Nacional-UB 0x2 Cruzeiro - 01/08/1965

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 0x0 Escudo Uberaba.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x2 Escudo Villa Nova-MG.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Cruzeiro.png 0x0 Escudo Uberaba.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x2 Escudo Villa Nova-MG.png
No estádio Estádio JK
← Primeira ficha Gol aos do Escudo Rio Branco-MG.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png
Contra Nacional-UB
Escudo Nacional-UB.png 0x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 7x0 Escudo Nacional-UB.png

[edit]

Escudo Nacional-UB.png
0 × 2
Escudo Cruzeiro.png


Placar
Nacional-UB 0-2 Cruzeiro
Súmula/Borderô não disponível

Informações

Data: 1 de agosto de 1965 às 15h
Local: Uberaba, MG
Estádio: Estádio JK

Árbitro: Juan de La Pasión Artés
Assistente 1: João Bernardinho Alves
Assistente 1: José Magalhães


Público e Renda

Público pagante: Não disponível
Público Presente: Não disponível
Renda: Cr$ 1.250.500,00 R$ 1.250.500 <br />Cr$ 1.250.500 <br />NCr$ 1.250.500 <br />Cz$ 1.250.500 <br />NCz$ 1.250.500 <br />


Escalações

Nacional-UB
  1. Lili
  2. Dias I
  3. Romildo
  4. Batatais
  5. Paulo Misson
  6. Rubinho
  7. Tati
  8. Robertinho
  9. Tinoco
10. Mané Substituição realizada de jogo ( Germano )
11. Dias II
Técnico: Bell

Cruzeiro
  1.  Tonho
  2.  Pedro Paulo
  3. Wiliam
  4.  Vavá
  5. Tião NA Substituição realizada de jogo ( Neco )
  6.  PiazzaSimbolo jogador base.png  Gol aos do
  7.  Dirceu Lopes
  8.  Wilson Almeida
  9. Fescina
10. Picini  Gol aos do
11.  Dalmar
Técnico: Airton Moreira


Reservas que não entraram na partida


Sobre o jogo[editar]

A defesa do Cruzeiro esteve bem, mas o ataque não. Como na época em que era meia-esquerda do Renascença, Piazza foi ao ataque e abriu o placar aos 30 do 1º tempo. Dirceu desarmou Tati e lançou o centromédio que, na corrida, driblou Dias I e chutou forte no canto.

Mesmo jogando em casa e em desvantagem no placar, o Naça não quis correr riscos. Manteve-se firme na defesa pra evitar uma goleada. O Cruzeiro continuou atacando até marcar outro gol aos 38 do 2º tempo. Fescina tomou a bola de Romildo e serviu Picinin, que só teve o trabalho de empurrá-la pra rede..