Guarani-PAR 0x2 Cruzeiro - 30/03/2011

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo América-MG.png 2x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 4x1 Escudo Guarani-MG.png
Por Copa Libertadores da América
Escudo Cruzeiro.png 6x1 Escudo Tolima.png Gol aos do Escudo Once Caldas.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Defensores del Chaco
Escudo Cerro Porteño.png 2x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Nacional-PAR.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png
Contra Guarani-PAR
Escudo Cruzeiro.png 4x0 Escudo Guarani-PAR.png Gol aos do Última ficha →

[edit]

Escudo Guarani-PAR.png
0 × 2
Escudo Cruzeiro.png

5ª rodada - Fase de Grupo da Copa Libertadores da América 2011

Placar
Guarani-PAR 0-2 Cruzeiro
Súmula/Borderô não disponível

Informações

Data: 30 de março de 2011 às 22:00
Local: Assunção, PAR
Estádio: Defensores del Chaco

Árbitro: Enrique Osses
Assistente 1: Patricio Basualto
Assistente 1: Carlos Astroza


Público e Renda

Público pagante: Não disponível
Público Presente: Não disponível
Renda: Não informado


Escalações

Guarani-PAR
12. Joel Silva
  4. Filippini
14. Ithurralde Substituição realizada de jogo ( 22. Caballo )
13. Joel Benitez
21. Sosa
  3. Marecos
17. De La Cruz
16. Panigua
  6. Jorge Mendoza Substituição realizada de jogo ( 10. Hobecker )
23. Benitez Cartão amarelo recebido aos
18. Olevar Substituição realizada de jogo ( 9. Escobar Cartão amarelo recebido aos )
Técnico: Félix Darío León

Cruzeiro
  1.  Fábio
  2.  Pablo
  3.  Gil
  4.  Victorino
  5.  Marquinhos Paraná
  6.  Gilberto
17.  Roger Cartão amarelo recebido aos  (1) Substituição realizada de jogo ( 14. Everton )
  8.  Henrique
16.  Wallyson Substituição realizada de jogo ( 9. Wellington Paulista )
10.  Montillo
11.  Thiago Ribeiro  Gol aos do Substituição realizada de jogo ( 23. Ortigoza  Gol aos do )
Técnico: Cuca


Reservas que não entraram na partida


Pré-Jogo[editar]

Em 1º no grupo 7 com 10 pontos, o Cruzeiro terá força máxima pra tentar vencer e manter a liderança.

Em 4º com zero ponto, o Guaraní lutará pra somar seus primeiros pontos, só pra constar, pois não tem mais chance de classificação.

Fora do torneio continental, o aurinegro poderá poupar alguns titulares para o clássico contra o Cerro Porteño, no sábado, pelo campeonato nacional.

Lance a lance[editar]

Primeiro Tempo[editar]

