Cruzeiro 5x0 Avaí - 13/08/2011

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Internacional.png 3x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Atlético-PR.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro 2011
Escudo Internacional.png 3x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Atlético-PR.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Parque do Sabiá
Escudo Uberlândia.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Ceará.png
Contra Avaí
Escudo Avaí.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Avaí.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
5 × 0 Escudo Avaí.png
Avaí
16ª rodada do Campeonato Brasileiro 2011
Data: 13 de agosto de 2011 Local: Uberlândia, MG
Horário: 18:30 Estádio: Parque do Sabiá
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez Público pagante: 6.642
Assistente 1: Dibert Pedrosa Moisés Público presente: Não disponível
Assistente 2: Rodrigo Pereira Joia Renda: R$ 120.472,50 R$ 120.472,5 <br />Cr$ 120.472,5 <br />NCr$ 120.472,5 <br />Cz$ 120.472,5 <br />NCz$ 120.472,5 <br /> (preço médio: R$ 18,14 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Avaí:

1. Fábio 1. Felipe
2. Vítor Júnior 28. Bruno
3. Léo 49. Dirceu Cartão amarelo recebido aos
4. Naldo 30. Welton Felipe Cartão vermelho recebido aos
5. Fabrício Cartão amarelo recebido aos  (1) Gol aos do Substituição realizada de jogo ( 15. Leandro Guerreiro ) 13. Daniel
6. Diego Renan 22. Batista
7. Roger Substituição realizada de jogo ( 18. Thiago Ribeiro Gol aos do ) 8. Acleisson Substituição realizada de jogo ( 27. Thiago Sales )
8. Marquinhos Paraná 35. Fabiano Substituição realizada de jogo ( 7. Diogo Orlando )
9. Wellington Paulista Substituição realizada de jogo ( 17. Ortigoza Gol aos do ) 18. Cleverson
10. Montillo  Gol aos do 6. Romano Cartão amarelo recebido aos
11. Anselmo Ramon  Gol aos do 11. Rafael Coelho Substituição realizada de jogo ( 17. Maurício Alves )
Técnico: Joel Santana Técnico: Alexandre Gallo
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Avaí:

Pré-Jogo

Em 12º lugar com 18 pontos, o Cruzeiro precisa vencer para não se aproximar do Z4.

Joel Santana não contará com o lateral Gilberto e o zagueiro Gil, suspensos.

O beque uruguaio Victorino continua de fora, recuperando-se de estiramento na coxa esquerda, e Wallyson, com fratura na fíbula, não jogam.

Fábio, Leo Simões, Montillo, Thiago Ribeiro, Wallyson e Wellington Paulista estão pendurados com dois cartões amarelos.

Em 17º lugar com 13 pontos, o Avaí precisa vencer pra escapar da zona de rebaixamento.

O treinador Alexandre Gallo não poderá escalar o meia Pedro Ken devido a uma cláusula no contrato, e o atacante William, contundido.

