Cruzeiro 5x1 América-TO - 01/05/2011

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo América-TO.png 1x8 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x2 Escudo Once Caldas.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo América-TO.png 1x8 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Atlético-MG.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Arena do Jacaré
Escudo Cruzeiro.png 4x1 Escudo Guarani-MG.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x2 Escudo Once Caldas.png
Contra América-TO
Escudo América-TO.png 1x8 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo América-TO.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
5 × 1 Escudo América-TO.png
América-TO
Jogo de volta - Semi Final - Campeonato Mineiro 2011
Data: 1 de maio de 2011 Local: Sete Lagoas, MG
Horário: 16h Estádio: Arena do Jacaré
Árbitro: Claudio Luciano Mercante Júnior Público pagante: 4.037
Assistente 1: Cleriston Clay Barreto Público presente: Não disponível
Assistente 2: Fábio Pereira Renda: R$ 35.469,43 R$ 35.469,43 <br />Cr$ 35.469,43 <br />NCr$ 35.469,43 <br />Cz$ 35.469,43 <br />NCz$ 35.469,43 <br /> (preço médio: R$ 8,79 )
Súmula: Súmula e Borderô
Escalações
Cruzeiro: América-TO:

1. Rafael 1. Fábio Substituição realizada de jogo ( Eládio )
2. Diego Renan 2. Osvaldir
3. Léo Simões 3. Junior Pereira
4. Edcarlos  Gol aos 17 do  (1T) 17'  (1T) Gol aos 4 do  (2T) 4'  (2T) 4. Rodrigo Sena Gol aos do
5. Everton Cartão amarelo recebido aos 6  (2T) 6'  (2T)   5. Bruno Barros Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos
6. Marquinhos Paraná Cartão amarelo recebido aos 27  (1T) 27'  (1T)   Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( Leandro Guerreiro ) 6. Araujo
7. Dudu Cartão amarelo recebido aos  (1) Gol aos 27 do  (2T) 27'  (2T) 7. Luizinho
8. Pedro Ken  Gol aos 21 do  (1T) 21'  (1T) Substituição realizada 32' (2T) de jogo 32' (2T) ( André Dias ) 8. Kássio Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada de jogo ( Henrique )
9. Farías  Gol aos 44 do  (2T) 44'  (2T) 9. Wellington Bruno
10. Róger Substituição realizada 29' (2T) de jogo 29' (2T) ( Gilberto ) 10. Chrys
11. Ortigoza 11. Leandrinho Substituição realizada de jogo ( Flavinho )
Técnico: Cuca Técnico: Gilmar Estevam
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: América-TO:

Pré-Jogo

Com um pé na final, o Cruzeiro jogará com um time misto.

Poupará os titulares para o jogo de volta das oitavas de final da Libertadores contra o Once Caldas, da Colômbia, na quarta-feira, em Sete Lagoas.

O Dragão do Corcovado não etrrá o beque Luiz Henrique e o centroavante Jonatas Obina, suspensos, nem o atacante Rogélio Alves, contundido.

O objetivo é reabilitar-se pra apagar as duas goleadas que levou da dupla RapoCota.

Cuca está confiante na força do elenco celeste:

  • ”Em 20 partidas, só perdemos uma, empatamos duas. O caminho não é o time, é o grupo. Utilizamos muitos jogadores e todos foram bem. Temos que estar sempre atentos quando se exigir o nosso máximo. E não podemos estar num dia ruim. Se tiver, fica fora de uma competição em que você foi o melhor em tudo. Temos que seguir sempre com alto grau de concentração.”