  • 21h48 – Banco de reservas do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Leo Simões, Leandro Guerreiro, Francisco Everton, Dudu, Wellington Paulista e Zé Ortigoza.
  • 21h49 – Em Ibagué, Colômbia, pelo grupo 7 da Libertadores, Deportes Tolima 1×1 Estudiantes.
  • 21h50 – Começa o jogo.
  • 01 – Times com uniformes tradicionais. Cruzeiro à direita das cabines.
  • 02 – Filippini cruza pela direita. Ovelar derruba Victorino dentro da área.
  • 03 – Henrique lança Wallyson, que cruza da direita. TR conclui de prima, pra fora.
  • 04 - Estádio vazio! Muito calor, gramado bom, mas público quase nenhum.
  • 05 – Gil lança Wallyson, zaga paraguaia fica com a bola.
  • 06 – Roger Galera pass a Montillo, que chuta fraco, da entrada da área. Bola sai à direita de Silva.
  • 07 – Grupo de 40 torcedores cruzeirenses agitam nas arquibancadas.
  • 08 – TR entra na área, Silva defende a seus pés, bola sobra para Roger, que tenta concluir, mas o chute sai fraco e o goleiro defende.
  • 09 - Cruzeiro pressiona saída de bola do Guarani, que não consegue sair da defesa.
  • 10 – Montillo passa a Wallyson, que é desarmado por Marecos. Escanteio.
  • 11 – Quatro faixas da TFC estão esticadas na arquibancada.
  • 12 – Sosa chuta de fora da área, Fábio defende.
  • 13 – Pablo cruza da direita, Thiago Ribeiro cabeceia, Silva defende.
  • 14 - Montillo passa a Wallyson, que cruza da direita. Marecos desvia pra escanteio.
  • 15- Montillo cobra escanteio, Victorino cabeceia, Thiago Ribeiro, impedido conclui. Bola no poste, jogada inválida.
  • 16 – Mendoza chuta de fora da área, Fábio defende.
  • 17 – Gol! Pablo passa a Roger Galera, que lança Wallyson. O ponta ajeita pra Montillo, que deixa Thiago Ribeiro livre na frente de Silva. O toque decisivo sai rasteiro, cruzado e entra no canto esquerdo de Silva. Cruzeiro 1×0.
  • 18 – Ovelar tenta armar um ataque, Victorino não permite.
  • 19 – Cruzeiro tem dois volantes na contenção e dois meias na criação. Guarani tem um armador, Sosa, e três volantes, Mendoza, De la Cruz e Paniágua.
  • 20 – Gilberto cruza da esquerda, Thiago Ribeiro, sozinho na área, cabeceia por cima do travessão.
  • 21 – Filippini cruza da direita, Gil, dentro da área, corta com um bico.
  • 22 – Benítez lança Sosa dentro da área. Fábio sai do arco e defende.
  • 23 – Montillo erra passe na entrada da área, De la Cruz corta e sai jogando.
  • 24 – Pequena torcida do Guarani continua canta sem parar desde o início da partida.
  • 25 – Jogo morno! Cruzeiro toca a bola, Guarani sem criatividade.
  • 26 – Victorino desarma Ovelar, dentro da área, com um tranco. Gil despacha a bola com um chutão.
  • 27 – Marquinhos Paraná derruba De la Cruz no meio de campo.
  • 28 – Faltas: Cruzeiro 5×4.
  • 29 – Montillo tenta encontrar TR dentro da área. Filippini tenta cortar e erra. TR coloca Wallyson sozinho (e impedido) na cara do gol. O ponteiro erra o chute e a bola sai à esquerda de Silva.
  • 30 – Sosa chuta da entrada da área e consegue um escanteio.
  • 31 – Cena de terror! Ovelar aparece livre dentro da área e chuta forte, cruzado. Fábio salta e espalma pra escanteio.
  • 32 – Após cobrança de escanteio, confusão na área celeste. Gilberto fica com a bola e sai jogando.
  • 33 – Amarelo! Benítez comete falta pra evitar que Gilberto arme o contra-ataque.
  • 34 – Guarani trama na entrada da área. Mendoza solta uma bomba. Bola passa por cima do travessão.
  • 35 – Montillo entra na área, mas sai com a bola pela linha de fundo e não consegue cruzar.
  • 36 – Sosa cobra falta sobre a área. Fábio sobe e defende.
  • 37 – Cruzeiro tem 52% de posse de bola.
  • 38 – Guarani aperta a marcação. Cruzeiro não consegue criar. Cuca, nervoso, pede mais empenho ao time.
  • 39 – Roger cobra falta lançando a bola na área. Silva defende sem problemas.
  • 40 – Ovelar cruza da esquerda, Marquinhos Paraná, dentro da pequena área, corta.
  • 41 – Roger Galera encontra Montillo livre na área O chute sai forte, mas fica na rede, pelo lado de fora.
  • 42 – Defesaça! Sosa chuta rasteiro, de fora da área. Fábio estica-se e desvia a bola pra escanteio.
  • 43 – Amarelo! Gilberto passa a Roger Galera, que disputa com um beque e se joga pedindo pênalti. Juiz fica bravo com a embromação.
  • 44 – Wallyson e Pablo dão duro em Paniágua, na ponta esquerda e ficam com a bola.
  • 45 – Cruzeiro errou 22 passes e foi desarmado 9 vezes. Pablo mancando. Sente dores no músculo posterior da coxa direita.
  • 46 – Confusão na área celeste. Gil limpa com um chutão. Fim de 1º tempo.
  • Thiago Ribeiro: “Tivemos um bom início de jogo, mas começamos a errar passes e o jogo complicou.”

