Ituiutaba 1x4 Cruzeiro - 14/04/2009

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Estudiantes.png 4x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Ituiutaba.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Tupi.png 2x7 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Ituiutaba.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Tupi.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Ituiutaba.png
Contra Ituiutaba
Escudo Cruzeiro.png 4x1 Escudo Ituiutaba.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Ituiutaba.png

[edit]

Escudo Ituiutaba.png
Ituiutaba
1 × 4 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
Jogo de ida - Semi Final - Campeonato Mineiro 2009
Data: 14 de abril de 2009 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 20h30 Estádio: Mineirão
Árbitro: Wilson Luiz Semene Público pagante: 12.390
Assistente 1: Ednilson Corona Público presente: Não disponível
Assistente 2: Emerson Augusto de Carvalho Renda: R$ 164.922,50 R$ 164.922,5 <br />Cr$ 164.922,5 <br />NCr$ 164.922,5 <br />Cz$ 164.922,5 <br />NCz$ 164.922,5 <br /> (preço médio: R$ 13,31 )
Súmula: Súmula
Escalações
Ituiutaba: Cruzeiro:

1. Jonatas 1. Fábio
2. Mateus Cartão amarelo recebido aos 68' 68   2. Jonathan Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 14. Jancarlos )
3. Neylor Cartão amarelo recebido aos 10' 10   3. Léo Fortunato Cartão amarelo recebido aos 20  (1T) 20'  (1T)  
4. Marcelo Cartão amarelo recebido aos 55' 55   4. Gustavo Schiavolin
5. Olívio 5. Henrique
6. Radar Substituição realizada 67' de jogo 67' ( 14. Carlinhos ) 6. Gerson Magrão Substituição realizada 13' (2T) de jogo 13' (2T) ( 16. Wagner )
7. Rafhael 7. Marquinhos Paraná
8. Marquinhos Substituição realizada 58' de jogo 58' ( 16. Laércio Cartão amarelo recebido aos 68 min 68 min'   ) 8. Ramires Cartão amarelo recebido aos 9  (2T) 9'  (2T)  
9. Rodrigo Hote Gol aos 32 do  (1T) 32'  (1T) 9. Bernardo
10. Geovane Substituição realizada 25' de jogo 25' ( 17. Paulinho Pedalada ) 10. Wellington Paulista  Gol aos 15 do  (1T) 15'  (1T) Substituição realizada 30' (2T) de jogo 30' (2T) ( 17. Wanderley dos Santos Gol aos 41 do  (2T ) 41'  (2T ) )
11. Kiko 11. Kléber  Gol aos 34 do  (2T) 34'  (2T) Gol aos 43 do  (2T) 43'  (2T)
Técnico: Nedo Xavier Técnico: Adilson Batista
Reservas que não entraram na partida
Ituiutaba: Cruzeiro:
12. Jonatas 12. Rafael
13. Bruno 13. Leonardo Silva
15. Machado 15. Elicarlos
18. Léo Papel 18. Soares

Pré-Jogo

O Cruzeiro vem de uma goleada por 4×0, sofrida em La Plata, pelo Grupo 5 da Libertadores, contra o Estudiantes.

A perda da invencibilidade de 19 partidas na temporada foi o mote para críticas ferozes, que estavam represadas, serem despejadas pelos comentaristas esportivos sobre o treinador Adílson Baptista.

O Ituiutaba, por outro lado, vive um ótimo momento, após desclassificar o Democrata de Governador Valadares nas quartas-de-final do Mineiro com duas vitórias (1×0 e 2×1).

Nem a perda do mando de campo, devido à cassação do alvará concedido pelo Corpo de Bombeiros para que seu estádio, a Fazendinha, sediasse partidas para 10 mil espectadores, tirou a confiança do clube.

Tanto que, ao invés de mandar seu jogo em Uberlândia, a 90 Km de sua casa, o Boa resolveu jogar as duas semifinais em Belo Horizonte esperando faturar alto e fazer caixa para o Campeonato Brasileiro da 3ª Divisão.

Em 2008, nas mesmas circunstâncias do rubroverde do triângulo dificultou ao máximo a classificação do Cruzeiro dificultou ao máximo a classificação do cruzeiro para as finais com um surpreendente 4×4 seguido de um difícil 3×1 em favor do Mais Querido de Minas.

Para a partida desta noite o Cruzeiro não contará com Wagner, em recuperação, Sorín, contundido, Thiago Heleno e Fabrício, suspensos.

