Cruzeiro 2x3 São Paulo - 30/06/2012

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Vasco.png 1x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Internacional.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro 2012
Escudo Vasco.png 1x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Internacional.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Independência
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Figueirense.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x3 Escudo Grêmio.png
Contra São Paulo
Escudo Cruzeiro.png 3x3 Escudo São Paulo.png Gol aos do Escudo São Paulo.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
2 × 3 Escudo São Paulo.png
São Paulo
7ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012
Data: 30 de junho de 2012 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 16:20 Estádio: Independência
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique Público pagante: 17.695
Assistente 1: Dibert Pedrosa Moisés Público presente: Não disponível
Assistente 2: Rodrigo Pereira Joia Renda: R$ 605.905,00 R$ 605.905 <br />Cr$ 605.905 <br />NCr$ 605.905 <br />Cz$ 605.905 <br />NCz$ 605.905 <br /> (preço médio: R$ 34,24 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: São Paulo:

1. Fábio 22. Denis Cartão amarelo recebido aos 41  (2T) 41'  (2T)  
2. Léo 14. Edson Silva
3. Rafael Donato  Gol aos 12 do  (1T) 12'  (1T) Gol aos 8 do  (2T) 8'  (2T) 21. João Filipe
4. Victorino 4. Rhodolfo Substituição realizada 37' (1T) de jogo 37' (1T) ( 13. Paulo Miranda )
5. Leandro Guerreiro 23. Douglas Cartão amarelo recebido aos 22  (2T) 22'  (2T)  
6. Everton 15. Denílson Cartão amarelo recebido aos 42  (1T) 42'  (1T)  
7. Charles Substituição realizada 11' (2T) de jogo 11' (2T) ( 16. Wallyson ) 18. Maicon
8. Tinga Substituição realizada 34' (2T) de jogo 34' (2T) ( 15. Willian Magrão Cartão amarelo recebido aos 18  (2T ) 18'  (2T )   ) 10. Jadson Gol aos 3 do  (2T) 3'  (2T) Substituição realizada 21' (2T) de jogo 21' (2T) ( 16. Cícero )
9. Wellington Paulista Cartão amarelo recebido aos 26  (2T) 26'  (2T)   6. Cortez
10. Montillo 7. Lucas Gol aos 15 do  (1T) 15'  (1T) Substituição realizada de jogo ( 28. Casemiro Cartão amarelo recebido aos )
11. Fabinho Souza Substituição realizada 31' (1T) de jogo 31' (1T) ( 17. Souza Silva ) 9. Luis Fabiano Gol aos 11 do  (1T) 11'  (1T) Cartão amarelo recebido aos 19  (2T) 19'  (2T)  
Técnico: Celso Roth Técnico: Milton Cruz (interino)
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: São Paulo:

Pré-Jogo

O Cruzeiro está em 1º lugar com 14 pontos (4v, 2 e). O São Paulo, com 9 pontos (3 v, 3 d) é 0 8º.

No Cruzeiro, o treinador Celso Roth não poderá escalar o centroavante Anselmo Ramon, contundido.

Mílton Cruz, auxiliar técnico que assumiu o time interinamente netsa semana, não contará com os volantes Fabricio e Wellington, o meia Cañete, e o goleiro Rogério Ceni, contundidos.

O Cruzeiro, que não vebce o Tricolor paulista há sete anos pelo Campeonato Brasileiro, manterá o esquema 4-3-1-2.

O São Paulo, que demitiu o treinador Emerson Leão durante a semana, adotará o 3-5-2, o predileto de seu presidente Juvenal Juvêncio.

Será um clássico de casa cheia. O Independência mostrou-se acanhado pra tanta tanta gente interessada na principal partida da 7ª rodada do Brasileiro.

