Flamengo 5x1 Cruzeiro - 06/11/2011

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Botafogo.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Internacional.png
Por Campeonato Brasileiro 2011
Escudo Botafogo.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Internacional.png
No estádio Engenhão
Escudo Botafogo.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Botafogo.png 2x3 Escudo Cruzeiro.png
Contra Flamengo
Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Flamengo.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Flamengo.png

[edit]

Escudo Flamengo.png
Flamengo
5 × 1 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
33ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2011
Data: 6 de novembro de 2011 Local: Rio de Janeiro, RJ
Horário: 17h Estádio: Engenhão
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden Público pagante: 34.436
Assistente 1: José A. Chaves Franco Filho Público presente: 39.842
Assistente 2: Marcelo Bertanha Barison Renda: R$ 586.810,00 R$ 586.810 <br />Cr$ 586.810 <br />NCr$ 586.810 <br />Cz$ 586.810 <br />NCz$ 586.810 <br /> (preço médio: R$ 17,04 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Flamengo: Cruzeiro:

12. Paulo Victor 1. Fábio
2. Léo Moura 3. Léo
44. Alex Silva Cartão amarelo recebido aos 4. Victorino
3. Wellinton Substituição realizada de jogo ( David Braz ) 2. Cribari
6. Junior Cesar 7. Marquinhos Paraná
5. Maldonado Substituição realizada 31. Muralha de jogo 31. Muralha ( Intervalo ) 8. Charles Cartão amarelo recebido aos  (1) Substituição realizada de jogo ( 15. Élber )
55. Airton 5. Fabrício
7. Thiago Neves Gol aos do Gol aos do Gol aos do 6. Diego Renan
10. Ronaldinho Gaucho 10. Montillo Substituição realizada de jogo ( 17. Roger )
25. Thomás Substituição realizada de jogo ( 16. Fierro ) 11. Anselmo Ramon  Gol aos do Cartão vermelho recebido aos
9. Deivid Gol aos do Gol aos do 9. Farías Substituição realizada de jogo ( 18. Wellington Paulista )
Técnico: Wanderley Luxemburgo Técnico: Vágner Mancini
Reservas que não entraram na partida
Flamengo: Cruzeiro:

Pré-Jogo

Em 16º lugar com 34 pontos, o Cruzeiro precisa de 1 ponto pra se manter fora da zona de rebaixamento.

Em caso de derrota, pode entrar nela. Se vencer, mantém-se onde está.

O treinador Vagner Mancini não poderá escalar o beque Nado, o volante Francisco Franciso Everton e o atacante Wallyson, contundidos.

Em 5º lugar com 52 pontos, o Flamengo pode terminar a rodada entre o 4º e o 7º lugar.

