Internacional 1x0 Cruzeiro - 30/11/2008

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 3x2 Escudo Flamengo.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 4x1 Escudo Portuguesa.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Cruzeiro.png 3x2 Escudo Flamengo.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 4x1 Escudo Portuguesa.png
No estádio Beira-Rio
Escudo Internacional.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Internacional.png 2x3 Escudo Cruzeiro.png
Contra Internacional
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Internacional.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo Internacional.png

[edit]

Escudo Internacional.png
Internacional
1 × 0 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
37ª rodada do Campeonato Brasileiro 2008
Data: 30 de novembro de 2008 Local: Porto Alegre, RS
Horário: 17h Estádio: Beira-Rio
Árbitro: Djalma José Beltrami (FIFA) Público pagante: 593
Assistente 1: Público presente: Não disponível
Assistente 2: Renda: R$ 14.045,00 R$ 14.045
Cr$ 14.045
NCr$ 14.045
Cz$ 14.045
NCz$ 14.045
(preço médio: R$ 23,68 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Internacional: Cruzeiro:
1. Lauro 1. Fábio
2. Bustos Substituição realizada de jogo ( Ricardo Lopes ) 2. Jonathan Cartão amarelo recebido aos
3. Danny Morais Cartão amarelo recebido aos 3. Léo Fortunato
4. Orozco 4. Thiago Heleno Cartão amarelo recebido aos
5. Ramon Cartão amarelo recebido aos 5. Fernandinho
6. Guiñazu 6. Fabrício Substituição realizada de jogo ( Henrique )
7. Maycon Cartão amarelo recebido aos 7. Marquinhos Paraná Cartão amarelo recebido aos
8. Gustavo Nery Gol aos 14 do  (1T) 14'  (1T) 8. Ramires
9. Rosinei 9. Wagner Substituição realizada de jogo ( Weldon )
10. Daniel Carvalho Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada de jogo ( Valter ) 10. Gerson Magrão Substituição realizada de jogo ( 18. Wanderley dos Santos )
11. Taison Cartão amarelo recebido aos 11. Thiago Ribeiro
Técnico: Tite Técnico: Adilson Batista
Reservas que não entraram na partida
Internacional: Cruzeiro:


Como foi

Sem objetivos, mas com dignidade, o time reserva do Inter superou o Cruzeiro por 1 a 0 neste domingo, no Beira-Rio, e garantiu fortes emoções na briga pelo G-4 do Campeonato Brasileiro. Enquanto os gaúchos só cumpriram tabela e priorizam a final da Copa Sul-Americana, os mineiros marcam passo e vão para a última rodada precisando de um resultado positivo para não perderem vaga na Libertadores.

O triunfo colorado foi garantido com gol de Gustavo Nery, e assim o clube sobe duas colocações, com 54 pontos, terminando a penúltima rodada em sexto. Agora, o grupo volta as atenções para a finalíssima da Sul-Americana, contra o Estudiantes, na quarta-feira.

O time celeste, empacado nos 64 pontos, perdeu uma posição para o Palmeiras (65), foi para quarto e ainda corre o risco de ser ultrapassado pelo Flamengo (também com 64). "Só Deus mesmo pra nos manter no G-4. Faz tempo que estamos contando com ajuda dele", desabafou o goleiro Fábio, após o revés. Para garantir a vaga na Libertadores, terá pela frente a Portuguesa, no Mineirão, na última partida da temporada.

Quem tinha mais interesse na partida era o Cruzeiro, mas, em casa, o Inter tomava a iniciativa e criava mais. Depois de Rosinei perder duas chances claras, Gustavo Nery foi mais eficiente aos 14min, quando aproveitou um cruzamento perfeito de Bustos e, de cabeça, acertou o canto direito de Fábio, que nada pôde fazer: 1 a 0.

Na busca pela igualdade, a equipe mineira tinha disposição, mas articulava com dificuldade e só atacava através de lançamentos. O empate quase saiu aos 32, numa cobrança de falta de Fernandinho, que explodiu no travessão e quicou quase dentro do gol. O lateral-direito Bustos, que fazia bom jogo, sentiu lesão na coxa direita e precisou ser substituído aos 39, e nada mais aconteceu até o intervalo.

Na entrada para o vestiário, Gustavo Nery não escondia a satisfação pela chance de atuar com liberdade para atacar. "Há tempos que eu só jogava preso atrás (como lateral-esquerdo), e não fazia um gol há quase um ano. É bom lembrar os velhos tempos", comemorou.

O Cruzeiro voltou melhor na etapa complementar, tentando pressionar, mas sempre investindo nas jogadas pelos flancos. Mas Daniel Carvalho quase ampliou para o Colorado aos 7, quando cobrou falta no travessão. A emoção não parava, e aos 9 Ramon derrubou Wagner na área. Pênalti que Fernandinho bate e Lauro defende no canto direito. No rebote, Wanderley dos Santos tocou para Fernandinho completar para as redes, mas em posição de impedimento, e o gol acabou anulado.

Fechado na defesa e explorando a velocidade nos contra-golpes, o Inter segurava o resultado e mostrava que poderia ampliar. Walter perdeu chance claríssima aos 33, quando recebeu na frente do gol e chutou em cima de Fábio. No final, o Cruzeiro gastou as últimas forças para evitar a derrota, acumulou escanteios e faltas perigosas, mas não conseguiu o gol até o encerramento da partida. [1]

Vídeos

Gol

Referências