Henrique Pacheco Lima

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar

[edit]

Henrique
Henrique.png
Informações pessoais
Nome completo Henrique Pacheco Lima
Data de nasc. 16/05/1985 (35 anos)
Local de nasc.

Londrina

Altura 1,80 m
Peso 75 kg
Destro
Número 8
Posição Volante
Jogos 521 (Oficais: 504 / Amistosos: 17)
Gols 27
Elenco atual? Sim [Detalhes]
Primeiro jogo
Cruzeiro Escudo Cruzeiro.png 3x1 Escudo San Lorenzo.png San Lorenzo - 03/04/2008
Último jogo considerado
Cruzeiro Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo CRB.png CRB - 07/09/2020


Henrique Pacheco Lima, mais conhecido simplesmente como Henrique, é um jogador brasileiro que atua como volante. Faz sua segunda passagem pelo Cruzeiro e usou o Patch Definitivo por ter feito mais de 500 jogos com a camisa do Clube.

Histórico[editar]

Primeira Passagem[editar]

Henrique foi contratado do japonês Júbilo Iwata. Fez sua estreia na vitória de 3 a 1 contra o San Lorenzo pela Copa Libertadores da América 2008 no Ipatingão. Em entrevista ao Site Oficial do Clube, comentou:

“Foi o meu primeiro jogo pelo Cruzeiro e vencemos a partida contra o San Lorenzo. Uma estreia boa, um momento importante para mim. Agora estamos em uma quartas de final, os jogos sempre serão importantes, então, a gente tem que estar sempre atento”[1]

Fez o primeiro gol no dia 30 de julho na vitória por 4x2 sobre o Náutico pelo Campeonato Brasileiro 2008.

Foi vendido ao Santos em 2011 por quase R$ 9 milhões.[2]

Segunda Passagem[editar]

Henrique recebe homanagem após completar 200 jogos

Henrique retornou ao Cruzeiro em 2013. Foi apresentado no dia 11 de janeiro de 2013.[3] Na apresentação Henrique era visivalmente o jogador mais sorridente:

“Estou feliz demais. É muito bom você voltar a jogar em um Clube que você já deixou marcas. Voltei para minha casa que é o Cruzeiro, um time que eu tenho no coração e que eu vou procurar honrar novamente”

Após passar a temporada 2013 toda na reserva, conseguiu conquistar a posicao de titular em 2014. No dia 21 de maio daquele ano, o volante foi homenageado antes da vitória de 2 a 0 contra o Sport por completar, neste confronto, o seu 200º jogo com a camisa celeste.

Henrique completa 200 jogos
Henrique recebe homenagem após completar 300 jogos

No dia 31 de janeiro de 2016, foi homenageado antes do empate por 0 a 0 contra a URT por ter completado o 300º jogo com a camisa celeste.[4][5]

Renovações[editar]

No dia 3 de dezembro de 2014 Henrique renovou o contrato com o Cruzeiro por mais 3 anos.[6] No dia 17 de fevereiro de 2017 teve o contrato renovado novamente por mais 2 anos[7][8] até o final de 2019.

No dia 28 de fevereiro de 2019 teve o contrato renovado até o final de 2020[9][10][11][12]

Faixa de capitão[editar]

Após a contusão do goleiro Fábio em agosto de 2016, Henrique recebeu a faixa de capitão e a manteve mesmo após a volta de Fábio em abril de 2017. Como capitão, levantou as taças da Copa do Brasil 2017, Campeonato Mineiro 2018 e Copa do Brasil 2018.

Calçada da fama[editar]

No dia 5 de novembro de 2017 foi homenageado por completar 400 jogos com a camisa do Cruzeiro. Com a marca o jogador também entrou para o Hall da fama do Cruzeiro.[13]

No dia 25 de setembro de 2019 completou a marca de 500 jogos pelo Cruzeiro no empate contra o Ceará pelo Campeonato Brasileiro 2019.

Vídeo
Pés na calçada

De saída[editar]

No dia 6 de janeiro de 2020, acertou sua saída para o Fluminense[14] por empréstimo até o fim da temporada.

Volta do empréstimo[editar]

No dia 24 de junho, à pedido do Cruzeiro, retornou ao clube[15][16][17]. A volta do jogador dividiu a torcida entre os que culpavam o jogador por ter sido o Capitão do time que foi rebaixado em 2019 e os valorizavam a história do jogador no clube[18].

No dia 25 de junho foi reapresentado em em uma live do Presidente do Cruzeiro, pediu perdão aos torcedores pelo desempenho que resultou no rebaixamento de 2019. "... Às vezaes agimos por impulso, por pensar que as caragas que carregamos no ano passado foram muito pesadas, e a gente achou que saindo foi uma solução, mas não é real. O corpo foi, mas a alma ficou. E aqui está um cara de coração aberto, errei e sei das minhas falhas e dos meus erros. Peço perdão por esses erros, e estou aqui de coração aberto", disse Henrique.", disse Henrique[19].