A expectativa é de que o time do triângulo aposte numa marcação cerrada tentando tirar espaços para as jogadas de velocidade do Cruzeiro. Se o campeão mineiro conseguir marcar um gol ainda no 1º tempo, pode deslanchar com facilidade.

Caso contrário, a torcida poderá passar pelas angústias experimentadas contra o Tupi, no Mineirão.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 20h33 – Começa o jogo. Cruzeiro, com uniforme tradicional, defende o Gol da Lagoa. Ituiutaba todo de vermelho.
  • 08 – Mateus comete falta na lateral da área sobre Gerson Magrão (GM). Bernardo bate, de curva, Jonatas tira de soco.
  • 10 – Kléber dribla Neylor, que o segura e recebe cartão amarelo. Bernardo cobra, de curva, Jonatas espalma para escanteio.
  • 12 – Ramires desarma Rafhael, que tentava sair jogando, escapa pela ponta–esquerda e cruza. Atrás do zagueiro Neylor, Wellington Paulista (WP) perde a oportunidade de concluir a gol por não se antecipar à marcação.
  • 14 – GM cruza, WP ajeita para o chute de Ramires. Defesa espana.
  • 15 – Kléber, dentro da área, dribla Bracchini, que corta. Henrique fica com a sobra e cruza rasteiro, da direita, para WP, sozinho na pequena área, tocar para as redes: Cruzeiro 1×0.
  • 20 – Radar carrega a bola por 60 metros até ser derrubado por Léo Fortunato (LF). O beque recebe cartão amarelo. Kiko bate a falta e Hote, dentro da área, conclui por cima do travessão.
  • 21 – No Ituiutaba, Paulinho Pedalada, atacante, substitui Geovane, volante.
  • 23 – WP, pela esquerda, lança Kléber, dentro da área. Jonatas se antecipa AP artilheiro de fende a seus pés.
  • 24 – Jonathan cruza da direita. Neylor, de peixinho, cabeceia para escanteio. Bernardo cobra, WP pega de primeira, bola sai à esquerda de Jonatas.
  • 26 – Henrique puxa contra-ataque e passa a bola a Kléber, que chuta fraco. Jonatas defende.
  • 28 – Hote e Pedalada tentam concluir três vezes, amas a defesa celeste bloqueia os chutes. Finalmente, Henrique apara o rebote e sai jogando.
  • 30 – Ituiutaba, depois que trocou o 4-5-1 pelo 4-4-2, ataca muito. Cruzeiro fecha a defesa e suporta a pressão.
  • 31 – Pedalada cruza, LF corta de cabeça.
  • 32 – Radar dribla Jonathan, vai à linha de fundo, e cruza. Fábio sai mal e não corta a bola que sobra para Hote, livre, cabecear para s redes: Ituiutaba 1×1.
  • 33 – Jonathan tenta jogada ofensiva debaixo de vaias de parte da torcida.
  • 34 – Kléber faz jogada individual dentro da área e cruza para WP cabecear pra fora.
  • 36 – Jonathan, mesmo sob vaias, dribla Radar e solta uma bomba, rasteira. Jonatas se estica para, no canto esquerdo, espalmar para escanteio.
  • 37 – Paulinho Pedalada tenta driblar Jonathan, mas é desarmado dentro da área. Escanteio para o Boa.
  • 38 – Kléber recebe falta na intermediária. Bernardo bate por cobertura, “a La Verón”. Ramires é desarmado dentro da área.
  • 41 – GM e Kléber tentam arremates, mas defesa espana. Na sequência, Marquinhos e Mateus desabam na área e jogo fica parado.
  • 43 – GM cruza, Neylor tenta cortar, bola sai para escanteio, que Bernardo para Bracchini cortar.
  • 44 – Kléber sai na área e sai no carrinho-maca.
  • 46 – Pedalada passa por LF, entra na área, Gustavo Schiavolin (GS) desvia para escanteio. Fim de 1º tempo.
  • Kléber diz que o cruzeiro está bem e pode desempatar a partida no 2º tempo.
  • WP diz que vai tentar marcar outro gol no 2º tempo.

