Guarani-MG 1x3 Cruzeiro - 19/01/2019

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para: navegação, pesquisa


Confrontos
Por temporada
Escudo Bahia.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Patrocinense.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Atlético-MG.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Patrocinense.png
No estádio Farião
Escudo Nacional-MG.png 2x4 Escudo Cruzeiro.png Gol aos  do Última ficha →
Contra Guarani-MG
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Guarani-MG.png Gol aos  do Última ficha →

[edit]

Escudo Guarani-MG.png
Guarani-MG
1 × 3 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
1ª rodada do Campeonato Mineiro 2019
Data: 19 de janeiro de 2019 Local: Divinópolis, MG
Horário: 16:30 Estádio: Farião
Árbitro: Felipe Fernandes Lima Público pagante: 3.700
Assistente 1: Pedro Araújo Dias Cotta ba Público presente: 4.180
Assistente 2: Helen Aparecida Gonçalves Renda: R$ 232.200,00 R$ 232.200
Cr$ 232.200
NCr$ 232.200
Cz$ 232.200
NCz$ 232.200
(preço médio: R$ 62,76 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Guarani-MG: Cruzeiro:
1. Leandro Alcacis 1. Fábio
2. Denis Substituição realizada 21'(2T) de jogo 21'(2T) ( 15. Yuri ) 2. Edilson
4. Paulão 26. Dedé
25. João Marcos 3. Léo
16. Magalhães 6. Egídio
8. Alemão Gol aos 42 do  (1T) 42'  (1T) 8. Henrique Cartão amarelo recebido aos 41  (2T) 41'  (2T)  
7. Renato Xavier 16. Lucas Silva Substituição realizada 16' (2T)  de jogo 16' (2T) ( 29. Lucas Romero )
10. Leomir Substituição realizada 15'(2T) de jogo 15'(2T) ( 20. Ewerton Miranda ) 11. David Substituição realizada 22' (2T)  de jogo 22' (2T) ( 22. Renato Kayser )
9. Paulo Morais 9. Robinho Gol aos 18 do  (1T) 18'  (1T)
11. Charles Substituição realizada 8'(2T) de jogo 8'(2T) ( 18. Douglas ) 7. Rafinha
9. Pedro Felipe 17. Raniel Gol aos 14 do  (1T) 14'  (1T) Gol aos 1 do  (2T) 1'  (2T) Substituição realizada 30' (2T)  de jogo 30' (2T) ( 99. Sassá )
Técnico: Gian Rodrigues Técnico: Mano Menezes
Reservas que não entraram na partida
Guarani-MG: Cruzeiro:


Pré-Jogo

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 16h23 TIMES em campo, acompanhados por garotos uniformizados.
  • 16h25 HINO Nacional.
  • 16h28 UNIFORMES: Cruzeiro, tradicional; Guarani, todo de vermelho.
  • 16h29 GIAN RODRIGUES, té chico do Guarani: “Equilíbrio, cumprir funções e executar o que foi treinados nos ;ótimos 45 dias”.
  • 16h30 COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à esquerda, dá a saída.
  • 01 Pedrinho chuta de flra da área, Fábio encaixa.
  • 02 Dedé estica, Raniel corre, Leandro chega antes e fica com a bola.
  • 02 Denis estica da defesa, Fábio fica com a bola.
  • 03 Dedé estica da defesa, Rafinha não alcança, lateral pro Bugre.
  • 04 Henrique invade a área bugrina, Alemão manda a bola pra lateral.
  • 05 Estádio lotado.
  • 05 David na direita, Rafinha na esquerda.
  • 06 Dedé estica, buscando rafinha, João Marcos escanteia a bola.
  • 07 Egídio recebe corner de Rafinha e põe a bola na área. Dedo não alcança.
  • 08 Raniel chuta de fora da área, pra fora,
  • 09 GRAMADO perfeito.
  • 09 Leandro estica, Dedé corta.
  • 10 David recebe lançamento na área bugrina, bandeira marca impedimento.
  • 11 David intercepta saída de boa do Bugre e rola pra Lucas, que chuta mal, pra fora.
  • 12 Pedrinho chita de fora da área, Fábio encaixa.
  • 13 Torcidas misturadas, só as organizadas se isolam.
  • 14 GOL. David cruza da direita, Raniel controla a bola e, da entrada da pequena área, manda pra rede. CRUZEIRO 1×0.
  • 15 Egídio derruba Pedrinho. Falta ao lado da área. Cobrança com chute fechado, Fábio corta de soco.
  • 16 Dedé divide com Leonir. Lateral, Guarani.
  • 17 Guarani busca mais o ataque, depois de tomar o gol.
  • 18 GOL. Lucas cruza da meiesquerda, Robinho recebe b\na área, corta o marcador e finaliza de canhota, rasteiro, sem chance pra Leandro. CRUZEIRO 2×0.
  • 19 Robinho recebe de Rafinha e chuta, Bola bate em Magalhães e não incomoda Leandro.
  • 20 Depois de alguns minutos, a sombra se for e a cancha está sob sol intenso.
  • 21 Mano ficou na brinca porque o banco do Cruzeiro está atrás de um dos gols e não deu entrevistas.
  • 22 Denis cobra falta na pontesquerda, Fábio encaixa.
  • 23 Bola na área celeste, Fábio defende.
  • 24 DEFESAÇA. Robinho recebe na área bugrina e chita forte. Leandro defende.
  • 25 FÁBIO dis[uta seu 808º jogo coma camisa do Cruzeio. Já tem títulos mineiros na carreira.
  • 26 Bola na área celeste, Fábio cata.
  • 27 Cruzeiro cadencia o jogo.
  • 28 Edílson cria direita, João Marcos dá uma canelada na bola. Corner.
  • 29 Robinho cobra corner na direita, Dedé cabeceia, Raniel arremata pra fora.
  • 30 PARADA TÉCNICA. Jogadores e árbitros tomam água.
  • 31 FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 6×4.
  • 32 Santos pediu R$20 milhões e mais Raniel pra ceder Bruno Henrique. Mano Menezes vetou o negócio.
  • 33 Recomeça o jogo.
  • 34 Guarani ataca pela esquerda, com Alemão. Defesa celeste acaba coma jogada.
  • 35 CANETA de Robinho em Xavier, Ataque celeste, contudo, não é bem-sucedido.
  • 36 Cruzeiro todo na defesa. Bugre não sabe como searoximar da área celeste.
  • 37 JOGADAÇA. David, Rafinha, Henrique, raniel não consegue arrematar.
  • 38 Bola na área celeste, Fábio defende.
  • 39 QUASE! Egídio cruza da esquerda, David cabeceia, bola tira tinta no poste direito.
  • 40 PERDEU! Rafinha recebe livre, corta pra dentro, mas finaliza mal, Leandro defende.
  • 41 Guarani ataca pela direita e ganha um corner.
  • 41 GOL. Morais cobra corner na direita, Dedé corta, Alemão pega o rebote e enche o pé. GUARANI 1×2.
  • 42 Mano se aborreceu conta defesa. Reclamou no banco.
  • 43 Alemão desarma Lucas e passa a Pedrinho que chuta de longe, pa fora.
  • 44 João Marcos cruza direita, bola atravessa a área celeste e sai a lateral.
  • 45 Guarani equilibrou o jogo e sua torcida se anima, cantando alto.
  • 46 Denis cruza, leo impede finalização de Pedrinho.
  • 47 FIM de 1º tempo.