Eis a opinião dos treinadores:

  • Celso Roth, técnico do Cruzeiro: Essas trocas de treinador acabam tendo efeito positivo. Os jogadores que estavam um pouco fora de concentração, reavivam a expectativa e atuam melhor. No primeiro momento, tem efeito interessante.
  • Milton Cruz, técnico interino do São Paulo: Eles têm jogadores rápidos na frente, três volantes marcando forte no meio e o Montillo que se enfia como terceiro atacante.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 16h15 – São Paulo entra em campo com camisas brancas com duas listras horizontais, uma preta outra vermelha, calções e meias pretas.
  • 16h17 – Cruzeiro entra em campo, sob foguetório, com uniforme tradicional.
  • 16h20 – Começa o jogo. São Paulo, à direita das cabines de rádio e televisão, dá a saída.
  • 00 – Reservas do Cruzeiro: Rafael
 Monteiro, Thiago Carvalho, Diego Renan, Willian Magrão, Elber, Souza, Wallyson.
  • 01 – Wellington Paulista deixa Fabinho na cara do gol, mas o atacante é travado na hora do chute.
  • 02 – Cadê o amarelo? Montillo tenta arrancada, mas é parado com falta por Maicon.
  • 03 – Marcelo de Lima Henriques já economizou dois cartões amarelos em jogadas matadas com falta.
  • 04 – Francisco Everton entra na área do São Paulo, pela esquerda, mas demora pra definir e perde oportunidade de encrencar a defesa tricolor.
  • 05 – Cruzeiro tomou a iniciativa e domina o jogo até aqui.
  • 06 – Perigo! Cortez lança Jadson, dentro da grande área. O camisa 10 corta Tinga e chuta rasteiro. A bola sai rente ao poste direito, com muito perigo.
  • 08 – São Paulo equilibra um pouco a poesse de bola e já aparece mais no campo ofensivo.
  • 10 – A partir dos 5 minutos, São Paulo domina contando com trapalhadas da defesa celeste.
  • 11 – Gol! Douglas aplica gaúcha em Francisco Everton, pela direita, e cruza fraco. Rafael Donato tenta cortar, se atrapalha com a bola, que carambola em suas pernas e fica à disposição de Luis Fabiano. O centroavante chuta rasteiro, no canto direito, sem chance pra Fábio. São Paulo 1×0.
  • 12 – Médico do Sumpaulo, José Sanchez, se empolgou na comemoração do gol, bateu com a cabeça no teto do banco de reservas, e teve de ser atendido.
  • 13 – Gol! Montillo cobra escanteio pela esquerda, Rafael Donato sobe mais que a bequeira paulista e cabeceia pra baixo, no contrapé do goleiro Dênis. Cruzeiro 1×1.
  • 15 – Gol! Luis Fabiano arranca pelo ataque, passa pelo carrinho aplicado por Victorino e passa a Lucas, na área. O camisa 7 dribla Francisco Everton e chuta no canto esquerdo de Fábio. São Paulo 2×1.
  • 16 – Finalizações: Cruzeiro 4×3.
  • 16’30”- Fabinho cruza da esquerda, Rodolpho rebate.
  • 17 – Pedro, por SMS: “Com Everton e Victorino no time, não dá pra sonhar nem com Libertadores, Os dois só entram de primeira, não sabem cercar nem roubar a bola do adversário.”
  • 17’30”- Espetacular! Muita velocidade e chances de gol!
  • 18 – Walterson Almeida, no PHD: “Maldito Leão! Vc, que foi o pior treinador que já passou pelo Cruzeiro, não poderia esperar mais 5 dias pra sair? O SPFW, sem vc, é outro time em campo.”
  • 19 – Tinga chuta de fora da área, bola sai à esquerda de Dênis.