O treinador Wanderley Luxemburgo não poderá escalar os volante Willimas, fastado por indisciplina, e Luís Antônio, contundido. os meias Botinelli, contundido e Renato Abreu, suspenso, também desfalcam o rubronegro.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 16h53 – Cruzeiro, todo de azul, entra em campo e vai saudar sua torcida, enquanto os flamengos vaiam.
  • 16h59 – Flamengo em campo com uniforme tradicional.
  • 17h – Dr. José Luiz Runco: “Felipe não joga porque tomou um analgésico com substância proibida , que seria detectada no antidoping.”
  • 17h02 – Vagner Mancini: “Reclamei com o Juiz porque o Flamengo mandou a súmula em branco, 20 minutos antes da partida. Isto não pode acontecer, é preciso obedecer às regras da competição.”
  • 17h03 – Um minuto de silêncio: Homenagem ao cinegrafista da Band morto por traficantes na Favela Antares, no Rio de Janeiro.
  • 17h04 – Começa o jogo. Cruzeiro, à direita das cabines, dá a saída.
  • 00 – Reservas do Cruzeiro: Rafael
 Monteiro, Vítor, Gabriel Araújo, Roger Galera, Elber, Bobô, Wellington Paulista.
  • 01 – R10 recebe na entrada da área celeste, mas cercado por Marquinhos Paraná e Leo Simões é desrmado.
  • 02 – Thiago Neves chuta de fora da área, Fábio salta e defende à sua direita.
  • 03 – Cruzeiro tenta sair pela direita com Marquinhos Paranáe Fabrício, Flamengo cerca os dois com cinco jogadores.
  • 04 – Anselmo Ramon recebe dentro da área, Alex Silva corta pra escanteio.
  • 04’30” -Montilo cruza da direita, Leo Simões arremata de bicicleta, pra fora.
  • 05 – Charles derruba R10 no meio de campo. Bola na área, defesa celeste corta.
  • 06 – Fabrício cruza da direita, Alex Silva corta, de cabeça.
  • 07 – Victorino estica da defesa, Anselmo Ramon não domina, bola fica com Paulo Victor.
  • 08 – Craques vigiados! Airton Marca Montillo, Charles marca Ronaldinho Gaúcho.
  • 09 – Victorino dá um chutão, bola acerta Leo simões e sai pela lateral.
  • 09’30” – Thomás chuta de fora da área, Fábio salta e defende à sua direita.
  • 10 – Anselmo Rmon pass aa Montillo, que não domina a bola. Tiro de meta para o Fla.
  • 11 – Bola na área flamenga. Welinton corta com um bico.
  • 12 – Fabrício cruza da direita, Farías arremta, Alex silva corta.
  • 12’30” -Thiago Neves chuta de fora da área, Fábio defende.
  • 13 – Posse de bola: Cruzeiro, 52%.
  • 14 – Fabrício cruza da direita, Paulo Victor defende.
  • 15 – Diego Renan corta pra dentro de chuta de direita, de fora da área. Paulo Victor defende
  • 16 – Banheira! Thiago Neves cruza da esquerda, Deivid, na entrada da pequena área cabeceia pra rede. Bandeira marca impedimento.
  • 17 – Bandeira marca falta de Diego Renan sobre Leo Moura na ponta direita. Errou.
  • 18 – Thiago Neves apanha rebote da defesa e chuta de for da área, bola sai pela linha de fundo.
  • 19 – Montillo enfileira, entra na área, mas é desarmado por Maldonado, que cede escanteio.
  • 20 – Montillo cruza da direita, Cribari cabeceua fraco, Paulo Victor defende.
