1 0 0 1 4 2 2
Copa Sul-Americana 1 0 0 1 -1 0 1 -1
Supercopa Libertadores 1 1 0 0 1 1 0 1
Campeonato Nacional 6 1 3 2 -1 3 5 -2
Copa Brasil 5 2 2 1 1 4 3 1
Taça de Ouro 4 1 1 2 -1 5 6 -1
Campeonato Brasileiro Feminino 1 0 0 1 -1 0 4 -4

O jogo em 1995 pela Supercopa da Libertadores também foi válido pela Copa Ouro.

Por Clube[editar]

Último jogo considerado: São Paulo 4x0 Cruzeiro - 18/08/2019
Time Jogos Vitórias Empates Derrotas Saldo de Vitórias Gols Feitos Gols Sofridos Saldo de Gols
Bragantino 1 0 0 1 -1 0 1 -1
Corinthians 30 8 8 14 -6 33 45 -12
Palmeiras 10 2 3 5 -3 14 21 -7
Portuguesa 2 1 1 0 1 3 0 3
Santos 8 4 2 2 2 8 5 3
São Paulo 3 1 2 0 1 2 1 1
São Paulo Fem 1 0 0 1 -1 0 4 -4

Artilheiros no estádio[editar]

- Jogador Gols Gol aos do
Alcides 2
Joãozinho 2
Fábio Júnior 2
Marcelo Ramos 2
Alecsandro 2
Montillo 2
Nelinho 2
Leonardo 2
Natal 2
10º Tostão 2
11º Dirceu Lopes 2
12º Jonathan 1
13º Maurinho 1
14º Fred 1
15º Moisés 1
16º Manoel 1
17º Ricardo Goulart 1
18º Gilberto 1
19º Mancuello 1
20º Bruno Silva 1
21º Jorge Wagner 1
22º Ramón Ábila 1
23º Farías 1
24º Wallyson 1
25º Roger 1
26º Roberto Gaúcho 1
27º Jussiê 1
28º Tião 1
29º Piazza 1
30º Wilson Almeida 1
31º Roberto Batata 1
32º Eduardo Lima 1
33º Revétria 1
34º Eduardo Amorim 1
35º Eli Carlos 1
36º Careca 1
37º Valdo 1
38º Paulão 1
39º Charles 1
40º Hêider 1
41º Édson 1
42º Edenilson 1
43º Dinei 1
44º [[Orlando|]] 1
45º Thiago Neves 1

Referências[editar]

  1. Jogos de futebol - Pacaembu Futpédia (com uso de filtro de resultado: Time B = Cruzeiro). Página visitada em 26/04/2014.