Arlan, Cleverson, Gustavo Bastos, Marcos Paulo, Rafael Coelho e Romano, com dois amarelos, são os avaianos pendurados.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 18h25 – Cruzeiro, com uniforme tradicional, e Avai, camisas brancas, calções e meias azuis, estão em campo.
  • 18h27 – Execução do Hino Nacional.
  • 18h31 – Começa o jogo. Cruzeiro à direita das cabines de rádio.
  • 00 – Reservas do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Gil Bahia, Cribari, Leandro Guerreiro, Bruninho, Thiago Ribeiro, Ortigoza, Reis.
  • 01 – Vítor lança, bola acerta as costas de Anselmo Ramon, que está impedido.
  • 02 – Emerson passa por Diego Renan e cruza. Naldo espana.
  • 02’30” – Desperdício! Montillo lança Anselmo Ramon, que dribla o goleiro e, com o arco aberto, chuta na rede, pelo lado de fora.
  • 03 – Baliza! Acleison e Cleverson fazem um-dois, deixam Diego Renan pra trás. Cleverson cruza da direita, Rafael Coelho arremata com um chute forte. Bola explode no poste direito do arco de Fábio.
  • 04 – Montillo é o atacante de velocidade do Cruzeiro. Roger Galera é o armador
  • 05 – Cruzeiro troca passes e tenta se aproximar da área avaiana.
  • 06 – Diego Renan tenta fazer tabela com Anselmo Ramon e recebe falta na meia esquerda.
  • 07 – Roger Galera recebe passe de Diego Renan na ponta esquerda e cruza. Defesa avaiana corta.
  • 08 – Montillo cobra falta sobre a área. Defesa corta.
  • 09 – Montillo cobra falta na ponta esquerda jogando a bola na área. Defesa corta.
  • 10 – Wellington Paulista recebe a bola na ponta esquerda, cruza com muita força e ela passa por Anselmo Ramon.
  • 11 – Acleison lança Daniel na ponta direita, bola escapa pela lateral.
  • 12 – Wellington Paulista e Welton Felipe disputam bola com pescoções na defesa avaiana.
  • 13 – Rafael Coelho entra na área, mas é desarmado por Naldo.
  • 14 – Cleverson cobra escanteio pela direita, Rafael Coelho não consegue arrematar e a bola fica com a defesa celeste.
  • 15 – Escanteio cobrando com muita força, bola sai pela linha de fundo, do outro lado do campo.
  • 16 – Wellington Paulista recebe a bola na área, passa por Felipe e sem ângulo cruza para o meio. Anselmo Ramon não aparece e a defesa afasta
  • 17 – Marquinhos Paraná faz lançamento de 30 metros pra Montillom que enfileira na entrada da área, até ser parado por Dirceu.
  • 18 – Anselmo Ramon chega na marcação de Bruno e comete falta.
  • 19 – Daniel toca na direita para Cleverson, Diego Renan desvia pra lateral.
  • 20 – Montillo desce pela direita e cruza. Dirceu corta dentro da área.
  • 20’30”- Vítor cruza da direita, Welton Felipe corta de cabeça.
  • 21 – Fabiano recebe passe na ponta direita e cruza. Naldo, dentro da área, rebate.
  • 21’30”- Batista chuta de longe, Fábio defende.
  • 22 – Montillo tenta jogada pela direita, mas adianta a bola e sai com ela pela linha de fundo.
  • 23 – Bruno recebe atendimento médico dentro do gramado. Esta sentindo dores no ombro.
