Flamengo 1x2 Cruzeiro - 28/11/2010

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 3x1 Escudo Vasco.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Palmeiras.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Cruzeiro.png 3x1 Escudo Vasco.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Palmeiras.png
No estádio Raulino de Oliveira
Escudo Fluminense.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Resende.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png
Contra Flamengo
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Flamengo.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Flamengo.png

[edit]

Escudo Flamengo.png
Flamengo
1 × 2 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
37ª rodada do Campeonato Brasileiro 2010
Data: 28 de novembro de 2010 Local: Volta Redonda, RJ
Horário: 17:00 Estádio: Raulino de Oliveira
Árbitro: Leandro Vuaden (Fifa) Público pagante: 14.575
Assistente 1: Altemir Hausmann Público presente: 16.985
Assistente 2: Júlio César Rodrigues Santos Renda: R$ 186.585,00 R$ 186.585
Cr$ 186.585
NCr$ 186.585
Cz$ 186.585
NCz$ 186.585
(preço médio: R$ 12,80 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Flamengo: Cruzeiro:
1. Marcelo Lomba 1. Fábio
2. Leo Moura 2. Jonathan Cartão amarelo recebido aos 36  (2T) 36'  (2T)  
3. Wellinton 3. Léo
4. Ronaldo Angelim 4. Gil
5. Juan 6. Diego Renan
6. Maldonado 8. Henrique Cartão amarelo recebido aos 15  (2T) 15'  (2T)  
7. Willians Substituição realizada 33' (2T) de jogo 33' (2T) ( 7. Correa ) 5. Marquinhos Paraná Cartão amarelo recebido aos 11  (1T) 11'  (1T)  
8. Renato Abreu 7. Roger  Gol aos 16 do  (1T) 16'  (1T) Substituição realizada ' () de jogo ' () ( 14. Edcarlos )
9. Marquinhos 9. Wellington Paulista
10. Diogo Gol aos do Substituição realizada de jogo ( 10. Petkovic ) 10. Montillo Substituição realizada 41' (2T) de jogo 41' (2T) ( 17. Everton )
11. Diego Mauricio 11. Thiago Ribeiro  Gol aos 24 do  (2T) 24'  (2T) Substituição realizada 36' (2T) de jogo 36' (2T) ( 13. Rômulo )
Técnico: Wanderley Luxemburgo Técnico: Cuca
Reservas que não entraram na partida
Flamengo: Cruzeiro:
42. Rafael Galhardo 12. Rafael
15. Kleberson 15. Pablo
28. Vinicius 16. Wallyson
14. David 18. Farías
9. Val Baiano

Pré-Jogo

Em 3º lugar com 63 pontos, o Cruzeiro pode até chegar à liderança caso vença, o Flu perca e o Corintiãs empate. Resultados que, num quadro de delivery geral e irrestrita que vive o campeonato, é pouco provável que aconteçam.

Fabrício, contundido, e Gilberto, suspenso, desfalcam o time de Cuca, que também não estará no banco devido à suspensão pela expulsão no jogo contra o Corintiãs.

Em 13º com 43 pontos, o Fla precisa vencer para ficar livre do fantasma do rebaixamento e garantir vaga na Copa Sul-americana.

O atacante Deivid, contundido, será o desfalque do time treinado por Wanderley Luxemburgo.