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 15h55 – Times em campo. Cruzeiro todo de branco, América todo de vermelho.
  • 16h – Execução do Hino Nacional.
  • 16h04 – Começa o jogo. Cruzeiro à direita das cabines, do lado do morro. América, é calro, do lado da pirambeira.
  • 00 – Banco de Reservas do Cruzeiro: Gabriel Vasconcelos, Naldo, Gilberto, André Dias, Reis.
  • 01 – Roger Galera cobra falta, defesa americana cede escanteio.
  • 02 – Roger Galera chuta cruzado, defesa rubra espana.
  • 03 – América troca passes no ataque, mas não passa pela compacta defesa celeste.
  • 04 – Diego Renan ataca pela direita, mas deixa bola escapar pela linha de fundo.
  • 05 – Gramado da Arena do Jacaré parece mesa de sinuca. Público razoável e animado.
  • 06 – Tempo bom, 26º graus.
  • 07 – Farias recebe passe de Ortigoza dentro da área, gira e chuta forte. Bola no travessão. Farias impedido.
  • 08 – Pedro Ken tenta lançar Roger Galera, mas não consegue fazer a bola chegar ao meia.
  • 09 – Luizinho recua mal, Fábio Noronha deixa bola sair pela linha de fundo, bandeira come mosca e não marca escanteio.
  • 10 – Dudu chuta forte, de fora da área, pra fora.
  • 11 – Roger Galera, Dudu e Ortigoza triangulam dentro da área. Escanteio.
  • 12 – Roger Galera cobra escanteio fechado, bola sai pelo lado oposto.
  • 13 – Dudu cruza da esquerda, Farias cabeceia, Júnior, na pequena área, espana.
  • 14 – Roger Galera lança Farias, que chuta de fora da área. Bola passa por cima do travessão,
  • 15 – Diego Renan recebe passe de Marquinhos Paraná e cruza da direita. Ortigoza cabeceia, bola sai à direita de Fábio Noronha.
  • 16 – Pedro Ken chuta de fora da área, bola resvala na zaga e sai a escanteio.
  • 17 – Gol! Roger Galera cobra escanteio pela direita e obtém novo escanteio. Roger Galera cobra de curva. Farias erra cabeçada, Pedro Ken tenta arrematar, bola fica com Edcarlos, que voltava de impedimento, chuta forte, rasteiro, pra rede. Cruzeiro 1×0.
  • 18 – Ortigoza comete falta em Bruno Barros.
  • 19 – Luizinho cobra falta, Leo Simões rebate.
  • 20 – Amarelo! Kassio derruba Diego Renan com um pescoção.
  • 21 – Gol! Roger Galera cobra falta, de curva. Pedro Ken sobe com a zaga e cabeceia pra trás. Bola na rede. Cruzeiro 2×0.
