Cruzeiro 4x2 Chapecoense - 30/08/2014

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
Por temporada
Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Santa Rita.png Gol aos do Escudo Santa Rita.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Goiás.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Fluminense.png 3x3 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Santa Rita.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Bahia.png
Contra Chapecoense
Escudo Cruzeiro.png 4x1 Escudo Chapecoense.png Gol aos do Escudo Chapecoense.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
4 × 2 Escudo Chapecoense.png
Chapecoense
18ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Data: 30 de agosto de 2014 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 18:30 Estádio: Mineirão
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva Público pagante: 26.682
Assistente 1: Marrubson Melo Freitas Público presente: 28.575
Assistente 2: Heronildo S Freitas da Silva Renda: R$ 1.203.320,00 R$ 1.203.320
Cr$ 1.203.320
NCr$ 1.203.320
Cz$ 1.203.320
NCz$ 1.203.320
(preço médio: R$ 45,10 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Chapecoense:
1. Fábio 1. Danilo
3. Léo  Gol aos 1 do  (2T) 1'  (2T) 2. Ednei Cartão amarelo recebido aos 23  (1T) 23'  (1T)  
22. Mayke 3. Rafael Lima
26. Dedé 4. Jaílton
21. Samudio 6. Neuton
8. Henrique Cartão amarelo recebido aos 21  (2T) 21'  (2T)   5. Wanderson
28. Ricardo Goulart Cartão amarelo recebido aos 8  (2T) 8'  (2T)   10. Zezinho Gol aos 11 do  (1T) 11'  (1T) Cartão amarelo recebido aos 43  (2T) 43'  (2T)  
17. Éverton Ribeiro Cartão amarelo recebido aos 24  (2T) 24'  (2T)   9. Bruno Rangel Gol aos 25 do  (2T) 25'  (2T)
16. Lucas Silva Cartão amarelo recebido aos 33  (2T) 33'  (2T)   Substituição realizada 34' (2T) de jogo 34' (2T) ( 19. Nilton ) 8. Abuda Cartão amarelo recebido aos 37  (1T) 37'  (1T)   Substituição realizada de jogo ( 15. Diones )
18. Marcelo Moreno  Gol aos 2 do  (2T) 2'  (2T) Gol aos 26 do  (2T) 26'  (2T) Substituição realizada 31' (2T) de jogo 31' (2T) ( 11. Dagoberto ) 7. Dedé Substituição realizada 22'(2T) de jogo 22'(2T) ( 17. Tiago Luis )
25. Willian Substituição realizada de jogo ( 29. Alisson Gol aos 12 do  (2T ) 12'  (2T ) ) 11. Camilo Substituição realizada 32'(2T) de jogo 32'(2T) ( 16. Ricardo Conceição )
Técnico: Marcelo Oliveira Técnico: Celso Rodrigues
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Chapecoense:

Pré-Jogo

CLASSIFICÇÃO: Cruzeiro é o 1º colocado do campeonato com 39 pontos; Chapecoense é a 15º, com 19 pontos.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro (G), Ceará (L), Manoel (B), Nilton, Willian Farias (V), Alisson, Júlio Baptista, Marlone (M), Marquinhos II e Willian (A).

AUSENTES no Cruzeiro: Egídio, Bruno Rodrigo, Tinga e Borges, lesionados.

PENDURADOS no Cruzeiro: Dagoberto, Dedé, Everton Ribeiro, Leo Simões, Lucas Silva, Nilton, Samudio e Willian Farias.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “A Chapecoense marca bem, tem poder de ataque e jogadores velozes, como o Camilo e o Zezinho, além do Bruno Rangel, que é um goleador. Vamos marcar bem, tentar impor o nosso ritmo e tomar a iniciativa. O time está preparado pra atingir o grande seu objetivo nessas duas próximas partidas, que é ultrapassar a pontuação do ano passado”.