  • 21 – Leo Moura encara Diego Renan, dribla, é desaramado, recupera a bola e cruza. Deivid, dentro da área, não consegue cabecear.
  • 21’30” – Airton dispara, mas é desaramdo por Cribari na entrada da área.
  • 22 – Erros de passes: Cruzeiro 10×1.
  • 23 – Gol! Montillo cruza da direita, Farías desvia de cabeça no primeiro posts, Anselmo Ramon, na entrada da pequena área, arremta pra rede. Cruzeiro 1×0.
  • 24 – Fabrício cruza da direita, bola sai pelo lado oposto, sem encontrar quem faça o arremate.
  • 25 – Marquinhos Paraná passa a Farías, Welinton desarma o cruzeirense e recua pra Paulo Victor.
  • 26 – No travessão! Diego Renan entra na área, disputa com Alex, bola sobra pra Farías que cabeceia no travessão.
  • 27 – Pênalti! Montillo entra em disparada dentro da área e é derrubado por Alex Silva,
  • 28 - Amarelo! Alex Silva pelo carrinho em Montillo.
  • 29 – Perdeu! Victorino bate o pênalti alto, bola acerta o travessão.
  • 30 – Torcida flamenga vibra e volta a empurrar seu time.
  • 31 – Leo Moura cruza da direita, bola sai do lado oposto.
  • 32 – Anselmo ramon arremta de dentro da área. bola acerta em alexa Silva e sai pra escanteio.
  • 33 – Montillo cobra escanteio epal esquerda, Leo Simões cabeceia, bola desvia em Alex Silva e sai pra escanteio.
  • 33’30” – Montillo cobra escanteio, Paulo Victor corta com os punhos.
  • 34 – Nacionalização, já! Cruzeiro precisa encontrar um batedor de pênalti brasileiro.
  • 35 – Gol! Deivid solta uma bomba de fora da área, bola acerta no travessão, volta, acerta no cotovelo de Fábio e vai pra rede. Flamengo 1×1.
  • 36 – Bola na área celeste, Leo Simões corta de prima.
  • 37 – Thiago Neves cruza da esquerda, bola atravessa a área celeste e sai pelo lado oposto.
  • 38 – Ronaldinho Gaúcho serve Thiago Neves dentro da área. Livre, atacante flamengo chuta, bola resvala em Cribari e sai a escanteio.
  • 39 – Flamengo aperta o jogo. Cruzeiro não consegue sair de seu campo.
  • 40 – Thomás incvade a área celeste, Diego Renan faz o desarme cedendo escanteio.
  • 41 – Welinton recebe passe dentro da área celeste, gira e chuta forte. Bola sai pela linha de fundo.
  • 42 – Farías recebe de Anselmo Ramon, tenta escapar, mas é desarmado por Airton, no meio de campo.
  • 43 – Amarelo! Charles acerta as canelas de Thomás.
  • 44 – Defesaça! Thiago Neves solta uma bomba, de fora da área. Fábio voa e defende no ângulo direito. Escanteio.
  • 45 – Confusão! Balbúrdia na área celeste. Cribari corta de cabeça, Fabrício despacha com um bico.
  • 46 – Defesaça! Ronaldinho Gaúcho passa por Leo Simões, entra na área, mas a bola fica com Fábio, que se atira a seus pés.
  • 46’30” – Fábio dribla Ronaldinho Gaúcho dentro da área e despacha a bola.
  • 47 – Fim de 1º tempo. Passes errados: Cruzeiro 17×1.
  • Anselmo Ramon: “Tivemos oportunidade de definir com o pênalti, mas não fizemos, agora, não podemos mais pensar nisto, temos que voltar pra conseguir a vitória.”