Como foi

Primeiro Tempo

  • 16h52 – Juízes entram em campo.
  • 16h59 – Cruzeiro entra em campo todo de azul.
  • 17h – Flamengo em campo com uniforme tradicional.
  • 17h01 – Roger Galera: “Estamos há um ano trabalhando juntos, por isto não tem preparação específica para este jogo.”
  • Wanderley Luxemburgo: “Não enrolei ninguém com escalação, só escalei o time que acho mais envolvente.”
  • 17h02 – Banco do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Rômulo, Pablo, Edcarlos, Francisco Everton, Ernesto Farias e Wallyson.
  • 17h03 – Um minuto de silêncio em homenagem à mãe de um árbitro de Brasília.
  • 17h04 – Começa o jogo. Cruzeiro defende gol à esquerda das tribunas. Fla dá a saída.
  • 01 – Bola recuada pra Lomba. Na sequência, Diego Maurício ataca pela direita, mas é desarmado por Diego Renan.
  • 02 – Williams marca Montillo pessoalmente.
  • 03 – Wellington Paulista chuta do meio de campo, bola passa por cima do travessão.
  • 04 – Jonathan cede escanteio. Marquinhos cobra, Fábio defende pelo alto.
  • 05 – Gil para Roger, delste pra Montillo, que lança Thiago Ribeiro. Bola escapa pela linha de fundo.
  • 06 – Renato Abreu lança Diogo, que tenta um lençol sobre Gil. O beque espana com um chutão.
  • 07 – Dinei marca. Palmeiras 1×0 Fluminense. Torcida celeste comemora. Mais de mil cruzeirenses estão em Volta Redonda.
  • 08 – Juan lança Diogo, Leo Simões dá um chutão, bola sobe e volta em cima de Renato Abreu, que a deixa escapar pela lateral.
  • 09 – Diogo lança Diego Maurício nas costas da zaga. Com um toque de prima, o atacante coloca a bola na rede, por cima de Fábio. Flamengo 1×0.
  • 10 – Renato Abreu joga Roger Galera na grade.
  • 11 – Marquinhos Paraná entra forte em Renato Abreu, que simula contusão. Cartão amarelo para Marquinhos Paraná.
  • 12 – Bola na área do Flamengo, Ronaldo Angelim corta.
  • 13 – Cruzeiro toca bola no meio de campo tentando abrir espaços. Flamengo se fecha na defesa.
  • 14 – Williams derruba Montillo na meia lua.
  • 15 – Roger Galera cobra falta, bola desvia na barreira e entra à direita de Lomba, que se dirigia para o lado oposto. Cruzeiro 1×1 Flamengo.
  • 16 – Diego Maurício tenta atacar, mas está impedido.
  • 17 – Marquinhos Paraná corta de cabeça bola lançada sobre a intermediária celeste.
  • 18 – Flamengo se fecha na defesa. Marca atrás da linha de meio de campo.
  • 19 – Jonathan lança Montillo, Marcelo Lomba sai e defende aos pés do meia.
  • 20 – Jonathan desarma ataque do Fla e sai jogando.
  • 21 – Thiago Ribeiro é derrubado na ponta direita. Montillo cobra, Maldonado corta de cabeça.
  • 22 – Flu empata em Barueri. Com empates dos três ponteiros, rodada volta à estaca zero. Diego Renan desarma Diego Maurício. Torcida flamenga pede falta, Vuaden manda seguir.
  • 23 – Cruzeiro toca bola e domina a partida. Diogo comete falta em Thiago Ribeiro na ponta direita.
  • 24 – Cruzeiro tem 65% de posse de bola.
  • 25 – Montillo chuta de fora da área, bola sai à direita de Lomba, com perigo.
  • 26 – Roger tenta passar a Diego Renan de calcanhar, Maldonado fica com a bola.
  • 27 – Marquinhos Paraná passa a Thiago Ribeiro, que chuta de longe. Ronaldo Angelim corta.
  • 28 – Leo Simões derruba Diogo na intermediária.
  • 29 – Flamengo toca bola lentamente. Renato Abreu lança Diego Maurício, bola escapa pela linha de fundo.
  • 30 – Torcida do Flamengo pede raça ao time. Cruzeiro toca bola.
  • 31 – Diego Renan toca de cabeça, Marquinhos Paraná tenta arrematar, de dentro da área, mas choca-se com Ronaldo Angelim e cai.
  • 32 – Cercado por dois flamengos, Montillo deixa bola escapar pela lateral. Juan cruza da esquerda, Leo corta dentro da área.
  • 33 – Renato Abreu chuta de fora da área, por cima do travessão.
  • 34 – Bols de pé em pé: Marquinhos Paraná, Henrique, Thiago Ribeiro, que lança Montillo. Ronaldo Angelim corta cruzamento do argentino. Thiago Ribeiro fica com rebote e chuta, bola desvia na defesa e sai a escanteio.
  • 35 – Roger lança Wellington Paulista, que é desarmdo Leo Moura.
  • 36 – Ronaldo Angelim desarma Thiago Ribeiro na ponta esquerda.
  • 37 – Montillo chuta da mia lua, bola desvia em Ronaldo Angelim e sai da área. Cuquinha pede pênalti. Bola fica com Henrique, que chuta cruzado. Marcelo Lomba espalma para o lado.
  • 38 – Maldonado chuta de longe, bola sai à direita de Fábio.
  • 39 – Maldonado passa a Diego Maurício, que se desvencilha de Gil e chuta cruzado. Fábio defende.
  • 40 – Renato Abreu chuta de fora da área, Gil corta.
  • 41 – Fábio defende chute de longa distância de Renato abreu. Corintiãs abre o placar contra o Vasco e assume liderança provisória.
  • 42 – Williams derruba Marquinhos Paraná na ponta esquerda do Flamengo.
  • 43 – Jonathan cruza da direita, Montillo é desarmado por Maldonado dentro da área.
  • 44 – Cruzeiro toca bola no meio de campo.
  • 45 – Fim de 1º tempo.
  • Ronaldo Angelim: “Saímos na frente muito rápida e numa falta que nem aconteceu a bola desviou na barreira e enganou o Lomba.”
  • Roger Galera: “A batida foi boa, raspou na barreira e enganou o goleiro. O jogo tá bom. Vamos voltar pra decidir no 2º tempo.”

