Cruzeiro 4x1 Guarani-MG - 03/04/2011

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Guarani-PAR.png 0x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Once Caldas.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo América-MG.png 2x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Uberaba.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Arena do Jacaré
Escudo Cruzeiro.png 3x0 Escudo Funorte.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 5x1 Escudo América-TO.png
Contra Guarani-MG
Escudo Cruzeiro.png 5x0 Escudo Guarani-MG.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Guarani-MG.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
4 × 1 Escudo Guarani-MG.png
Guarani-MG
9ª rodada do Campeonato Mineiro 2011
Data: 3 de abril de 2011 Local: Sete Lagoas, MG
Horário: 16h Estádio: Arena do Jacaré
Árbitro: Alicio Pena Júnior Público pagante: 5.098
Assistente 1: Júnior Antônio da Silva Público presente: Não disponível
Assistente 2: Naiderson Cristiano Izalino Renda: R$ 76.702,50 R$ 76.702,5
Cr$ 76.702,5
NCr$ 76.702,5
Cz$ 76.702,5
NCz$ 76.702,5
(preço médio: R$ 15,05 )
Súmula: Sumúla e Borderô
Escalações
Cruzeiro: Guarani-MG:
1. Fábio 1. Fred
2. Pablo 2. Carlos César
3. Gil  Gol aos 20 do  (1T) 20'  (1T) 3. Filipe Cartão amarelo recebido aos
4. Victorino 4. Michell
5. Marquinhos Paraná Substituição realizada de jogo ( 15. Everton ) 5. Gilvan
6. Gilberto da Silva Melo Substituição realizada de jogo ( 13. Diego Renan ) 6. Fernando Bahia
7. Roger 7. Paulo César Gol aos 4 do 4'
8. Leandro Guerreiro 8. Nilson Sergipano
9. Ortigoza Substituição realizada de jogo ( 17. Wallyson Gol aos 29 do  (2T ) 29'  (2T ) ) 9. Chico Marcelo Cartão amarelo recebido aos
10. Montillo Cartão amarelo recebido aos  (1) Gol aos 22 do  (1T) 22'  (1T) 10. Luiz Fernando
11. Thiago Ribeiro Cartão amarelo recebido aos  (1) Gol aos 35 do  (1T) 35'  (1T) 11. Robert Substituição realizada de jogo ( 17. Thiaguinho )
Técnico: Cuca Técnico: José Ângelo
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Guarani-MG:

Pré-Jogo

Em 1º lugar com 22 pontos, o Cruzeiro precisa vencer para garantir as vantagens previstas no regulamewnto para o campeão da fase classificatória.

Cuca não contará com Henrique e Leo Simões, contundidos, e Wellington Paulista, negociando sua transferência com o Palmeiras.

O atacante Zé Ortigoza deverá começar jogando pela primeira vez. E será ao lado de Thiago Ribeiro, deixando Wallyson no banco.

Em 8ª lugar com 7 pontos, o Guarani precisa somar pontos pra escaopar do rebaixamento.

José Ângelo não contará com o volante Lima, contundido. Paulo César será o substituto.