  • 20 – Sabão! Roth chama Leandro Guerreiro e reclama: “Meio de campo está dando moleza demais!”
  • 21 – Luís Fabiano tenta tabelar com Lucas, defesa celeste fica com a bola.
  • 22 – Rafael Donato comete falta em Luís Fabiano, no meio de campo. Juiz dá brinca no beque.
  • 23 – Jadson lança Luís Fabiano dentro da área. Atacante cabeceia, Tinga despacha a bola com um chutão.
  • 23’30”- Luiz Filipe dá dois pontapés em Fabinho, um no tornozelo, outro na perna. Atacante fica caido.
  • 24 – Faltas! São Paulo 8×5.
  • 24’30”- Jogo parado para atendimento ao atacante Fabinho.
  • 25 – Celso Roth chama Leo Silva à beira do gramado para instruções.
  • 26 – Montillo cruza da esquerda, Wellington Paulista não alcança a bola.
  • 27 – Quase! Charles passa a Montillo, que vai à linha de fundo, pela direita, e cruza forte. Francisco Everton cruza da esquerda, Fabinho cabeceia, bola sai à esquerda de Dênis, com perigo.
  • 29 – Raça! Montillo briga pela bola, dá dois carrinhos, um Luiz Filipe e depois em Rodolpho, mas a gorduchinha sai pela linha de fundo. Torcida aplaude.
  • 29’30”- Fabinho faz boa jogada pela esquerda, chuta, mas Luiz Filipe cede escanteio.
  • 30 – Cruzeiro equilibrou o jogo e toma mais iniciativas. São Paulo cuida mais da defesa.
  • 31 – Troca! Fabinho, com entorse no tornozelo esquerdo, por Souza.
  • 31’30”- Tinga tenta cruzar da direita, Edson Souza chuta pra lateral.
  • 32 – Jadson faz boa jogada e lança Luis Fabiano, que está impedido.
  • 33 – Denílson lança Luís Fabiano, que tem dificuldade pra controlar a bola, dentro da áre.
  • 34 – Mudou o esquema! Cruzeiro no 3-5-2. Bequeira, agora, tem Rafael Donato pela direita, Leo Simões pela esquerda e Victorino na sobra. Souza joga na la direita.
  • 34 – Chute de fora da área, Wellington Paulista rola pra Montillo, que está impedido.
  • 35 – Rhodolfo sente dor na panturrilha e cai à espera de substituição.
  • 36 – Isto nunca deu certo! Montillo, muito avançado, deixa o time celeste sem criatividade no meio de campo.
  • 37 – Troca! Rhodolfo por Paulo Miranda.
  • 38 – Cortez e Luis Fabiano armam jogada de ataque, Francisco Everton desfaz o lance.
  • 38’30”- Paulo Miranda agarra Wellington Paulista pela camisa. Falta na ponta-direita.
  • 39 – Charles apanha rebote e chuta de fora da área. Dênis defende.
  • 41 – Wellington Paulista tenta cruzar pela esquerda e consegue um escanteio para a Raposa.
  • Cortez comete falta em Montillo na ponta-direita
  • 42 – Amarelo! Denilson, por reclamação.
  • 43 – Montillo cobra falta na direita, com curva. Rafael Donato sobe mais que Edson Silva e cabeceia. Bola passa por cima do travessão, com perigo.
  • 44 – Souza chuta de longe, bola quica, Dênis defende no meio do arco.
  • 44’20”- Montillo, jogando de ponta-direita, cruza com muita força.
  • 45 – Wellington Paulista cai na área e pede pênalti. Juiz manda seguir.
  • 45’30”- Montillo cruza da direita, Paulo Miranda corta.
  • 46 – Fim do 1º tempo. Jogo equilibrado. Cruzeiro merecia melhor sorte.
  • Montillo: “O time vai correr muito pra empatar de novo.”
  • Lucas: “O time está tocando mais a bola, está jogando mais, mas o 2º tempo será difícil.”

