Cruzeiro 4x0 Nacional-URU - 16/10/1991

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Colo-Colo.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Araxá.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png
Por Supercopa Libertadores
Escudo Colo-Colo.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Nacional-URU.png 3x0 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 0x0 Escudo Colo-Colo.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Democrata-GV.png
Contra Nacional-URU
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Nacional-URU.png Gol aos do Escudo Nacional-URU.png 3x0 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
4 × 0
Escudo Nacional-URU.png

1º Partida das Quartas de Final da Supercopa Libertadores 1991

Placar
Cruzeiro 4-0 Nacional-URU
Súmula/Borderô não disponível

Informações

Data: 16 de outubro de 1991 às 21:00
Local: Belo Horizonte, MG
Estádio: Mineirão

Árbitro: Hernán Silva
Assistente 1: Salvador Imperatore
Assistente 1: Victor Ojeda


Público e Renda

Público pagante: 55.478
Público Presente: Não disponível
Renda: Cr$ 102.190.000,00 R$ 102.190.000 <br />Cr$ 102.190.000 <br />NCr$ 102.190.000 <br />Cz$ 102.190.000 <br />NCz$ 102.190.000 <br /> (preço médio: Cr$ 1.841,99 )


Escalações

Cruzeiro
  1.  Paulo César Borges
  2.  Zelão Cartão amarelo recebido aos  (1)
  3.  Paulão
  4.  Adilson Batista
  5.  Nonato
  6.  Ademir Cartão amarelo recebido aos  (1)
  7.  Boiadeiro  Gol aos 35 do  (2T) 35'  (2T)
  8.  Luís Fernando Flores Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( Macalé )
  9.  Mário Tilico
10.  Charles Fabian  Gol aos 7 do  (1T) 7'  (1T) Gol aos 20 do  (1T) 20'  (1T) Gol aos 43 do  (2T) 43'  (2T)
11.  Marquinhos Substituição realizada 38' (2T) de jogo 38' (2T) ( Paulinho )
Técnico: Ênio Andrade

Nacional-URU
  1. Jorge Seré
  2. Tony Gómez
  3. Daniel Revélez
  4. Wilmar Cabrera Cartão amarelo recebido aos
  5. Pintos Saldanha Cartão amarelo recebido aos
  6. Luis Noé
  7. Héctor Morán Cartão amarelo recebido aos
  8. Marcelo Saralegui
  9. Venâncio Ramos Cartão amarelo recebido aos
10. Dely Valdés
11. Wilson Núñez Substituição realizada 31' (1T) de jogo 31' (1T) ( Jorge Cardaccio )
Técnico: Raúl Möller


Reservas que não entraram na partida


Sobre o jogo[editar]

O Nacional, de Montevidéu, que havia eliminado o Boca Juniors, na fase de oitavas de final, foi o adversário do Cruzeiro nas quartas de final. Com a eliminação do Grêmio pelo River Plate nas oitavas de final, restaram apenas o Cruzeiro, o Santos e o Flamengo como representantes brasileiros na disputa.

O primeiro contra os uruguaios jogo foi no dia 16 de outubro, no Mineirão, e a dupla de ataque Charles e Mário Tilico, brindou os 60 mil cruzeirenses presentes com uma exibição antológica.

O Cruzeiro imprimiu um ritmo forte no início do jogo e abriu uma vantagem de 2 a 0, no primeiro tempo. Charles marcou duas vezes.

Aos 7 minutos, o goleiro Seré rebateu uma cobrança de falta e o camisa 9 não perdoou.

Aos 20 aproveitou um passe de Tilico, após uma avançada rápida pela ponta direita.

O time uruguaio passou a cadenciar o jogo e a valorizar a posse de bola, pois acreditavam que poderiam reverter a vantagem em Montevidéu, mas aos 35 minutos do segundo tempo, o meia Boiadeiro driblou um marcador e da intermediária mandou um bola indefensável no ângulo esquerdo.

Nos minutos finais, em outra arrancada de Tilico pela ponta direita, Charles aproveitou o cruzamento para a área e fechou a goleada de 4 a 0. A dupla saiu consagrada do Mineirão.

“Foi fácil entrosar com o Tilico. Ele era velocista, do jeito que a torcida gostava, e tanto naquela partida, com em toda a campanha, nossa sintonia foi muito boa”, recordou o centro-avante Charles

Vídeos[editar]

Entrevista de Adilson depois do jogo

Fonte[editar]

  • Livro Almanaque do Cruzeiro Esporte Clube 1921-2013- RIBEIRO, Henrique - Caxias do Sul-RS: Editora Belas Letras Ltda., 2014. 405