Flamengo 0x2 Cruzeiro - 08/08/2018

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para: navegação, pesquisa


Confrontos posteriores e anteriores
Por temporada
Escudo Vitória.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos  do Escudo Flamengo.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png
Por Copa Libertadores da América
Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Racing.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Flamengo.png
No estádio Maracanã
Escudo Fluminense.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos  do Escudo Flamengo.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png
Contra Flamengo
Escudo Flamengo.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos  do Escudo Flamengo.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Flamengo.png
Flamengo
0 x 2 Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
1º jogo das Oitavas de Final da Copa Libertadores da América 2018
Data: 8 de agosto de 2018 Local: Rio de Janeiro, RJ
Horário: 21:45 Estádio: Maracanã
Árbitro: Nestor Pitana Público pagante: 41.533
Assistente 1: Hernan Maidana Público presente: 45.967
Assistente 2: Gustavo Rossi Renda: R$ 3.273.740,00
R$ 3.273.740
Cr$ 3.273.740
NCr$ 3.273.740
Cz$ 3.273.740
NCz$ 3.273.740
(preço médio: R$ 78,82 )
Súmula: Não disponível
Escalações
Flamengo: Cruzeiro:
1. Diego Alves 1. Fábio
2. Rodinei Substituição realizada 40'(2T) de jogo 40'(2T) ( 21. Pará ) 22. Edilson
15. Réver 26. Dedé
26. Léo Duarte 3. Léo
6. Renê 6. Egídio
8. Cuéllar Cartão amarelo recebido aos 21  (2T) 21'  (2T)   8. Henrique
18. Jean Lucas Substituição realizada 18'(2T) de jogo 18'(2T) ( 14. Vitinho ) 16. Lucas Silva
10. Diego 19. Robinho Cartão amarelo recebido aos 14  (2T) 14'  (2T)   Substituição realizada 27'(2T) de jogo 27'(2T) ( 18. Rafinha )
7. Éverton Ribeiro 30. Thiago Neves Cartão amarelo recebido aos 11  (1T) 11'  (1T)   Gol aos 32 do  (2T) 32'  (2T) Substituição realizada 35'(2T) de jogo 35'(2T) ( 5. Ariel Cabral )
17. Marlos Substituição realizada 31'(2T) de jogo 31'(2T) ( 29. Lincoln ) 10. De Arrascaeta Gol aos 9 do  (1T) 9'  (1T)
20. Uribe 28. Barcos Substituição realizada 16'(2T) de jogo 16'(2T) ( 17. Raniel )
Técnico: Mauricio Barbieri Técnico: Mano Menezes
Reservas que não entraram na partida
Flamengo: Cruzeiro:


Pré-Jogo

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 21h45 COMEÇA o jogo. Cruzeiro.
  • 01 CRUZEIRO, todo de azul; Flamengo, com uniforme tradicional.
  • 01 CAPITÃES: Henrique e Diego.
  • 02 Cruzeiro troca passes na defesa.
  • 03 Primeiro Cruzeiro x Flamengo pela Libertadores.
  • 04 Henrique derrubado, quando saia pro jogo.
  • 04 Marlos é lançado, Fábio fica com a bola.
  • 05 Diego Ribas carrinha Edílson, Pitana chama-lhe a atençao.
  • 06 Marlos vai ao fundo e cruza rasteiro, Dedé escanteio a bola.
  • 07 Diego cobra corner na esquerda, tentando goo olímpico, Fábio escanteia a bola.
  • 08 Diego cobra corner na esquerda, Fábio encaixa.
  • 09. Edílson joga bola na área, Robinho ajeita, Arrascaeta manda pra rede. CRUZEIRO 1×0.
  • 10 Bola longa pra Marlos, Cruzeiro ganha tiro de meta.
  • 11 11º GOL de Arrascaeta em 2018, 10ª assistência de Robinho.
  • 12 Marlos corta pra dentro e chuta. Pra fora.
  • 13 AMARELO. Neves, por carrinho em Jean Lucas
  • 14 TORCIDA CELESTE canta alto e cala a flamenga.
  • 15 Diego Ribas chuta de longe, bola desvia, corner.
  • 16 Cobrança curta na direita, Egídio aperta, Marlos deixa bola sir pela linha de fundo.
  • 17 Uribe aciona Jenalucas, que chuta da meia lua, pra fora.
  • 18 Dedé estica da defesa, Leo Duarte corta, do outro lado.
  • 19 BALIZA. Arrascaeta aciona Robinha, que de dentro da área põe a bola na cabeça de Neves. Arremate acerta o travessão, quando já não havia goleiro debaixo do arco.
  • 20 Marlos cobra corner na direita, Dedé corta,
  • 21 MODO SEGURANÇA. Henrique, Lucas, Leo, Egídio, Fábio.
  • 22 Rodinei recebe na área celeste, Leo escanteio a bola.
  • 23 Rodinei cobra corner na direita, Uribe cabeceia, bola sai à direita de Fábio.
  • 24 Henrique toma bola de Uribe e acaba com ataque flamengo.
  • 25 Marlos arremata de bicicleta, na área celeste, Leo tira de cabeça.
  • 26 Diego cobra corner na direita, bola dá volta [ela linha de fundo.
  • 27 MELHOR ATAQUE da Libertadores é o do Cruzeiro. Já fez 16.
  • 28 Jean Lucas cruza d esquerda, Fábio cata, no alto.
  • 29 Barcos, na área flamenga, levanta buscando Neves, Duarte corta,
  • 30 Lucas pra Egídio, que cruza da esquerda, Duarte corta.
  • 31 Rodinei cruza direita, Uribe se antecipa a Dedé e cabeceia. Bola resvala no beque. Corner, que dá em nada.
  • 32 Everton Ribeiro abre pra Rodinei, que cruza direita, Marlos não consegue dominar a bola.
  • 33 Henrique lança Robinho, que ajeita pra Barcos. Defesa flamenga corta.
  • 34 Everton Ribeiro cobra corner na direita, com muito efeito e curva, Fábio e Edílson impedem gol, com defesas .
  • 35 Diego cobra corner na esquerda, Fábio defende.
  • 36 marlos chuta bola e Edílson e consegue corner, Cobrança dá em nada.
  • 36 ESCANTEIOS: Flamengo 12×0.
  • 37 Rodinei cruza direita, Marlos finaliza pra fora,
  • 38 Edílson cruza direita, Duarte se antecipa e escanteia a bola.
  • 39 Corner cobra na direita, com jogadinha. Henrique cruza, Leo cabeceia, defesa flamenga cede corner,
  • 40 Neves cruza da esquerda, Réver corta.
  • 41 Ribeiro derruba Arrascaeta.
  • 42 TORCIDA CELESTE canta alto. Flamengos ouvem, em silêncio.
  • 43 Arrascaeta dispara pela esquerda, Renê o persegue e cede lateral.
  • 43 Lucas, Egídio, Arrascaeta, Duarte escanteia a bola.
  • 44 Contrataque rubro-negro, Rodinei escorrega, bola sai pela linha de fundo.
  • 45 DEFESAÇA. Ribeiro põe Rodinei na frente do arco celeste. Lateral chuta Fábio defende. Ribeiro rede a jogada, lateral volta a chutar, Fábio volta a defender.
  • 46 Torcida flamenga vaia Rodinei.
  • 46 Dedé e leo trocam passes.
  • 47 FIM de 1º tempo.

