Grêmio 0x0 Cruzeiro - 09/10/1966

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 3x0 Escudo Formiga.png Gol aos do Escudo Internacional.png 3x1 Escudo Cruzeiro.png
Por Taça Brasil
Escudo Cruzeiro.png 6x1 Escudo Americano.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Grêmio.png
No estádio Olímpico
Escudo Internacional.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Internacional.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png
Contra Grêmio
Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Grêmio.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Grêmio.png

[edit]

Escudo Grêmio.png
Grêmio
0 × 0 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
jogo de ida das quartas-de-final da Taça Brasil 1966
Data: 9 de outubro de 1966 Local: Porto Alegre, RS
Horário: Não disponível Estádio: Olímpico
Árbitro: Armando Marques (MG) Público pagante: Não disponível
Assistente 1: Germinal Alba (RJ) Público presente: 30.000
Assistente 2: Wilson Medeiros (RJ) Renda: Cr$ 48.508.000,00 R$ 48.508.000 <br />Cr$ 48.508.000 <br />NCr$ 48.508.000 <br />Cz$ 48.508.000 <br />NCz$ 48.508.000 <br />
Súmula: Não disponível
Escalações
Grêmio: Cruzeiro:

1. Arlindo 1. Raul
2. Altemir 2. Pedro Paulo
3. Aírton 3. William
4. Áureo 4. Cláudio
5. Ortunho Substituição realizada de jogo ( Everaldo ) 5. Neco
6. Cléo 6. Piazza
7. Sérgio Lopes 7. Dirceu Lopes
8. Vieira 8. Tostão
9. João Severiano 9. Natal
10. Alcindo 10. Evaldo
11. Volmir 11. Hilton Oliveira
Técnico: Luiz Engelk Técnico: Airton Moreira
Reservas que não entraram na partida
Grêmio: Cruzeiro:

O jogo

Primeiro Tempo

O Grêmio pressionou desde o início. Mas quando Piazza, Dirceu e Tostão entraram no jogo, a partida se equilibrou. Contra defensores altos, eles fizeram a bola rolar, especialidade do Cruzeiro.

O problema era o ataque. Com Natal e Evaldo bem marcados, restou a velocidade de Hilton, que venceu o duelo com Altemir.

Foi por ali que o Cruzeiro mais atacou. E como o Grêmio insistia em pingar bolas sobre a área cruzeirense, William e Cláudio passaram a cuidar exclusivamente de Alcindo.

Tinham certeza de que, para o baixinho João Severiano, tais bolas eram inalcançáveis. Como planejara Aírton Moreira, o 1º tempo terminou sem maiores sobressaltos.

Segundo Tempo

No 2º tempo, porém, o time gaúcho resolveu decidir a partida a qualquer custo. Raul fez duas defesas quase impossíveis nos cinco minutos iniciais. Uma após cabeçada de Volmir, outra num tiro violento de Sérgio Lopes.

Mais uma vez, o meio de campo se rearticulou e voltou a fustigar o Grêmio lançando bolas para Hilton Oliveira. Numa delas, o ponteiro quase marcou.

O Grêmio vacilou, perdeu ímpeto e o jogo voltou a ficar equilibrado. Nos 15 minutos finais, contudo, os gaúchos resolveram correr riscos e atacaram em massa.

Colada no rádio, a torcida cruzeirense ouvia os locutores dizerem que a situação era de verdadeiro deus-nos-acuda para a defesa celeste. Mas o gol não saiu.

O Cruzeiro havia aprendido a segurar um resultado na marra.

Fonte