BANCO da Chapecoense: Diones, Ricardo Conceição, Tiago Luiz.

AUSENTES na Chapecoense: Tiago Saletti, André Paulino, Roni, Fabinho Alves e Fágner Alemão, lesionados; Nenén e Fabinho Gaúcho, em recondicionamento físico; Fabiano, suspenso.

PENDURADOS na Chapecoense: Abuda e Rodrigo Biro.

CELSO RODRIGUES, técnico da Chapecoense: “Tem que respeitar o Cruzeiro. Vamos marcar forte, tirando espaços e neutralizando a movimentação deles. Vamos tentar matar as jogadas na origem e assim levar o jogo”.

DEWSON FERNANDO FREITAS DA SILVA, juiz paraense, já apitou 7 jogos no Brasileiro 2014. Médias: 0 vermelho, 5,14 amarelos, 0,29 pênalti, 27,4 faltas. Média do campeonato: 0,19 vermelho, 4,41, amarelos, 0,17 pênalti, 33,8 faltas.

APROVEITMENTO do Cruzeiro no Mineirão, até a 17ª rodada do Brasileiro 2014 é de 100%.

PÚBLICO. A média do campeonato é de 14.887. O Cruzeiro é o 5º, com 21.251. A expectativa é de público superior a 25 mil.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 18h25. Times em campo. Cruzeiro, com uniforme tradicional; Chapecoense, com camisas brancas, calções e meias verdes.
  • 18h30. COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à direita das tribunas, dá a saída.
  • 01. Cruzeiro tem a posse de bola, mas não encontra espaços. Dedé dá um chutão, defesa da Chape devolve a bola.
  • 02. Samudio tenta o passe na frente para Willian, bola Sai forte demais, Danilo fica com ela.
  • 03. ORGANIZADAS do Cruzeiro: Rapozama, Loucos Pelo Cruzeiro, China Azul, Geral Celeste, Pavilhão Independente, Sangue Azul, Nação Azul de Varginha, Sangue Azul, Motozeiros, Cachazeiros, Jovem, Máfia Azul, Jovem de Cipotânea.
  • 04. Cruzeiro pressiona saída de bola da Chape.
  • 05. Camilo recebe lançamento e tenta passara bola a Bruno Rangel, sem sucesso.
  • 06. PRIMEIRO ARREMATE CELESTE. Everton Ribeiro chuta de longe, Danilo defende, mas deixa bola escapar pela linha de fundo. Escanteio.
  • 07. TÁTICA. Chapecoense tem m armador, Camilo, um centroavante fixo, Bruno Rangel, um atacante que se desloca pelos lados co campo, Zezinho. O resto do time defende, com 4 defensores e três volantes. Dos defensores, apenas Neuton ataca, quando aparece uma chance.
  • 08. POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 59%.
  • 09. PRIMEIRO ARREMATE DA CHAPE. Zezinho cruza da direita, Bruno Rangel, no segundo poste, nas costas de Dedé, cabeceia pra baixo. Tiro de meta.
  • 10. GOL. Dedé, o chapecoense, chuta de longe, no meio do caminho, Zezinho desvia. Fábio já havia saído pra direita, quando a bola toa o rumo de seu canto esquerdo. CHAPECOENSE 1×0.
  • 11. FÁBIO leva um gol após 459 minutos de invencibilidade.
  • 12. TORCIDA reage ao gol da Chape, com incentivo ao time celeste.
  • 13. Willian cobra falta, jogando a bola na área do Verdão do Oeste. Jailton corta.
  • 14. Everton Ribeiro tabela com Mayke, mas ao devolver a bola, cede tiro de meta aos verdes catarinenses.
  • 15. Mayke dirbla Neuton e cruza rasteiro da direita. Rafael Silva, dentro da área, corta.
  • 16. Lucas Silva chuta de fora da área, pra fora.