Segundo Tempo

  • 18h05 – Flamengo volta a campo.
  • Diogo: “Luxemburgo pediu pra gente voltar na marcação, pois o Marquinhos Paraná e o Henrique estão saindo muito pro jogo.”
  • 18h06 – Cruzeiro volta a campo.
  • Thiago Ribeiro: “O gramado deixa a bola muito viva e difícil de ser dominada.”
  • 18h07 – Começa o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.
  • 01 – Jonathan ataca pela direita, mas perde o controle da bola.
  • 02 – Jonathan recebe de Montillo e cruza. Wellington Paulista se joga na netrada da área e perde a bola.
  • 03 – Renato Abreu cobra escanteio pela direita. Diogo disputa bola com Diego Renan , cai na área e pede pênalti.
  • 04 – Diogo disputa bola com Leo Simões dentro da área e pede pênalti. Vuaden não dá e recebe peitada do atacante. Cartão amarelo pra ele.
  • o5 – Renato Abreu e Roger Galera discutem de dedo em riste sobre a punição de Diogo.
  • 06 – Jonathan cruza, Wellington Paulista cabeceia, bola sai por cima do travessão.
  • 07 – Diego Renan chuta de fora da área, bola sai à esquerda de Marcelo Lomba.
  • 08 – Torcida do Fla pede Petkovic.
  • 09 – Bola de pé em pé: Marquinhos Paraná, Henrique, Jonathan, que cruza sobre a área flamenga. Wellinton corta.
  • 10 – Wellington Paulista conclui de bicicleta, Marcelo Lomba faz ponte e desvia bola pra escanteio.
  • 11 – Cruzeiro tem mais posse de bola. Petkovic recebe instruções de Luxemburgo na beira do gramado.
  • 12 – Montillo cobra escanteio pela direita, nenhum atacante sobe, defesa do Fla fica com a bola.
  • 13 – Petkovic substitui Diogo.
  • 14 – Thiago Ribeiro e Montillo tabelam na entrada da área, Wellinton corta.
  • 15 – Marquinhos Paraná recebe ordens para marcar Petkovic.
  • 16 – Henrique aplica carrinho em Petkovic e recebe cartão amarelo.
  • 17 – Marquinhos cruza da direita, Leo Simões desarma Diego Maurício cedendo escanteio. Petkovic cobra, Marquinhos Paraná rebate.
  • 18 – Bola na área celeste, Marquinhos Paraná corta de cabeça. Wellington Paulista sai no contra-ataque e cruza da esquerda. Ronaldo Angelim cede escanteio. Montillo cobra, Marcelo Lomba recebe falta na área.
  • 19 – Diego Maurício arranca pela esquerda, passa por Leo Simões e chuta cruzado na saída de Fábio. A bola tira tinta no poste esquerdo do arco celeste.
  • 20 – Finalizações: 9×9. Cruzeiro toca bola no meio de campo.
  • 21 – Thiago Ribeiro para Jonathan, que passa a Montillo. Bola fica com Lomba.
  • 22 – Rafael Moura cruza, Gil cede escanteio.
  • 23 – Renato Abreu cobra escanteio de curva, Fábio defende.
  • 24 – Montillo passa por Williams na direita, entra na área e cruza. Thiago Ribeiro, no segundo poste, vence Leo Moura e cabeceia pra rede. Cruzeiro 2×1.
  • 26 – Roger Galera, na lateral esquerda, chuta bola em Willimas e ganha lateral.
  • 27 – Val Baiano substitui Williams.
  • 28 – Diego Maurício cruza da direita, bola cruza a área e sai pela esquerda.
  • 29 – Edcarlos substitui Roger Galera. Cruzeiro passa a jogar com três beques.
  • 30 – Flamengo com 4 atacantes, Cruzeiro se defende dentro de sua intermediária fechando espaços.
  • 31 – Renato Abreu chuta de longe, Fábio defende. Torcida do Flamengo pede raça ao time.
  • 32 – Bola recuada, Lomba rebate com um chutão. Torcida celeste: “Ei, ei, ei, Luxa é nosso Rei!”
  • 33 – Cruzeiro já viajou 74.000 Km neste brasileiro. Correa substitui Williams, que sai mancando.
  • 34 – Petkovic cobra escanteio, Jonathan corta de prima.
  • 35 – Welliton lança Juan, bola sai pela linha de fundo.
  • 36 – Jonathan comete falta em Renato Abreu e reclama de forma osetensiva recebendoc artão amarelo. É o 3º. Ele está fora da última partida do torneio.
  • 37 – Rômulo substitui Thiago Ribeiro. Pet cobra falta, Leo corts.
  • 38 – Gil lança Montillo, que passa por três flamengos e coloca Wellington Paulista na cara do gol. O atacante chuta de primeira, bola sai à direita de Lomba. Gol perdido!
  • 39 – Montillo está tremendamente cansado. Leo Moura cruza da direita, Henrique corta de cabeça.
  • 40 – Francisco Everton substitui Montillo.
  • 41 – Flamengo aluga o meio de campo celeste.
  • 42 – Ronaldo Angelim cruza da esquerda, Leo Simões corta.
  • 43 – Pressionado por Jonathan, Juan cruza da esquerda, bola por cima do travessão.
  • 44 – Juan avança pela esquerda, mas é parado por Leo Simões com falta.
  • 45 – Petkovic cobra falta, Fábio defende.
  • 46 – Diego Renan lança Wellington Paulista, que é desarmado dentro da área.
  • 47 – Leo Simões desarma Renato Abreu na ponta esquerda do Fla. Petkovic chuta de fora da área, Fábio defende.
  • 48 – Juan cruza da esquerda, Leo Simões, dentro da área, rebate. Vuaden encerra a partida.
  • Roger Galera: “Hoje tive a função de neutralizar Leo Moura, que é a saída mais perigosa deles. Passei a semana cm o adutor dolorido, mas valeu, pois continuamos na briga pelo título.”