Outro problema do Bugre são os cartões amarelos. Sete jogadores estão com dois e poderão ficar de fora das partidas decisivas na luta contra o rebaixamento.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 17h – Times em campo. Cruzeiro todo de branco, Guarani todo de vermelho.
  • 1701 – Execução do Hino Nacional.
  • 17h04 – Um minuto de silêncio pelas mortes do ex-vice presidente José de Alencar e do filho de um ex-dirigente do Guarani.
  • 17h05 – Começa o jogo. Cruzeiro defende o Gol do Barranco (à esquerda das tribunas), Guarani fica no Gol do Morro.
  • 02 – Zé Ortigoza faz jogada individual pela direita e cruza. Bequeira do Bugre espana.
  • 04 – Gol! Luiz Fernando cobra escanteio, Paulo César desvia de cabeça. Bola na rede. Guarani 1×0.
  • 05 – Leandro Guerreiro, na grande área, chuta forte. Bola tira tinta no travessão.
  • 06 – Tempo quente! Cuca dá bronca em Gil pedindo que ele marque de perto e cubra as subidas de Gilberto. Beque responde malcriadamente dizendo que o gol não foi por quem ele devia marcar.
  • 07 – Irado, Cuca manda Edcarlos para o aquecimento. Mas acaba pensando melhor e não faz a substituição.
  • 08 – Equilíbrio. Marcelo cai pela direita e abre a defesa celeste. Guarani mostra audácia. Cruzeiro está nervoso.
  • 09 – Montillo chuta da entrada da área, bola passa por cima do travessão.
  • 11 – Luiz Fernando cobra escanteio, Gil corta de cabeça.
  • 13 – Luiz Fernando, mesmo cercado por dois cruzeirenses, chuta da entrada da área. Bola sai pela linha de fundo.
  • 14 – Thiago Ribeiro avança pela direita, mas é deslocado com o braço por Fernando Bahia. Juiz manda seguir o jogo.
  • 15 – Guarani pressiona. Cruzeiro continua parando no bloqueio defensivo do Bugre.
  • 16 – Amarelo! Thiago Ribeiro divide com Fernando Bahia, que fica caído. Atacante celeste, irado, dá um safanão no adversário e leva cartão amarelo.
  • 17 – Luiz Fernando cruza, da meia esquerda, Victorino corta.
  • 19 – Roger Galera, pela direita, cruza sobre a área. Michell afasta o perigo.
  • 20 – Gol! Montillo, pela direita, cobra falta na área. Fred erra o tempo de bola, Gil sobe mais que a zaga e cabeceia pra rede. Cruzeiro 1×1.
  • 22 – Gol! Montillo faz jogada individual na frente da área, corta a zaga e chuta forte. Bola indefensável para Fred. Cruzeiro 2×1.
  • 23 – Amarelo! Montillo tira a camisa na comemoração e é advertido.
  • 24 – Amor de pai! Recado estampado na camiseta de Montillo para seu filho de um ano: “Fuerza, Santi! Papá te ama.”
  • 25 – Amarelo! Filipe comete falta em Thiago Ribeiro.
  • 26 – Luiz Fernando cobra escanteio, Robert desvia de cabeça, Fábio defende.
  • 30 – Perigo! Carlos César, na entrada da área, livra-se da marcação e chuta cruzado. Bola sai à direita de Fábio.
  • 32 – Thiago Ribeiro cobra falta fronta, bola sai por cima do travessão.
  • 33 – Luiz Fernando, na direita, cobra escanteio fechado. Fábio defende.
  • 35 – Gol! Montillo entra na área e cruza rasteiro. Thiago Ribeiro, na pequena área, antecipa-se à bequeira e empurra a bola pra rede. Cruzeiro 3×1.
  • 37 – Zé Ortigoza, na entrada da área, livra-se da marcação e chuta cruzado. Fred defende em dois tempos.
  • 38 – Chico Marcelo e Marquinhos Paraná dividem bola no meio de campo e ficam caídos.
  • 39 – Chico Marcelo e Marquinhos Paraná estão de volta. O cruzeirense está sentindo dores na coxa esquerda.
  • 40 – Amarelo! Chico Marcelo volta a campo e recebe cartão pela entrada em Marquinhos Paraná.
  • 42 – Luiz Fernando, na entrada da área, chuta de primeira. Bola sai pela linha de fundo.
  • 44 – Defesaça! Chico Marcelo é lançado na área do Cruzeiro, tenta driblar Fábio mas o goleiro defende a seus pés.
  • 45 – Gilberto discute com um torcedor, que é vaiado pelos que estão a seu lado.
  • 46 – Thiago Ribeiro, no bico da grande área, chuta cruzado. Bola sai pela linha de fundo.
  • 47 – Fim de 1º tempo. Gilberto vai até ao alambrado e atira a camisa para o corneta.

