Cruzeiro 5x0 Nacional-MG - 16/04/2013

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo CSA.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Tupi.png 0x2 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo América-MG.png 1x4 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Tupi.png 0x2 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo América-MG.png 1x4 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Villa Nova-MG.png
Contra Nacional-MG
Escudo Nacional-MG.png 2x4 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Nacional-MG.png 1x4 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
5 × 0 Escudo Nacional-MG.png
Nacional-MG
10ª rodada do Campeonato Mineiro 2013
Data: 16 de abril de 2013 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 19:30 Estádio: Mineirão
Árbitro: Alício Pena Júnior Público pagante: 11.467
Assistente 1: Leandro Salvador da Silva Público presente: 12.536
Assistente 2: Filipe Ramos Santana Renda: R$ 476.775,00 R$ 476.775 <br />Cr$ 476.775 <br />NCr$ 476.775 <br />Cz$ 476.775 <br />NCz$ 476.775 <br /> (preço médio: R$ 41,58 )
Súmula: Súmula e Borderô
Escalações
Cruzeiro: Nacional-MG:

1. Fábio 1. Rodrigo Posso
2. Ceará 2. Invonaldo
33. Bruno Rodrigo 3. Luizão
3. Léo  Gol aos 22 do  (1T) 22'  (1T) Gol aos 31 do  (1T) 31'  (1T) 4. Wellington
23. Everton Cartão amarelo recebido aos 42  (1T) 42'  (1T)   Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 6. Egídio ) 5. Jailton
55. Leandro Guerreiro 6. Bruno Barros
19. Nilton Substituição realizada 22' (2T) de jogo 22' (2T) ( 7. Tinga ) 7. Luizinho Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 16. Breno )
31. Éverton Ribeiro Cartão amarelo recebido aos 2  (2T) 2'  (2T)   Gol aos 14 do  (1T) 14'  (1T) Substituição realizada 7' (2T) de jogo 7' (2T) ( 27. Élber Gol aos 30 do  (2T ) 30'  (2T ) ) 8. Thiago Santos Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 14. Marcão )
11. Ricardo Goulart Cartão amarelo recebido aos 5  (2T) 5'  (2T)   9. Kanu
9. Borges Cartão amarelo recebido aos 26  (2T) 26'  (2T)   10. Caleb
11. Dagoberto  Gol aos 18 do  (1T) 18'  (1T) 11. Marcinho Substituição realizada 35'(2T) de jogo 35'(2T) ( 18. Maranhão )
Técnico: Marcelo Oliveira Técnico: José Angelo
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Nacional-MG:

Pré-Jogo

Cruzeiro fecha a 10ª rodada do Mineiro 2013 contra o Nacional, de Patos de Minas (ex-Nova Serrana, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Classificação: O Cruzeiro está em 1º lugar com 26 pontos, Nacional, em 10º lugar, com 8 pontos.

Ausentes no Cruzeiro: Paulão Caveirão (B), Henrique (V), Uellinton (V), Martinuccio (A), Lucca (A) e Victorino (B), Luan (A), lesionados.

Ausentes no Nacional: Douglas Pires, Gabriel Araujo, Bruno Barros (L), lesionado.

Banco do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Egídio, Wallace, Tinga, Elber, Ananias e Anselmo Ramon.

Escritas: O Cruzeiro venceu todas as partidas disputadas no novo Mineirão. O Nacional nunca jogou no estádio