Atuações

  • Fábio – Passou tranquilidade. Como, de resto, o fez em todo o campeonato. (AC Rossi) / Tomou um gol indefensável e trabalhou corretamente nos demais lances. (Matheus Penido)
  • Jonathan - Não pôde atacar como nas partidas anteriores, pois era acossado por Juan e Renato Abreu. Defensivamente deu conta do recado. Boa partida, a não ser pelo cartão amarelo infeliz que o tirou do último jogo da temporada. (Matheus Penido) / Não fez nada de brilhante ofensivamente, mas anulou a Juan. (João Chiabi Duarte) / Na minha opinião, o Jonathan jogou bem ontem. Mas colaream nele o rotulo de desanimado, faça o que ele fizer será esse o comentário. (Mauro França)
  • Rômulo – Entrou pra gastar o tempo e melhorar o sistema de marcação, com sucesso. (João Chiabi Duarte) / Puxou dois contra- ataques mas como o time já não tinha mais ataque as jogadas não encaixaram. (Matheus Penido)
  • Leo Simões – Boa partida. Sofreu um pouco mais quando Diego Maurício passou a cair pelo seu lado no 2º tempo. (Ernesto Araújo) / Bem, sem inventar. (AC Rossi) / Perdeu dividida com Diogo que resultou no gol do Fla e tomou mais algumas bolas nas costas no primeiro tempo. No segundo melhorou e ajudou a segurar a vantagem mínima até o final da partida. (Matheus Penido)
  • Gil – Seguro, rebateu, cortou de cabeça e até lançou, mei sem querer, Montillo para a bela jogada do gol desperdiçado por WP. E não foi afoito nos lances. Isto ele deve ter aprendido com o Fenômeno. (Síndico)
  • Edcarlos – Entrou com a incumbência e congestionar a defesa e cumpriu bem o papel. (Síndico) / Entrou pra despachar bolas que o Flamengo colocaria na área e cumpriu sua missão. (Matheus Penido)
  • Diego Renan – Teve muito trabalho, quando o Diego Mauricio caiu pelo seu setor. Razoável. (AC Rossi) / Falhou no lance do primeiro gol do Flamengo e continuou dando mole para Diego Maurício no 2º tempo. (Ernesto Araújo) / Começou sofrendo com as subidas de Leo Moura e as caídas de Diego Maurício em seu setor, como no lance do gol. Quando recebeu ajuda de Roger e dos volantes pôde jogar com mais tranqüilidade, mas não arriscou muitas subidas ao ataque. (Matheus Penido)
  • Henrique - Menos efetivo que nas últimas partidas ainda assim cumpriu sua missão protegendo a defesa, cobrindo os laterais e ainda fez uma grande jogada de ponta esquerda exigindo boa defesa do goleiro Lomba. (Matheus Penido) / Além de marcar bem, foi à frente e criou problemas para o sistema defensivo do Fla. Deu um chapelaço no Maldonado… Gosto disto. (João Chiabi Duarte)
  • Marquinhos Paraná – Começou fechando o lado direito pra permitir que Jonathan atacasse. Quando Pet entrou em campo se encarregou de marcar o gringo individualmente. Cumpriu as duas missões com eficiência. (Matheus Penido) / Bem na marcação e cobertura defensiva. Gostei da chegada junto em Renato Abreu. Foi oportuna. Ótima leitura de jogo. (João Chiabi Duarte) / Posicionou-se bem e fez o seu trabalho “operário” como sempre. Mas andou errando alguns passes fáceis. (Ernesto Araújo)
  • Roger Galera – Jogou para o time. Fez o gol e ainda marcou a passagem do Leo Moura. Taticamente perfeito. (João Chiabi Duarte) / Pedi muito que ele batesse a falta. E ele bateu. E acertou, ainda que com a ajuda da sorte. O gol aumenta sua nota pois sumiu depois, voltando a reaparecer no fim da partida ajudando o Diego Renan. (Ernesto Araújo) / Não foi brilhante como contra o Vasco, mas lutou muito, valeu. (AC Rossi) / Começou devagar mas a partir do gol de falta ( primeiro do time no campeonato ) entrou no jogo, brigou muito pela bola e ajudou Diego Renan na defesa como já havia feito contra o Vasco. Sua postura de jogador-equipe nessa reta final tem ajudado a impulsionar o time. (Matheus Penido)
  • Francisco Everton – Fez o que lhe pediu a dupla Cuca & Cuquinha: congestionou a defesa dificultando a única chance de criação do adversário, as jogadas de Petkovic. (Síndico)
  • Montillo – Marcado pessoalmente por Williams (com Maldonado na sobra), ele se movimentou por toda a intermediária do Fla desajustando o sitema de contenção rubronegro. De quebra, cavou a falta do gol de empate, fez uma grande jogada para o desempate e outra, espetacular, que WP não aproveitou. Decidiu quando foi preciso. (Síndico) Estava errando quase tudo que tentava, inclusive passes curtos. Mas temos que lembrar que, além da marcação pesada (e hoje ainda rolava uma certa mágoa dos flamenguistas), praticamente todas as jogadas do Cruzeiro passam pelo Montillo. Ele não se omite nunca, e os demais jogadores confiam nele. Só por isso ele já começa o jogo com um “regular pra bom”, rsrsrs. E ao fazer uma jogada decisiva de gol, o jogador já ganha muitos pontos de bônus! (Moema Fox) / Fazia outra atuação mediana, sem acrescentar nada que justificasse a idolatria apressada do torcedor até que, na parte final da partida, fez aquilo que todo candidato a ídolo /craque deve fazer: duas jogadas decisivas. Uma delas desperdiçada pelo nosso “homem-quase-gol” (Ernesto Araújo) / Quase sempre joga bem. Mesmo quando não é brilhante chama o jogo e constrói jogadas acima da média no futebol brasileiro. Ontem foi o grande responsável pela vitória pois cavou a falta do primeiro gol e fez jogada brilhante pra Thiago marcar o segundo. E ainda proporcionou o lance mais bonito da partida ao fazer fila na defesa flamenga e deixar a bola limpinha pra Wellington Paulista, que mandou pra fora. (Matheus Penido)