  • 24 – Bruno é retirado de campo no carrinho-maca.
  • 25 – Montillo gira sobre a zaga e rola pra Fabrício, que chuta forte. Bola passa à esquerda de Felipe.
  • 26 – Gol! Roger Galera serve Fabrício, que toca na saída de Felipe. Bola entra no canto direito do arco avaiano. Cruzeiro 1×0.
  • 27 – Alexabnre Gallo reclama da defesa do Avaí por ter falhado no gol.
  • 28 – Acleisson chuta de fora da área, bola passa longe do arco celeste.
  • 28’30” – Anselmo Ramon tenta passar por Welton Felipe, mas cpomete faslta e o lance é interrompido.
  • 29 – Amarelo! Fabrício chega forte em Cleverson. Péricles Bassols Cortez acha exagerada a força aplicada.
  • 29;30”- Batista chuta de fora da área, Fábio defende.
  • 30 – Montillo coloca Anselmo Ramon na cara do gol. O atacante chuta duas vezes, mas Felipe salva o arco avaiano.
  • 31 – Amarelo! Romano, por reclamação.
  • 32 – Passes errados: Avaí 18×7.
  • 33 – Rafael Coelho lança Cleverson na direita. O cruzamento sai rasteiro, Naldo corta, Diego Renan fica com a bola.
  • 34 – Torcidas organizadas do Cruzxeiro de várias cidades do Triângulo e do Alto Paranaíba estão no Parque do Sabiá.
  • 35 – Gol! Vítor recebe passe de Roger Galera numa cobrança de falta, desce pela direita, deixa Romano pra trás, entra na área e chuta cruado. Anselmo Ramon entra na dividida, quase em cima da risca, e empurra bola pra rede. Cruzeiro 2×0.
  • 36 – Amarelo! Dirceu, por reclamação.
  • 37 – Cruzeiro ataca pela esquerda com Diego Renan. Daniel cede escanteio.
  • 38 – Roger Galera cobra escanteio pela esquerda, com muita força. Romano fica com a bola no lado oposto.
  • 39 – Cruzeiro troca passes. Nervoso, Avaí marca mal e comete erros primários de saída de bola.
  • 40 – Montillo lança Wellington Paulista, Felipe fica com a bola.
  • 41 – Montillo lança Anselmo Ramon, que cruza da esquerda. Roger Galera arremata de voleio, Felipe defende.
  • 42 – Besteiraça! Welton Felipe tropeça em si mesmo, perde a bola pra Wellington Paulista, que invade a área. Welton persegue o centroavante e o derruba na entrada da pequena área. Pênalti.
  • 43 – Vermelho! Welton Felipe é expulso por ter derrubado Wellington Paulista em lance de gol.
  • 44 – Gol! Montillo bate o pênalti com pé direito, a meia altura, no canto direito. Felipe voa, mas não impde o gol. Cruzeiro 3×0.
  • 45 – Pênalti! Vítor entra na área pela direita e é derrubado por Romano, na pequena área.
  • 46 – Perdeu! Montillo cobra pênalti com pé direito, no canto esquerdo de Felipe, que voa e defende.
  • Montillo: “Jogamos bem, criamos muito, fizemos uma vantagem importante, mas o jogo não está decidido.”
  • Felipe: “Esperei o Montillo decidir, ele mudou de canto, e eu defendi.”
  • UOL Esporte: “Cruzeiro fez bom 1º tempo, criou oportunidades e sai para o intervalo com uma grande vantagem. O Avaí começou bem, chegou a acertar uma bola na trave, mas acabou se perdendo.”