Segundo Tempo[editar]

  • 22h55 – Começa o 2º tempo. Times voltaram com a mesma formaçã.
  • 01 – Cuca: “O que eu falei com eles no vestiário, não posso falar pra mais ninguém.”
  • 02 – Gilberto cede escanteio. Sosa cobra, De la Cruz cabeceia pra fora.
  • 03 – Henrique rouba bola no meio de campo, passa a Wallyson, que lança Montillo. O argentino deixa um beque pra trás, mas conclui fraco. Silva defende.
  • 04 – Ovelar dá um totozinho no tornozelo de Victorino, que fica mancando.
  • 05 – Henrique tenta lançar Thiago Ribeiro, defesa corta.
  • 06 – Defesaça! Ovelar, dentro da área, chuta cruzado, forte. Fábio faz uma ponte pra defender.
  • 07 – Finalizações: Cruzeiro 11×10.
  • 08 – Henrique tenta lançar Montillo, beque dá um tapa na bola e sai jogando.
  • 09 – Montillo passa a Thiago Ribeiro, que tenta devolver o passe, mas toca mal e perde a bola para um beque aurinegro.
  • 10 – Cruzeiro voltou um pouco mais animado, mas sem exageros, neste 2º tempo.
  • 11 – Montillo puxa contra-ataque e passa a Thiago Ribeiro, que erra o chute, Bola fica com Wallyson que também erra. Roger apanha o rebote e chuta em cima de Ituhrralde.
  • 12 – Thiago Ribeiro entra na área e chuta forte, cruzado. Montlillo chega atrasado e ão arremata.
  • 13 – Sosa cobra falta sobre a área, Fábio afasta com os punhos.
  • 14 – Marquinhos Paraná lança Gilberto, que rola pra Wallyson chutar forte, mas sem direção.
  • 15 – Cruzeiro devagar. Cuca pensativo, ouve o preparador físico transmitir os recados de Cuquinha, que está nas tribunas.
  • 16 – Torcida celeste grita “Olé!”
  • 17 – Montillo tenta lançar Thiago Ribeiro, Ithurralde corta na entrada da área.
  • 18 – Thiago Ribeiro cruza, Roger, na pequena área, erra o chute.
  • 19 – Henrique deixa Gilberto na cara do gol. Chute sai forte, mas Silva abafa.
  • 20 – Trocas! Mendoza por Hobecker, Ovelar por Escobar.
  • 21 – Trocas! Wallyson por Wellington Paulista. Roger Galera por Francisco Everton.
  • 22 – Wellington Paulista cruza pela direita, bola passa por toda a área e fica com Everton na esquerda.
  • 23 – Montillo recebe lançamento, entra na área e tenta encobrir Silva, Bola fica na rede, pelo lado de fora.
  • 24 – Ô pasmaceira! Cruzeiro está a fim de complicar.
  • 25 – Wellington Paulista faz uma jogada esquisita pela esquerda e lança para um centroavante inexistente.
  • 26 – Benítez recebe lançamento nas costas da zaga, fica entusiasmado, mas o bandeira marca impedimento.
  • 27 – Everton cruza da esquerda, bequeira tira de cabeça.
  • 28 – Preguiça! Gilberto recua bola pra Fábio.
  • 29 – Wellington Paulista recebe bola, mas é desarmado.
  • 30 – Benítez chuta forte de fora da área, bola sai à esquerda de Fábio.
  • 31 – Gilberto derruba Escobar. De la Cruz cobra, Bate[rebate na área celeste. Gil dá um bico e descomplica a jogada.
  • 32 – Everton cruza da esquerda, Silva defende antes da chegada de WP.
  • 33 – Thiago Ribeiro rola bola pra Montillo dentro da área. O argentino dá um tapa por baixo da bola, que toca no travessão e fica na rede, pelo lado de fora.
  • 34 – Troca! Ituhrralde por Carballo.
  • 35 – Thiago Ribeiro cruza da direita, defesa corta, Montillo chuta forte, pra fora.
  • 36 – Montillo cobra escanteio pela direita, Silva defende.
  • 37 – Troca! Thiago Ribeiro por Zé Ortigoza.
  • 38 – Everton tenta encontrar Montillo na área, Marecos corta.
  • 39 – Gilberto cruza da esquerda, Everton, impedido, conclui, bola sai rente ao poste esquerdo.
  • 40 – Henrique cruza da direita, WP erra a conclusão. Hobecker tenta o contra-ataque, mas erra o passe pra Benítez. Gil corta.
  • 41 – Amarelo! Escobar comete falta em Victorino.
  • 42 – Jogo embolado! Falta criatividade aos dois times.
  • 43 – Filippini cruza da direita, Pablo corta de cabeça. escanteio.
  • 44 – Escobar cobra escanteio pela esquerda, Paniágua pega de prima, bola passa por cima do travessão.
  • 45 – Bumba meu boi! Gil dá seu enésimo chutão. Bola atravessa o campo e sai pela lateral no campo do Guarani.
  • 46 – Marecos cruza da esquerda, Benítez arremata, bola pasa perto do poste direito do arco celeste.
  • 47 – Gol! Zé Ortigoza recebe lançamento de Henrique, entra na área e chuta forte, cruzado. Bola na rede. Cruzeiro 2×0.
  • 48 – Fim de jogo. Jogadores celestes vão ao alambrado agradecer à torcida.
  • Cuca: “A gente teve de acertar algumas coisas. o 2º tempo foi meljor. calor atrapalhou. Estádio vazio não dá concentração aos jogadores.. .”