  • Thiago Ribeiro – Correu muito pelos lados, merecia melhor companhia. (AC Rossi) / O trabalho de sempre, aberto pela direita, esperando que um dia WP faça algo de útil com seus passes. Lembrou as atuações que o levaram a ser artilheiro da Libertadores ao acreditar na jogada de Montillo e cabecear com precisão. Como sempre digo, o gol aumenta sempre a nota. (Ernesto Araújo) / Correu muito, como sempre, e foi premiado com o gol da vitória, num lance em que segundo suas próprias palavras ele pressentiu que Montillo ganharia o lance e se posicionou atrás do zagueiro pra concluir. (Matheus Penido)
  • Wellington Paulista – Lutou muito, marcou a saída de bola, concluiu a gol, mas, sem êxito. Vive um mau momento. (João Chiabi Duarte)
  • Cuca – Armou bem a equipe, mas algumas coisas que incomodaram. Demorou a arrumar um jeito de matar as jogadas de Diego Maurício nas costas de Diego Renan e, depois, do Jonathan. A insistência com o WP também não dá mais pra aguentar (a do EdCarlos parece que passou). De resto, administrou bem, via Cuquinha, seus comandados. (Ernesto Araújo) / Boa escalação, leitura tática e substituições corretas. (João Chiabi Duarte) / Representado na beira do gramado por seu irmão, Cuca seguiu o estilo pragmático de cair na defesa quando o time sai em vantagem. Seu time não teve grande jornada mas conseguiu equilibrar a defesa que começou perdida e contou com o talento de Montillo pra sair com os 3 pontos. Chegar à última rodada brigando pelo título premia o trabalho do treinador que chegou a BH num momento de instabilidade total e sob forte desconfiança. (Matheus Penido)
  • Torcida – Sensacional. Mais de mil fanáticos, por vezes, ousaram calar os flamengos, que estavam em absoluta maioria. Nota dez! Com destaque para a dupla Çangre Açul e Diogo Lara.(Síndico) / Segundo informações mais de mil cruzeirenses estiveram em Volta Redonda. Essa turma apoiou direitinho o time e se fez presente mesmo diante de boa presença da torcida flamenga. (Matheus Penido)
  • Juiz & Bandeiras – O Flamengo pediu um pênalti de Leo Simões sobre Diogo e contestou a falta de Williams em Montillo, que resultou no gol de empate. O pênalti foi lance duvidoso. Vale a interpretação do Juiz. A falta foi cavada, sim, mas com a participação ingênua de Willimas. Seu maior erro foi ter poupado o cartão vermelho quando recebeu uma peitada de Diogo. Os bandeiras acertaram todas as marcações. (Síndico) / Vuaden mediou bem a partida e no momento em que ameaçou perder o controle no entrevero envolvendo Roger, Renato e Paraná se saiu bem aplicando um amarelo no volante celeste e acalmando os nervosinhos .Tecnicamente também teve boa atuação não dando chance aos atacantes do Flamengo com vocação para o teatro e marcando ou deixando de marcar faltas quase sempre com correção. O único lance capital que me deixou em dúvida foi a falta de Willians sobre Montillo que resultou no primeiro gol celeste, mas como o próprio Vanderlei Luxemburgo, um dos reis do chororô no fut brasilis, não reclamou na hora e ainda advertiu seu volante , fico com a impressão de que o árbitro acertou. (Matheus Penido)
  • Flamengo - Diego Maurício foi o melhor do time carioca. Forte, veloz e com alguma habilidade o garoto fez um gol e atazanou a defesa celeste até o fim da partida. Angelim também foi um zagueiro eficiente, Marcelo Lomba salvou dois gols, Renato Abreu reclamou muito mas jogou pouco e Willians marcou Montillo em cima, mas justamente quando o argentino escapou dele acabou criando as jogadas dos dois gols que definiram a partida. (Mathues Penido) / Marcelo Lomba redimiu-se de más atuações anteriores com duas grandes defesas. Diego Maurício, o Dorguibinha, fez um golaço e cansou a defesa celeste com suas investidas. Ronaldo Angelim foi soberano em sua área. Juan e Moura fopram bloqueados pelos defensores celestes, Petkovic foi anulado por Marquinhos Paraná e Luxemburgo continua freguês. Continua bom treinador, mas teve um ano de cão, com uma performance de caramujo! (Síndico)