Segundo Tempo

  • 19h35 – Times de volta ao gramado.
  • 19h37 – Começa o 2º tempo.
  • 00 – Trocas! Rafael Coelho por Maurício Alves. Fabiano por Diego Orlando.
  • 01 – Avaí ataca, Leo Simões despacha a bola com um chutão.
  • 02 – Romano faz boa jogada pela esquerda e passa a Cleverson, que cruza. Naldo despacha a bola.
  • 03 – Diego Renan solta uma bomba, Felipe defende.
  • 04 – Roger Galera lança Wellington Paulista, Diogo Orlando se antecipa ao atcaante e corta.
  • 05 – Fabrício lança WP que vai à linha de fundo, pela direita, e cruza. AR fica com o rebote da defesa, gira, chuta, mas a bola explode na defesa.
  • 06 – Diego Renan tenta atacar pela esquerda, mas é desarmado por Daniel.
  • 07 – Batista e Romano trabalham a bola pela esquerda, Leo Simões corta cedendo escanteio.
  • 08 – Diego Renan cruza da esquerda, Bruno corta de cabeça.
  • 09 – Maurício Alves passa por Naldo e cruza da direita. Fábio fica com a bola.
  • 10 – Vítor recebe passe de Fabrício, desce pela direita, mas choca-se com Diogo Orlando e fica sem a bola.
  • 11 – Fabrício sai do meio de campo e vai disputar a bola com Daniel na ponta-direit do ataque celeste.
  • 12 – Fabrício chuta de fora da área, bola desvia na defesa. escanteio.
  • 13 – Roger Galera cobra escanteio pela esquerda, Batista corta.
  • 14 – Montillo dribla dois em arrancada pela direita e passa a Vítor, que é desarmado por Daniel.
  • 15 – Marquinhos Paraná lança Wellington Paulista, que está impedido.
  • 16 – Romano lança Maurício Alves, que derruba Naldo na ponta esquerda avaiana.
  • 17 – Marquinhos Paraná tabela com Fabrício, que passa a Vítor. O lateral é desarmado por Diogo Orlando.
  • 18 – Roger Galera rola pra Fabrício, que chuta de for da área. Bola fica com a defesa avaiana.
  • 19 – Leo Simões sai da área e vai desarmar Daniel na lateral esquerda celeste.
  • 20 – Naldo corta falta cobrada sobre a área e lança WP. Atacante avança pela esquerda e cruza. Felipe defende sem problemas.
  • 21 – Vítor chuta da entrada da área, Felipe defende.
  • 22 – Avaí toca bola tentando encontrar espaços. Thiago Ribeiro faz aquecimento.
  • 23 – Troca! Roger Galera por Thiago Ribeiro.
  • 24 – Trem feio! Acleison cobra escanteio esqusitão. Bola sai pela linha de fundo antes de chegar à área.
  • 25 – Cleverson desce pela direita e solta uma bomba. Fábio se espicha defende, mas dá rebote. Maurício Alves chega atrasado e não consegue marcar o gol.
  • 26 – Wellington Paulista arremata de puxeta, bola sai perto do travessão.
  • 27 – Finalizações: Cruzeiro 15×4. Montillo tenta concluir por cobertura, bola fica com a defesa avaiana.
  • 28 – Diego Renan lança Wellington Paulista, que arremata de fora da área. Bola desvia na defesa, mas fica com Felipe.
  • 29 – Troca! Wellington Paulista por Ortigoza.
  • 30 – Troca! Acleison por Thiago Sales.
  • 31 – Fabrício força a marcação, Diogo Orlando joga a bola pra lateral.
  • 32 – Montillo vai à linha de fundo, pela esquerda, e cruza. Ortigoza não alcança, Bruno cabeceia pra escanteio.
  • 33 – Cruzeiro adianta a marcação, Avaí já não ataca mais.
  • 34 – Troca! Fabrício por Leandro Guerreiro.
  • 35 – Gol! Montillo lança Thiago Ribeiro, que, de dentro ds área, chuta de canhota, rasteiro, cruzado, sem chance de defesa pra Felipe. Cruzeiro 4×0.
  • 36 – Ortigoza aperta a marcação, mas comete falta em Thiago Sales.
  • 37 – Embora não tenha comparecido em grande número, torcida celeste faz grande festa.
  • 38 – Golaço! Thiago Ribeiro cruza, Montillo ajeita de cabeça pra Ortigoza, que corta Diogo Orlando e chuta cruzado, de canhota, por cobertura. Felipe voa, ams não alcança a bola. Cruzeiro 5×0.
  • 39 – Montillo pega sobra na entrada da área, tenta cortar pra arrematar, mas é desaramdo por Diogo Orlando.
  • 40 – Defesaça! Romano avança pela meia esquerda e, da entrada da área, chuta. Bola desvia em Leandro Guerreiro e obriga Fábio a uma bela ponte pra espalmar pra escanteio.
  • 41 – Olé! Torcida se diverte com o toque de bola do Cruzeiro.
  • 42 – Diego Renan faz lançamento de 50 metros pra Ortigoza, que cruza da direita. Felipe defende com extrema dificuldade.
  • 43 – Ortigoza cruza rasteiro, da direita. Anselmo Ramon por pocuo, não consegue desviar pro gol.
  • 44 – Cruzeiro mantém Avaí sob pressão tocando bola no campo de ataque.
  • 45 – Leandro Guerreiro recebe passe de Marquinhos Paraná e chuta forte de fora da área. Bola passa por cima do travessão, com perigo.
  • 46 – Fim de jogo.
  • Ortigoza: “Primeiramente, eu tento fszer gols. Se for bonito, melhor ainda.”
  • Bruno: “A derrota não estava em nossos planos. Viemos aqui busvacar algum ponto. Mas contrinuímos com muitos gols do Cruzeiro.
  • UOL Esporte: “O Cruzeiro voltou a apresentar bom futebol, se aproveitou das falhas do Avaí e o goleou, quebrando sequência de quatro derrotas. A equipe catarinense jogou todo o 2º tempo com um a menos. O resultado fez o time mineiro subir pra 10ª, enquanto o Avaí caiu pra 19ª posição.”