Segundo Tempo

  • 18h08 – Times em campo.
  • 18h09 – Começa o 2º tempo.
  • 00 – Troca! Maldonado por Muralha.
  • 01 – Júnior César chuta de fora da área, bola fora.
  • 02 – Ronaldinho Gaúcho cercado por Marquinhos Paraná, Victorino e Charles perdea bola.
  • 03 – Júnior César passa por Leo Simões e Marquinhos Paraná e cruza, Cribari despacha com um chutão.
  • 04 – Thiago Neves chuta, Fábio cede escanteio.
  • 03 – Gol! Ronaldinho Gaúcho cobra escanteio fechado e muito alto. Fábio salta, mas não alcança a bola que sobra pra Deivid, sozinho no 2º poste, cabecear. A bola ainda bate no poste antes de ir pra rede. Flamengo 2×1.
  • 04 - Montillo cava escanteio, cobra e Leo Simões arremata pra fora.
  • 05 – Montillo se contunde numa arrancada no campo de defesa flamengo. Sente dores na coxa e pede substituição.
  • 06 – Troca! Montillo por Roger Galera.
  • 07 – Júnior César avança pela esquerda, mas é parado com falta por Marquinhos Paraná.
  • 08 – Ronaldinho Gaúcho cruza, Leo Simões cede escanteio.
  • 09 – Gol! Muralha lança Thiago Neves, que livre dentro da área, arremata cruzado, rasteiro em direção ao canto esquerdo de Fábio, que salta, mas não detém a bola. Flamengo 3×1.
  • 10 – Thiago Neves recebe livre dentro da área e chuta. Cribari salva o gol, Ronaldinho Gaúcho arremata por cima, após uma firula de olhar prum lado e tocar pro outro.
  • 10’30” – Invocado! Crubari se invoca com a jogada de Ronaldinho Gaúcho e empurra o rubronegro.
  • 11 – Amarelo! Cribari é advertido pelo empurrão em Ronaldinho Gaúcho.
  • 12 – Gol! Muralha desce pela direita, Fábio sai do arco, e vai à linha de fundo tentar impedir o cruzamento. Não consegue e a bola é alçada pra Thiago Neves, que cabeceia pra rede. Flamengo 4×1.
  • 13 – KO! Cruzeiro completamente perdido em campo. Três gols em 10 minutos nocautearam o time.
  • 14 – Diego Renan chuta de fora da área. Bola desvia na defesa. Escanteio.
  • 15 – Júnior César desarma Marquinhos Paraná na ponta direita.
  • 16 – Charles derruba Thomás na entrada da área.
  • 16’30” – Troca! Charles por Elber.
  • 17 – R10 cobra falta, bola sai por cima do travessão.
  • 18 – Flamengo troca passes, torcida grita “Olé!”
  • 18’30” – Fabrício cruza da direita, Paulo Victor corta com os punhos.
  • 19 – Cribari desarma Thomás e recua pra Fábio.
  • 20 – Sozinho, Júnior César chuta bola pra escanteio.
  • 21 – Retirada! Torcida do Cruzeiro abandona o Engenhão.
  • 22 – Troca! Ernesto Farías por Wellington Paulista.
  • 23 – Thomás cruza de dentro da área, rasteiro. Bola atravessa área e sai pelo lado oposto.
  • 24 – Elber puxa contra-ataque, mas cai na entrda da área.
  • 24 – Diego Renan corta pra dentro e chuta forte. Paulo Victor devende.
  • 24 – Wellington Paulista cruza de dentro da área, Welinton corta.
  • 24’30” – Troca! Welinton por Deivid Braz.
  • 25 – Golaço! Leo Simões desarma Thiago Neves e recua pra Fábio, que tenta sir jogando compasse curto, mas rola a bola para o atacante flamengo. Na sequência, goleiro tenta fechar o ângulo, mas leva um lençol e a bola desliza mansamente pela rede de seu arco. Flamengo 5×1.
  • 26 – Troca! Thomás por Fierro.
  • 26’30” – Roger Galera cobra escanteio pela direita, Paulo Victor corta de soco.
  • 27 – Flamengo troca passes na defesa, torcida grita“Olé!”
  • 28 – Vermelho! Anselmo Ramon espana a bola um chutão, no meio de ampo, mas acerta a cabeça de Fierro com a chuteira.
  • 29 – Cuné, no PHD: “Tô escutando a Itatiaia depois de muito tempo. Realmente, o nível é muito baixo. Querem que o Mancini tire um zagueiro, vá pra cima do Flamengo. Cribari toda hora é citado como responsável pelo resultado, Farias, dono do passe pro gol, é muito criticado. Não consigo ver o 2º tempo, Cribari entregou a rapadura?”
  • 29’30” – Mauro França, no PHD: “Não. O Victorino foi muito, mas muito mesmo, pior.”
  • 30 – Marquinhos Paraná passa a jogar de volante pra cadenciar o jogo e evitar ataques em massa do Flamengo.
  • 31 – Fierro chuta cruzado de dentro da área. Fábio defende.
  • 32 – Público: 34.436 pagantes, 39.482 presentes.
  • 33 – Leo Moura ataca pela direiita, enfileira, entra na área, mas perde a bola.
  • 34 – Cruzeiro troca passes no ataque.
  • 35 – Deivid Braz derruba Wellington Paulista. Falta.
  • 36 – Roger Galera cruza, Wellington Paulista recebe a bola dentro da area, gira e chuta pra fora.
  • 37 – Marquinhos Paraná joga no meio de campo para cadenciar o jogo.
  • 38 – Airton derruba Roger Galera no meio de campo.
  • 39 – Wellington Paulista perde bola na ponta direita e pára, não combate o adversário.
  • 39’30” – Ronaldinho Gaúcho cruza, Cribari corta de cabeça não permitindo que a bola chegue em Thiago Neves.
  • 40 – Marquinhos Paraná lança Roger Galera, que dá gaúcha em Deivid Braz, invade a área, livre, mas chuta pra fora.
  • 40’30” – Flamengo toca bola na defesa, torcida grita “Olé!”
  • 41 – Cruzeiro troca passes no meio de campo pra evitar pressão flamenga.
  • 42 – Muralha puxa contra-ataque, mas é derrubado por Wellington Paulista.
  • 43 – Thiago Neves desce pela direita e cruza, Ronaldinho Gaúcho toca pra rede, mas está impedido.
  • 44 – Flamengo troca passes, torcida grita “Olé!”
  • 44’30” – Ronaldinho Gaúcho dribla Fabrício e recebe falta no bico da área, pela esquerda da defesa celeste. Ronaldinho Gaúcho cobra, pra fora.
  • 45 – Fim de jogo. Cruzeiro entra na zona de rebaixamento, em 17º lugar, pois o Ceará venceu o Avaí por 2×1 em Florianópolis.