Segundo Tempo

  • 17h19- São Paulo volta sem mudanças.
  • 17h20 – Cruzeiro volta sem mudanças.
  • 17h21 – Começa o 2º tempo.
  • 01 – Souza faz passe na grande área pra Wellington Paulista, Paulo Miranda corta de cabeça.
  • 02 – São Paulo toca bola no ataque, à espera de uma brecha pra arrematar a gol.
  • 03 – Gol! Maicon recebe de Luís Fabiano, na intermediária celeste, e enfia bola pra Cortez, que entra na área e arremata forte. Fábio salva o gol. Jadson fica com o rebote e, sem marcação, chuta de primeira, rasteiro, pra rede. São Paulo 3×1.
  • 04 – Montillo cruza da direita, Wellington Paulista vence a disputa com Edson Silva e cabeceia. Bola por cima do travessão.
  • 05 – Souza bate falta perigosa para a área do São Paulo, mas a zaga afasta
  • 06 – Vaia! Rafael Donato tenta começar uma jogada no meio de campo e recebe vaias da torcida.
  • 07 – Jadson recebe, dá drible em Tinga e chuta para fora.
  • 07’30”- Cortez é lançado na ponta esquerda, mas a bola corre muito e sai pela lateral.
  • 08 – Gol! Montillo cobra escanteio pela direita, Leo Simões desvia a bola de cabeça, ela quica, Rafael Donato, de peixinho, cabeceia pra rede. Cruzeiro 2×3.
  • 09 – Rafael Donato corta o supercílio no lance do gol e sai de campo pra enfaixar a cabeça.
  • 10 – Cuzeiro chega bem pela direita e manda para o gol, Dênis defende.
  • 10’30”- Troca! Charles por Wallyson.
  • 11 - Vamos, vamos! Torcida celeste faz tremar La Pomponera cantando “Vamos, vamos, Cruzeiro!”
  • 12 – Wallyson chuta de fora da área, Dênis defende.
  • 13 – Montillo, do meio de campo, lança Wallyson na ponta direita. Defesa tricolor cede dois escanteios na jogada.
  • 14 – Francisco Everton cruza da esquerda, bola explode no corpo de João Filipe e sai pela lateral.
  • 15 – Wallyson tenta o drible pela linha de fundo e se choca com João Felipe. Torcida pede a falta, juiz não atende.
  • 16 – Jadson cobra falta, Fábio defende.
  • 17 – Wallyson cruza da direita, defesa tricolor cede escanteio.
  • 18 – Pênalti! Lucas recebe bola no meio de campo, dispara pela direita, entra na área e é derrubado por Souza. Juiz marca pênalti, sem vacilar.
  • 18’30” – Amarelo! Willian Magrão por ter se indignado com a marcação da pênalti e protestado enquanto se aqueciacom os demais reservas.
  • 19 – Defendeu! Luís Fabiano cobra forte, no canto esquerdo. Fábio voa e defende.
  • 20 – Amarelo! Luiz Fabiano por arrancar um pedaço gramado, danado com pênalti perdido.
  • 21 – Troca! Jadson por Cícero.
  • 22 - Amarelo! Douglas por falta violenta em Wellington Paulista.
  • 23 – Fábio Velame, no PHD: “Wallyson entrou em campo? Não parece…”
  • 23’30”- Tinga lança Wallyson, bola sai pela linha de fundo.
  • 24 – Victorino, da defesa, tenta ligação direta com Wellington Paulista. Edson Silva corta.
  • 25 – Cruzeiro tenta, no toque de bola, encontrar espaços na compacta defesa tricolor.
  • 26 – Amarelo! Wellington Paulista por derrubar Denílson com um chute no tornozelo. Terceiro amarelo do artilheiro, que não jogará contra o Internacional, em Porto Alegre.
  • 27 – Desperdício! Tinga apanha rebote na grande área, chuta forte, bola explode em João Felipe, em cima da risca.
  • 28 – Público: 17.695 pagantes. Renda: R$605.905,00.