  • 22 – Torcida celeste faz muita festa. Descontração absoluta. Muitas crianças nas arquibancadas.
  • 23 – Edcarlos derruba Chrys na lateral da área, pela esquerda da defesa celeste.
  • 24 – Gol! Araújo cobra fala pela direita, Rodrigo Sena sobe mais que Ortigoza, antes de Rafael Monteiro e cabeceia pra rede. América 1×2.
  • 25 – Vinte torcedores do América, à esquerda das cabines, comemoram intensamente.
  • 26 – Quem é? Quem é? Rogério Correia, narrador da TV Globo, não se preparou para o jogo. Desconhece o nome da maioria dos jogadores do Dragão do Corcovado.
  • 27 – Amarelo! Marquinhos Paraná derruba Luizinho. Segundo cartão do Mestre, que jogará a decisão pendurado.
  • 28 – Cruzeiro toca bola na defesa.
  • 29 – Diego Renan cruza da direita Fábio Noronha defende pelo alto, acossado por Farias.
  • 30 – América-TO precisa empatar pra terminar o campeonato em 3º lugar.
  • 31 – Torcida do Dragão prtovoca Roger galera que mostra, com os dedos, os 8 gols da primeira partida.
  • 32 – Diego Renan chuta de fora da área, bola sai à esquerda de Fábio Noronha.
  • 33 – Cruzeiro tem 59% de posse de bola.
  • 34 – Voltou! No Estádio Elias Arbex, em Três Corações, Tricordiano 1×1 Boa. O Boa, ex-Ituiutaba, está de volta à 1ª divisão do Campeonato Mineiro.
  • 35 – Wellington Bruno dribla Pedro Ken, mas é derrubado.
  • 36 – Chrys chuta de fora da área, Rafael Monteiro defende.
  • 37 – Ortigoza cruza da direita, bola acerta Araújo e sai a escanteio.
  • 38 – Roger Galera cobra escanteio pela direita. Segue-se jogada entre Dudu e Ortigoza, que dá em nada.
  • 39 – Bruno Barros ataca pela esquerda, mas é desarmado por Pedro Ken.
  • 40 – Osvaldir chuta bola em Dudu e fica com o lateral.
  • 41 – Roger galera ataca pela esquerda, Leandrinho toma-lhe a bola.
  • 42 – Luizinho lança Chrys, Rafael Monteiro sai do arco e chuta bola para lateral.
  • 43 – Ortigoza tabela com Farias, que é derrubado, na meia lua. Roger Galera fica com a bola e chuta, com a direita, pra fora.
  • 44 – Perigo! Bruno Barros recebe passe dentro da área, corta Edcarlos e chuta. Bola passa por coima do arco celeste.
  • 45 – Bruno Barros lança Chrys. Edcarlos aparece e despacha a bola com um chutão.
  • 46 – Fim de 1º tempo.