  • 17. Everton Ribeiro invade a área catarina, deixa Rafael Silva pra trás, mas sai com a bola pela linha de fundo.
  • 18. QUASE. Marcelo Moreno divide com Danilo na área da Chape, bola vai lentamente rumo ao arco, mas Jailton aparece e corta, na pequena área.
  • 19. Neuton cruza da esquerda, Camilo chega atrasado e não consegue arrematar.
  • 20. Danilo cai na área da Chape. Jogo paralisado.
  • 21. Danilo se recupera, jogo recomeça.
  • 22. AMARELO. Ednei, por voadora em Everton Ribeiro, na entrada da área catarinense.
  • 23. Everton Ribeiro cobra falta, Ednei corta.
  • 24. Everton Ribeiro cruza da direita, Danilo se esforça pra espalmar pra escanteio.
  • 25. Dedé cruza, Jaílton corta.
  • 26. ACELERAÇÃO. Cruzeiro tem pressa, joga com toques rápidos e muitos cruzamentos de Mayke, pela direita. Samudio é só marcador.
  • 27. Everton Ribeiro recebe passe n meiuca, perde a bola e comete a falta, parando o contrataque.
  • 28. Ednei chega à linha de fundo, divide com Samudio e ganha escanteio pra Chapecoense.
  • 29. Zezinho cruza, e a defesa do Cruzeiro corta parcialmente, Bruno Rangel fica coma abola e tenta jogada de linha de fundo, mas acaba cedendo tiro de meta pro Cruzeiro.
  • 30. CERA. Zezinho gasta um minuto pra cobrar escanteio pela direita.
  • 31. Everton Ribeiro chuta de fora da área. Tiro de meta.
  • 32. DEFESAÇA. Marcelo Moreno chuta de longe, bola vai no ângulo esquerdo. Danilo se estica e espalma pra escanteio.
  • 33. POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 62%.
  • 34. CONGESTIONAMENTO: 21 jogadores estão dentro do campo de defesa da Chapecoense.
  • 35. Mayke cruza da direita, Ricardo Goulart sobe junto com Ednei e, atrapalhado, cabeceia pra fora.
  • 36. AMARELO. Abuda, por rasteira em Everton Ribeiro.
  • 37. Ricardo Goulart cobra falta, bola passa por cima do travessão.
  • 38. CRUZAMENTOS: Cruzeiro 14×5.
  • 39. Neuton cruza da esquerda, Camilo erra cabeceio, Leo Simões limpa a área celeste.
  • 40. AMARELO. Abuda, por falta em Everton Ribeiro.
  • 41. Everton Ribeiro cruza, Jailton dá uma canelada na bola, limpando a área chapecoense.
  • 42. Mayke faz grande jogada pela direita e passa a Everton Ribeiro, que arremata cruzado. Bola sai à direita de Danilo.
  • 43. Everton Ribeiro chuta, pra fora,
  • 44. FALTAS: Chapecoense 11×3.
  • 45. Ricardo Goulart sobe com Danilo e cabeceia. Bola sai pela linha de fundo.
  • 45+1. DEZOITO. Mayke cruza da direita, Danilo defende. Foi a 18ª bola que o Cruzeiro levantou na área catarinense.
  • 45+2. ESCANTEIOS: Cruzeiro 7×1. PASSES ERRADOS: Cruzeiro 24×12. PASSES CERTOS: Cruzeiro 127x 34.
  • 45+3. FIM de 1º tempo.
  • ZEZINHO, atacante da Chapecoense: “O Dedé chutou, eu coloquei o pé e fui feliz. A equipe recuou demais no primeiro tempo e tem que acertar para não tomar pressão no segundo”.
  • WILLIAN, atacante do Cruzeiro: “A gente está chegando muito rápido nos contra-ataques, temos o ponto dos cruzamentos forte e a zaga deles é alta, estão conseguindo tirar. O goleiro também faz a leitura bem, vamos conversar com o Marcelo Oliveira e ver o que a gente pode fazer”.

