Cruzeiro 3x0 Tupynambás - 10/02/2019

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Villa Nova-MG.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo América-MG.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Mineiro 2019
Escudo Villa Nova-MG.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo América-MG.png 0x0 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 1x1 Escudo Atlético-MG.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Tombense.png
Contra Tupynambás
Escudo Cruzeiro.png 6x0 Escudo Tupynambás.png Gol aos do Última ficha →

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
3 × 0 Escudo Tupynambás.png
Tupynambás
6ª rodada do Campeonato Mineiro 2019
Data: 10 de fevereiro de 2019 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 17h Estádio: Mineirão
Árbitro: Gabriel Murta Barbosa Maciel Público pagante: 9.661
Assistente 1: Leonaro Henrique Pereira Público presente: 14.176
Assistente 2: Wellington Pereira Neto Renda: R$ 166.735,00 R$ 166.735 <br />Cr$ 166.735 <br />NCr$ 166.735 <br />Cz$ 166.735 <br />NCz$ 166.735 <br /> (preço médio: R$ 17,26 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Tupynambás:

1. Fábio 1. Renan Rinaldi
2. Edilson 2. Gustavo
3. Léo 3. Adriano
26. Dedé 4. Felipe Gregory Cartão amarelo recebido aos 44  (2T) 44'  (2T)  
6. Egídio Cartão amarelo recebido aos 35  (2T) 35'  (2T)   6. Lucas Hipólito Cartão amarelo recebido aos 17  (2T) 17'  (2T)  
8. Henrique 7. Léo Salino Cartão amarelo recebido aos 36  (1T) 36'  (1T)  
29. Lucas Romero 8. Leandro Salino
7. Rafinha  Gol aos 14 do  (2T) 14'  (2T) Substituição realizada 35' (2T) de jogo 35' (2T) ( 22. Renato Kayzer ) 9. Ademilson Substituição realizada 29'(2T) de jogo 29'(2T) ( 19. Eraldo )
20. Marquinhos Gabriel 10. Geovani Substituição realizada 13'(2T) de jogo 13'(2T) ( 18. Matheus Pimenta )
23. Rodriguinho  Gol aos 44 do  (1T) 44'  (1T) Substituição realizada 27' (2T) de jogo 27' (2T) ( 27. Jadson ) 11. Igor Soares Substituição realizada 22'(2T) de jogo 22'(2T) ( 20. Téssio )
9. Fred  Gol aos 14 do  (1T) 14'  (1T) Substituição realizada 18' (2T) de jogo 18' (2T) ( 17. Raniel ) 15. Marcel
Técnico: Mano Menezes Técnico: Felipe Surian
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Tupynambás:

Pré-Jogo

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 17h COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à direita, dá a saída.
  • 01 Cruzeiro chega pela esquerda com Marquinho Gabriel, Gustavo protege a bola, que sai pela linha de fundo.
  • 02 Romero arranca pela direita e passa a Rafinha na linha de fundo. O meia cruza, Fred, cabeceia pra fora.
  • 03 UNIFORMES. Cruzeiro, tradicional; Tupynambás, com camisas brancas, calções e meias vermelhas.
  • 04 Tupynambás marca com todos os jogadores em sua intermediária.
  • 05 PÚBLICO ocupa 25% dos lugares no estádio.
  • 05 THIAGO NEVES está fora do jogo, devido a um estiramento na panturrilha.
  • 06 TARJA PRETA na camisa celeste é homenagem às vítimas d incêndio no CT do Flamengo.
  • 07 Geovani recebe na área pela direita, finta Leo e cai. Tupynambás pede pênalti, juiz não atende.
  • 08 Cruzeiro domina. Tem mais posse de bola e ronda a baeta,
  • 09 ROBINHO não foi relacionado, ficou na Toca II fazendo trabalho físico.
  • 10 Rodriguinho lança Marquinhos Gabriel, bola sai pela linha lateral.
  • 11 LEO está disputando sua 341ª partida coma camisa celeste.
  • 12 CINCO GOLS é a diferença que o Cruzeiro precisa fazer pra tomar a liderança do América.
  • 13 Cruzeiro faz boa triangulação pela esquerda, mas Rodriguinho adianta ao tentar jogada individual. Posse de bola fica com o Tupynambás.
  • 14 GOL. Egídio faz lança Marquinhos Gabriel, que domina e cruza rasteiro para Fred completar de canhota pra rede. CRUZEIRO 1×0.
  • 15 4Z GOL de Fred no torneio. 50º na história dos campeonatos mineiros.
  • 16 Fred comemora lustrando a chuteira de Marquinhos Gabriel e mostrando a tarja preta em homenagem aos garotos do Flamengo.
  • 17 Tupynambás continua precavido, só ataca na boa.
  • 18 TORCIDA CELESTE faz muito barulho.
  • 19 QUASE! Egídio cobra falta na marca do pênalti, Leo cabeceia. bola sai rente ao arco baeta.
  • 20 Igor Soares avança pela direita, corta pro meio e cruza buscando Ademilson, bola fica nas mãos de Fábio.
  • 21 VOLANTES. Henrique, mais recuado, joga pela esquerda; Romero fica na faixa direita.
  • 22 PONTEIROS: Rafinha, na direital Marquinhos, na esquerda. Ambos fazendo jogadas de linha de fundo.
  • 23 Tupynambás adianta a marcação.
  • 24 ADEMÍLSON, centroavante de 44 anos, é a maior atração do time baeta.
  • 25 Henrique entra na área baeta pela esquerda, mas é travado na hora do arremate.
  • 26 ÚLTIMO JOGO OFICIAL entre os dois clubes aconteceu em 1933, em Juiz de Fora. O Tumynambás venceu por 4×1. Houve muita briga e o Palestra tentou anular o jogo na Liga, mas não foi atendido.
  • 27 Igor Soares avança pela direita e cruza, bola sai pela linha de fundo.
  • 28 Temperatura de 29º, umidade de 60%.
  • 29 HIDRATAÇÃO. Jogo parado.
  • 30 Felipe Surian faz bom trabalho. Time baeta é bem organizado e não apela pra retranca, nem dá chitões.
  • 31 Bola volta a rolar após dois minutos.
  • 32 Geovani desarma Romero no meio e finaliza com a perna esquerda, bola explode nas costas d Dedé.
  • 33 Hipólito faz jogada individual pela esquerda e chuta de fora da área, bolasai pela linha de fundo.
  • 34 Fábio e Leo jogaram todas as partidas da temporada. São os únicos qu e\ainda não foram poupados.
  • 35 LATERAIS, Egídio e Edílson atacam moderadamente. Ponteiros são os encarregados dos cruzamentos.
  • 36 AMARELO. Leo Salino, por falta em Rodriguinho.
  • 37 Geovani recebe na esquerda e cruza pra Ademilson, mas a bola sai pela linha de fundo.
  • 38 Marquinhos Gabriel tenta jogada individual, bola sobra pra Rodriguinho, que chuta o canto esquerdo. Renan evitar o gol.
  • 39 QUASE! Rafinha cobra escanteio na marca do pênalti, Fred desvia de cabeça, e a bola sai rente ao poste direito.
  • 40 Rodriguinho chutou a gol ela primeira vez, Renan fez grande defesa,
  • 42 CONTRATAQUE baeta. Leo Salino sipara, mas erra o passe pra Ademilson e atrapalha a jogada.
  • 43 Tupynambás se reorganizou após o gol e, aos poucos, consegue armar jogadas de ataque.
  • 44 GOL.Rodriguinho recebe no meio, lança Rafinha na direita. O ponteiro cruza o estreante arremata pra rede.
  • 45 1º GOL de Rafinha, com acamisa celeste.
  • 45 Jogo vai aos 47.
  • 47 FIM de primeiro tempo. Cruzeiro manteve o jogo sob controle o tempo todo.