Segundo Tempo

  • 17h07 – Começa o 2º tempo.
  • 00 – Trocas! Marquinhos Paraná por Leandro Guerreiro; Fábio Noronha por Eládio.
  • 01 – Roger Galera perde a bola na lateral esquerda, Pedro Ken desarma Chrys.
  • 02 – Roger Galera chuta de fora da área, bola desvia na zaga, Eládio defende.
  • 03 – Goleiro Fábio Noronha está no banco de reservas com gelo no ombro.
  • 04 – Gol! Roger Galera cobra falta da meia direita, dentro da área, Edcarlos acerta um belo voleio. Bola vai pra rede. Cruzeiro 3×1.
  • 05 – Amarelos! Vermelho! Bruno Barros, irritado com Dudu por não lhe deixar cobrar a flta rapidamente, atira a bola no adversário. Os dois levam arelo. O do americano é o segundo.
  • 06 – Amarelo! Francisco Everton acerta Kassio.
  • 07 – Desinteligência! Cornetas atrás do banco celeste vaiam Cuca, que reage e bate boca com eles.
  • 08 – Roger Galera cobra escanteio pela direita, Eládio sobe e defende.
  • 09 – Farias entra na área, mas é desarmado por Araújo dentro da área. escanteio.
  • 10 – Dudu cruza da direita, defesa corta, Francisco Everton chuta de fora da área, mas a jogada é parada devido a falta de Farias em Araújo.
  • 11 – Continua o bate boca entre Cuca e torcedores.
  • 12 – Dudu cruza da direita, Eládio defende.
  • 13 – Parte da torcida das tribunas vaia o corneta burro: “Vacilão! Vacilão!”
  • 14 – Dudu cruza da direita, Ortigoza cabeceia pra fora.
  • 15 – Wellington Bruno puxa contra-ataque, lança Osvaldir na direita. O lateral chuta, Leo Simões corta.
  • 16 – Ortigoza arremata, Rodrigo Sena cede escanteio.
  • 17 – Troca! Leandrinho por Flavinho.
  • 18 – Roger Galera cobra escanteio pela direita, confusão na área, Sena espana.
  • 19 – Eernesto Farías recebe passe dentro da área, tenta concluir, mas atrapalha-se com a bola e perde o gol.
  • 20 – Diego Renan troca passes com Roger Galera, mas chuta travado pela bequeira e jogada dá em nada.
  • 21 – Flavinho chuta forte de fora da área, Rafael Monteiro defende.
  • 22 – Farias cruza da direita, Ortigoza chega atrasado, Eládio corta.
  • 23 – Chrys disputa bola com a defesa. Wellington Bruno fica com o rebote e chuta de for da área, por cima do travessão.
  • 24 – Ortigoza cruza da direita, Farías disputa com Eládio pelo alto, mas comete falta.
  • 25 – Osvaldir cruza da esquerda, Leo Simões corta.
  • 26 – Roger Galera passa a Dudu, que devolve a Pedro Ken. Bola cruzada, Farias cabeceia, Eládio defende.
  • 27 – Golaço! Dudu arranca pela direita, passa a Pedro Ken, recebe de volta, passa a Farías, recebe e chuta rasteiro, pra rede. Cruzeiro 4×1.
  • 28 – Dudu comemora fazendo chupeta em homenagem a seu filho Cauê, que nasceu na sexta feira com 3,450 Kg.
  • 29 – Troca! Roger Galera por Gilberto.
  • 30 – Gilberto chuta de fora da área, Eládio espalma, bola acerta o poste esquerdo, Eládio volta a defender.
  • 31 – Troca! Kassio por Henrique. Dudu chuta de fora da área, bola sai por cima do travessão.
  • 32 – Troca! Pedro Ken por André Dias.
  • 33 – Henrique chuta de fora da área, bola sai por cima do travessão.
  • 34 – Gilberto lança André Dias, Flavinho corta.
  • 35 – Diego Renan chuta cruzado da direita, bola fica na rede, pelo lado de fora.
  • 36 – Finalizações: Cruzeiro 23×9.
  • 37 – Dudu serve farias, que está impedido.
  • 38 – Wellington Bruno sai de campo na maca.
  • 39 – Gilberto rola pra Francisco Everton, que chuta de fora da área. Bola passa por cima do travessão.
  • 40 – Gilberto cruza da direita, Sena corta, Leandro Guerreiro chuta, Júnior corta.
  • 41 – Diego Renan chuta forte, cruzado. Bola sai à direita de Eládio.
  • 42 – Público: 4.037 pagantes. Renda: R$35.469,43.
  • 43 – Dudu rola pra André Dias, que passa a Francisco Everton. O lateral esquerdo chuta forte, de fora da área. Bola sai à esquerda de Eládio.
  • 44 – Gol! Dudu faz grande jogada pela direita, dentro da área, vai à linha de fundo e rola pra Ernesto Farias empurrar a bola pra rede. Cruzeiro 5×1.
  • 45 – Fim de jogo.
  • Wellington Bruno: “Tentamos segurar, mas houve um relaxo e tomamos a goleada. Mas estamos felizes com o título do interior ”
  • Dudu: “Estou feliz, o gol é pro meu filho, que nasceu na sexta-feira.”