Segundo Tempo

  • 21h37 – Começa o 2º tempo.
  • 00 – No cruzeiro Jancarlos volta no lugar de Jonathan.
  • 01 – Jancarlos cruza, WP arremata de primeira. Jonatas defende.
  • 02 – Henrique chuta de longe, à esquerda do arco do Boa.
  • 05 – Começa a chover.
  • 06 – GM cruza, Neylor tenta rebater, bola fica com Jonatas, que dá rebote, mas não aprece atacante celeste pra concluir.
  • 07 – Ramires é derrubado a 10 metros da grande área. Bernardo cobra falta, bola desvia na barreira.
  • 08 – Pedalada cruza, GS desvia para escanteio.
  • 10 – Olívio aplica uma gaúcha em GS e avança rumo ao arco celeste. Ramires, na cobertura, derruba o volante do Boa e recebe cartão amarelo.
  • 11 – Bracchini derruba Kléber e recebe cartão amarelo. Bernardo levanta a bola sobre a área, WP arremata à direita de Jonatas.
  • 13 – Jancarlos cruza da direita, Jonatas sobe mais que WP e defende.
  • 14 – GM avança pela esquerda e é derrubado por Mateus, que recebe cartão amarelo. Bernardo bate falta rasteira, defesa corta.
  • 15 – GM é substituído por Wagner.
  • 16 – Kléber desce pela direita, cruza, WP arremata à queima-roupa, Jonatas defende.
  • 17 – Marquinhos é substituído por Laércio.
  • 18 – WP vai á linha de fundo e cruza. Ramires arremata de primeira, bola sai fraca à esquerda do arco do Boa.
  • 19 – Mateus cruza, LF corta, de cabeça.
  • 22 – Jancarlos cruza alto, não aprece atacante para conferir.
  • 23 – Radar com luxação num dedo do pé, é substituído por Carlinhos.
  • 24 – Ituiutaba pressiona. Defesa celeste bloqueia várias tentativas de arremates.
  • 28 – Bernardo entra driblando na área e cruza. Bola não passa pela floresta de beques do rubroverde.
  • 29 – WP é derrubado, Bernardo bate a falta por cima do travessão.
  • 30 – WP é substituído por Wanderley dos Santos.
  • 31 – Hote puxa contra-ataque pela esquerda, mas arremata por cima do travessão.
  • 33 – Hote recebe falta de Jancarlos. Laércio cobra, bola sai á esquerda de Fábio.
  • 34 – Ramires dribla Mateus e cruza forte. Wanderley dos Santos disputa bola com o goleiro e ela sobra na pequena área. Kléber desvencilha-se de Bracchini e arremata com chute rasteiro para as redes: Cruzeiro 2×1.
  • 37 – Bracchini tenta rebater, bola explode em Ramires e sai á direita de Jonatas.
  • 39 – Kléber disputa bola com Mateus, que cede escanteio. Na cobrança, Wagner fica com a bola, lança Ramires, MS goleiro se antecipa e defende.
  • 42 – Wagner faz lançamento para ar. Bracchini afasta de cabeça, Wanderley dos Santos aproveita o rebote e, da entrada da área, acerta uma bomba no ângulo direito de Jonatas: Cruzeiro 3×1.
  • 43 – Torcida presta homenagem ao rival citadino com refrões pornográficos.
  • 44 – Wagner faz lançamento de 50 metros para Kléber, que dribla o goleiro e toca a bola para as redes. Cruzeiro 4×1.
  • 45 – Marquinhos Paraná lança Kléber, que é derrubado dentro da área por Neylor. Juiz manda seguir do jogo.
  • 46 – Kiko entra na área sem marcação e dispara uma bomba, que Fábio defende no reflexo. Kiko fica com o rebote e chuta para nova defesa do goleiro do Cruzeiro. Torcida homenageia Fábio chamando-o de melhor goleiro do Brasil.
  • 47 – Fim de jogo. Torcida canta refrão contra a Rádio Itatiaia.
  • Gustavo Schiavolin diz que time correu muito no 2º tempo e mereceu a vitória.
  • Wanderley dos Santos diz que não quer sair do Cruzeiro, porque sente que seu futebol está melhorando a cada jogo e não quer perder a oportunidade de atuar num clube bem estruturado como o Cruzeiro.
  • Ramires diz que entrada de Wagner foi importante para a vitória.
  • Kléber diz que placar de 4×1 não foi justo pelo que jogou o Ituiutaba.