Segundo Tempo

  • 18h04 COMEÁ o 2º tempo. Tupynambás dá a saída.
  • 47 Tupynambás chega pela esquerda com Lucas, que cruza forte demais e vê a bola passar por toda a área do Cruzeiro.
  • 49 Chegada, agora, é pela direita. Mais uma vez o cruzamento sai forte demais.
  • 50 Rafinha cobra escanteio na segunda trave e encontra Dedé, que sobe muito mais que os marcadores, mas erra o gol.
  • 52 Chegada com perigo agora do Cruzeiro. Dedé usou umas das suas principais habilidades: o cabeceio. Subiu alto e levou perigo.
  • 54 Mais um escanteio cobrado na cabeça de Dedé! Desta vez, no entanto, o zagueiro não consegue finalizar em cheio.
  • 56 Edilson cobra lateral para Marquinho Gabriel, que domina, limpa para a perna esquerda e finaliza firme, mas o goleiro do Tupynambás, bem colocado, não dá rebote.
  • 57 Marquinhos Gabriel fazendo mais uma partida de muita movimentação e entrega no Cruzeiro.
  • 58 TROCA. Geovani x Matheus Pimenta.
  • 59 GOL. Marquinhos Gabriel lança Rodriguinho na ponta esquerda, o meia cruza rasteiro e encontra Rafinha livre no centro da área. O camisa 7, com o lado de fora do pé direito, empurra para as redes.
  • 60 Rafinha comemora o terceiro gol do Cruzeiro na partida. Segundo dele na temporada. Assistência de Rodriguinho.
  • 61 AMARELO. Lucas Hipólito, por carrinho em Rafinha.
  • 62 Rafinha, do Cruzeiro, e Lucas, do Tupynambás, recebem atendimento após dividida.
  • 62 TROCA. Fred x Raniel.
  • 63 Edilson cobra falta no meio da área e encontra Raniel, que cabeceia com muita força, mas por cima do gol. Quase ele marca no primeiro toque na bola!
  • 64 Fred foi aplaudido pela torcida na saída de campo. Raniel entrou. Atacante começou o ano competindo gol a gol com Fred pela artilharia do Cruzeiro #trmineirao
  • 65 Igor Soares, com câimbras, recebe atendimento no gramado.
  • 67 TROCA. Igor Soares x Téssio.
  • 68 Mais um escanteio do Cruzeiro encontra a cabeça de Dedé pelo caminho. Agora, o zagueirão finalizou pra longe do gol.
  • 69 Volante Jadson vai ser a segunda mudança no Cruzeiro.
  • 70 Lucas tabela com Matheus Pimenta, mas Fábio sai do gol antes de o lateral chegar na bola.
  • 71 Marquinhos Gabriel recebe na esquerda e cruza forte, rasteiro, mas vê a bola passar por Raniel e Rafinha antes de sair pela linha de fundo.
  • 72 Triangulação rápida do Cruzeiro. Rafinha conduziu a bola da direita até o centro, passou para Marquinhos Gabriel e infiltrou na área. Meia quase marcou o segundo dele no chute cruzado. Raniel também não alcançou.
  • 73 TROCA. Rodriguinho x Jadson.
  • 74 Renan faz ligação direta com Téssio, na direita, que domina e limpa Egídio, mas é desarmado após recuperação do lateral cruzeirense.
  • 75 Rodriguinho foi aplaudido pela torcida na saída de campo.
  • 76 TROCA. Ademílson x Eraldo.
  • 77 Tupynambás já não consegue ajustar a marcação e dá muitos espaços ao Cruzeiro.
  • 78 Marquinhos Gabriel cobra escanteio e encontra Dedé, mais uma vez! Agora, o zagueiro até acerta o alvo, mas vê Renan segurar firme.
  • 79 Renato Kayzer vem aí.
  • 80 AMARELO. Egídio, por reclamação.
  • 81 TROCA. Rafinha x Kayzer,
  • 82 Marquinhos Gabriel tabela com Egídio, recebe devolução no meio e tenta chute colocado, de canhota, mas Renan defende firme.
  • 85 Edilson cruza no meio da área, mas Renato Kayzer não consegue finalização.
  • 87 Kayzer avança em velocidade, espera ultrapassagem de Jadson pela direita e toca para o volante, que finaliza fraco para defesa tranquila de Renan.
  • 89 AMARELO. Gregory, por falta em Kayzer.
  • 90 Edilson cobra falta e adivinha quem chega para cabecear? Dedé, claro. O zagueiro finaliza com perigo ao gol de Renan Rinaldi.
  • 91 PÚBLICO: 14.176 presentes, 11.021 pagantes, R$166.735, média R$15.
  • 93 FIM de jogo.