Vídeos

Atuações

  • Fábio – Salvo pela baliza logo no começo do jogo, sorte de grande goleiro, não deu mais oportunidades aos atacantes. (Walterson Almeida)
  • Vitor – Bem no 1º tempo, quando apareceu bastante no ataque e deu uma assistência, no 2º, errou cruzamentos e ainda tentou entrar com bola e tudo no arco avaiano, em vez de servir os colegas. Considerando-se as atuações anteriores, evoluiu bastante. (Walterson Almeida)
  • Naldo – Joga sério e ainda se vira nos 30 pra cobrir as laterais e bloquear os atacantes. Apesar de toda a trabalheira, saiu-se bem. (Walterson Almeida)
  • Leo Simões – Eficiente, melhorou a saída de bola e defendeu bem, apesar de alguns vacilos nos minutos iniciais. (Walterson Almeida)
  • Diego Renan – Fraco no 1º tempo, quando levou muitas bolas nas costas e apareceu pouco no ataque, melhorou no 2º e até finalizou. Seu maior problema foi o Avaí ter escolhido seu setor pra armar jogadas de ataque.(Walterson Almeida)
  • Marquinhos Paraná – Discreto, cumpriu seu papel com eficiência. Seus detratores nem percebem que o 5º gol surgiu de uma roubada de bola dele, em jogada limpa, como sempre. (Walterson Almeida) Disciplina tática e jogo limpo não são defeitos como insistem em afirmar os adeptos do tijolismo. Atuando como volante de contenção, Mestre Paraná protegeu a zaga e fez a cobertura pela direita. Quando as condições se mostraram propícias, avançou e até participou, na orígem, do 5º gol. Tudo isto sem carrinhos, pescoções, agarrões, nem gestos pra torcida, pois quem sabe joga, quem não sabe faz papel de bufão. (Síndico)
  • Fabrício – Brigou muito, chegou bem no ataque, finalizou mal e deu alguns passes errados. Só não foi o Fabrício de sempre pelo belo gol, que abriu a goleada. (Walterson Almeida) Tem o coração mais valente que os pulmões. Entra em campo pra jogar a vera. Defende, apoia, participa intensamente do jogo, antes de arriasr a mochila. Seu único defeito foi ter dado pouco apoio a Diego Renan, que foi vítima dos ataques mais insidiosos dos avaianos no começo da partida. (Síndico)
  • Leandro Guerreiro – Entrou pra fechar o meio, mas também chegou bem ao ataque para uma bela finalização. (Walterson Almeida)
  • Roger Galera – Estava sumido do jogo até enfiar uma bola para Fabrício marcar o 1º gol e mostrar malandragem batendo rapidamente a falta que levou ao 2º gol. Decidiu e, depois, se apaghou denovo. Mas o que fez já está bom demais. (Walterson Almeida)
  • Thiago Ribeiro – Mostrou oportunismo fazendo o gol que outros atacantes insistiam, mas não conseguiam fazer. Ainda não está em forma mas o ataque é ele e mais um. (Walterson Almeida) Voltou correndo mais que coelho de desenho animado. E ainda fez um belo gol com o pé cego. (Síndico)
  • Montillo – Merece ter um bom atacante pra jogar com ele. (Walterson Almeida) Encarnou bem o papel de atacante velocista e arrebentou com a marcação avaiana deslocando-se pelos dois lados do gramado. Como se fosse um Thiago Ribeiro nos tempos de Adílson Baptista. Como sempre, foi o destaque do time. (Síndico)
  • Wellington Paulista - É uma praga que retorna pra assustar a torcida. Não consegue fazer gol nem no Avaí. Como atacante é um bom volante de contenção avançado. (Walterson Almeida) Animado, correu pra lá e pra cá, ajudou na marcação da saída de bola avaiana e coisa e tal. Falta fazer um golzinho pra animar mais ainda a galera. (Síndico)
  • Ortigoza – Jogou pouco tempo, o suficiente pra mostrar como se faz gol. Pena que isto só aconteça a cada 10 jogos. (Walterson Almeida) Que golaço! Valeu a mensalidade do paguepraver. (Síndico)
  • Anselmo Ramon – É grosso mas sabe fazer o pivô e luta muito. É um oásis no deserto do ataque cruzeirense, mas só faz gol quase feito, pois os goleiros atrapalham seu bom futebol. (Walterson Almeida)
  • Joel Santana – O que ele viu no WP pra escalá-lo tão logo retornou? Será alguma cláusula contratual ou desespero pra ver se alguém o descobre? Escalou mal, mas mexeu bem na equipe. (Walterson Almeida) Papai Joel se deu um presente antecipado surpreendendo a todos com uma armação ofensiva e time desenvolto. Manoso, esse velho! (Síndico)
  • Torcida – Pouca, mas animadíssima gente. Organizadas de Monte Carmelo, Uberlândia, Patrocínio, Belo Horizonte e do Norte de Minas estiveram presentes e empurraram o time o tempo todo. (Síndico) Enquanto os integrantes da Máfia Azul, liderados pelo Fubá, se preocuparam, apenas, em apoiar o time, puxando os gritos de incentivo, e levando junto os torcedores “desorganizados”, foi nota dez. Mas ganha nota zero, pelo obsessão em xingar os galináceos, que nem estiveram em campo, e por insistir em cantar loas a si mesmos. (Cleber Mendes)
  • Juiz & Bandeiras – Alguém se lembra de um erro deles? Eu não. (Síndico)
  • Cruzeiro – Quatro defensores tradicionais, dois volantes de contenção, um armador, um atacante de velocidade, um pivô e mais WP correndo por todos os lados. Esta armação funcionou e pulverizou o 3-6-1 preparado por Alexandre Gallo, treinador do Avaí. Melhor atuação do time celeste no Brasileiro. Mas, atenção! O Avaí estava sem meio time titular. (Síndico)
  • Avaí - Teve a chance de abrir o placar aos 3 minutos. Não fez e, depois, com erros de saída de bola e desatenção, entregou o jogo. Acleisson e Romanos foram incansáveis trabalhadores. Cleverson fez boas jogadas pela direita no 1º tempo. Felipe evitou um placar mais dilatado com boas defesas, inclusive a de um pênalti cobrado por Montillo. (Síndico)