Vídeos[editar]

Atuações[editar]

  • Fábio – Fez três grandes defesas. Garantiu o zero, quiçá a vitória. (Síndico)
  • Pablo - Discreto. Teve algum trabalho com Ovelar e Benítez, por isto ficou mais recuado. (Síndico)
  • Victorino - Jogo aquém de suas possibilidades. Ficou tão distraído que levou uma solada, quando o normal era ele ter aplicado o corretivo no paraguaio. (Síndico)
  • Gil - Varreu, espanou, limpou a área com o bico da bota. Pelas minhas contas, foram 78 chutões! Atuação de gala em se tratando de um becão. (Síndico)
  • Gilberto - Na miúda, sem gastar energia com arroubos de juvenis, levou o jogo até o fim. (Síndico)
  • Marquinhos Paraná - Jogou o arroz com feijão. Precisava de mais do que isto? Os tropeiristas sempre exigem mais. Besteira. (Síndico)
  • Henrique – Visitou Londres e Assunção numa semana só. E não fez feio em nenhuma das capitais. (Síndico) / O que o Henrique jogou ontem foi coisa de cinema. Uma de suas melhores atuações com a camisa do Cruzeiro. A seleção lhe fez muito bem, e a manter a média será chamado novamente. E é peça fundamental pra tentarmos repetir o ano de 2003, ou até superá-lo, em número de conquistas. Que fique até o final do ano, e pelo andar da carruagem isso só seria possível se ganharmos a Libertas, pois provavelmente ele ficaria pro mundial. Então é isso aí mesmo, não tem jeito, o tri vai ter que rolar. (Bruno Barros)
  • Roger Galera - Bons passes, toque refinado e, como sempre, merecido descanso antes dos colegas. Se não sai, a meiúca seria perdida para os vibrantes paraguaios. (Síndico)
  • Francisco Everton - Marcou e atacou na medida certa. Roger já pode soltar o freio e correr mais, pois o substituto está segurando a onda. (Síndico)
  • Montillo - Sem o brilho do clássico, mas incansável e objetivo como sempre. (Síndico)
  • Wallyson - Tem dias de Natal e dias de Bendelack. Ontem, deu coluna dois. (Síndico)
  • Thiago Ribeiro - Fez um gol e perdeu outro. Correu muito, mas não repetiu suas melhores atuações dos últimos tempos. (Síndico)
  • Wellington Paulista - Noel escreveu estes versos pra ele: “O mundo me condena, e ninguém tem pena / Falando sempre mal do meu nome / Deixando de saber se eu vou morrer de sede / Ou se vou morrer de fome / Mas a filosofia, hoje, me auxilia / A viver indiferente assim…” (Síndico)
  • Zé Ortigoza - Marcou um belo gol. No momento, é o melhor atacante do mundo. Fez 2 gols nos 46 minutos em que vestiu a azul-estrelada. Ou seja, média de 4 por jogo. Nasce um Fenômeno. (Síndico)
  • Cuca - Escalou seu melhor time, mas ele não jogou seu melhor futebol. No intervalo, rodou a baina no vestiário. Não adiantaou. Foi aí que ele teve uma grande ideia: botou WP pra mudar o panorama do jogo. (Síndico)
  • Torcida - Duzentos celestes contra sessenta e três aborígenes. Invasão cruzeirense em Assunção! Com essa nem os gambás contavam. Invadir cidade vizinha é mole. Invadir país vizinho é que são elas. (Síndico)
  • Juiz & Bandeiras - E pra não dizer que não elogio quando é o caso, a arbitragem foi boa. Amarelo no Roger correto, pois se jogou. Levou bem na conversa, sem trocentos amarelos, sem parar toda jogada, sem lei da compensação… Alguns errinhos bobos mas humanos, sem maldade. Foi o que vi da arbitragem. Imparcial e sóbria. (Walfrido Jr.)
  • Clube Guaraní – Os aborígenes mostraram-se demasiadamente ingênuos pra encarar uma Libertadores. Tocam a bola direitim, mas são ruins de pontaria e de marcação. Julián Benítez e Sosa são os mais lúcidos. Marecos, Ithurralde, Filippini e Paniágua são entusiasmados. Pra disputar o campeonato praguaio, dá pé. Se estivesse no Mineiro, o Ipatinga estaria salvo do rebaixamento. (Síndico)