Vídeos

Melhores momentos. Globesportes.com

Atuações

  • Rafael Monteiro - Falta de ritmo ou sol na cara, verdade é que falhou no gol teófilo-otonense. Faltou-lhe visão periférica para perceber a presença do adversário. Ainda assim, tem minha confiança.
  • Diego Renan - Como não precisava marcar tanto, foi pra cima, sobretudo no segundo tempo. No primeiro, poderia ter explorado melhor o corridor do seu lado. Continua devendo.
  • Leo Simões - Também não teve trabalho e deixou-se levar pelo ímpeto ofensivo da equipe. Numa das investidas, perdeu a bola e teve que voltar às pressas. Foi só pra dar uma emoção.
  • Edcarlos - Consultei o PVC e ele me confirmou: zagueiro reserva que enfrenta o América-TO em semifinal do campeonato mineiro marca dois gols. Os números não mentem. Vibrou, e muito, com o golaço.
  • Francisco Everton - Segundo informações do DM gremista, jogou mais uma partida no sacrifício. E vai bem, mesmo machucado. Só pra se ter uma idéia: improvisado, foi mais lateral que o Renan, que é da posição.
  • Marquinhos Paraná - No dia do trabalho, prestou homenagem aos trabalhadores do campo com uma enxadada nunca antes vista na história deste país. A coisa amarelou pro seu lado e ele saiu.
  • Leandro Guerreiro - Entrou para manter a marcação no meio. O adversário, talvez em virtude do feriado, deu-lhe folga. Assim sendo, também brincou de aparecer à frente.
  • Pedro Ken - A melhor, quiçá única, partida com a camisa celeste. Começou movimentando-se bem e aparecendo como opção ora pela esquerda, ora pela direita. Atuação premiada com um gol.
  • André Dias - Não se entendeu com Farias no ataque. Ao que tudo indica, fica até o meio do ano. Depois disso: So long, farewell, Aufwiedersehen, goodbye!
  • Roger Galera - Partidaça! Incumbido de armar, não decepcionou. Lançou, passou, tabelou e assistiu. A bola deve ter saído satisfeita com a quantidade de afagos recebidos.
  • Gilberto – Entrou para não deixar a peteca cair na armação. E não deixou. Por pouco não deixou sua marca depois de falha do goleiro. Maldita trave!
  • Dudu - O pai da semana voltou da seleção com tudo. Na primeira etapa flutuou pelos dois lados do campo, bagunçando o coreto da defesa americana. Com a expulsão de Bruno Barros, fez do lado direito seu latifúndio. Abusado, partia pra cima com muita velocidade. Numa linha de passe magnífica, recebeu de Farías e guardou. Como é um garoto educado, retribuiu a gentileza e foi merecidamente festejado.
  • Zé Ortigoza - Com Farías preso, abria as jogadas pela direita. Não tem a velocidade wallysiana, mas não tem a estática brandônica. Bola perdida? Para ele não há. Mostrou que merece a titularidade na quarta-feira.
  • Ernesto Farías - Fez o gol, deu assistência e coisa e tal. Mas abusou da banheira e machucou as vistas dos torcedores quando matou uma bola no gogó. É o jogador “culinária francesa”: paga-se caro por um prato mixuruca.
  • Cuca - Sofreu marcação individual, mas conseguiu se sair bem. Entrou com um time praticamente reserva, mas que manteve o padrão de jogo. Éverton fez muito bem a função de lateral esquerdo, contando com cobertura de Paraná e auxílio de Pedro Ken. Roger vinha com a bola de trás e tinha um mundo de opções para armar. O leve Dudu não guardava posição e Ortigoza tentava fazer a função de Wallyson, aberto pela direita. A campanha no Mineiro só não é impecável por conta do clássico. Agora é a hora da paga. Com juros e correção, por favor.
  • Torcida - Louvável a escolha para a tribuna azul; idosos de um asilo da cidade ocuparam as cadeiras da Arena do Jacaré. Para quem conhece o dia a dia destas instituições, sabe o quanto iniciativas como essas são importantes para o bem estar dos idosos. Negativa a participação de um tropeirista empreendendo marcação cerrada em Cuca. Há quem diga que se tratava do Xina. Será?
  • Juiz & Bandeiras - Correto na expulsão de Bruno Barros. Maref disse que Edcarlos estava ligeiramente adiantado. Discordo. A imagem para no momento do suposto chute de Pedro Ken. Mas ele furou e passou a bola com o calcanhar esquerdo. Questão de milésimos que habilitavam o zagueiro.
  • América-TO - O time toma 20 gols nos últimos 3 jogos do campeonato e, ainda assim, é o Campeão do Interior. Há quem exalte o título. Pode até ser que o América tenho sido o “menos pior” do interior. Mas é difícil acreditar que, num torneio sério, um semifinalista é eliminado por um placar agregado de 13×2. Nessa, estou com Juca Kfouri: seria muito melhor, financeira e tecnicamente, disputar um torneio como a extinta Sul-Minas.