O que foi dito

  • Mauro França, no PHD: O começo não foi animador. O Cruzeiro ainda teve a primeira grande chance logo aos 2 minutos, num contra ataque armado por Montillo que Anselmo Ramon, depois de tirar do goleiro, concluiu na rede pelo lado de fora. No entanto, o Avaí foi mais objetivo e, explorando o lado direito do seu ataque, criou boas situações. A melhor foi um voleio de Rafael Coelho que explodiu na trave, aos 4. Depois do susto o Cruzeiro assumiu o controle das ações. Acertou a marcação e conteve sem problemas as investidas do adversário, mas encontrou dificuldades para criar boas jogadas. O ataque se resumiu à luta de sua dupla e à movimentação incessante de Montillo, com poucos resultados. Até 25 minutos, o Cruzeiro não ameaçou o gol de Felipe. Mas, no minuto seguinte, numa jogada que começou com um roubo de bola de Anselmo Ramon, Roger recebeu pela intermediária e lançou na medida para Fabrício invadir a área pela direita e abrir o placar com um chute rasteiro, cruzado. Foi o bastante para o Avaí desmoronar. O Cruzeiro aproveitou as fragilidades do adversário pra aumentar o ritmo e ampliar o placar. Aos 35, Roger fez ótimo lançamento pra Vitor invadir a área e bater cruzado na saída do goleiro. Anselmo Ramon, no segundo pau, escorou de carrinho pras redes. O terceiro nasceu de falha bisonha de Welton Felipe. Wellington Paulista invadiu a área pela esquerda e foi aterrado pelo próprio zagueiro, que ainda recebeu o vermelho. Aos 44, Montillo cobrou o pênalti com chute alto, forte, no canto direito. O quarto só não saiu porque, já nos acréscimos, Montillo desperdiçou outra penalidade, esta sofrida por Vitor. Com ampla vantagem, o Cruzeiro voltou para o 2º tempo interessado em cadenciar o ritmo e administrar o resultado, sem forçar muito no ataque. Com dez jogadores, o Avaí se retraiu e não teve força ofensiva para sequer tentar alterar o andamento da partida. O jogo ficou monótono. Joel Santana tentou tirar o time da acomodação trocando Roger por Thiago Ribeiro, aos 23, e Wellington Paulista por Ortigoza, aos 30. Aos 34, Fabrício saiu para a entrada de Leandro Guerreiro. Foi o suficiente para o time acordar. Aos 35, Montillo, pouco além da linha divisória do meio de campo, fez belo lançamento na esquerda pra Thiago Ribeiro, que ajeitou o corpo e bateu cruzado, rasteiro, para fazer 4×0. No embalo, Ortigoza fez o quinto três minutos depois, aps receber passe de cabeça de Montillo, cortar o zagueiro e bater de curva no ângulo direito de Felipe. Golaço! Vitória providencial, que desanuviou o ambiente carregado pelas quatro derrotas consecutivas. Que sirva como injeção de confiança e ânimo para o time.
  • Wellington Paulista, atacante do Cruzeiro: Anselmo Ramon é um cara que segura e trabalha muito bem a bola. Montillo e Roger eu já conheço. Então, tenho que conhecer um pouquinho mais o Anselmo, pra me adaptar rapidamente e ajudar meus companheiros. Tentei, busquei o gol da melhor maneira possível, mas não foi do jeito que eu queria, mas o importante foi estrear bem e com vitória. Fiquei quatro meses em São Paulo sem jogar. Preciso agora é de uma sequência boa pra me adaptar rapidamente.
  • Diego Renan, lateral-esquerdo do Cruzeiro: O desempenho foi muito bom e conseguimos uma goleada que eleva nossa confiança. Mas temos que manter os pés no chão e melhorar muito pra subir na tabela. Roger e Montillo se entenderam muito bem, os atacantes fizeram gols, a gente sai de campo feliz e o torcedor vai passar um Dia dos Pais tranqüilo.
  • Roger Galera, meia do Cruzeiro: Valeu o sacrifício. O time estava precisando muito da minha presença. Estava sem confiança e eu, como jogador experiente, senti que precisava fazer esse sacrifício pra equipe. Consegui ser determinante, principalmente no 1º tempo, quando fiz as jogadas dos primeiros gols. Não me queixei do treinador. So disse que ele estava tentando montar o esquema dele e os torcedores precisavam ter paciência. Hoje, ele montou esquema diferente, com dois armadores. Nós gostamos de jogar assim. Como bom treinador, ele vai arrumar o time.