O que foi dito[editar]

  • Cuca, treinador do Cruzeiro: O estádio vazio não dá aquela concentração de jogo. O trabalho é redobrado pra motivar e concentrar a equipe. Você sente que o jogo está à sua feição e, de repente, em um lance pode a perder. Estádio vazio e adversário que, teoricamente, não oferece perigo tira a concentração. Estamos felizes, não podemos nem falar nada. Vir ao Paraguai e vencer está ótimo. Temos o 1º lugar independente do que venha a acontecer no último jogo e, se Deus quiser, vamos ganhar lá também. Não serve como desculpa, mas alguns fatores pesam, como o calor muito intenso, o clássico que tivemos no final de semana, a viagem e jogadores que vieram de seleções em outros continentes.
  • Henrique, volante do Cruzeiro: A gente criou muitas chances, nosso time estava um pouco lento e isso dificultou um pouco e fez com que eles crescessem na partida, mas foi por causa de erros nossos. Criamos chances e não soubemos fazer. Só que não é todo dia que vamos vencer de goleada. Mas o resultado nos deixou mais confortáveis para pegar o Estudiantes.
  • Fábio, goleiro do Cruzeiro: Lutamos até o fim, vimos que o adversário tinha jogadores que não vinham atuando e que queriam ganhar a confiança do treinador. Isso dificulta, mas o importante é que a gente sobressaiu. Em alguns momentos as coisas não saíram como planejamos, mas conseguimos reverter isso com qualidade e levar um bom resultado para BH. O importante era a vitória, sabemos que vamos ter dificuldade na última partida contra o Estudiantes e precisamos sempre fazer o melhor, mesmo fora de casa.
  • Gilmar Laignier, no Superesportes: A torcida do Cruzeiro compareceu em bom número ao duelo contra o Guaraní, nesta quarta-feira, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai. Cerca de 200 cruzeirenses deixaram Belo Horizonte rumo à capital paraguaia para apoiar o clube celeste. O curioso é que a torcida azul foi bem mais numerosa no estádio do que a própria torcida do Guaraní, já eliminado da Copa Libertadores da América. Outro fato que afastou os paraguaios do Defensores del Chaco foi a falta de ônibus para a região do estádio depois das 23h. A reportagem do Superesportes contou nos dedos 63 torcedores do Guaraní no estádio, contra cerca de 200 cruzeirenses. A torcida estrelada tomou conta do Defensores del Chaco, fez barulho durante toda a partida e chegou a gritar ‘olé’ depois dos 40 minutos do segundo tempo.

Fontes[editar]

Transmissão[editar]

  • Globo Minas
  • Sportv