Segundo Tempo

  • 17h35 COMEÇA o 2º tempo. Guarani dá a sa;ida.
  • 46 GOL. David passa por dois adversários dentro da área e rola pra Robinho que põe Raniel na cara do gol. Finalização [erfeota. CRUZEIRO 3×1.
  • 47 Raniel cruza da direita, Paulão escanteio a bola. Robinho cobra, defesa corta.
  • 48 Guarani tenta atacar duas vezes pela direita, mas a bola sai pela lateral.
  • 49 Edílson e Dedé acabam com ataque brgrino do lado esquerdo.
  • 51 Fábio corta bola cruzada por Paulo Morais.
  • 52 Bola esticada, Leandro chega antes de Raniel e cata.
  • 53 Rafinha recebe na banheira e marca, bandeirinha Helen anula.
  • 53 TROCA. Charles x Douglas.
  • 54 MANO disse que vai fazer retrós substituições. Quem pedir, sai. Alguém pedirá?
  • 55 Dedé empurra Douglas. Falta na intermediária. Beque reclama.
  • 56 Denis cobra falta, bola sai pela linha de fundo.
  • 57 Douglas ;e o novo centroavante do Bugre. Pedrinho vira armador.
  • 58 Lucas derruba Leomir. Falta fornatal.
  • 59 Leomir cobra falta, pra fora.
  • 60 TROCA. Leomir x Ewerton Maradona.
  • 61 TROCA. Lucas Silva x Lucas Romero.
  • 62 Boa trama do ataque bugrino, Maradona arremata, Fábio defende.
  • 63 Mano pede menos lançamentos e mais toque de bola.
  • 64 Grande jogada do ataque vermelho, Pedrinho finaliza de dentro da área, Fábio encaixa.
  • Parece que o time já abriu o bico. Meio travado, típico de início de temporada.
  • 65 Denis cai após s chocar com Romero e recebe atendimento na cancha.
  • 66 TROCA. Denis x Yuri.
  • 67 TROCA. David x Renato Kayzer.
  • 68 Maradona cruza direita, Egídio corta. Corner. Maradona cobra, defesa celeste corta.
  • 69 Maradona cobra falta na esquerda, Fábio corta de soco.
  • 70 Rafinha dispara em contra-ataque, mas não arremata. Bola volta pra Kayzer e a defesa vermelha contorna a situação.
  • 71 Egídio desarma Maradona. lateral, Bugre.
  • 72 SOMBRA sobre a cancha.
  • 73 Maradona trabalha com Morais e chuta forte, pra fora.
  • 74 TROCA. Daniel x Sassá.
  • 75 CHAPÉU de Kayzer em Padrinho. Torcida gosta, Magalhães acaba coma festa.
  • 76 Paulo Morais chuta da entrada da ;area, pra fora.
  • 77 Henrique cai, vítima de carrinho, Nada grave.
  • 78 Romero e Rafinha trocam passes de calcanhar, jogada se complica, Romero manda a bola pra lateral.
  • 79 Paulo Morais sente dores na coxa, preparador físico do Guarani, Dudu, manda seu jogador “pegar leve”.
  • 80 Yuru cruza direita, bola sai do lado oposto.
  • 81 Yuri cruza direita, Douglas cabeceia pra fora.
  • 82 Maradona cruza direita, Fábio corta, mas se choca com Douglas e fica caído.
  • 83 Maradona chuta de fora da ára, pra fora.
  • 84 AMARELO. Henrique, por falta em Douglas.
  • 85 Cruzeiro parou de jogar há 15 minutos.
  • 86 Maradona cobra falta, Dedé cabeceia, Egídio limpa a área.
  • 87 Cruzeiro apenas cerca, Guarano ataca bem mais.
  • 88 Morais cruza direita, dedo corta de cabeça.
  • 89 Cruzeiro vai ao ataque, Paulo impede cruzamento de Sassá. Corner.
  • 90 Robinho cobra corner, Cruzeiro trabalha a bola, Rafinha tenta arrematar, Paulão divide e o cruzeirense fica no chão.
  • 91 Rafinha caído com dores na coxa esquerda.
  • 92 FIM de jogo. Bom jogo.

Vídeos

Atuações

  • TORCIDA CELESTE compareceu e apoiou o time. Boa parte se misturou com a galera do Bugre, sem problema algum.
  • FÁBIO não teve culpa no gol. Nos demais lances, escolheu sempre a melhor opção, encaixando ou socando a bola, conforme a necessidade de momento.
  • EDÍLSON não se arriscou muito no ataque, cuidando mais da marcação e economizando energia.
  • DEDÉ deu vários esticões no começo da partida. Depois, colocou a bola no chão e facilitou a saída do time. Pelo alto, imbatível.
  • LEO jogou o de sempre: com inteligência, boas coberturas, rebatidas e força no combate direto.
  • EGÍDIO marcou bem e apoiou bastante, com qualidade. No fim do jogo, regeu a galera que cantava o hit “Piscininha, amor!”.
  • HENRIQUE fez tudo bem feito: marcação, saída de bola e apoio e ainda apareceu duas vezes, com perigo, na área bugrina
  • LUCAS voltou a dar assistência após cinco meses. A última havia sido em 09ago18, na Libertadores. Desta vez, deixou Robinho na cara do gol, com um cruzamento perfeito, no segundo gol celeste. (Uol Esporte)
  • ROMERO jogou meia hora e fez o que o momento pedia: fechar espaços e dificultar a armação de jogadas do Guarani.
  • DAVID surpreendeu. Continua tomando algumas más decisões de jogadas, não sei se por falta de inteligência ou por afobação. Mas tecnicamente mostrou mais qualidade, em especial na assistência que deu. A velocidade e o voluntarismo continuam sendo suas maiores qualidades. (Bruno Braga)
  • ROBINHO marcou um golaço, deu uma assistência e criou outras jogadas importantes. Caiu de rendimento na etapa final, mas ainda assim foi o nome do jogo.
  • RAFINHA apareceu bem, criando boas jogadas, ainda que pecando nas finalizações. (Mauro França)
  • KAYZER entrou na parte final, quando time já não precisava mais atacar e não conseguiu mostrar seu jogo, apesar do entusiasmo.
  • RANIEL fez dois gols, cumprindo sua missão.
  • SASSÁ, pedido pela torcida, entrou nos 15 minutos finais, com o entusiasmo de sempre, mas sem receber passes pra tentar marcar seu gol.
  • MANO escalou o melhor time possível e ele rendeu bem durante uma hora. Fez substituições acertadas, mas que surtiram pouco efeito, pois time se dedicou a administrar vantagem na reta final da partida.
  • CRUZEIRO jogou bem, especialmente no 1º tempo, considerando-se que foi o primeiro jogo da temporada, disputado sob um calor escaldante. Boas jogadas, muita movimentação, domínio completo. O placar poderia ter sido mais elástico, não fossem as chances perdidas e um cochilo da defesa no final da etapa inicial, que resultou no gol do Bugre. Com o terceiro gol saindo antes do primeiro minuto do 2º tempo, naturalmente o time tirou o pé e passou a administrar o resultado. (Mauro França)
  • GUARANI não apostou na retranca, Buscou o jogo e teve bons momentos, na arte final dos dois tempos. Faltou um atacante mais eficiente nos arremates. Os volantes e meias foram os melhores, os que fizeram o time jogar.
  • ÁRBITROS acertaram quase tudo. Bom desempenho.