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 19h27. Cruzeiro em campo, todo de azul.
  • 19h28. Nacional em campo, todo de branco.
  • 19h33. Começa o jogo. Cruzeiro, à direita das cabines, dá a saída.
  • 01. Jogadaça! Goulart lança Dagoberto, que dribla o marcador, pela direita e cruza. Luizão chega antes de Ribeiro e joga a bola pra escanteio.
  • 02. Dagoberto cobra escanteio, bola altademais, defesa do Búfalo corta.
  • 03. Everton Ribeiro leva pisão de Jaílton, que fica caído.
  • 04. Leonardo Figueiredo, comentarista do PFC garante: “Cruzeiro não perde os pontos do jogo contra o CSA. Se o STJD aceitou pena alternativa, não tem erro.”
  • 05. Cruzeiro troca passes sem pressa.
  • 06. “Vamos vamos, Cruzeiro!” Torcida celeste canta alto.
  • 07. Marcinho chuta de longe, Fábio defende com tranquilidade.
  • 08. Bola recuada, Rodrigo Posso limpa a área com um chutão.
  • 09. Horário impróprio! Torcida impedida de comparecer em maior número. Ninguém consegue se deslocar em Beagá na hora o rush.
  • 10. Caleb, Luizinho e Thiago Santos triangulam pela direita, mas deixam a bola escapar pela linha de fundo.
  • 11. Borges passa de letra pra Everton Ribeiro, que avança pela meia esquerda e chuta. Posso defende com segurança.
  • 12. Marcinho, de fora da área, chuta de canhiota. Fábio defende.
  • 13. Ivonaldo desarma Borges e passa a Jailton, que não consegue fazer nada com ela e é desarmado por Ceará.
  • 14. Gol! Guerreiro passa a Goulart, que rola pra Everton Ribeiro. O meia dribla um beque e chuta cruzado, de fora da área. Bola entra no canto esquerdo do arco nacionalino. Cruzeiro 1×0.
  • 15. Borges não joga plantado entre os beques. Desloca-se e faz jogadas com os companheiros.
  • 16. Luizinho dispara pela esquerda, corta pro meio, mas é derrubado por Leandro Guerreiro. .
  • 17. Jailton cobra falta com chute forte. Bola sai à esquerda de Fábio.
  • 18. Gol! Borges passa a Dagoberto, que chuta de fora da área. Rodrigo Posso defende, mas deixa a bola escapar e ela entra pererecando no cantinho direito. Fatalidade. Cruzeiro 2×0.
  • 19. Rodrigo Posso foi campeão dos campeões mineiros, pelo Cruzeiro, em 1999, e campeão mineiro, pelo Ipatinga, em 2005.
  • 20. Caleb lança Marcinho, Guerreiro intercepta bola e sai jogando.
  • 21. Everton Ribeiro é parado com falta, na mea direita.
  • 22. Gol! Bruno Rodrigo passa a Nílton, que de peito, põe Leo Simões na cara do gol. O arremate sai firme, a bola entra no canto direito de Rodrigo Posso. Cruzeiro 3×0.
  • 23. Centenário! Leo simões veste a azul-estrelada pela 100ª vez. E já marcou 3 gols neste campeonato.
  • 24. Bola recuada, Fábio despacha com um chutão.
  • 25. Leonardo Figueiredo, comentarista do PFC, enche a bola de Everton Ribeiro: “Já chegou jogando tudo o que sabia e ainda melhorou a proteção de bola”.
  • 26. Cruzeiro respira e toca bola no meio de campo.
  • 27. Nacional tem dois jogadores de criação, Luizinho e Caleb, que estão sendo anulados por Guerreiro e Nílton.
  • 28. Bruno Barros, na ponta esquerda, lan;ça v=caleb, dentro da área. Guerreiro chega antes e cede escanteio.
  • 29. Perigo! Luizinho cobra escanteio pela esquerda, de curva. Marcinho arremata com bela cabeçada. Bola na rede, pelo lado de fora.
  • 30. Dagoberto mata no peito, dentro da área, dá um toque por cima do goleiro, mas Luizão aparece pra cortar, quase em cima da risca.
  • 31. Ceará cobra escanteio pela direita, de curva. Leo Simões sobe sozinho e testa pra baixo, sem chance pra Rodrigo Posso, Cruzeiro 4×0.
  • 32. Defesaça! Bruno Rodrigo sobe de cabeceia com força, Rodrigo Posso faz grande defesa.
  • 33. Nacional decide sua permanencia na primeira divisão, em confronto direto contra o Araxá, na última rodada.
  • 34. Defesaça! Everton Ribeiro avança pelo maio e chuta cruzado, com força. Rodrigo Posso faz uma ponte e espalma a bola.
  • 35. Borges reclama de Ribeiro. Queria a bola pra marcar o gol.
  • 36. Dagoberto cobra falta frontal. Bola acerta a barreira e sai da área.
  • 37. Chapelança! Everton Ribeiro chapela dois defensores bufalinos e cruza. Rodrigo Posso defende aos pés de Borges.
  • 38. Everton Ribeiro tenta correr com a bola pela direta, mas perde o equilíbrio e cai. Bruno Barros fica com a bola.
  • 39. Ricardo Goulart lança Borges dentro da área. Wellington desarma o centroavante.
  • 40. Francisco Everton cruza da esquerda, Ricardo Goulart cabeceia pra fora.
  • 41. Everton Ribeiro carrega a bola desde o meio de campo, mas ao tentar lançar Goulart é interceptado por Wellington.
  • 42. Amarelo! Everton Ribeiro cava o terceiro amarelo pra cumprir a automática contra o Tupi.
  • 43. Ricardo Goulart põe Borges na cara do gol. Posso sai e defende aos pés do centroavante.Bola na área celeste, Leo Simões chega antes de Wellington e cede escanteio.
  • 44. Kanu acerta um chutaço de fora da área, Fábio salta e espalma no ângulo direito. escanteio.
  • 45. Everton Ribeiro recua pra Fábio na fogueira. O goleiro chuta a bola pra longe.
  • 46. Fim de 1º tempo.