Vídeos

Melhores momentos

Atuações

  • Fábio – Na CBN, o comentarista Marcos Guiotti e o narrador Osvaldo Reis Pequetito, atribuiram ao goleiro a culpa pelos cinco gols. Um exagero monumental. Ele só errou no 5º ao tentar passar ao invés de rebater a bola recuada por Leo Simões. Ela ficou nos pés de Thiago Ribeiro, que aplicou-lhe o lençol do gol mais bonito da tarde. O 1º gol não teria acontecido se ele fizesse golpe de vista. Mas quem recomenda isto? Fatalidade, pois. No 2º, a falha foi da bequeira que deixou Deivid sozinho pra cabecear. O cruzamento de R10 era inalcançável pra qualquer goleiro. O 3º resultou de um tiro à queima-roupa e o 4º de uma saída camicase pra tentar consertar falha de marcação. Em contrapartida, Fábio fez duas grandes defesas, uma em tiro de Neves, outra aos pés de R10. O resto é conversa de torquemadas, que estão sempre prontos pra atirar na fogueira seus desafetos. (Síndico) ///
  • Leo Simões – Envolvido pelo ataque flamengo. (Síndico)
  • Victorino – Além da atuação fraca, perdeu um pênalti, que poderia ter mudado a história da partida. (Síndico) ///
  • Cribari - Rebatou o que pôde, mas se perdeu quando chamado a marcar os atacantes flamengos. (Síndico) ///
  • Diego Renan - Um dos poucos a se salvar do desastre. Como ala, foi à frente, chutou em gol e participou do lance da bola no travessão chutada por Farías. E mesmo nos maus momentos continuou tentando sem se acomodar. (Síndico) ///
  • Marquinhos Paraná - Como ala pela direita teve um bom começo de partida organizando jogadas com Montillo e Fabrício. Sofreu no começo do 2º tempo com o avanço de Júnior César e terminou a partida de volta à volância onde tratou de tocar bola pra evitar uma catástrofe pior. (Síndico) ///
  • Charles – Razoável no 1º, desapareceu no 2º tempo. (Síndico) ///
  • Fabrício - Começou armando jogadas com Montillo e Paraná pela direita, fez alguns cruzamentos e tal. Mas foi caindo à medida em que o jogo avançava e terminou sem ser notado. (Síndico) ///
  • Roger Galera – Fez uma boa jogada após receber lançamento de Paraná, que concluiu mal, pra fora. De resto, nada vezes nada. (Síndico) ///
  • Montillo - Deslocou-se muito pra escapar da marcação de Airton e confundiu a defesa flamenga no 1º tempo. Sofreu o pênalti que poderia ter decidido a partida não tivesse sido desperdiçado por Victorino. Acabou estourando o músculo numa arrancada na etapa final. (Síndico) ///
  • Ernesto Farías - Lutou muito. E só. (Síndico) ///
  • Elber – Entrou quando a vaca já estava no brejo, tentou uma arrancada, perdeu a bola, pediu falta, o juiz negou, e fim de papo. Pra justificar a cornetada de Raul Plassmann, precisa mostrar mais serviço. (Síndico) ///
  • Anselmo Ramon - Fez seu 8º gol no torneio, incomodou a bequeira flamenga com sua presença constante na área, mas perdeu a cabeça e acertou um pontapé em de Fierro e foi expulso. Burrice ou irresponsabilidade? (Síndico) ///
  • Wellington Paulista - Não molestou a defesa flamenga. (Síndico) ///
  • Vagner Mancini – A julgar pelo 1º tempo, deve ter treinado bem o time durante a semana. O tenebroso começo de 2º tempo pode ser debitado na conta do psiquiatra do clube. Aquilo não foi coisa de mentes sãs. (Síndico) ///
  • Torcida – Compareceu em bom número, divertiu-se com a boa atuação do 1º tempo, sofreu com o baile dos 20 minutos iniciais do 2º e foi embora antes da hora. Não devia, mas foi. Torcedor brasileiro é assim. Síndico) ///
  • Juiz & Bandeiras – Nenhum erro grave. (Síndico) ///
  • Cruzeiro – Jogando no 3-5-2, superou a pressão incial do Fla, tomou conta do jogo, abriu o placar, perdeu pênalti, sofreu gol espírita e foi pro intervalo com o jogo em aberto. Na etapa final, foi massacrado. Pelo bom futebol do adversário, por sua falta de espírito de luta e porque a má fase se retroalimenta com fatos ruins em profusão. Como a distensão muscular de Montillo. Acode, Pai Zirigo! (Síndico) ///
  • Flamengo - Jogou bem no 1º e atropelou no 2º tempo. Como às vezes ocorre seus jogadores mais caros estiveram alinhados que nem planeta e dia de sorte grande. Deivid, Neves e R10 destruíram o time celeste na fase final da partida. E o resto do time não desafinou. (Síndico) ///