O que foi dito

  • MANO MENEZES: A gente tem que cuidar do que fala. Teve um torcedor que, com 15 minutos, falou: ‘é impressão minha ou o time tá jogando um pouquinho mais ofensivo? (risos)’. Pela característica dos jogadores, o Cruzeiro naturalmente vai ser uma equipe com mais construção de jogo e que pode se tornar mais ofensiva. Pode, mas não temos certeza. No futebol não há certeza. A gente vai montando a equipe, vai construindo, e depois avalia pra saber se deu certo. Espero que sim. O Cruzeiro perdeu muitos gols na temporada passada. Em muitos jogos, vim aqui falar do mesmo assunto: ‘criou, criou e perdeu’. Hoje perdeu quatro gols feitos de novo. Tem que aproveitar, ter tranquilidade pra colocar a bola pra dentro, porque a superioridade técnica tem que refletir no placar. É natural que uma equipe que está trabalhando há duas semanas sinta um pouco mais nos últimos 20 minutos. Mas saímos contentes com o que produzimos. O fato de termos uma base montada há bastante tempo favorece nessa hora e minimiza a dificuldade de uma preparação tão curta antes da estreia.
  • RANIEL: Tenho como meta ser artilheiro do Mineiro e vou trabalhar isso com meus companheiros. Dois gols ficaram de bom tamanho pra estreia.
  • MATHEUS PENIDO: Até que foi legal a estreia, a pregada no final era previsível. Mas só pra não deixar de cornetar: que dificuldade pra chutar no gol. Hein. Rafinha?
  • THIAGO FIVESTARS: O time celeste não sentiu a estreia, pois é praticamente o mesmo. Lucas Silva não pode ser banco pro Cabral, não tem malabarismo de ideias que faça isso ter sentido. E os santos protegeram o Cruzeiro não deixando Raniel ser usado como moeda de troca, diretoria já ia repetindo 2018.
  • MAURO FRANÇA: Pra um primeiro jogo da temporada, disputado sob um calor escaldante, a atuação foi boa, especialmente no primeiro tempo. Muita movimentação, domínio completo e jogadas criativas. O placar poderia ter sido mais elástico, não fossem as chances perdidas e um cochilo da defesa no final do primeiro tempo, que resultou no gol adversário. Com o terceiro gol saindo antes do primeiro minuto do 2º tempo, o time tirou o pé e passou a administrar o resultado, o que é natural.
  • ERNESTO ARAÚJO: Nunca pensei em ver um jogador do Cruzeiro com tanto destaque midiático quanto o Egídio, que regeu o “Piscininha, amor˜ cantado pela torcida após o jogo. Digo isto porque é um tipo de situação que costuma envolver mais jogadores de times cariocas, sempre conectados com os modismos de massa lançados no Rio e sua consequente divulgação pela Globo.

Fontes

Transmissão

  • PPV