Segundo Tempo

  • 20h35. Times voltam a campo com mudanças.
  • 20h36. Começa o 2º tempo. Nacional dá a saída.
  • 00. Trocas. Francisco Everton x Egídio, Thiago Santos x Marcão, Luizinho x Breno.
  • 46. Egídio cruza da esquerda. Wellington corta.
  • 47. Amarelo! Everton Ribeiro cava atrapalhando cobrança de falta do Nacional. Foi cavado. Terceiro amarelo, ele também não joga contra o Tupi.
  • 48. Anulou por quê? Escanteio cobrado por Ceará, pela direita, Bruno Rodrigo marca o gol, de cabeça. Juiz anula. Inexplicavelmente.
  • 49. Amarelo! Ricardo Goulart passa o rodo em Marcinho.
  • 50. Nas nuvens! Marcinho chuta de longe. Bola se perde no espaço.
  • 51. Dagoberto recebe dentro da área e tenta servir Borges, mas a defesa limpa a área.
  • 52. Troca. Everton Ribeiro por Elber.
  • 53. Breno cruza pra Marcinho, Nilton corta.
  • 54. Pra nadar de braçada! PFC anuncia que vai liberar imagens de de todos os jogos decisivos dos estaduais para seus assinantes.
  • 55. Goleiro atento! Belíssima troca de passes do Nacional termina com Marcinho na cara do gol. Fábio sai e defende pelo alto com um tapa.
  • 56. Caleb recebe lançamento na área celeste, dribla Guerreiro, ms deixa a bola escapar pela linha de fundo.
  • 57. Torcida celeste canta alto e sem parar.
  • 58. Ceará dribla o marcador, pela direita e rola pra Elber que arremata de prima. Bola na rede, mas pelo lado de fora.
  • 59. Caleb cruza da esquerda, Leo Simões corta, dentro da área.
  • 60. Bola alta sobre a área celeste, Fábio defende com tranquilidade.
  • 61. Tirou tinta! Ricardo Goulart chuta de fora da área, bola passa raspando o travessão.
  • 62. Dagoberto tabela com Elber, mas conclui mal, com chute torto, que facilita defesa de Rodrigo Posso.
  • 63. Dagoberto vai à linha de fundo e cruza. Wellington se antecipa a Borges e corta a bola, dentro da pequena área.
  • 64. Marcinho recebe de Kanu e tenta passar por Bruno Rodrigo, sem sucesso.
  • 65. Egídio cruza da esquerda, bola passa por Ricardo Goulart dentro da pequena área, sem que ele consiga empurrá-la pro arco vazio.
  • 66. Boa, garoto! Elber carrega na diagonal e chuta forte, rasteiro. Bola sai perto do poste esquerdo.
  • 67. Troca. Nílton x Tinga.
  • 68. Errou! Goulart cruza, Borges ajeita de cabeça, Elber passa a Goulart, que empurra bola pra rede. Bandeira marca impedimento, equivocadamente.
  • 69. Nas nuvens! Kanu chuta da ponta direita. Bola por cima do travessão.
  • 70. Amarelo! Borges vai no meio de Jaílton.
  • 71. Cartão besta este recebido por Borges. Ele está com fome de gol, mas não precisa exagerar.
  • 72. Goulart, Borges e Egídio triangulam, mas a defesa bufalina fica com a bola.
  • 73. Mais um! Torcida pede mais gols.’
  • 74. Kanu arranca pelo meio, mas tropeça na bola, que fica com Bruno Rodrigo.
  • 75. Ricardo Goulart arranca na diagonal, mas é desarmado, juro!, por Elber, que fica coma bola, entra na área e chuta forte. Bola na rede! Cruzeiro 5×0.
  • 76. Cruzeiro passa a ter o ataque mais positivo do campeonato.
  • 77. Caminhada facilitada. Com este resultado, o Cruzeiro precisará de 4 empates nos pleiofes para conquistar o título mineiro.
  • 78. Nacional troca passes. Precisa da bola pra não facilitar a vida do Cruzeiro.
  • 79. Inacreditável! Marcinho arranca pelo meio e joga a bola pra Kabnu, que sai da marcação de Ceará pra arrematar em cima da linha da pequem=na área. E erra!
  • 80. Troca. Marcinho x Maranhão.
  • 81. Dagoberto passa a Borges, que arremata de canhota, Bola sai pela linha de fundo.
  • 82. Egídio recua, Fábio sai jogando com os pés.
  • 83. Na moldura! Egídio cruza da esquerda, Ricardo Goular arremata.bola acerta o travessão.
  • 84. Olé! torcida se diverte com o show de bola.
  • 85. Elber cruza, Tinga arremata, pra fora.
  • 86. Borges toma bola de Wellington e arremata cruzado. Bola passa por cima do travessão.
  • 87. Dagoberto passa a Elber, que deixa bola escapar pela lateral.
  • 88. Precavido. Nacional troca passes na defesa até a bola chegar ao goleiro Rodrigo Posso.
  • 89. MVP! Ricardo Goulart? Leo Simões? Dagoberto? Everton Ribeiro? Todos eles.
  • 90. Fim de jogo. Cruzeiro tem o melhor ataque com 29 gols. E a melhor defesa, ao lado de Villa Nova e Caldense, com 9. E já garantiu, com uma rodada de antecedência a liderança da fase classificatória.