Segundo Tempo

  • 22h49 COMEÇA o 2º tempo. Flamengo dá a saída.
  • 46 Dedé corta bola esticada pela defesa flamenga.
  • 47 Renê tenta passar a marlos, Dedé corta.
  • 48 Dedé estica, Jean Lucas fica coma bola.
  • 49 DEFESAÇA. Rodinei cruza direita, Uribe cabeceia, Fábio boa e espalma a bola.
  • 50 FÁBIO está disputando seu 784º jogo, coma camisa celeste.
  • 51 Dedé disputa pelo alto com Marlos e fica caído. Nada grave.
  • 52 Marlos disputa com Edílsone cai na área, Pitana manda seguir o jogo. E acerta.
  • 53 Barcos derruba Cuellar. Diego cobra falta, Fábio encaixa.
  • 54 Neves derruba Cuellar.
  • 55 Diego aciona ribeiro na direita, bola sai pela linha de fundo.
  • 56 ONZE cruzeirenses em seu campo de defesa.
  • 57 Ataque celeste pressiona e atrapalha saída flamenga. Mas não faz nada quando recupera a bola.
  • 58 Henrique desarma Diego, bola chega a barcos, que não consegue prende-la.
  • 59 AMARELO. Robinho, por falta em Marlos.
  • 60 Renê cora falta, Nees corta, na área celeste.
  • 61 TROCA. Barcos x Raniel.
  • 62 Cruzeiro bloqueia entrada de sua área, com todo o time. Flamengo ronda a região.
  • 63 TROCA. Jean Lucas x Vitinho.
  • 64 Renê cruza da esquerda, dedo corta.
  • 65 PONTEIROS: Flamengo tem Vitinho na direita, Marlos na esquerda. Everton Ribeiro vira armador pelo maio, junto com Diego Ribas.
  • 66 POSSE: Flamengo, 64%.
  • 66 AMARELO. Cuellar, por rasteira em Edílson.
  • 67 Falta frontal a favor do Cruzeiro.
  • 67 Neves cobra falta, bola fica na barreira.
  • 68 Raniel mata ma coxa e chuta forte, de fora da área. Bola sai tirando tinta do poste direito.
  • 69 Diego Ribas joga bola na área celeste, Egídio corta.
  • 70 Raniel contrataca, mas é parado na entrada da área flamenga.
  • 71 Edílson erra passe, Flamengo volta ao ataque. Defesa celeste contorna o problema.
  • 72 TROCA. Robinho x Rafinha.
  • 73 Vitinho cruza esquerda, Bola atravessa área celeste, Rodinei cruza da direita, Dedé corta de cabeça.
  • 74 PÚBLICO: 41.533 pagantes, 45.967 presentes, R$3.273.740.
  • 75 Neves pega de prima, bola sai pela linha de fundo. Era pra segurar, pô!
  • 76 TROCA. Marlos Moreno x Lincoln.
  • 76 Raniel puxa contrataque, demora, mas consegue acionar Rafinha.
  • 77 GOL. Rafinha cruza direita, defesa flamenga corta, Lucas pega o rebote e chuta, no meio do caminho, Neves desvia bola pra rede. CRUZEIRO 2×0.
  • 78 Diego cobra corner na esquerda, Raniel corta, no primeiro poste.
  • 79 Vitinho entra na área celeste, mas adianta a bola, que sai pela linha de fundo.
  • 80 THIAGO NEVES cai no gramado. Vai sair.
  • 81 TROCA. Thiago Neves x Cabral.
  • 81 Egídio desarma Rodinei, Flamengo ganha lateral. Renê cruza, da esquerda, pra fora.
  • 82 Torcida flamenga vai, Torcida Celeste canta alto.
  • 82 Diego Alves sai de suya área pra rebater bola esticada pelo Cruzeiro.
  • 83 TROCA. Rodinei x Pará.
  • 84 Henrique command a troca de passes, bola chega a Arrascaeta, defesa flamenga cede corner.
  • 85 Rafinha cobra corner na direita, bola fica com aPará do lado oposto.
  • 86 Everton Ribeiro cruza direita, com o pé trocado. Bola sai do lado oposto.
  • 87 Perde e ganha na meiuca. Times cansados.
  • 88 Pará cruza direita, Dedé corta, de cabeça.
  • 89 Bola na área celeste, Vitinho não domina, Fábio encaixa.
  • 90 Lincoln chuta cruzado, bola sai à direita de Fábio.
  • 90 Cabral segura bola na meiuca.
  • 91 Raniel prende bola na direita, Cuellar cede lateral.
  • 92 Jogo vai até 95.
  • 92 Vitinho chuta forte, do bico da área. Tiro de meta, Cruzeiro.
  • 92 PRDEU! Arrascaeta põe Raniel na cara do gol. Finalização ruim, defesa de Diego Alves.
  • 93 Rafinha, Arrascaeta, Egídio, que dispara pela esquerda. Defesa flamenga contorna o problema, com dificuldade.

