Cruzeiro 3x4 Paysandu - 04/08/2002

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Paysandu.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Fluminense.png 5x1 Escudo Cruzeiro.png
Por Copa dos Campeões
Escudo Paysandu.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Última ficha →
No estádio Castelão-CE
Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo Flamengo.png Gol aos do Escudo Fortaleza.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png
Contra Paysandu
Escudo Paysandu.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 3x1 Escudo Paysandu.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
3 × 4
Escudo Paysandu.png

2ª jogo - Final das Copa dos Campeões 2002

Placar
Cruzeiro 3-4 Paysandu
Súmula/Borderô não disponível

Informações

Data: 4 de agosto de 2002 às 16:00
Local: Fortaleza, CE
Estádio: Castelão-CE

Árbitro: Paulo César de Oliveira
Assistente 1:
Assistente 1:


Público e Renda

Público pagante: Não disponível
Público Presente: Não disponível
Renda: Não informado


Escalações

Cruzeiro
  1.  Jefferson
  2.  MaiconSimbolo jogador base.png Substituição realizada de jogo ( Ruy )
  3.  Cris  Gol aos 39 do  (1T) 39'  (1T)
  4.  Luisão
  5.  Leandro Silva
  6.  Augusto RecifeSimbolo jogador base.png
  7.  RicardinhoSimbolo jogador base.png Cartão amarelo recebido aos  (1)
  8.  Vander Cartão amarelo recebido aos  (1)
  9.  Jorge Wagner Substituição realizada de jogo ( Jussiê )
10.  JoãozinhoSimbolo jogador base.png
11.  Fábio Júnior Cartão amarelo recebido aos  (1) Gol aos 9 do  (1T) 9'  (1T) Gol aos 3 do  (2T) 3'  (2T)
Técnico: Marco Aurélio

Paysandu
  1. Marcão
  2. Marcos
  3. Gino Cartão amarelo recebido aos
  4. Sérgio
  5. Luis Fernando
  6. Sandro Goiano
  7. Rogerinho
  8. Jóbson Gol aos 12 do  (2T) 12'  (2T) Cartão amarelo recebido aos
  9. Wélber
10. Jajá Substituição realizada de jogo ( Vanderson )
11. Vandick Gol aos 11 do  (1T) 11'  (1T) Gol aos 22 do  (1T) 22'  (1T) Gol aos 40 do  (1T) 40'  (1T) Substituição realizada de jogo ( Albertinho )
Técnico: Givanildo Oliveira


Reservas que não entraram na partida


Jogo[editar]

O jogo O primeiro tempo começou parado, mas aos 9min, um lance do atacante Fábio Júnior mudou esse panorama. O atacante aproveitou um rebote do goleiro Marcão para marcar o primeiro gol do time mineiro na partida.

Em desvantagem, o Paysandu foi para o ataque e um minuto depois conseguiu seu empate, com o artilheiro Wandick. Depois de cruzamento na área, o ataque do time de Belém trocou passes de cabeça. O goleiro Jefferson fez defesa parcial, mas Wandick aproveitou o rebote.

Embalado pelo empate, a equipe do técnico Givanildo Oliveira melhorou a marcação no meio-de-campo e passou a dominar a partida. O segundo gol não demorou a sair, aos 22min, novamente com Wandick. O atacante cabeceou fraco em cima de Jefferson e o goleiro cruzeirense falhou.

Em vantagem, o Paysandu voltou a dar espaço para o Cruzeiro, que apostou nas subidas dos dois laterais, Maicon e Leandro. Em um ataque pela esquerda, Leandro tocou para Joãozinho, que rolou para trás. Jorge Wágner furou e Cris completou para o gol, empatando o jogo.

Mais uma vez, o time de Belém foi rápido na reação e logo após a saída marcou o seu terceiro gol, o terceiro de Wandick na partida. Depois de cruzamento da esquerda, ele voltou a vencer a defesa adversária e desviou de cabeça, sem defesa para o goleiro.

No segundo tempo, o jogo continuou em ritmo acelerado e aos 3min, Fábio Júnior marcou seu sexto gol na competição, assumindo a artilharia isolada. Jussiê fez boa jogada pelo meio e chutou. Marcão espalmou e a bola sobrou para o atacante, que só teve o trabalho de encostar para o gol.

Desta vez, no entanto, o Paysandu teve mais trabalho para marcar o seu e voltar à vantagem no marcador. O quarto gol saiu aos 12min, com Jóbson, em mais uma falha de Jefferson. O goleiro do Cruzeiro saiu mal do gol em uma cobrança de escanteio e foi encoberto por uma cabeçada de Jóbson.

No resto do segundo tempo, o Cruzeiro atacou bastante, principalmente com a entrada de Ruy na lateral-direita. Mas a boa marcação do Paysandu conseguiu segurar a equipe mineira.

No único lance de real perigo do Cruzeiro, aos 43min, Ruy entrou driblando na área do Paysandu e bateu cruzado. Bem colocado, o goleiro Marcão evitou o quarto gol cruzeirense e levou a partida para os pênaltis.[1]

Cobrança de penaltis[editar]

Cruzeiro 0 x 3 Paysandu
Ricardinho aos do Gol aos do Jóbson
Vander aos do Gol aos do Wélber
Jussiê aos do Gol aos do Gino

Referências[editar]