Segundo Tempo

  • 17h09 – Começa o 2º tempo.
  • 00 – Trocas! Gilberto por Diego Renan, Marquinhos Paraná por Francisco Everton.
  • 02 – Roger Galera, cercado por dois marcadores na entrada da área, chuta no canto esquerdo. Bola acerta o alambrado at6rás do arco bugrino.
  • 04 – Thiago Ribeiro cruza, do bico da grande área. Fred defende.
  • 06 – Defesaça! Diego Renan solta uma bomba, de fora da área. Fred espalma. Na sequencia, Filipe espana.
  • 08 – Roger Galera, da intermediaria, lança Montillo, Paulo César intercepta.
  • 09 – Outro esquema! Cruzeiro mudou do 4-2-2-2 para o 4-2-3-1. Zé Ortigoza, Roger Galera e Walter Montillo formam a linha de meias. Thiago Ribeiro fica mais avançado.
  • 10 – Troca! Robert por Thiaguinho.
  • 11 – Montillo lança Diego Renan na grande área. Fred chega antes e fica com a bola.
  • 12 – Defesaça! Chico Marcelo é lançado na área e chuta na saída de Fábio, que defende com dificuldade.
  • 15 – Cruzeiro roda a bola no meio de campo, à espera de espaços na compacta defesa rubra.
  • 17 – Montillo, cercado por dois marcadores, na entrada da área, chuta no canto direito. Bola sai popr cima do travessão.
  • 20 – Defesaça! Luiz Fernando, no bico da grande área, pela direita do ataque do Guarani, cobra falta, com efeito e direção certeira. Fábio espalma pra escanteio.
  • 22 – Troca! Zé Ortigoza por Wallyson.
  • 24 – Bugre leva na cabeça! Chico Marcelo recebe passe dentro da área e chuta pra rede na saída de Fábio. O bandeira Júnior Antônio da Silva marca impedimento do atacante. Errou.
  • 25 – Torcida se agita na arquibancada pedindo outro gol ao time celeste.
  • 27 – Cruzeiro joga fácil, mas sem muita gana.
  • 29 – Gol! Wallyson entra na grande área, livre de marcação, e chuta forte, cruzado, sem chance de defesa para Fred. Cruzeiro 4×1.
  • 34 – Troca! Luiz Fernando por Michel Elói.
  • 35 – Precavido! José Ângelo, técnico do Guarani, tira de campo seu melhor jogador, para evitar um 3º cartão amarelo. Vai precisar dele para o duelo contra o Funorte, que também quer escapar do rebaixamento.
  • 37 – Que classe! Pablo, na grande área, chuta colocado no canto esquerdo. Bola tira tinta do poste esquerdo e sai pela linha de fundo.
  • 38 – Troca! Carlos César por Cleberson.
  • 41 – Francisco Everton contunde-se e é retirado de campo.
  • 42 – Nada grave! Francisco Everton volta a campo.
  • 45 – Outro MP4! Walter Montillo é escolhido, por unanimidade, o melhor em campo, pela equipe da Rádio Itatiaia.
  • 48 – Bola levantada sobre a área celeste. Paulo César cabeceia, bola sai pela linha de fundo.
  • 49 – Fim de jogo. Foi a 16ª partida do Cruzeiro em 2011. O time fez 48 gols e sofreu 8. Thiago Ribeiro é o artilheiro com 11 gols.
  • José Ângelo: “Cuca me disse que o Guarani foi o melhor time do interior que ele enfrentou. E foi o adversário mais difícil depois do Atlético-MG. Pena, que meu time cria muitas oportunidades, mas não marca os gols.”