  • Montillo, meia do Cruzeiro: Não é apenas por este jogo que vamos reagir no campeonato. Temos que continuar ganhando pra consolidar a reação. Não adianta nada ganhar hoje e perder em Curitiba. Vamos descansar pra fazer boa partida contra o Atlético Paranaense. Quando recebi proposta da China, tive como prioridade minha família. Não adianta nada ir jogar pra um lugar difícil pra minha família e, depois de seis meses, querer voltar. Sempre respeitei meus contratos. Quando tiver uma proposta boa pra mim e pro Cruzeiro, em um lugar bom pra morar e um bom futebol, pensarei nisso. Agora, estou muito bem aqui. Quero mandar um abraço ao Wallyson, que não pôde estar aqui por causa da lesão. Ele é muito importante pra nós dentro de campo e fora também. Quero deixar um abraço pra ele.
  • Ortigoza, atacante do Cruzeiro: O time lutou o tempo todo e conseguiu uma vitória muito boa pra sequência do campeonato.
  • Thiago Ribeiro, atacante do Cruzeiro: Graças a Deus, consegui voltar a jogar, não senti nada, atuei bem e fiz gol. Após sete jogos, felizmente voltei a marcar e ajudei o Cruzeiro a vencer.
  • Joel Santana, treinador do Cruzeiro: Foi uma atuação convincente. A equipe voltou a jogar bem, como já tinha feito contra o Internacional. Só estavam faltando alguns detalhes pra sairmos vitoriosos e foi uma vitória sem contestação. Fomos melhores e vamos ver se conseguimos uma sequência de resultados positivos pra galgarmos aquilo que pretendemos. Foi bom, foi maravilhoso, mas falta muita coisa. Pelas circunstâncias, poderia ter sido mais. Mas acho que aí já é querer demais. O Montillo não é de perder pênalti. Tivemos várias situações de gol. Quando você vem de uma situação como aquela, de várias derrotas consecutivas, e ganha de cinco, tem que agradecer a Deus pela atuação que tivemos. A zaga entrou firme, o Leo jogou muito bem. O Vitor jogou muito bem. Sem falar no Roger e no Montillo, que são os dois talentosos da equipe. Não jogamos bem contra o Atlético-GO, mas não merecíamos perder para o Botafogo e Flamengo, sem falar no Internacional, que foi caso totalmente atípico. O gramado estava perfeito e o campo é amplo. Prevaleceu aquele que tem mais técnica, que tem mais qualidade e competência. Foi isso que aconteceu. A decisão sobre onde mandaremos os próximos jogos deixo pra direção. Meu negócio é colocar o time em campo. Temos que estar preparados pra jogar em qualquer lugar. O campo daqui é maravilhoso, tivemos apoio muito grande da torcida e isso é fundamental.
  • Felipe, goleiro do Avaí: Nosso time não veio, ficamos no hotel. Infelizmente aconteceu isso, mas precisamos levantar a cabeça. Contra o Vasco, o único resultado é a vitória.
  • Alexanadre Gallo, treinador do Avaí: Machuca, dói muito perder de cinco, ainda mais da maneira que foi. Além do placar elástico, entregamos o jogo para um time bom. A gente vinha evoluindo, mas tivemos uma queda brusca, gritante. Ter um jogador expulso no lance do terceiro gol não tem como te fazer virar a partida. Ele teve duas falhas, mas tem equilíbrio, vamos precisar muito dele ainda. Eu sou um otimista sempre. Foi um desastre grave, um desastre com falhas gritantes. Não pode voltar a acontecer. Temos que recomeçar. Precisamos retomar o caminho vencendo. Está chegando o final do primeiro turno, a gente planejava sair logo da zona do rebaixamento. Sigo confiando no meu time. Sou apaixonado pelo que faço, e muito preparado. Sei que esses altos e baixos acontecem na minha profissão. Vamos em frente.

Fontes

Transmissão

  • Sportv