Vídeos

Bastidores do jogo

Atuações

  • TORCIDA CELESTE ocupou todo o espaço a ela destinado e cantou alto o jogo todo. Fez o que toda torcida brasileira faz quando seu time está bem: muita farra. A do Flamengo, idem: perdendo, vaiou. (Síndico)
  • FÁBIO, perfeito. Neutralizou as tentativas flamengas, que a defesa celeste não cortou. (Síndico) —– Fez uma defesaça no primeiro tempo e esteve bem nos outros lances. Sofreu com as inúmeras cobranças de escanteios do Flamengo, mas quando não interceptou a bola, contou com a sorte. (Ernesto Araújo)
  • EDÍLSON marcou bem, atacou pouco. Como pedia a estratégia. (Síndico) —– Discreto no apoio, mas foi decisivo num lance onde tirou uma bola dos pés do jogador do Fla junto à trave. (Ernesto Araújo) —– Não fez uma partida ruim, mas pecou no posicionamento e por isso levou duas bolas nas costas. Além disso, fez um pênalti bobo que o árbitro não viu. (Matheus Chaves)
  • DEDÉ cortou dezenas de bolas altas e outras tantas rasteiras. Só não acertou os esticões. O que não fez muita diferença. (Síndico) —– Rebateu inúmeras bolas com sua inesgotável energia dentro da área. Mas foi bastante incomodado por Uribe. (Ernesto Araújo)
  • LEO anulou o ataque flamengo. Bom nas rebatidas, nas coberturas e nas disputas diretas. (Síndico)
  • EGÍDIO fez uma partida impecável na defesa, mas foi pouco ao ataque. (Síndico)
  • HENRIQUE criou dificuldades imensas pra Diego Ribas e demais meio-campistas flamengos armarem o jogo. Foi quem mais protegeu a bequeira e o mais competente na saída de bola. (Síndico)
  • LUCAS marcou, ocupou espaços, armou, fez uma partida impecável. (Síndico)
  • ROBINHO deu passes para dois gols. Um Arrascaeta aproveitou, outro Neves desperdiçou. Correu bastante, cansou, saiu mais cedo. (Síndico) —– Melhor do jogo. Tem carregado o piano não é de agora. Defendeu por ele e por Neves. Foi o armador mais incisivo do time. Deu passe para o gol do Arrascaeta. (Fernando Henrique)
  • NEVES perdeu um gol, fez outro. Correu muito, criou pouco. (Síndico) —– Começou muito bem, fez bom primeiro tempo, dando sequência às jogadas. Começou a jogada do primeiro gol derivando da direita para o meio e descolando ótimo passe para o Robinho dentro da área. (Bruno Barros)
  • ARRASCAETA fez um gol, como se estivesse brincando no quintal de casa. Criou jogadas, movimentou-se. deu trabalhão à defesa flamenga. (Síndico) —– Jogou o fino. E as matadas de bola na biqueta da chuteira?! Chamou Everton Ribeiro para dançar duas vezes. Fez gol, criou o lance do gol que Neves perdeu de maneira bisonha, deixou Rafinha e Raniel em boas condições, participou do segundo gol. Matou a pau. (Bruno Setelagoas)
  • BARCOS, pesado e sem inspiração, não incomoda a defesa flamenga. Saiu mais cedo, o que fez o time melhorar. (Síndico) —– Jogou tempo demais fora da área e não foi produtivo fazendo essa função. (Ernesto Araújo)
  • RANIEL entrou na etapa final e deu mais força ao ataque. Conseguiu uma ótima fibalzação que, por pouco, não vira gol. (Síndico) —– Revigorou o ataque do Cruzeiro e teve até oportunidade de gol. (Ernesto Araújo)
  • RAFINHA correu demais iniciou a jogada do segundo gol e perdeu um na frente do arco flamengo. (Síndico) —– Entrou bem. No lance do segundo gol é ele que corre até a linha de fundo pela direita e não deixa bola sair fazendo o passe para dentro da área, jogada que seguiu com a “preparada” de Arrascaeta para o arremate de Lucas e o desvio Neves. Mas perdeu um gol feito ao se enrolar com a bola e não conseguir chutar corretamente. (Ernesto Araújo)
  • CABRAL entrou para ajudar a marcar quando o Flamengo partiu para o desespero e foi o que fez. (Síndico) —– Não entrou bem e assustou Fábio num lance bisonho. (Ernesto Araújo)
  • MANO nada fez de diferente do habitual. Talvez um pouco mais de pressão na saída flamenga no começo da partida. Depois, foi defesa compacta e especulação no ataque. Deu certo e o jogo ficou muito parecido com os quatro a zero no Vasco. O placar até poderia ter sido o mesmo. (Síndico) —– Nem a marcação adiantada do início foi novidade. Vamos nos lembrar de que o Cruzeiro tem o melhor ataque da Libertadores. O segundo tempo foi mais Mano impossível, com a diferença de que no final o contra-ataque encaixou melhor. (Matheus Penido)
  • CRUZEIRO começou com marcação alta, fez um gol cedo e defendeu-se bem. Ma etapa final, manteve-se firme na contenção e, no fim, liquidou fatura. Fez uma partida de supera;cão, especialmente, na defesa, mas nada espetacular, como a torcida apegoa nas redes. (Síndico) —– Até mesmo a pressão na saída de bola á deu caras em outras oportunidades. O encaixe desta marcação e a péssima partida de um dos volantes rubro-negros fez a bola queimar nos pés do time carioca e nos deu amplo domínio da intermediária ofensiva em boa parte do primeiro tempo. O mesmo não se viu no segundo tempo, como era de se esperar. Recuados, apostamos nas bolas mais longas para matar o jogo e fizemos isso com sucesso: 4 finalizações perigosas e 1 gol. (Matheus Chaves) —– A pressão na saída de bola do início do jogo deu o resultado sonhado pelo Mano: 1 a 0 no placar. O resto da partida se desenhou a partir daí. No primeiro tempo o Cruzeiro atacou mais, mas também deixou o Flamengo criar algumas chances especialmente pelo lado esquerdo da defesa celeste. Na segunda etapa Mano fechou a casinha e o Flamengo veio para cima. Com o passar do tempo os cariocas perderam a calma, passaram a se enrolar com a bola, Raniel entrou bem e o Cruzeiro passou a atacar com perigo. Fez o segundo e poderia ter feito até 3 ou 4 a 0. (Matheus Penido)
  • FLAMENGO tentou decidir logo de cara, mas deixou espaços e tomou gol cedo demais. Continuou pressionando, teve dez escanteios antes de o Cruzeiro ter um, mas parou no troio final celeste, que cortou todas as bolas cruzadas. Na etapa final, aumentou o número de atacantes, mas continuou sem criar chances claras. (Síndico)
  • ÁRBITROS não cometeram erros. Leonardo Gaciba disse que Neves deveria ter sido expulso por um carrinho. Pitana optou pelo amarelo. “Pãos ou pães é questão de opiniães”, escreveu Guimarães Rosa. (Síndico)