Vídeos

Melhores momentos

Atuações

  • Fábio - Três defesaças. Descomplicou o jogo.
  • Pablo - Bom como lateral-beque, muito bom como volante.
  • Victorino - Tanquilo. Se cometeu algum erro, não reparei. No gol, talvez? Sei lá…
  • Gil - Continua empurrando adversários pela cacunda. Uma hora a casa cai, de novo. No começo, deixou de fazer a cobertura da lateral-esquerda e tomou um esporro em regra do treinador. Nervoso, deu o troco. Depois, empatou o jogo com uma cabeçada precisa e jogou direitim
  • Gilberto - no começo, levou algumas bolas nas costas. Depois, com a virada no placar, o Guarani perdeu a inciativa e ele se equilibrou.
  • Diego Renan - Muito entusiasmo para resultado nem tão brilhante como ele queria. Não comprometeu o que ajuda a recuperar a autoestima.
  • Leandro Guerreiro - Discreto. Tomou algumas bolas e fechou espaços.
  • Marquinhos Paraná - Agora, ele não pode mais subir ao ataque como acontecia na Gestão AB. Mas, de vez em quando, só pra não perder o costume e irritar o Raher e o Dylan, MP faz um lançamento em profundidade. No mais, cuida da marcação, atividade que também exerce com maestria. Ontem, machucou-se e foi sacado, por sorte, quando a vitória já estava encaminhada.
  • Francisco Everton - Treinou na lateral esquerda e mostrou futebol pra tranquilizar o treinador e a torcida.
  • Montillo - Desequilibrou com duas assitências e um golaço. Foi o melhor da tropa do Mercosul.
  • Roger Galera - Bem, mas nada de espetacular.
  • Thiago Ribeiro - Marcou um gol, vício que adquiriu ano passado. Correu, vício de sempre. Recuperou seu lugar no time.
  • Zé Ortigoza - O mais fraco do Mercosul. Tem algum dificuldade com a bola. Mas ajudou na defesa quando virou um dos meias no 4-2-3-1, revezando-se com Diego Renan na lateral direita.
  • Wallyson - Entrou animado e, mesmo sem fazer uma grande partida, guardou uma bola.
  • Cuca - Está mostrando que é besteira poupar jogador. Jogo também é treino. Tanto que, ontem, ele exercitou dois esquemas.
  • Torcida - Cinco mil pagantes, mil caroninhas de escolas e escolinhas. Bagunça legal.
  • Mercosul- Quando a gente pensava que o arranjo tinha ido pras cucuias, o Cruzeiro o reabilitou. Ontem, havia atleta de cada um dos países. ZZP entende praca de geoplítica e de comérico internacional.
  • Juiz & Bandeiras - O gol anulado do Guarani me pareceu regular visto da arquibancada. A TV provou que eu estava errado e certo o bandeira que marcou o impedimento irrelevante. Eu não marcaria.
  • Arena do Jacaré - As cadeiras estavam limpas, mas foram pisoteadas pelos animais e ficaram emporcalhadas rapidim. O projeto do estádio não ajuda muito a quem gosta de ver todo o gramado, mas se torna ainda pior quando animais resolvem ficar em pé nas áreas de circulação. Na boa, Fifa, a Costa Rica inaugurou um estádio bacana. Manda a Copa pra lá, se não quiser passar raiva com os animais deztepaiz.
  • Guarani-DIV - O treinador José Ângelo se encheu de vaidade com os elogios do Mestre Cuca. Mas não é pra tanto. O goleiro Fred é bom, mesmo não tendo encontrado a bola do 1º gol celeste. Paulo César é um volante trabalhador. Carlos César corre com rumo. O armador Luiz Fernando é o único que trata a bola com intimidade. Os demais são rapazes sérios, bem comportados, mas pouco afeitos ao balípodo.