Acidente

No dia 27 de junho sofreu um acidade de carro. O jogador estava sozinho e dirigia seu Land Rover. Em determinado momento, o veículo caiu numa ribanceira na estrada para o distrito de Casa Branca, entre Nova Lima e Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Foi levado ao hospital e não foi constatado nenhum tipo de lesão, ortopédica ou neurológica[20][21].

No dia 21 de julho retoma treinos na Toca da Raposa com testes físicos[22].

Números por ano[editar]

    Lista está ordenada por número de jogo. Clique nas setas para mudar ordenação
    Ano Jogos Titular Reserva Cartões Amar. Cartão amarelo recebido aos Cartões Verm. Cartão vermelho recebido aos Gols Gol aos do Banco
    2019 58 58 0 10 0 0 5
    2018 52 51 1 13 0 2 10
    2010 59 57 2 17 0 4 2
    2009 59 54 5 16 0 4 1
    2017 53 49 4 11 1 2 6
    2015 56 56 0 10 0 3 1
    2014 55 51 4 11 0 2 1
    2016 54 54 0 9 0 6 0
    2008 36 29 7 5 0 2 0
    2011 25 25 0 4 0 2 0
    2013 9 6 3 1 0 0 2
    2020 5 4 1 0 0 0 0

Confrontos como jogador adversário[editar]

Enfrentou o Cruzeiro 3 vezes: 2 V, 0 E, 1 D. Marcou 0 gols.

Jogos[editar]

  1. Figueirense 0x2 Cruzeiro - 30/04/2006 - (Orlando Scarpelli / Florianópolis) - Campeonato Brasileiro 2006
  2. Santos 1x0 Cruzeiro - 10/09/2011 - (Vila Belmiro / Santos) - Campeonato Brasileiro 2011
  3. Cruzeiro 0x4 Santos - 03/11/2012 - (Independência / Belo Horizonte) - Campeonato Brasileiro 2012

Mídias[editar]

Fotos[editar]

20180516 Henrique.jpg
Henrique após marcar seu gol contra Atlético-PR.
(Crédito: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
20180711 Henrique-Leo-Thiago.jpg
Henrique comemora seu gol em amistoso com Léo e Thiago Neves.
(Crédito: Vinnicius Silva/Cruzeiro)

Entrevistas coletivas[editar]

Clubes Anteriores[editar]

Títulos[editar]

Indivíduais[editar]

Referências[editar]

  1. Henrique enfrentará equipe que marcou a sua estreia pela Raposa Site Oficial do Cruzeiro
  2. Vendido ao Santos, Henrique se despede do Cruzeiro
  3. Voltei para casa, diz Henrique sobre o seu retorno ao Maior de Minas
  4. Henrique é homenageado por alcançar a marca de 300 jogos
  5. Volante Henrique recebe homenagem por marca alcançada com a camisa do Cruzeiro
  6. Depois de Marcelo, Cruzeiro anuncia renovação com Henrique por 3 anos
  7. Capitão Henrique também de contrato renovado e fica no Cruzeiro até 2019! (Vice de futebol Bruno Vicintin)
  8. Maior de Minas renova contrato com Henrique até o fim de 2019
  9. @Guilhermepiu
  10. @samuelvenancio
  11. De contrato renovado, Henrique e Egídio podem bater recordes
  12. Empresário de Henrique relata surpresa com convite do Cruzeiro ao volante: 'Querem que ele siga no pós-carreira
  13. Henrique coloca seus pés no Calçada da Fama do Cruzeiro
  14. Cruzeiro encaminha saídas de Egídio, Henrique, Marquinhos Gabriel e Fabrício Bruno
  15. Cruzeiro solicita, e Fluminense libera Henrique para retornar ao clube mineiro
  16. Henrique se despede de elenco, deixa o Fluminense e volta ao Cruzeiro
  17. Volante Henrique se despede do Fluminense e retorna ao Cruzeiro
  18. Amor e ódio: Cruzeiro confirma volta de Henrique e torcida reage nas redes
  19. Henrique é reapresentado no Cruzeiro e pede perdão à torcida por queda e saída
  20. Exames não detectam lesões, mas Henrique fica no hospital em observação
  21. Após exames, Cruzeiro informa que Henrique não teve lesões graves em acidente de carro
  22. Henrique retoma treinos na Toca da Raposa com testes físicos, e Cruzeiro higieniza CT
  23. Atlético e Cruzeiro dominam seleção do Troféu Globo Minas
  24. Cruzeiro Esporte Clube é o maior vencedor do Troféu Guará 2017
  25. Imprensa mineira elege os melhores do futebol no estado na 56ª edição do Troféu Guará BMG
  26. Troféu Telê Santana elege os melhores do esporte em Minas em 2018: veja seleção, craque e revelação
  27. Melhores do Mineiro: seleção do torneio tem soberania do campeão Cruzeiro