O que foi dito

  • MANO MENEZES: Todos os jogos precisam de uma boa estratégia. Não é possível entrar num jogo grande sem saber o que você quer fazer. Hoje, iniciamos marcando alto, porque era importante não deixar o Flamengo controlar o jogo. Isso incendeia o torcedor, empurra seu time pra trás e vc perde o controle do que pretende fazer. Trabalhamos taticamente pra obter o que queríamos. Mudamos um pouco o posicionamento da equipe, do Thiago, do Robinho. A equipe se portou bem dessa maneira. Barcos perdeu um pouco da condição física. O jogo era de contrataque e, nesse aspecto, Raniel entra bem nos jogos, tem mais força de arrancada, velocidade de deslocamento. Robinho foi até o limite, Rafinha entrou na direita. Depois, o Thiago precisava sair, estava esgotado. A opção era manter um meia mais ofensivo, mas pelo o que o Flamengo queria fazer, Cabral era o cara mais adequado. O Flamengo colocou dois atacantes em cima dos nossos dois zagueiros. O interessante era ter um volante centralizado com o Henrique pra fazer a cobertura. Depois, inverti o Rafinha pra esquerda porque o Pará entrou e estávamos sofrendo. Arrascaeta estava cansado, coloquei de atacante por dentro e trouxe o Raniel pra beirada. Os jogadores se comprometeram muito em fazer o que idealizamos.
  • SOUZA: Que noite! O Cruzeiro soube aproveitar bem a ausência do Paquetá e uma arbitragem isenta pra abrir imensa vantagem. Neves e Rafinha poderiam ter aumentado o placar, mas só de o Arrascaeta não ter perdido aquele gol no início e a defesa ter cortado uns vinte cruzamentos já ficou de bom tamanho.
  • CLODOÁLIA NOBRE: Arrascaeta foi o melhor! Galvão, o pior! Torceu descaradamente pelo flamengo, conseguiu nem disfarçar, mas teve que engolir!
  • LEONARDO MATARELLI: Vitória sensacional, maiúscula, de um time que sabia muito bem o que precisava fazer. Lucas Silva fez, talvez , sua maior partida no Cruzeiro. Foi o melhor dentre os melhores.
  • MATHEUS CHAVES: Taticamente, o Cruzeiro foi o mesmo de sempre, incluindo os períodos de marcação adiantada já vistos em outras partidas. Dois diferenciais explicam sinteticamente a vitória: nosso nível alto de concentração e a partida ruim do time carioca.
  • JOÃO COSTA: O gol do Arrasca, logo no início, fez desmoronar a suposta organização flamenga. As linhas do meio e defensiva funcionaram quase à perfeição e, na frente, apesar do gol, Neves foi a única nota dissonante. Jogo pra ser incluído na galeria das Páginas Heroicas Imortais.
  • DOUGLAS VELLOSO: O Cruzeiro fez uma partida de excelência. Dosou a marcação adiantada com a marcação em linha, entregando a bola ao Flamengo. As coberturas das ofensivas laterais do time carioca foram bem executadas. A consciência defensiva do time foi claramente desenhada pra enfrentar o Flamengo. No ataque, o campeão mineiro desmontou a equipe carioca com concatenações rápidas de Robinho, Neves e Arrascaeta. Henrique e Lucas fizeram partida primorosa, ocupando todo o espaço da intermediária e ainda soltando a bola verticalmente, quando possível. Dedé e Leo, firmes por cima e por baixo, sempre bem posicionados e assessorados pelos laterais que fizeram excelente partida. Enfim, um belíssimo jogo.

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • Sportv