O que foi dito

  • Montillo, armador do Cruzeiro: Fuerza, Santi. Papá te ama [mensagem na camiseta para o filho mais novo]. Estou tranquilo por ele estar bem. Aproveito pra mandar um abraço pra ele, minha mulher, pro Valentin [filho mais velho]. Eles fazem de tudo pra eu estar aqui. Então, tenho que agradecer a eles.
  • Cuca, treinador do Cruzeiro: Não tenho dúvida nenhuma de que, dos times do interior, esse foi o melhor. Eles têm jogadores rápidos, bons tecnicamente. Parabéns ao José Ângelo que armou certinho o time, marcou um gol, poderia ter feito dois, três. O Fábio teve muito trabalho, foi o jogo em que nós mais tivemos trabalho. Você vê como está o campeonato: eles estão lá atrás. Se estivessem assim desde o começo, estariam pleiteando um lugar entre os quatro. Fico feliz porque o Cruzeiro teve a posse do jogo, depois de estabilizar, empatar e virar. Depois nós comandamos, a equipe fez um grande jogo e conseguiu mais uma boa goleada. Faz parte do jogo o episódio com o Gil. Ele entendeu que eu estava reclamando do gol, e não era, isso é mérito de quem fez. O número 9 abria na ponta direita e estava livre, e ele tinha de fazer a cobertura em cima do Gilberto. Ele entendeu que não. Conversamos e ele entendeu. É um menino por quem temos um apreço muito grande e uma confiança maior ainda. Sobre a folga, é até bom explicar pro torcedor. Folgaremos até quarta. Mas saímos de casa na semana passada, ficamos fora até quinta-feira, e voltamos. A mente está cansada. Vou pra Curitiba ficar com minhas guerreirinhas, minhas filhas. E teremos uma semana cheia pra trabalhar pro jogo contra o Estudiantes, inclusive, com treinos no sábado e no domingo.
  • Thiago Ribeiro, atacante do Cruzeiro: Futebol você tem que provar a cada jogo, Nos últimos seis jogos eu marquei nove gols. Mas, no jogo seguinte, se a vitória não vier, a cobrança já vem. Então, não adianta acomodar, achar que está bom. Venho fazendo os gols mas não posso acomodar. Tenho que usar isso como motivação para fazer mais gols ainda. Isso mostra a qualidade do Cruzeiro. A gente quer é vencer. Qualquer vitória vai deixar a gente feliz, seja 1 a 0, 2 a 1. A vitória é o mais importante. E se acontecer o que vem acontecendo quase sempre, da gente vencer por goleada, a gente fica mais feliz ainda. Isso dá moral para a equipe, faz o time crescer a cada rodada. Estamos numa sequência muito boa. O segredo é aproveitar a oportunidade, todos jogadores estão tendo oportunidades. Todo mundo que está no elenco já teve a sua oportunidade, já jogou, então, de falta de oportunidade ninguém pode reclamar. A maioria que entra está sabendo aproveitar as chances, e isso está fazendo o Cruzeiro ficar a cada rodada que passa mais forte. Agora é descansar, vai ter uma folga boa aí, só jogamos no dia 13, contra o Estudiantes. Então temos que recuperar o desgaste dessa sequência de jogos e, se Deus quiser, fazer outro grande jogo na Argentina e garantir a primeira colocação geral da Libertadores.
  • Luiz Fernando, armador do Guarani: O Cruzeiro tem uma estrutura enorme no futebol, contrata grandes jogadores, mas futebol é assim. Quem sabe daqui a alguns anos eu não possa voltar? Não tenho mágoa nenhuma do Cruzeiro, mas eu sei que eu tinha futebol para ficar.
  • Fernando Martins Y Miguel, no GloboEsporte.Com: Bola rolando, o Cruzeiro mal conseguiu respirar nos primeiros momentos. O atacante Chico Marcelo quem teve a primeira chance clara do jogo, logo no segundo minuto. Ele recebeu livre na direita e chutou cruzado para ótima defesa de Fábio. Dois minutos depois, o Guarani-MG abriu o placar após a cobrança de escanteio de Luiz Fernando. Paulo César subiu livre para cabecear no canto esquerdo de Fábio, que dessa vez ficou imóvel. A bola ainda tocou na canela de Gilberto antes de entrar. Montillo foi fundamental novamente. Fez um gols e deu passes para dois gols. O Cruzeiro parecia ter sentido o desgaste dos últimos jogos. O sistema defensivo tinha trabalho para conter as investidas, principalmente do lado esquerdo, onde o Bugre encontrava muitos espaços. Mas mesmo sem jogar bem, a Raposa empatou a partida. E o gol veio em cobrança de falta, que Montillo colocou na cabeça do zagueiro Gil, aos 20 minutos. O defensor havia discutido com o técnico Cuca logo após o gol sofrido. E foi tão sério que o