Segundo Tempo

  • 19h34. Times voltam a campo, com alterações.
  • 19h35. COMEÇA 0 2º tempo. Chapecoense dá a saída.
  • 00. TROCAS: Willian x Alisson, Abuda x Diones.
  • 49. GOL. Após cobrança curta de escanteio, Alisson cruza, Leo Simões sobe, no meio da área, e cabeceia. Bola na rede. CRUZEIRO 1×1.
  • 51. GOL. Mayke cruza da direita, tirando do goleiro; Marcelo Moreno cabeceia pra baixo, bola quica e vai pra rede. CRUZEIRO 2×1.
  • 52. CENTÉSIMO gol do Cruzeiro em 2014: 27 no Mineiro, 17 na Libertadores, 35 no Brasileiro, 5 na Copa do Brasil e 16 em amistosos.
  • 53. INSTRUÇÃO. No intervalo, Marcelo Oliveira pediu que os cruzamentos fossem feitos tirando a bola do goleiro. Está dando certo.
  • 54. AMARELO. Ricardo Goulart
  • 58. GOL. Mayke cruza da direita, tirando do goleiro Danilo, que cata borboleta. Bola sobra pra Alisson, que ajeita e chuta pra rede. CRUZEIRO 3×1.
  • 59. PRIMEIRO gol de Alisson no Mineirão.
  • 60. FÁBIO VELAME, no PHD: “Marcelo Oliveira acertou em cheio na mudança. Alisson mudou o panorama do jogo.”
  • 61. POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 67%
  • 62. Ricardo Goulart dá lindo passe cavado para Lucas Silva, que ajeita o corpo e finaliza em cima de Neuton. Escanteio para o Cruzeiro
  • 63. Alisson cobra escanteio pela direita, Dedé cabeceia, bola sai pela linha de fundo.
  • 64. Alisson recebe lançamento na meiesquerda, mas está impedido.
  • 65. AMARELO. Henrique, por falta no meiocampo.
  • 66. TROCA. Dedé x Tiago Luiz.
  • 67. Ednei cobra falta, de longe. Fábio encaixa.
  • 68. QUASE. Neuton cruza rasteiro, da esquerda, Bruno Rangel dá um leve toque, bola passa na frente do arco celeste, assustando Fábio, e sai pela linha de fundo.
  • 69. Everton Ribeiro recebe passe de Maykon e chuta a gol. Bola sai pela linha de fundo.
  • 70. AMARELO. Everton Ribeiro, por reclamação. Cartão programado, pois o jogador estará à disposição da Seleção Brasileira.
  • 71. GOL. Bruno Rangel, dentro da área celeste, recebe passe de Tiago Luiz e arremata com firmeza, sem chance pra Fábio. CHAPECOENSE 2×3.
  • 72. JEJUM. Bruno Rangel, artilheiro da Série B 2013,5não marcava um gol há 9 partidas.
  • 73. GOL. Mayke vai à linha de fundo, peal direita e cruza na cabeça de Marcelo Moreno, que testa pra rede. CRUZEIRO 4×2.
  • 74. ARTILHEIRO. Marcelo Moreno chega aos 9 gols e empata com Ricardo Goulart na artilharia do campeonato.
  • 74’30″. DAGOL vem aí. Torcida celeste vibra.
  • 75. Ricardo Goulart chuta a gol, do meio de campo. Bola passa por cima do travessão.
  • 76. TROCA. Marcelo Moreno x Dagoberto. Boliviano é ovacionado pela galera.