Vídeos

Melhores momentos

Atuações

  • Torcida celeste foi prejudicada pelo horário da partida. Quem consegue se deslocar em Beagá na hora do rush? Muita gente deixou de ir ou desistiu no meio do caminho. O Cruzeiro perdeu dinheiro com a mudança de data e também pela escolha de um horário absurdo. Quem compareceu fez muita festa e jogou com o time.
  • Fábio pra não perder o costume fez duas grandes defesas.
  • Ceará não foi muito incomodado na defesa e fez boas incursões ofensivas.
  • Leo Simões, em seu 100º jogo, marcou dois gols. E não cometeu erros na defesa. Foi o melhor entre os melhores.
  • Bruno Rodrigo jogou conforma o manual do beque: com seriedade. e ainda marcou um gol mal anulado.
  • Francisco Everton ficou mais plantado, pois os planos do Nacional incluiam atacar pelo seu setor com Ivonaldo e Luizinho.
  • Egídio substituiu Francisco Everton quando o adversário já estava rendido e atacou um pouco mais do que o antecessor na posição.
  • Nilton jogou bem, marcando com atenção e ainda fez uma bela jogada no gol de Leo.
  • Tinga entrou e jogou com o entusiasmo de sempre.
  • Leandro Guerreiro atrapalhou o quanto pode a vida de Caleb. E fez algumas boas incursões no ataque.
  • Everton Ribeiro jogou tão bem quanto nas primeiras partidas do ano.
  • Elber entrou com fome de bola e marcou seu gol, após tomar a bola do colega Ricardo Goulart.
  • Ricardo Goulart, com toques rápidos e desconcertantes, desmontou e abriu buracos no sistema defensivo do Nacional, que pretendia encurtar espaços e impedir trocas de passes dos celestes. /// Gostei muito. da atuação dele. É um jogador moderno, que recompõe, que tem presença de área e que está sempre forte pra puxar jogadas de contra-ataque. (Marcelo Oliveira)
  • Dagoberto fez várias jogadas de ponta, mas também apareceu pelo meio de ataque, sempre com boas idéias e perfeitas execuções.
  • Borges jogou muito bem, sempre atento às oportunidades, escapando da marcação dos beques, com deslocamentos e senso de jogo coletivo. Só não conseguiu deixar seu gol
  • Marcelo Oliveira merece nota dez. Sem mais.
  • Juiz & Bandeiras erraram duas vezes, nos dois gols anulados do Cruzeiro.
  • Cruzeiro foi um time insinuante, com bom toque de bola, veloz, inspirado etc e tal.
  • Nacional levou um baile. Apesar de ter engolido um frango, Rodrigo Posso evitou ao menos uns três gols. Wellington e Luizão também contribuíram pra mitigar o vexame salvando gols certos.