comandante chegou a chamar Edcarlos no banco para iniciar o aquecimento. Mas tudo não passou de ameaça, e mais uma vez Cuca teve estrela ao deixar o autor do gol em campo. Três minutos depois, Montillo fez um golaço. Ele driblou dois marcadores e chutou no ângulo de Fred. Na comemoração, o argentino tirou a camisa para homenagear o filho Santino, que se recuperou da pneumonia. Na camiseta, os dizeres “Fuerza Santi, papa te ama” (“Força, Santi. Papai te ama”). E saiu dos pés de Montillo o terceiro gol da Raposa. Aos 35, ele chutou cruzado, e a bola encontrou Thiago Ribeiro, que só teve o trabalho de empurrar paras as redes. Foi 11º gol dele em 2011, artilheiro da equipe na temporada. A maior qualidade técnica fazia a diferença. O Cruzeiro chegava com perigo também na segunda etapa, apesar de continuar cedendo espaços ao Guarani-MG. O jogo seguia com chances para os dois lados, mas o Cruzeiro era superior. Fábio salvou nos pés de Chico Marcelo. Ortigoza perdeu boa chance na frente de Fred. Luiz Fernando cobrou falta, e Fábio novamente fez grande defesa. Paulo César chegou a fazer o segundo gol do Bugre, mas o árbitro Alício Pena Júnior assinalou corretamente o impedimento. Mas aos 29, Wallyson foi achado no meio da defesa do Guarani-MG, penetrou a grande área e soltou a bomba para fazer o quarto e voltar a marcar depois de três partidas em branco. A partir daí, só foi esperar o apito final do árbitro, que deu quatro minutos de acréscimos. Mas nem era necessário, o placar já estava definido.
  • Flávio Carneiro, no PHD: Ao contrário do que vem acontecendo nos jogos contra os times do interior, especialmente na Arena Azul, dessa vez nossa defesa foi muito exigida e se não fosse o Fábio teríamos tomado mais um ou dois gols. As laterais continua sendo um ponto vulnerável do time, principalmente na marcação, mas, de uma maneira geral, nós temos muitos motivos para estarmos otimista esse ano. Os resultados até aqui não poderiam ser melhores.
  • Jorge Schulman, no PHD: Vitória estranha, daquelas que a gente festeja com moderação e reclama pela falta de adversário e a malemolência do segundo tempo. Defesa chiando quando foi apertada no início, chamada às chinchas por Victorino gritando MARCA, MARCA, MARCA, e superação na base das qualidades individuais quando tinha que reverter o resultado. Cátedra ditada por Montillo no primeiro tempo e jogo nem sequer para o gasto no segundo tempo. Vitória, SIM, futebol, NÃO.
  • Fábio Velame, no PHD: Partida tranquila, apesar de sair atras o time soube reverter a situação. Diferença técnica entre as equipes é muito grande, é tanto que o time de Divinópolis ainda correr risco de rebaixamento. Montillo destruiu no primeiro tempo. Tiago Ribeiro ta com estrela, fazendo gol sempre. E o Fábio, quando a bola chega ele mostra serviço sempre…
  • Diogo Lara, no PHD: Pablo e Gilberto não foram bem. Acho as laterais do Cruzeiro o ponto fraco do time. Renan entrou e conseguiu ser pior ainda. Este setor precisa de reforços. Se o Vitor chegar jogando o que jogou no Goiás será muito bom. Tenho receito do Gilberto na lateral, não tem tanta força defensiva e não tem mais pique pra chegar no ataque e correr atrás de atacantes. Gilberto pode ser sim um bom reserva pra Montillo. Acho que o Cuca já vem percebendo isso e vem colocando aos poucos o Everton.O time jogou o que precisava. Goleou sem muito esforço…No jogo de hoje, como em alguns anteriores, o sistema defensivo mostrou falhas..O Fábio está tendo de trabalhar muito mesmo em partidas fracas. Cuca tem que prestar atenção nisso. Montillo continua dando show. Ortigoza foi muito mal, teve três ótimas chances e não fez o gol, se fosse o WP a galera tava pegando pesado..Mas tbm acho que foi ótima a saída do WP. Agora, temos que acreditar que o Brandão se encaixará bem na equipe.
  • Simone Castro, no PHD: Jogo tranquilo, apesar do início sonolento que permitiu o gol do Guarani. Continuo não gostando do Gilberto na LE. Roger hoje não jogou nada… Pablo foi muito bem. Victorino é de uma tranquilidade monstruosa…Passa segurança! Montillo jogou mais no primeiro tempo. Henrique fez falta demais! Ortigoza foi meio tímido, mas melhor que WP. Porém, houve erros, o Guarani é fraco e vamos jogar contra times fortes na LA!

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • Sportv