Cruzeiro 3x2 Grêmio - 02/11/2002

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Coritiba.png 3x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Gama.png 2x3 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Coritiba.png 3x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Gama.png 2x3 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Independência
Escudo Cruzeiro.png 3x1 Escudo Paysandu.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 4x1 Escudo Atlético-PR.png
Contra Grêmio
Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo Grêmio.png Gol aos do Escudo Grêmio.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
3 × 2 Escudo Grêmio.png
Grêmio
1ª Fase do Campeonato Brasileiro 2002
Data: 2 de novembro de 2002 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 16:00 Estádio: Independência
Árbitro: Paulo César de Oliveira Público pagante: 4.237
Assistente 1: Público presente: Não disponível
Assistente 2: Renda: R$ 19.783,00 R$ 19.783 <br />Cr$ 19.783 <br />NCr$ 19.783 <br />Cz$ 19.783 <br />NCz$ 19.783 <br /> (preço médio: R$ 4,67 )
Súmula: Não disponível
Escalações
Cruzeiro: Grêmio:

1. Gomes 1. Samuel
2. Cris 2. Danrlei
3. Luisão 3. Adriano Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada de jogo ( Lauro )
4. Leandro Silva Substituição realizada de jogo ( Fernando Miguel Cartão amarelo recebido aos ) Substituição realizada de jogo ( Viveros ) 4. Claudiomiro Cartão amarelo recebido aos
5. Rondineli Cartão amarelo recebido aos  (1) 5. Gilberto Cartão amarelo recebido aos
6. Ruy 6. Ânderson Lima Cartão vermelho recebido aos
7. Alex  Gol aos 3 do  (1T) 3'  (1T) 7. Gavião Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada de jogo ( Emerson Cartão amarelo recebido aos )
8. Augusto Recife  Cartão vermelho recebido aos 8. Rodrigo Fabri Cartão amarelo recebido aos Gol aos 15 do  (1T) 15'  (1T) Gol aos 43 do  (2T) 43'  (2T)
9. Paulo Miranda 9. Rodrigo Mendes
10. Fábio Júnior  Gol aos 38 do  (1T) 38'  (1T) Gol aos 14 do  (1T) 14'  (1T) 10. Tinga
11. Marcelo Ramos Substituição realizada de jogo ( Alessandro Oliveira ) 11. Adriano Chuva Substituição realizada de jogo ( Guilherme )
Técnico: Vanderlei Luxemburgo Técnico: Tite
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Grêmio:

Jogo

O Cruzeiro tomou distância da zona de rebaixamento, neste domingo, ao derrotar o Grêmio por 3 a 2 no estádio Independência, em Belo Horizonte, e chegar aos 27 pontos.

O time atuou com dez homens por mais de dois terços do jogo, mas resolveu o problema atendendo o que pediam as faixas da pequena torcida azul: na "raça". Fábio Júnior e Alex, este pelo primeiro tempo, foram os destaques técnicos da equipe.

Com a derrota, o Grêmio, que também atuou com dez homens na última meia hora, patinou nos 33 pontos e caiu do sétimo para o nono lugar, mas continua forte candidato à classificação. "Hoje faltou um pouco de ambição", admitiu o atacante Rodrigo Mendes. Com os dois gols que marcou, Rodrigo Fabri voltou à artilharia do Brasileiro, com 16.

O Cruzeiro começou o jogo em cima. E conseguiu seu primeiro gol logo aos 3min. Fábio Júnior recuou para Alex, que, da risca da área, pela meia-esquerda, colocou de chapa, rasteiro no canto direito.

Um estratagema do técnico Vanderlei Luxemburgo confundia o sistema defensivo do Grêmio. O habilidoso lateral-esquerdo Leandro foi escalado como armador, e, junto com o lateral Rondinelli e o meia Alex, formava um grupinho que entrava rápido pela esquerda.

O técnico Tite percebeu e, aos 10min, puxou Tinga para o lado, para marcar Leandro, deixando Rondinelli para Anderson Lima e Alex para Gavião. Deu certo. O Grêmio fechou aquele buraco e equilibrou o jogo.

Mas atacou pouco. Só chegou ao gol do empate graças a um lançamento primoroso de Rodrigo Mendes, que recuara para seu campo, a Rodrigo Fabri, que se projetava pela meia-direita. Fabri trouxe para o meio e bateu no canto esquerdo, fazendo seu 15º gol no Brasileiro.

O Cruzeiro retomou o domínio forçando as saídas com o lateral-direito Rui. Mas teve Augusto Recife expulso aos 27min por entrada por trás, violentíssima, em Rodrigo Fabri. Com a entrada de Fernando Miguel, para proteger melhor a defesa do Cruzeiro, e a consequente saída de Leandro, Tite passou Tinga para o outro lado, para marcar Rui.

Não adiantou. Os jogadores do Cruzeiro continuaram a se multiplicar em campo. Aos 37min, veio a vantagem. Alex protegeu a bola, evitou a falta e tocou atrás da zaga a Fábio Junior, que saía do meio para a direita. O atacante só girou, chutando no canto direito. Cruzeiro 2 a 1.

O Grêmio voltou para o segundo tempo com a intenção de virar o jogo: com Emerson, melhor marcador, no lugar de Gavião, que dera liberdade a Alex, mas sobretudo adiantando o time inteiro. Como costuma definir Tite: atacar marcando.

Foi uma pressão forte. Aos 3min, Fabri cruzou para Adriano Chuva, que estava livre e errou o cabeceio; aos 4min, Adriano Chuva cabeceou de cima, para espetacular espalmada de Gomes. Aos 5min, cruzamento de Rodrigo Mendes à frente de um gol não encontrou um pé. E assim continuou por alguns minutos mais.

Mas uma jogada isolada mudou de novo o rumo da partida. Fábio Júnior recebeu na grande área, pela esquerda, e chamou o jovem zagueiro Adriano para o pênalti. Fez que ia para o meio e puxou a bola para o outro lado. Adriano acertou seu pé direito. O próprio Fábio Júnior bateu, no meio do gol, perto do travessão, fazendo seu 10º gol no Brasileiro. Cruzeiro 3 a 1.

O Grêmio tentou reagir articuladamente - Tinga estava em toda a parte, dando um ritmo forte - mas a expulsão de Anderson Lima, aos 22min, tirou-lhe a confiança.

O Cruzeiro tratou de explorar esse desarvoramento do time gaúcho. Colocou o veloz Alessandro no lugar de Marcelo Ramos, para atacar em contragolpes nas costas de Gilberto.

Mas a intenção principal, de segurar a vitória, condicionou o time a tocar mais a bola - até porque o Grêmio não se entregava. Luxemburgo radicalizou, nesse aspecto: tirou Fernando Miguel, que substituíra Leandro, e colocou em seu lugar o armador Viveros, um hábil armador de jogadas. Isso, na verdade, desprotegeu um pouco a zaga.

E Rodrigo Fabri, aos 44min, encontrou espaço pela esquerda para marcar o seu segundo gol no jogo, com um chute forte e cruzado. Agora, ele é o artilheiro isolado do Brasileiro.[1]

Transmissão

  • Globo
  • SporTV
  • PPV

Referências