O que foi dito

  • Roger Galera, meia do Cruzeiro: A boa fase está acontecendo porque venho jogando. Poderia ter sido assim se eu tivesse jogado um pouco mais. Felizmente a oportunidade apareceu no final. Mas, sem dúvida, na hora de decidir, aparecem talento, experiência, e vou torcer para que eu possa ajudar mais uma vez no último jogo. O jogo mais difícil era o nosso. O Flamengo estava lutando pelo rebaixamento enquanto Vasco e Palmeiras não tinham mais nada para lutar. Nosso time todo está de parabéns. Agora vamos decidir na última rodada e tomara que e a gente tenha sorte. O torcedor vai ter que ir a campo com o olho no nosso jogo e dois radinhos. Vamos lutar até o ultimo momento e, se Fluminense e Corinthians vacilarem, o título pode ser nosso. Vamos acreditar até o último minuto. Vamos ver quem tem mais coração no final.
  • Thiago Ribeiro, atacante do Cruzeiro: Nós vencemos e agora é levar pra última rodada e ver o que acontece. Temos que fazer o que fizemos hoje, fazer nosso papel, nossa parte, vencer o Palmeiras e, depois do jogo, ver como ficaram os outros resultados. Tudo pode acontecer. No gol, só tive o trabalho de colocar a bola pra dentro. Estava tão fácil que era até perigoso desconcentrar e perder o gol.
  • Leo Simões, beque do Cruzeiro: A gente está vivo até a última rodada. O grupo está fazendo um belo campeonato, acreditando. Vamos pra última partida buscar mais uma vitória e ver o que pode acontecer. Temos que fazer nosso papel, vencer o jogo, que também vai ser complicado. Nosso time está motivado e vamos pra a última rodada esperando tropeços das duas outras equipes, acreditando sempre na nossa vitória e no título.
  • Cuquinha, auxiliar técnico do Cruzeiro: A gente já se entende por ser irmão. Sei muito bem como ele gosta de trabalhar. Foi tudo tranquilo. O Cruzeiro veio com um propósito de ter paciência durante o jogo, para poder ganhar a qualquer momento. Foi um jogo equilibrado, mas o Cruzeiro mereceu a vitória por ser um time mais equilibrado, com mais posse de bola. Estamos vivos ainda. E quem sabe vem uma luz e um time desses possa ajudar o Cruzeiro. A gente vai fazer nossa parte de novo, vencer o jogo e quem sabe um time pequeno possa fazer a parte deles, porque os grandes, paciência. A gente já sabia do resultado antes de acontecer. O nosso jogo era difícil, era valendo. Domingo que vem todos serão valendo, quem sabe dê uma zica aí e a gente consiga o título.
  • Wellington Paulista, atacante do Cruzeiro: É uma fase que todo atacante passa, mas eu não esperava passar. Ainda mais nesse momento, em que a equipe está vencendo jogos importantes e decidindo o título. Não costumo errar gols na cara como está acontecendo. É trabalhar com muita vontade durante esta semana pra voltar a marcar e acabar com esta situação.
  • Cuca, treinador do Cruzeiro: Ficar no banco é o que menos importa, o importante foi que o Cruzeiro venceu o jogo, foi forte, soube o que fazer num jogo decisivo, com estádio lotado, partida complicada, com pressão da torcida. Foi uma vitória importante que nos deixa ainda com chance de título. Cuquinha foi bem, ele sempre que tem esta oportunidade vai bem. Normal como sempre ocorre quando você conversa com um auxiliar, ele ficou em meu lugar, como se eu tivesse ali.
  • Montillo, meia do Cruzeiro: Nós acreditamos que Fluminense e Corinthians percam pontos. Vai ser difícil, mas acho que temos chance. Temos de ganhar do Palmeiras no domingo.
