Cruzeiro 8x0 Atlético Nacional - 15/10/1992

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Atlético Nacional.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Mamoré.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png
Por Supercopa Libertadores
Escudo Atlético Nacional.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo River Plate.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Patrocinense.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo River Plate.png
Contra Atlético Nacional
Escudo Atlético Nacional.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Última ficha →

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
8 × 0
Escudo Atlético Nacional.png

2ª Partida das Oitavas de Final da Supercopa Libertadores 1992


Informações

Data: 15 de outubro de 1992 às 21:30
Local: Belo Horizonte, MG
Estádio: Mineirão

Árbitro: Ernesto Fillipi
Assistente 1: Fernando Cardillino
Assistente 1: Jorge Gambero


Público e Renda

Público pagante: 64.616
Público Presente: Não disponível
Renda: Cr$ 981.895.000,00 R$ 981.895.000 <br />Cr$ 981.895.000 <br />NCr$ 981.895.000 <br />Cz$ 981.895.000 <br />NCz$ 981.895.000 <br /> (preço médio: Cr$ 15.195,85 )


Escalações

Cruzeiro
  1.  Paulo César Borges
  2.  Paulo Roberto
  3.  Luizinho
  4.  Célio Lúcio
  6.  Nonato  Gol aos 35 do  (1T) 35'  (1T)
  8.  Douglas Substituição realizada 44' (2T) de jogo 44' (2T) ( 21. Rogério Lage )
10.  Boiadeiro Substituição realizada 26' (2T) de jogo 26' (2T) ( 14. Cleison Gol aos 30 do  (2T ) 30'  (2T ) )
17.  Luís Fernando Flores  Gol aos 11 do  (1T) 11'  (1T)
  9.  Betinho
  7.  Renato Gaúcho  Gol aos 22 do  (1T) 22'  (1T) Gol aos 2 do  (2T) 2'  (2T) Gol aos 7 do  (2T) 7'  (2T) Gol aos 9 do  (2T) 9'  (2T) Gol aos 40 do  (2T) 40'  (2T)
16.  Édson
Técnico: Jair Pereira

Atlético Nacional
25. Omar Franco
  3. José Fernando Santa
13. Geovanis Cassiani
14. John Caicedo
15. Maximiliano Kemerer
19. Carlos Jiménez
  8. John Jairo Sierra
10. Luis Fajardo
24. Jorge Carmona
  7. John Mario Pérez
22. Omar Cañas Cartão amarelo recebido aos
Técnico: Juan José Peláez


Reservas que não entraram na partida

Atlético Nacional
25. José Castañeda
21. Wilmar Moreno
23. Francisco Foronda


Sobre o jogo[editar]

Durante a semana, o técnico Jair Pereira prometia um time mais ofensivo para decidir a vaga no Mineirão, pois teria os reforços de Nonato, Douglas e Boiadeiro. Para motivar ainda mais o grupo, a diretoria cruzeirense ofereceu um prêmio de mil dólares para cada jogador pela classificação para as quartas de final.

Antes do compromisso contra o Cruzeiro, o Atletico Nacional enfrentaria o Atletico Junior, na quarta-feira, pelo Campeonato Colombiano. Surpreendentemente, o técnico Hernán Dario Gomez escalou os titulares para este jogo e enviou para o Brasil a equipe reserva do Nacional, que seria dirigida pelo auxiliar Juan José Pelaez. Em Belo Horizonte, os verdolagas alegaram que, com o empate em Medellin, a equipe teria chances remotas de classificação. Assim, priorizaram o campeonato colombiano que dava vaga a Libertadores. A notícia irritou o atacante Renato Gaúcho que prometeu: "Já que estão não estão dando importância a Supercopa, o problema é deles. Vamos massacrar!"

Sem tomar conhecimento que se tratava de uma equipe reserva, o Cruzeiro enfrentou o Atletico Nacional como se fosse uma decisão. O Mineirão recebeu um público de 65 mil cruzeirenses que viram Renato Gaúcho comandar o massacre por 8 a 0. Pela primeira vez em sua carreira, Renato marcou cinco gols em uma só partida. Num deles o atacante completou a bola para as redes sentando no gramado. A goleada foi a maior da história do Cruzeiro em competições internacionais.

A goleada sofrida pelo Nacional é até hoje lembrada como "La masacre de Belo Horizonte". Foi a maior derrota sofrida pelo futebol colombiano em jogos internacionais oficiais.

Vídeo[editar]

Matéria do jogo

Fonte[editar]

  • Livro Almanaque do Cruzeiro Esporte Clube 1921-2013- RIBEIRO, Henrique - Caxias do Sul-RS: Editora Belas Letras Ltda., 2014. 405