  • 28’30”- Wallyson tenta cruzar da direita, Edson Silva não permite.
  • 29 – Cícero chuta de fora da área, bola sai pela linha de fundo.
  • 30 – Desperdício! Tinga recebe passe de Montillo, limpa o lance dentro da área passando por dois beques, e enche o pé. Bola passa por cima do travessão.
  • 31 – Lucas arma o contra-ataque, lança Luís Fabiano, que é cercado por Rafael Donato e volta pra Cícero, que não aproveita o lance e deuxa a bla com Donato.
  • 32 – Arísio França, no PHD: “O time ficou uma zona depois das substituições. Perde o meio com a pouca combatividade do Tinga e do Souza. E nem pode contar com mais ofensividade porque Wallyson está abaixo da crítica.”
  • 33 - Luís Fabiano, na área, marcado de perto por Rafael Donato, chuta, Victorino corta.
  • 33’30”- 20! Cruzeiro já chuveirou 20 bolas sobre a área do Sumpaulo.
  • 34 – Troca! Tinga por Willian Magrão.
  • 35 – Desperdício! Montillo gira sobre Denílson, puxa contra-ataque e passa a Francisco Everton. O lateral chuta no ângulo direito, Denis espalma pra escanteio.
  • 36 – Troca! Lucas por Casemiro.
  • 36’30”- Juiz covarde! Rafael Donato é puxado, agarrado e empurrado dentro da área dos bambis, por Edson Silva. Marcelo Lima Henrique, em cima do lance, não marca o pênalti. O vagabundo deve ter se lembrado que seu chefe, Marin, é tricolor.
  • 37 – Montillo lança Wallyson, Edson Silva não permite que a bola chegue ao atacante.
  • 38 – Leandro Guerreiro comete falta em Cícero.
  • 38’30”- Juiz pára o jogo pra conferir se Rafael Donato continua sangrando.
  • 39 - Montillo levanta bola na área, Douglas cede escanteio. Na sequência, Rafael Donato cabeceia por cima do travessão.
  • 40 – Souza cobra escanteio pela esquerda, Rafael Donato sobe mais que a beqeura e cabeceuia. Bola passa por cima do travessãp.
  • 40’30” – Amarelo! Dênis por reclamar violentamente do bandeira.
  • 41 – Atacante novo! Rafael Donato vir atacante e não volta mais pra defesa.
  • 42 – Defesaça! Wallyson chuta forte, de dentro da área, goleiro tricolor salva gol certo.
  • 43 – MVP! Por unanimidade, equipe da Rádio Itatiaia escolhe Lucas como o melhor em campo.
  • 43’30”- Wallyson rola pra Leo Simões, que chuta mal, bola sobe e sai pela linha de fundo.
  • 44 – Velocípede! Wellington Paulista tenta bicicleta, após receber passe de cabeça de Rafael Donato. Bola passa por cima do travessão.
  • 45 – Banco do Cruzeiro pediu pênalti no lance da bicicleta por suposto toque de mão de um beque tricolor.
  • 46 – Cruzeiro tenta de todas as maneiras o gol de empate. São Paulo prende a bola.
  • 46’30”- Montillo se desvencilh de dois marcadores e lança Wallyson. João Filipe corta com um chutão.
  • 47 – Rafael Donato tenta jogada na área tricolor, mas a bola fica com a defesa.
  • 47’30”- Números! Posse de bola: Cruzeiro, 51%. Escanteios: Cruzeiro 12×4. Faltas: Cruzeiro 22×21. Finalizações: Cruzeiro 18×9. Desarmes: Cruzeiro 31×27.
  • 48 - Fim de jogo! Placar não foi justo. Torcida aplaude o time.
  • Wagner Caetano, no PHD: “Resultado injusto demais. Tinga e Souza estão decepcionando. Os gols perdidos por Tinga nem minha vó perdia. Wallyson parece uma tartaruga. Mas o time se portou bem e não fossem erros infantis nos gols tomados teríamos vencido.”