Vídeos

Bastidores da partida
Coletiva pós jogo

Atuações

  • TORCIDA CELESTE ocupou 23% dos lugares. Dos presentes, 21% entraram na faixa. Menos mal que todos apoiaram o time e aplaudiram os substituídos.
  • FÁBIO não foi exigido. As bolas que chegaram foram encaixadas e ponto final.
  • EDÍLSON cuidou mais da defesa, atacando pouco. Saiu-se bem no que se propôs a fazer.
  • DEDÉ foi soberano. Venceu todas as disputas aéreas e esteiras, na defesa e no ataque. Deu uma cotovelada involuntária que abriu o supercílio do Kayzer. Precisa se benzer pra evitar incidentes como esse e o da Bombonera.
  • LEO acertou tudo o que fez e ainda teve sossego na cobertura, pois Egídio atacou menos do que o habitual.
  • EGÍDIO atacou menos do que o habitual, ainda assim, foi quem começou a jogada do primeiro gol, com um ótimo passe pra Marquinhos.
  • HENRIQUE começou mais na contenção, terminou mais no apoio. Teve uma oportunidade de gol, que a defesa baeta conseguiu evitar que se concretizasse. Atuação correta.
  • ROMERO perdeu uma bola que colocou a defesa em dificuldade, apoiou mais na etapa inicial, jogando pela direita. Na parte final, cuidou mais da contenção.
  • RAFINHA não economizou energia, marcando e atacando. Fez um gol e foi bastante aplaudido quando saiu de campo. Foi escolhido o melhor da partida pela equipe da Itatiaia.
  • RODRIGUINHO fez um gol e serviu pra outro. Jogou centralizado na linha de meiatacantes, com desenvoltura, buscando sempre o jogo coletivo.
  • MARQUINHOS fez boas jogadas pela ponta esquerda e pelo meio, depois da saída de Rodriguinho. Foi dele o passe preciso pro gol de Fred.
  • FRED fez seu quarto gol em quatro jogos seguidos. deu trabalho à biqueira baeta, mas saiu antes da metade da etapa final.
  • JADSON entrou no decorrer da etapa final e jogou nas duas pontas. Teve uma chance de gol, neutralizada pela defesa baeta.
  • RANIEL entrou entusiasmado, mas não fez as escolhas corretas. Perdeu uma chance de gole e noutra, segurou demasiadamente a bola quando devia entrega-la a Jadson, que estava em boas condições de dar sequencia ao lance.
  • KAYZER jogou pouco tempo, o suficiente pra levar uma entrada violenta do adversário uma cotovelada acidental de Dedé. Mostrou raça e buscou o jogo. Não quer perder um segundo sequer nas oportunidades que vem recebendo.
  • MANO escalou e substituiu corretamente. No fim, reclamou das chances desperdiçadas. Com razão. Era jogo pra fazer o suficiente pra alcançar a liderança.
  • CRUZEIRO controlou a partida, sem sofrer na defesa e criando chances no ataque. Experimentou inúmeras variações na vol6ncia e na linha de meiatacantes, provavelmente, pensando em desafios futuros. Ninguém, jogou mais, mas Dedé, Marquinhos, Rafinha e Rodriguinho estiveram acima dos colegas em produtividade.
  • TUPYNAMBÁS foi um time organizado, que não se retrancou, mas que pecou pela falta de criatividade. Destacaram-se os salinos na contenção, Hipólito na lateral esquerda e o experiente Ademílson, que se movimentou como garoto no comando do ataque.
  • ÁRBITROS trabalharam bem. O Tupynambás pediu um pênalti, que não houve. Os amarelos foram bem aplicados. Aprovados.

O que foi dito

  • MANO MENEZES: Fizemos um jogo tranquilo e seguro. Segunda partida sem tomar gols. Trabalhamos um pouco em cima disso, que é a segurança que a gente tem. Essa segurança nos dá sempre a possibilidade de fazer um, dois gols e construir as vitórias. Sempre foi nossa característica. Queremos ser mais ofensivos, queremos produzir bem, mas não podemos abrir mão do que é bom e que dá segurança pra equipe lá atrás. Poderíamos ter feito um placar mais dilatado. Criamos inúmeras chances. O time já começa a entrar num ritmo melhor. Isso que é o mais importante neste momento, a cada jogo acrescentar um pouco mais de competitividade, de ritmo, pois quando o adversário exigir mais, estaremos preparados pra jogarmos mais. Não gosto de usar o termo ‘teste’. O Cruzeiro está se preparando. Como não temos pré-temporada adequada, usamos os primeiros jogos exatamente pra fazer a preparação. A gente sabe a diferença e não se ilude quando tem superioridade tão grande, que não deixa o adversário dar um chute a gol. A gente sabe analisar as coisas pela experiência e passamos isso aos jogadores. O importante é ter o mesmo comportamento, a mesma entrega, como se estivesse jogando com uma equipe com mais qualificação. Nas férias, perde-se competitividade. Na volta, comete alguns erros nas primeiras rodadas, sofre gols que não estava acostumado a sofrer. Agora já estamos retomando nosso comportamento, independentemente do adversário.
  • MARQUINHOS GABRIEL: É difícil chegar e se adaptar tão rápido. Por isso, agradeço aos meus companheiros, à comissão. Você vê como é o clima lá dentro e a forma como eu fui recebido, então só tenho a agradecer a todos. Por isso que o futebol está conseguindo fluir muito bem. A gente achou que o entrosamento ia demorar um pouquinho, mas tem acontecido e a gente está feliz com isso.
  • LEO: A gente vem aperfeiçoando a parte física e a tática, trabalhando algumas estratégias, formações e variações, nestas semanas de treino. Elas têm sido bem proveitosas pra evolução do time.
  • JOTA DIAS: Jogo tranquilo contra um bem armado Tupynambás. Cruzeiro fez o suficiente pra vencer. A jogada do gol do Rodriguinho foi muito bonita. Marquinhos Gabriel não está deixando o torcedor sentir saudades do Arrascaeta. No time baeta, o melhor foi o Mateus Pimenta.
  • ROSAN AMARAL: Rodriguinho foi o cara do jogo. Ele não veio pra jogar ao lado do Neves. Ele é sombra pro Neves. Com esta nova contusão do Neves, Rodriguinho já é o titular. Marquinhos e David vão disputar a vaga deixada por Arrascaeta.
  • MATHEUS PENIDO: Jogo parecido com o do Villa. Como dizem os cronistas esportivos, os gols saíram com naturalidade. Melhor em campo: Rafinha.

Fontes

Transmissão

  • PPV