Atuações

  • Adílson Batista – Montou um bom time e fez substituições acertadas. Na coletiva, deu cotovelaços desnecessários nos jornalistas. Sua função é treinar o time não pautar a mídia. Afinal, num regime democrático, a liberdade de imprensa é sagrada. E o jornalista, seja competente, foca ou estagiário, tem todo o direito de lhe fazer perguntas numa coletiva. Se eles torcem pelo rival ou se estão fazendo birra contra ele, o caso deve ser encaminhado à direção do clube, que deve se manifestar oficialmente contra atos que considere hostis à instituição. Tá esquisito: a direção calada e o treinador batendo boca com seus desafetos. Alguma coisa está fora de lugar.
  • Torcida – Baixo comparecimento e pouco entusiasmo. Parece enfastiada do campeonato estadual. Parte dela vaiou Jonathan, a Itatiaia e xingou o rival citadino. Melhor seria canalizar esta energia para empurrar o time sem parar.
  • Fábio – Não encontrou a bola no gol de Hote, mas fez dois milagres em chutes de Kiko no final da partida. De resto, atuação protocolar.
  • Jonathan – Marcou mal, errou vários lances no ataque e levou vaias injustas (considerando-se o conjunto de suas exibições este ano). Em seu melhor momento, chutou uma bola venenosa, que obrigou Jonatas a se desdobrar para evitar o desempate ainda no 1º tempo.
  • Jancarlos – Mais atacante do que defensor, não encaixou bons cruzamentos.
  • Léo Fortunato – No combate direto, levou desvantagem contra os ágeis atacantes ituiutabanos. Como bateria anti-aérea, saiu-se bem.
  • Gustavo Schiavolin – O melhor da defesa, pela sobriedade.
  • Gerson Magrão – Alternou bons e maus momentos.
  • Wagner – Fez um lançamento de 50 ms para o 4º gol que valeu o ingresso. Ainda não está no ritmo adequado.
  • Henrique – Defende com firmeza e ataca sempre que surge uma boa oportunidade. Serviu WP no 1º gol.
  • Marquinhos Paraná – Sóbrio. Marcou e armou com eficiência. Errou só um passe. Redimiu-se da sua única má atuação, desde que chegou ao Cruzeiro, a de La Plata.
  • Ramires – A jogada do 2º gol foi sensacional. Lutou o tempo todo, mas não encontrou espaços, sempre perseguido por Kiko.
  • Bernardo – Desinibido, joga à vontade. Mas ainda não encontrou a melhor fora de jogar com os mais velhos. Também não acertou, ainda, seus belos chutes de média distância. Jogador em construção.
  • Wellington Paulista – Um lutador. Marcou um gol de centroavante-centroavante e tentou, de primeira, alguns arremates. O que lhe falta de talento, supre com dedicação.
  • Wanderley dos Santos – Outro lutador. Se enrolou com goleiro e beques no lance do 2º gol e aproveitou uma trapalhada da defesa para fazer o 3º num chute certeiro. Ótimo resultado pelo tempo que pouco jogou.
  • Kléber – O melhor em campo pelas jogadas individuais. Prende muito a bola, mas quando ela sai de seus pés provoca estragos na defesa adversária. De quebra, fez 2 gols: um por oportunismo, outro com categoria.
  • Juiz & Bandeiras – Seneme deixou de marcar um pênalti sobre Kléber. Nos demais lances, o trio foi bem, obrigado.
  • Adversários – Radar foi um excelente lateral, tanto na marcação quanto no apoio. Pedalada e Hote naõ vão disputar a 3ª Divisão, com absoluta certeza. Têm esperteza suficiente para animar ataques da Seguindona, quaiça da 1ª Divisão. Olívio foi um bom volante na marcação e Neylor um rebatedor na zaga. No gol, Jonatas fez o que pôde para adiar a goleada. E o treinador Nedo Xavier montou um bom time para a 3ª Divisão.