  • Wanderley Luxemburgo, treinador do Flamengo: Fizemos um jogo ruim contra uma equipe excelente, muito organizada. Não estamos felizes, estamos aliviados. A vitória sobre o Guarani acabou sendo o jogo mais importante do ano. Seria horrível disputar a Série B, mas escapamos. No vestiário, os jogadores comentaram que ano passado disputavam o título neste momento e agora estavam nesta situação. Mas tudo faz parte do aprendizado.
  • Renato Abreu, meia do Flamengo: Perdemos o jogo e ficamos tristes com isso, mas felizmente conseguimos permanecer na 1ª Divisão com os resultados das outras equipes. Precisamos tomar isso de lição. Não podemos sofrer desse jeito em outras temporadas. Precisamos começar forte para não sofrer no final.
  • Lédio Carmona, em seu blog: Nos últimos sete jogos entre Cruzeiro e Flamengo, os mineiros venceram todos. Inapelavelmente. Pelo simples fato de que nesse período a Raposa teve um time melhor. Superior inclusive à boa equipe rubro-negra do ano passado, campeã brasileira graças a uma bela atropelada na reta final. Hoje, em Volta Redonda, o Cruzeiro ganhou a sétima partida dessa série. E, mesmo que na dependência de tropeços de Fluminense e Corinthians, chegará à ultima rodada com chance de ser campeão brasileiro. Descontadas polêmicas de arbitragem, talvez a camisa azul chegasse ao fim do Brasileirão-2010 em melhores condições de festejar se tivesse um centroavante com mais força e talento para aproveitar a genialidade de Walter Montillo. Quando tinha Kleber, o Cruzeiro chorava a ausência de um maestro. Agora que tem Montillo, lamenta não ter um goleada à altura do grande time celeste.Por incrível que pareça, porém, o Flamengo perdeu e saiu comemorando. Graças a uma bem-vinda combinação de resultados, os rubro-negros se livraram do rebaixamento com uma rodada de antecedência. Houve comemoração. Normal para o torcedor, sempre apaixonado. Meio fora do tom para dirigentes, comissão técnica e jogadores, que deveriam aproveitar a salvação para refletir sobre o ano terrível, e não transformar em júblio situação tão constrangedora.O Flamengo começou melhor. Ligado, marcando adiantado e tentando resolver suas carências de criação no meio de campo com velocidade. E foi assim que Diogo fez lançamento perfeito para Diego Maurício fazer 1 a 0, logo aos 10 minutos. Willians marcava bem Montillo. A partir dos 15min, deu espaço para o argentino e o jogo mudou. Montillo sofreu falta inútil do mesmo Williams. Roger bateu, a bola tocou na barreira e venceu Marcelo Lomba: 1×1. E não teve mais gols no primeiro tempo porque, sem centroavante, o Cruzeiro envolve o adversário, se movimenta, mas chuta pouco. No segundo tempo, o Fla voltou mais organizado. Mas seguia errando passes. Não tem talento no meio. Renato Abreu é dono de chute forte e futebol esforçado. Nada mais. Entregar a ele a função de organizador é um dos muitos equívocos de Vanderlei Luxemburgo (e de Rogério Lourenço) (e de Silas) na temporada, talvez a pior da carreira do treinador. Escapou de um duplo rebaixamento por Atlético Mineiro e Flamengo. Dorival Junior resolveu a questão em Belo Horizonte. No Rio, uma boa dose de sorte e um certo acaso ajudaram. Em 2011, se fizer bem a renovação desse elenco com prazo de validade esgotado, pode dar a volta por cima e esquecer de vez essa trágica temporada. Voltando ao jogo. Montillo fez grande jogada pela direita e cruzou na cabeça de Thiago Ribeiro, na segunda trave.: 2 a 1, aos 23 minutos. Era quase impossível acreditar na virada do Fla. Muito embora eu concorde que houve pênalti de Leo em Diogo, antes mesmo do gol de Thiago Ribeiro. Enfim, nada demais no resultado. O Cruzeiro é melhor do que o Flamengo e se impôs mais uma vez. E os rubro-negros, mais uma vez, pararam nas próprias limitações. Mesmo que fique sem título, a Raposa terminará a rodada por cima. Tem time, treinador e um craque argentino. E o Fla ganhou a salvação e a chance de se reconstruir. Basta aproveitar e não viver a ilusão do mundo do faz-de-conta.