O que foi dito

  • Simone Castro, no PHD: Jogo pra cumprir tabela. Outra goleada. Edcarlos, quem diria, foi o melhor. O que ficou marcado foi o tanto de jogador fominha querendo fazer seu golzinho mesmo sem condições, ao invés de passar a bola pra quem estivesse melhor colocado, assim como fizeram Farías e Dudu. Desse jeito, fica difícil avaliar nossos atacantes. Até Ortigoza sumiu do jogo.
  • Matheus Reis, no PHD: Foi um bom jogo-treino. Roger foi o melhor. Abusou de lançamentos e passes improváveis. Dudu também esteve muito bem, sobretudo no 2º tempo. Até Pedro Ken –quem diria?– jogou com tesão. Vitória jóia. Agora, é encarar as duas decisões que vêm por aí. E, na medida do possível, liquidar a fatura contra o time de Vespasiano já na primeira peleja.
  • Edcarlos, beque do Cruzeiro: Treinamos a parte defensiva e a bola aérea também. Os rachões ajudam muito, porque neles eu jogo de atacante, então se faço muitos gols no rachão, tenho que fazer no jogo também. Conseguimos manter a sequência do time que vinha jogando. Fico feliz não só por mim, mas pelos meus companheiros que não vinham jogando e hoje atuaram muito bem.
  • Cuca, treinador do Cruzeiro: A equipe toda jogou bem, cada um na sua função. Tivemos um momento ruim, dos 30 aos 45 do 1º tempo, quando tomamos o gol e não encaixamos bem. No mais, a equipe foi bem. O bom é que cumprimos nossa função de uma forma boa. A gente não esperava vir aqui e golear. Viemos jogar bem. O placar é secundário. Mas jogamos bem, vencemos de 5×1 e deu para equilibrar o grupo em termos de descanso e cansaço. Quem estava mais cansado, descansou. Quem jogou menos, jogou um pouco mais hoje. Deu pra equilibrar. Estaremos inteiros na quarta-feira.
  • Leo Simões, beque do Cruzeiro: Mostramos a força do grupo. Alguns não estavam jogando, estavam sem ritmo, é difícil entrar assim, mas todos deram conta do recado. Todos mostraram força, goleamos novamente. Todo mundo concentrado e motivado, fizemos nosso papel dentro de casa.
  • Francisco Everton, lateral esquerdo do Cruzeiro: O Cruzeiro não tem um time, mas um grupo. Quem entra sempre joga 100%, como foi hoje, com as atuações de quem não vinha jogando.
  • Diego Renan, lateral direito do Cruzeiro: É sempre bom jogar. Quem jogou hoje, correspondeu. Isso mostra que o grupo é bem forte, qualificado e, quando precisar, estaremos à disposição pra ajudar.
  • Dudu, armador do Cruzeiro: Estou feliz, não tenho palavras pra descrever isso, é uma emoção muito grande. Espero ser um bom pai pro meu filho e poder fazer mais gols para homenageá-lo. O Cruzeiro tem um elenco muito forte, muito qualificado. Espero continuar jogando bem, porque uma hora o professor vai optar por me colocar e espero fazer o que fiz hoje, jogar bem e ajudar o time. Ano passado, subi para o profissional, mas não tinha amadurecimento. O Coritiba me ajudou muito nessa parte. Graças a Deus, pude estar lá com o Ney Franco, que sempre lembra de mim nas convocações da Seleção. Espero estar no mundial, em junho.
  • Ernesto Farias, centroavante do Cruzeiro:O Cruzeiro foi com espírito ganhador para o jogo. Criou muitas chances, fez muitos gols e, mais uma vez, venceu com uma boa diferença. Esperamos agora vencer a final. Temos a vantagem. Sendo clássico, é importante ganhar. Quarta-feira também será difícil. Temos que entrar ligados pra não sermos surpreendidos.
  • Pedro Ken, armador do Cruzeiro: Eu vinha esperando uma oportunidade, todos sabem que sempre dou meu melhor nos treinamentos, mesmo sem ritmo, me entreguei em campo e fui presenteado com um gol. Agradeço ao Cuca por ter me dado a oportunidade de jogar.
  • Jorge Schulman, no PHD: O time jogou sério, apesar de eventuais desentrosamentos por falta de futebol em campo, especialmente dos atacantes. Rafael falhou no gol, numa das poucas bolas que chegou até ele. Paraná é Mestre em campo há muito tempo, e é como o bom vinho, quanto mais velho, melhor; Leo e Edcarlos se complementaram bem, destacando-se o segundo com dois gols de estupenda feitura; Everton é um baixinho de quatro pulmões, deveria ter mais oportunidades; Pedro Ken batalha contra Pedro Ken; Roger Galera é o dono da batuta; Dudu é o menino dos olhos de Edu Lima e de todos seus amigos que sabemos de seu trabalho sério e honrado; Ortigoza batalhou sempre, foi brioso, entusiasta e companheiro; Farias jogou 90 minutos, sempre se desmarcou, correu como há muito não via e lutou todas. Seus predicados se complementam com os de Ortigoza. É uma dupla de ataque que 99% dos times gostariam de ter em campo.

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • Sportv