O que foi dito

  • “O time do Boa é muito aplicado, é guerreiro, vendeu caro a derrota. Jogo do Cruzeiro no Mineirão vai ser sempre pedreira. Kléber poderia ter pedido novamente a música, pois sofreu um pênalti clamoroso. Ele não desiste, está mais tranquilo e focado em produzir pro time. Gols serão somente consequência do bom trabalho. E que coisa o Vanderlei, hem? A confirmar a negociação do Athirson, pode virar o motivo de chiadeira dos cornetas. E o Adilson com as mãos cheias de pedras na coletiva, com relação aos repórteres. Quem bate também tem que saber apanhar.” (Elias Guimarães, torcedor)
  • “Jogaço. Melhores em campo: Kléber, Marquinhos Paraná e Henrique (já merece a titularidade incontestável). Não gostei do Ramires, apesar da jogada sensacional do 2º gol. Ele me pareceu dispersivo. Mas, enfim, o jogo foi emocionante e és isto o que importa.” (Rodrigo Gomes, torcedor)
  • “O time não jogou bem, mas o Kléber fez a diferença. O que mais irrita é a falta de criatividade e ousadia. Só o Kléber tenta algo diferente. Isto precisa mudar. Às vezes parece que o time perdeu a confiança pra tentar jogadas individuais. Também estou achando o time muito preso fisicamente. Ganha poucas divididas, perde a maioria na velocidade e na vontade. Isto tem que melhorar com urgência. Discuto qualquer atuação. Estou até revendo a nota do Fortunato ao ver os melhores momentos, mas o Jancarlos não reviso: 3 é muito pra ele. Hoje, esteve péssimo e não acertou um só cruzamento.” (Walfrido Jr., torcedor)
  • “Jogo complicado, porém justa vitória. O Ituiutaba veio disposto a praticar o antijogo e escaapr quando podia. O 1º gol saiu após muita luta. Depois, num vacilo, o time celeste tomou um gol idêntico ao que já havoa tomado nos 4×4 do ano passado. Jonathan ficou olhandoo Radar passar, Henrique não chegou, houve o cruzamento, Fábio falhou na saída de bola, Paraná não teve tamanho nem tempo pra tirar a bola e ela sobrou limpa para o Rodrigo Hote empatar, de cabeça. Daí pra frente, foi muito individualismo, passes errados, jogadas bizonhas e chances perdidas. Além disto, o juiz esqueceu-se de dar cartões amarelos e até expulsar um jogador do Ituiutaba e culimnou por não marcar um pênalti sobre Kléber, que foi o melhor em campo. Waanderley entrou bem, fez um gol, e Kléber fechou a goleada. Fábio fez duas defesas à queima-roupa quando os zagueiros fiaram olhando o atacante do Ituiutaba entrar na área para chutar cara-a-cara com o goleiro celeste.” (Arthur Alvarenga, torcedor)
  • “Definitvamente, o Cruzeiro não foi brilhante. Mas, soube se valer do melhor preparo físico e das jogadas individuais de seus melhores jogadores (Ramires no 2° gol e Wagner num superpasse para o Kléber fazer o 4°). Kléber fez a jogada do 1° gol. Recebeu de Henrique, limpou o lance, deixou a bola com Henrique que deu uma assistência perfeita a Wellington Paulista. Adílson teve o mérito de abrir o time e explorar os flancos no final da partida. De novo, Kléber foi o MVP com seus 2 gols e com o pênalti que sofreu e o juiz não marcou.” (João Chiabi Duarte, torcedor)
  • “Tenho que enaltecer o Ituiutaba, a coragem de sair, de jogar, não ficar só fechado. Foi um bom jogo e o importante é que conseguimos o objetivo que era a vitória. Valeu pelo espírito, a vontade, a dedicação. No 2º tempo, adiantamos um pouquinho. Wanderley dos Santos entrou e mandei o Bernardo abrir. Arriscamos um pouquinho mais, mas também ficamos expostos. Eles tiveram algumas situações. São riscos que se tem de correr pra ir em busca do objetivo, pra ter um pouco de tranquilidade no próximo jogo.” (Adílson Baptista, treinador do Cruzeiro)
  • “A vaga não está decidida. Ano passado, o Cruzeiro ganhava de 4×1 e o Ituiutaba empatou. O time deles não está morto. Eles têm muita qualidade e poderiam até ter matado o jogo hoje e diminuído a vantagem”. (Kléber, atacante do Cruzeiro)
  • “Fomos felizes de fazer 4×1. A equipe está de parabéns, principalmente pelo 2º tempo. Agora, é pensar no próximo jogo, mais 90 minutos de decisão”. (Gustavo Schiavolin, zagueiro do Cruzeiro)
  • “Não dá para falar que estamos na final. Tem o 2º jogo ainda. É difícl jogar contra o time deles. Tem que se concentrar e entrar com a mesma disposição porque nós já vimos que o 1º jogo não foi fácil” (Ramires, volante do Cruzeiro)
  • “Lógico que não está liquidado. Temos 90 minutos para jogar e conseguir a vaga na final. Jogamos bem e entraremos na próxima partida com mais tranqüilidade, porque temos também a partida da ibertadores”. (Fábio, goleiro do Cruzeiro)

Fontes