  • João Chiabi Duarte, no PHD: Acompanhar o relato do lance a lance no PHD dá uma boa dimensão do que foi o jogo. O Flamengo saiu na frente numa jogada de velocidade nas costas de Diego Renan, com uma ótima metida de bola do Diogo para o garoto Diego Maurício que conhece do riscado e fez o gol. Só que o Cruzeiro tinha Montillo, que sofreu a falta de Williams e a boa cobrança de Roger, que se não desviasse também entraria. Com o novo empate, o jogo passou a ser de muita marcação e de erros constantes de passes, pois, o gramado duro e irregular do Estádio da Cidadania em Volta Redonda fazia a bola quicar em demasia. Mas, ainda assim, o Cruzeiro foi melhor na etapa inicial, tendo chances mais claras de gol e marcando bem o Flamengo. Juan e Leo Moura não conseguiram jogar. Veio a etapa final e Luxemburgo fez uma substituição que acabou com o time do Flamengo. Trocou Diogo por Petkovic. O Flamengo perdeu a velocidade e um jogador que, pelo meio, dava trabalho à zaga do Cruzeiro. Foi o bastante para que a força de Marquinhos e Diego Maurício pelos flancos desaparecesse, pois, não havia ninguém no meio da área pra completar as jogadas. Williams se cansou e Montillo começou a se mexer mais e criou a jogada do gol. Depois, deixou WP livre pra fazer 3×1, que não aconteceu. O Cruzeiro, então, soube se fechar e garantiu o resultado. Não vi domínio do Flamengo em momento algum e sim concentração de jogadores no meio, mas sem combate efetivo. Desarmes só mesmo Maldonado (não tem a vitalidade de antes) e Williams faziam. Do nosso lado a gente via todo o time mordendo, querendo retomar a posse de bola, buscando o resultado. Wellington Paulista voltou mal depois da parada. Parece que como o Washington do Flu perdeu a confiança e não tem sido feliz nas conclusões. E quando acerta, como naquela puxeta, o goleiro adversário faz a defesa. É fase. Mas ele tem lutado muito e corre atrás dos beques, não lhes dá descanso. Se caísse e reclamasse menos com certeza o seu rendimento iria melhorar. Com Leandro Vuaden no apito, nem adianta reclamar de cai-cai. Ele não marca esse tipo de falta. Gostei da raça do Cruzeiro. Gostei do empenho dos jogadores… Gostei do resultado. E digo mais: se ganharmos do Palmeiras, teremos 44% de chances de título. E provo!
  • Elias Guimarães, no PHD: O mais importante de tudo é que nosso time se portou muito bem na única partida decisiva, sob a qual não pairou qualquer sombra de dúvida sobre equipes dispostas a não facilitar pra outra. Nem comento sobre entregadas. Ou sobre arbitragens tendenciosas. O que ficou foi um time determinado, bravo, lutador, que não afinou ante a pressão adversária (lembrem o que fizeram pra cima do Marquinhos Paraná no início da partida, colocando pressão sobre ele, que nada havia feito ao adversário). Uma pena nosso ataque não responder à altura, a despeito da correria e do gol do Thiago Ribeiro. Nosso meio se houve muito bem, a defesa não deu mole e os laterais jogaram um pouco menos que o de costume. Foi outra grande jornada. E o “Maior Clube do Brasil” mais uma vez assinou atestado de cliente.
  • Simone Castro, no PHD: Vamos mandar o Coronel Lima Castro prender nosso centroavante. Pelamor, como ele perde gol! Coronel, favor se dirigir ao estádio Raulino de Oliveira para a detenção de um elemento cujo codinome é WP!

Links e Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • Sportv