O que foi dito

  • Marcelo Oliveira, treinador do Cruzeiro: “Teria sido difícil se não impuséssemos nosso ritmo desde o início. Os gols cedo colaboraram com a performance do time e o andamento do jogo. Nesse tipo de jogo, quando você demora, começa a impaciência e o adversário marca muito. Eles marcaram forte, atrás da linha da bola, mas o Cruzeiro foi pra cima, comandou jogo. Saíram boas jogadas, a marcação já iniciando no campo de ataque. Além da vitória, do 1º lugar antecipado, a gente exercitou pra mais complicados.”
  • Leo Simões, beque do Cruzeiro: Depois de cinco meses parado a gente sempre fica meio receoso de como vai voltar. Mas, durante os cinco meses, nessa indefinição de fazer ou não a artroscopia, continuei trabalhando na academia. Quando voltei, estava em bom nível. Isso facilitou bastante. É gratificante voltar, completar cem jogos e fazer mais dois gols. É uma grande satisfação fazer cem jogos pelo Cruzeiro, um clube dessa grandeza. A gente tem treinado bastante essa bola ofensiva. Ajuda bastante a equipe quando o adversário vem fechadinho. Fica mais difícil de entrar na área do adversário, aí sofre uma falta na entrada da área. A gente sempre atacar a bola na área pra fazer os gols. Tem dado certo. Hoje a bola entrou, graças a Deus. Espero que continue assim.”
  • Everton Ribeiro, meia-atacante do Cruzeiro: “Temos respeito por todos, por isso, entramos muito concentrados pra não dar chances às equipes que querem tirar nossa invencibilidade. É muito bom fazer gols, dar assistências e jogar bem. Ainda mais diante da torcida. Tomei o cartão. É bom que não corro o risco de ficar fora de uma semifinal.
  • Ítalo Vilanova , comentarista do PHD: “Atuação irretocável do Cruzeiro. Marcação adiantada sufocando a saída de bola do Nacional, muitas trocas de passes, triangulações, escanteios bem cobrados e outra excelente partida do Goulart, que arrastou a marcação muitas vezes e passou a redonda limpinha pra Dagoberto, Everton Ribeiro e outros definirem jogadas. Até o Elber se valeu da insistência do rapaz. Em ritmo de treino saímos mais líderes que nunca, com melhor ataque e melhor defesa da competição.”
  • Daniele Menendez, 23, engenheira, ao Superesportes: “Acordei hoje às 5h30 da manhã para chegar mais cedo no trabalho e conseguir sair mais cedo. Deixei o escritório às 16h, para não pegar trânsito, por isso cheguei a tempo. Se eu não tivesse saído mais cedo, não teria jeito de atravessar a cidade para vir ao Mineirão.”
  • Albert Pereira, 39, analista de qualidade e trabalho , ao Superesportes: “Trabalho numa empresa aqui pertinho. Aproveitei para conhecer o estádio em dia de jogo, ainda não tinha vindo ao Mineirão após a reforma. Viemos eu, meu irmão e um grupo de amigos do trabalho.”
  • Roberto Fonseca, 29, advogado, ao Superesportes: “Eu vim porque tenho costume de vir a todos os jogos, então eu viria de qualquer jeito, mas este horário de 19h30 é muito ruim. Tenho amigos que queriam vir ao jogo e não vieram porque não conseguiriam chegar a tempo, por isso desistiram.”

Fontes

Transmissão

  • PPV