  • 77. TROCA. Camilo x Ricardo Conceição.
  • 78. FINALIZAÇÕES. Cruzeiro 20×6.
  • 79. AMARELO. Lucas Silva, por atrasar cobrança de falta da Chape. Cartão programado, pos o volante ficará ausente do time, participando da seleção Brasileira Sub21.
  • 80. TROCA. Lucas Silva x Nílton.
  • 81. DESARMES: Chapecoense 19×17. PASSES CERTOS: Cruzeiro 232×73.
  • 82. SEM PRESSA. Chapecoense troca passes em seu campo de defesa. Está satisfeita com o resultado.
  • 83. Neuton tabela com Tiago Luis, que passa a Ricardo Conceição na área. Leo Simões chega a tempo de travar a finalização do volante da Chape.
  • 84. LEI DA VANTAGEM. Dagoberto, na pontadireita, é derrubado por Neuton, Mayke fica com a bola, juiz deixa o jogo seguir, o lateral cruza, mas Everton Ribeiro comete falta de ataque e a jogada fica inutilizada.
  • 85. PÚBLICO: 26.682 pagantes, 28.575 presentes, R$1.203.320, média R$45.
  • 86. Everton Ribeiro lança Ricardo Goulart , que dispara rumo ao arco catarina, mas atrapalhado por Rafael Lima arremata pra fora.
  • 87. Tiago Luiz chuta forte, de fora da área. Fábio defende, com dificuldade.
  • 88. AMARELO. Zezinho, por um tapa em Mayke.
  • 89. Everton Ribeiro cruza, Ednei se antecipa a Ricardo Goulart e corta. Com a mão, segundo Goulart. Juiz manda seguir o jogo.
  • 90. POSSE DE BOLA. Cruzeiro, 67%.
  • 91. MAYKE eleito melhor do jogo, pela equipe da Rádio Itatiaia. Por unanimidade.
  • 92. Everton Ribeiro lança Mayke, que invade a área do Verdão do Oeste e chuta. Danilo defende.
  • 93. FIM de jogo. Vitória do time que dominou o jogo inteiro.
  • MELHOR DO JOGO, segundo comentaristas do PHD: Mayke [36], Alisson [9], Marcelo Moreno [6], Marcelo Oliveira [1].
  • TORCIDA CELESTE, cantando Bad Moon Rising: Frangas me diz como se sente / Em ser segundo nas Gerais / Mesmo que se passem os anos / Não vou me esquecer jamais / Você jogou a série B / De 6×1 ti vi perder / Camisa Rosa nunca vai sair docê / O Cruzeirão você vai ver / O tetra vamos vencer / De Marrocos ainda deve a CVC. LINK
  • MARCELO MORENO, centroavante do Cruzeiro: “É um momento especial na minha carreira. Voltar ao Cruzeiro e receber o carinho da torcida. Isso me dá confiança pra mostrar trabalho e fazer gols.”
  • NEUTON, lateral esquerdo da Chapecoense: “No 1º tempo, a gente não acertou a marcação, tomei algumas bolas nas costas. No 2º, eles foram mortais. Demos uma brecha e eles fizeram três gols. É difícil explicar a derrota, relaxamos no intervalo.”
  • LEO SIMÕES, beque do Cruzeiro: “O adversário veio bem postado e achou um chute de fora da área. No 2º tempo, imprimimos ritmo forte e com toque de bola rápido conseguimos envolvê-los.”