O que foi dito

  • Vagner Mancini, treinador do Cruzeiro: O jogo era totalmente favorável, deveríamos estar vencendo no 1º tempo por 2 ou 3×0 e acabamos perdendo. Nesses momentos, é que reconhecemos o verdadeiro guerreiro, aquele que não desiste. Não dá pra se entregar. Vamos lutar até o último fio. Tudo vai ficando mais difícil, obviamente, as coisas, emocionalmente, vão acontecendo de forma diferente dentro de campo. Temos que resgatar a autoestima dos atletas e fazer com que eles vençam o Inter, domingo. Não venceremos só com palavras, temos que ter atitude. O time jogou com a mesma formação dos jogos anteriores. Saiu o Naldo entrou outro zagueiro. O time se portou bem no 1º tempo, então não dá pra jogar a culpa no esquema, na escalação. A gente está aqui pra assumir os resultados, os números e o que mais tiver que assumir. Deixamos de ganhar o jogo, essa é a verdade. Não temos que botar a culpa em A, B ou C. Vamos olhar pra frente, faltam 5 jogos, o trabalho ainda não terminou. Gostaríamos de estar em situação diferente, mas os pontos ainda serão disputados. Estarei aqui até o fim lutando, junto com os atletas, com todas as dificuldades que estamos enfrentando.
  • Marquinhos Paraná, volante do Cruzeiro: O 1º tempo foi muito bom. No 2º, o Cruzeiro não entrou em campo.
  • Fábio, goleiro do Cruzeiro: Não tem jogo fácil. Quando você tem oportunidade de fazer o resultado, tem de fazer. Sofremos a pressão e os gols. A responsabilidade tem que ser dividida.
  • André Kfouri, em seu blog: A goleada diz muito a respeito dos dois times. O Flamengo arranca, o Cruzeiro sucumbe. O Cruzeiro fez 1×0, perdeu um pênalti e, na sequência, levou um gol que não aconteceria se o goleiro não estivesse em campo. Sinais?
  • Juca Kfouri, em seu blog: O Cruzeiro fez 1×0 e perdeu com Vitorino o pênalti que lhe daria o 2×0 e a provável vitória, aos 30. Aí, típico de time que quer cair, o Cruzeiro tomou o empate, em chute de Deivid no travessão e nas costas de Fábio. 1×1 no primeiro tempo e 4×0 no segundo, com mais um gol de Deivid e três de Thiago Neves, o quinto com direito a entregada de Fábio para tomar um gol humilhante: 5×1.
  • Mário Marra, em seu blog: A cena já se desenhava, mas a forma com que o Cruzeiro entrou na zona de rebaixamento pode causar danos para a sequência da competição. Faltam apenas cinco jogos e o Cruzeiro apresenta uma queda técnica grande. Os jogos são complicados, no entanto, mais complicado ainda é conviver com o clima tenso. A direção tateia soluções e escancara o despreparo. Um dia chama a torcida e no outro busca o confinamento. Não está na torcida e nem na distância dela a solução para os problemas. O momento do Cruzeiro é de entender qual é a maneira mais simples de pontuar. Dar a vaga ao Cribari não parece ser o caminho mais lógico. Alterar a cara e o jeito do time também não indica a rota de fuga. O primeiro ato para evitar um sofrimento maior é desenhar um time base e uma cara para a equipe. Chega a ser estranho falar nisso quando restam apenas 15 pontos em jogo, mas não é. Custo a entender a falta de oportunidades ao garoto Elber e suspeito que a velocidade que ele tem pode indicar uma forma de surpreender os adversários. A hora é de errar pouco e se superar. O desespero pode ser o maior atacante do outro time.
  • Leandro Mattos, em seu blog: Afronta à torcida celeste! O domingo, 6 de novembro, ficará gravado por um bom tempo na memória do torcedor estrelado. O gol de Anselmo Ramon, aos 23 minutos do duelo contra o Flamengo, vaticinava que a tarde seria boa para o Cruzeiro no Engenhão. Tremendo engano! Quando o time de Vágner Mancini teve a chance de decidir a partida, no pênalti sofrido por Montillo –atropelado por Alex Silva, que merecia ter sido expulso-, Victorino desperdiçou a cobrança no travessão de Paulo Vitor. Desse instante em diante, o que se viu no Rio de Janeiro foi uma afronta ao torcedor azul. Um arremedo de time, que aliava afobação, tremenda fragilidade