Vídeos

Gols
Narração Pequetito

Atuações

  • TORCIDA CELESTE ainda não se empolgou a ponto de lotar o estádio, algo que o time está merecer. Quem foi, contudo, apoiou e se divertiu. (Sïndico)
  • FÁBIO levou dois gols em bolas indefensáveis. Nas demais saiu-se bem. (Síndico)
  • MAYKE, veloz, habilidoso, técnico, inteligente e autor de cruzamentos perfeitos. (Rantunes) /// Buscou constantemente o apoio e arriscou chute perigoso de fora. Fez cruzamentos perfeitos para o segundo, terceiro e quarto gols da Raposa. O melhor em campo, com três assistências. (GloboEsporte) /// Fez uma partida extraordinária (Marcelo Oliveira)
  • DEDÉ deixou Bruno Rangel livre pra cabecear num lance da 1ª etapa e teve outras falhas de posicionamento. Em contrapartida, fez mais um jogo de muita transpiração. (GloboEsporte)
  • LEO SIMÕES esteve seguro na defesa, exceto num lance em que deixou Bruno Rangel se antecipar. No ataque, deu início à reação cruzeirense com um gol de cabeça. (GloboEsporte)
  • SAMUDIO voltou a mostrar que tem dificuldade para apoiar o ataque. Quando foi acionado na esquerda, o paraguaio desperdiçou os cruzamentos para os companheiros. (UOL Esporte)
  • HENRIQUE jogou com seriedade, objetividade, como sempre. Regularidade é sua marca. (Síndico)
  • LUCAS SILVA começou vacilante, mas se formou e até provocar o terceiro cartão amarelo e sair, deu bons passes e fez viradas de jogo de grande categoria. (Síndico)
  • NÍLTON entrou com o jogo decidido e cumpriu a função de marcador e apoiador com eficácia. (Síndico)
  • EVERTON RIBEIRO é o maestro da equipe. Com um passe ou um lançamento, pode mudar o rumo do jogo. Foi bem, como sempre, embora sem deixar a marca de um gol ou de um serviço espetacular. (Síndico)
  • RICARDO GOULART cumpriu importante pepel tático. (Marcelo Oliveira) /// Esteve longe de ser brilhante, mas foi Importante taticamente, chamando a atenção do adversário quando entrava na área, abrindo espaço para os companheiros. (GloboEsporte)
  • WILLIAN, salvo por uma falta que levou, praticamente não participou do jogo. (Hendrix) /// Correu, contribui pra pressionar a defesa da Chape, mas não criou, como gosta o torcedor, nenhuma jogada vistosa ou heróica. (Síndico)
  • DAGOBERTO foi recebido com muita festa pela torcida, mas não eu grande contribuição ao time. E, pra piorar, sentiu dor na perna e tratou-se de se cuidar pra não piorar a situação. (Síndico)
  • ALISSON entrou no segundo tempo e foi decisivo. Deu a assistência do gol de empate e marcou o terceiro. (UOL Esporte) /// Mudou a cara do jogo com rapidez, garra e inteligência. E recompôs como devia. (Hendrix) /// Entrou muito bem na partida e deu mais mobilidade à equipe. (Marcelo Oliveira)
  • MARCELO MORENO, engajado em sua função, cumpriu o propósito de estufar as redes adversárias. E, não se contentou com uma simples anotação, igualou-se a Ricardo Goulart na artilharia do campeonato. Com essa fome pode ficar imortalizado como o maior pontuador estrangeiro ainda nessa temporada. (Razger)
  • MARCELO OLIVEIRA viu seu time tentando jogadas aéreas, que não davam certo no 1º tempo. No intervalo, mandou seus jogadores cruzarem e cobrarem escanteios e faltas de forma diferente (tirando a bola do goleiro), o que deu certo. Isto é treinamento e orientação, ajuste no intervalo, além da boas substituições. O comandante mostrou serviço. (Rapgol)
  • CRUZEIRO jogou bem do começo ao fim, embora os gols só tenham saído no 2º tempo. Mesmo perdendo desde os 10 minutos, a equipe jamais se desesperou. Isto é maturidade e autoconfiança. (Síndico) /// No 1º tempo, a Chape exerceu marcação forte, fez um gol por acaso. O time celeste facilitava a vida do adversário com cruzamentos insistentes sem resultado. Mesmo assim, teve algumas chances. Jogadores demonstravam ansiedade e a torcida mostrava-se apreensiva. No 2º tempo, com a entrada do ágil Alysson, bem como as jogadas de fundo do Mayke, com Marcelo Moreno demonstrando sua capacidade nas bolas aéreas, tudo voltou ao normal, apesar daquele vacilo no segundo gol do Verdão que preocupou a todos. (Daniel Carvalho)
  • CHAPECOENSE não jogou retrancado como se previa, desde o começao. Tinha um armador e dois atacantes, que deram algum trabalho no 1º tempo. No 2º, foi presa fácil e, assim que levou a virada, tratou de evitar um vexame reforçando a marcação. O irrequieto atacante Zezinho foi o melhor do time. O lateral esquerdo Neuton, apesar de ter sofrido muito com Mayke, foi também a melhor válvula de escape do time, saindo corajosamente pro ataque. (Síndico)
  • TIME DE ARBITRAGEM não complicou. Apitou o que viu, distribuiu cartões corretamente e deu os acréscimos de acordo com o tempo desperdiçado em cera e substituições. (Síndico)

O que foi dito

  • MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: O que vale é a vitória, mesmo que fosse de apenas um gol de diferença, mas o destaque foi a reação positiva do time. Atacamos muito no 1º tempo e levamos um gol inesperado. Estávamos cometendo muitos erros nas bolas alçadas na área do adversário. Foi o jogo da paciência, da persistência e da confiança de um time que sabe por onde está caminhando e que tem grandes objetivos. Alisson entrou muito bem na partida e deu mais mobilidade à equipe. É um ótimo jogador. Mayke fez uma partida extraordinária. Vale destacar o quanto atacamos e a persistência está sendo uma característica deste time., que insiste e busca o gol a todo momento.
  • ALISSON, meiatacante do Cruzeiro: Foi uma emoção muito grande. Agradeço ao Cruzeiro por tudo que ele fez por mim. Sonhava em fazer o gol. No jogo passado, tentei várias vezes e a bola não entrou. Minha esposa avisou que o gol sairia na hora certa, então, é pra ela que dedico este.
  • CELSO RODRIGUES, técnico da Chapecoense: A gente sabia que teria dificuldade aqui no Mineirão. Não é à toa que o Cruzeiro é o líder do Brasileiro. Temos que ressaltar as coisas positivas, como a marcação perfeita no 1º tempo. Marcamos bem com a bola rolando ou em movimento. O time encurtou o espaço o tempo todo. Saimos na frente, mas as cosias mudaram e tivemos de nos expor no 2º tempo, por causa dos dois gols do Cruzeiro. Daí ficou difícil. Tivemos problemas no lado esquerdo da defesa, onde saíram os gols. O lado forte do Cruzeiro é o direito, onde tem triangulação. Eles se movimentaram bem, jogaram bem naquele lado e o Mayke começou a subir mais. Tanto que tomamos os gols por aquele lado.
  • ANDRÉ LOFFREDO, comentarista do SporTV: As jogadas foram feitas pelo lado direito, com o apoio do Maike, que é jogador pra gente ficar observando. Não é de seleção Sub20 só. É um pro futuro da Seleção Brasileira. E também mostra como o Marcelo Oliveira é estudioso, pois a Chapecoense tinha um jogador improvisado por aquele setor.
  • EDINHO, comentarista do SporTV: O forte do Cruzeiro são as bolas cruzadas; tem sempre pelo menos dois jogadores dentro da área pra concluir a jogada, e os meias também aparecem pra finalizar.
  • ENESTO ARAUJO, no PHD: O terceiro gol foi da base: Lucas Silva (que não fez um bom primeiro tempo) desvencilhou-se do marcador com um giro, acionou Mayke que cruzou para a finalização de Alisson.
  • MIGUEL TOLENTINO, no PHD: Pessoal, vamos com calma. Sem euforia, por favor. Ainda faltam mais 3 pontos pra, enfim, comemorarmos a permanência na Série A.
  • RAHER, no PHD: Samudio esteve bem. Não aconteceu nada de errado em seu setor. Já o Egidio só faz falta quando joga.
  • CLÁUDIO IANNI, no PHD: Vitória brilhante. Mas com pouca torcida no estádio e pouco barulho na cidade…

Fontes

Transmissão

  • Sportv