emocional e extrema apatia, coloriu de vergonha a camisa cruzeirense. Incapazes, os 11 de Vágner Mancini atraíram o Flamengo que, no embalo de sua gente, trucidou a Raposa. E o pior: sem o mínimo esforço. O Rubro-Negro abusou das firulas e das jogadas de efeito, no embalo de seu camisa 10. Se a equipe de Vanderlei Luxemburgo tivesse sido mais séria, o placar teria sido ainda mais elástico do que os 5 a 1. A cinco rodadas do desfecho do Brasileirão’2011, o Cruzeiro está definitivamente ameaçado pela degola e assim seguirá até o dia 4 de dezembro, quando terá duas opções: respirar aliviado ou manchar sua história. Resta saber se os homens da Toca da Raposa II já tomaram conhecimento desse fato ou ainda se apegam à arrogância e à distorção de uma realidade que a torcida já encarou há muito tempo. A prepotência não costuma levar a bons caminhos. Palavras fáceis e bravatas, como as que têm, insistentemente, sido repetidas pela diretoria ao longo da atual temporada não vão salvar a equipe de um destino ingrato: o de jogar a Segunda Divisão em 2012. Acorda, Cruzeiro!
  • Paulo Victor, goleiro do Flamengo: O Ronaldo falou que eu ia pegar, que o gol estava pequeno pra ele. Nada melhor do que o apoio do R10. Percebi que Victorino mudou a cobrança em cima da hora e acertou o travessão. Antes de empatarmos, eles acertaram o travessão duas vezes. Além de ser bom goleiro, tem que ter sorte.
  • David, atacante do Flamengo: Não sei se foi meu melhor jogo pelo Flamengo. Tentei fazer o que o técnico pede, o que o grupo espera. Entro pra ajudar e espero sempre jogar dessa forma. Gosto de jogar mais solto, à vontade. Nunca joguei de costas, o que me atrapalha. Fico feliz pelos dois gols, estamos no caminho certo. O Cruzeiro tinha acertado o travessão duas vezes. Quando fiz o gol, vi que a sorte tinha voltado. A confiança é deteminante em qualquer segmento. Fui muito feliz no chute. Há um bom tempo, dois, três anos, não acertava um assim. O último foi contra o Chelsea, pela Liga dos Campeões. Vira e mexe acontece uma loucura dessas. Estou feliz pelo jogo, pela vitória, pelos gols. Infelizmente foi contra um clube que eu gosto, que me acolheu. Fui muito feliz lá em 2003.
  • Thiago Neves, meia do Flamengo: O time jogou muita bola, correu, e o torcedor fez o seu papel. O Flamengo está vivo na competição. Era o que a gente queria, vencer em casa. O Flamengo jogou bem, todo mundo jogou bem.
  • Ronaldinho Gaúcho, atacante do Flamengo: Agora, a gente volta a sonhar, com os pés no chão, mas se os outros derem algum tropeço a gente vai chegar. Depois de tudo o que a gente sofreu em Porto Alegre, a torcida do Flamengo merecia uma tarde especial como essa.
  • Naldo Morato, no PHD: E eu que não sabia que cobrar penalti era tão difícil. Me assustei com a Seleção Brasileira na Copa América e estou assombrado com o Cruzeiro no Brasileirão 2011. No meus tempos de pelada, gostava de cobrar penalidades, era a minha chance de marcar. Tudo bem que não valia título, não caia pra segundona, mas, tambem não recebia nada alem de pancadas e valia a alegria do gol.
  • Ricardo Malafaia, no PHD: Fiapo. Cruzeirão vinha melhorando na parte física, mas ficou claríssimo hoje que nada pode sair de um script positivo sob risco de esfarinhamento completo dos cérebros dos jogadores. Jogador de futebol é cruel e quando pega pela frente gente com dúvida, nocauteia. Não há de ser nada: Pai Malafa montou barraca branca na Praça Sete e vaticinou: Cruzeirão empata dois e ganha os últimos três jogos. Se retornar com a camisa azul celeste sem a seta prá baixo, fica mais tranquilo ainda.
  • Tata Mazzalla, no PHD: O time parece querer cair! Nao tem base! Tinhamos o jogo nas maos, e resolvemos largar o osso! O “SE” nao entra em campo, mas putz, SE faz aquele gol, se a bola nao da na trave… SE faz o penalti, agora estaríamos tranquilos… Time na situacao em que se encontra, nao pode se dar ao luxo de perder penalti!

Fontes

Transmissão

  • Sportv