Vídeos

Gols

Atuações

  • Fábio – Defendeu um pênalti e salvou metade de um gol, que Cortês esteve a ponto de marcar. A outra metade, Jadson não perdoou. Correto em todas as intervenções. (Síndico)
  • Leo Simões – Razoável na lateral, bem na bequeira. Tem sido o melhor defensor do Cruzeiro há bom tempo. Tanto que os termocéfalos já nem se lembram mais dele. (Síndico)
  • Rafael Donato – Duas no cravo, uma na ferradura. Uma lambança, dois gols. Começou atabalhoado, mas se recuperou quando Roth botou três beques. Perdeu, por pontos, a disputa com Luís Fabiano. No fim, como centroavante alternativo, sofreu um pênalti não marcado. (Síndico)
  • Victorino - Entrou de prima em Luís Fabiano e abriu caminho pro segundo gol tricolor. Como sobra, no 3-5-2, saiu-se bem. (Síndico)
  • Francisco Everton – Tomou uma gaúcha do ala Douglas que resultou no gol inicial do tricolor. Correu muito atacando e defendendo, mas com déficit de qualidade. (Síndico)
  • Charles – Correu muito, na vertical e na horizontal, mas não produziu muito, nem na defesa, nem no ataque. (Síndico)
  • Leandro Guerreiro – Toca legal a bola, mas o time estava precisando mesmo era de um leão-de-chácara pra bequeira e isto ele não foi no começo da partida. (Síndico)
  • Willian Magrão - Pouco tempo em campo. Lutou até quando estava no banco e levou amarelo por contestar o pênalti a favor dos bambis. (Síndico)
  • Tinga - Perdeu dois gols porque se move bem demais no campo. (Malafaia) /// Solidário, aparece sempre que algum colega esteja passando dificuldade, não importa em que quadrante da cancha. Garanto que se tivesse visto WP sozinho na marca do pênalti, teria lhe passado a bola ao invés de dar um bico que mandou a gorducha por cima do travessão na última oportunidade de empate. (Síndico)
  • Souza – Tentou ser ala direita, mas não funcionou bem. E ainda teve a ingrata missão de correr atrás de Lucas. Perdeu a carreira e fez pênalti. (Síndico)
  • Montillo – De seus pés saíram os dois gols e as melhores jogadas ofensivas do Cruzeiro. Voltando até o meio de campo, joga melhor. Obrigado a fazer companhia a WP no ataque sua produtividade se reduz. De resto, como o Sumpaulo esteve sempre à frente no placar, o congestionamento que ele teve de enfrentar na intermediária adversária foi grande impedindo suas arrancadas. (Síndico)
  • Fabinho – Estava bem, defendendo e atacando, mesmo depois de ter levado duas patadas em uma mesma falta cometida por João Felipe. Mas as dores no tornozelo aumentaram e ele teve de sair. (Síndico)
  • Wellington Paulista - Lutou destemidamente contra três becões. Merecia ser recompensado com uma boa bola pra conferir. Mas não recebeu nenhuma. (Síndico)
  • Wallyson – Anda meio malemolente, mas não foi esse pereba que os críticos mais acerbos disseram. Deu dois bons chutes, cavou escanteios etc e tal. (Síndico)
  • Celso Roth – Sem cau-te-la, seu time concedeu muitas oportunidades do Sumpaulo no 1º tempo. Pra consertar a defesa, ele trocou o 4-3-1-2 pelo 3-5-2, equilibrou e até passou a dominar a partida, mas faltaram jogadores decisivos pra converter as oportunidades criadas. E, pra complicar ainda mais, o juiz de embaixada sonegou um pênalti, que poderia resultar no gol de empate. No todo, merece nota positiva, pois corrigiu os erros táticos e equilibrou um jogo que parecia se encaminhar pra uma goleada do adversário. (Síndico)
  • Torcida – Compareceu em bom número, deu uma pisadinha na bola aos 51 minutos, ao vaiar Rafael Donato, mas logo voltou a incentivar como vinha fazendo desde o começo. Terminou reconhecendo o esforço do time com aplausos. Ótimo desempenho. (Síndico)
  • Juiz & Bandeiras – Marcelo de Lima Henriques começou a partida economizando amarelos. Ok, se é um critério, tudo bem. Agora, marcar incontinenti um pênalti pro São Paulo e deixar de marcar outro, tão claro quanto, a favor do Cruzeiro, não é critério. É covardia. Provavelmente, agiu assim pra não queimar o filme com o ultra-sãopaulino presidente da CBF. Os bandeiras também estiveram mal. Alinhados com a parcialidade do juiz, na dúvida, beneficiaram sempre o tricolor. (Síndico)
  • Cruzeiro – Precisava de sair feito maluco e deixar a defesa desguarnecida? Não dava pra caprichar mais na pontaria? Bola levantada na área já tem solução, agora falta descobrir um batedor de faltas. Bola pra frente! (Síndico)
  • São Paulo – VTNC!
  • Arquiteto – Projetou bem La Pomponera, que tem o tamanho certo pras torcidas do Coelho e da Cocota e lugares pra todos: cegos, portadores de hemorróidas, malucos e preguiçoso. São não contempla os reclamões e os chatos de galocha. (Síndico)

O que foi dito

  • Celso Roth, treindor do Cruzeiro: O gol é fruto de erros. Futebol é assim. O cruzeiro merecia melhor sorte, mas o São Paulo teve méritos, se defendeu, saiu no contra-ataque muito rapidamente e aproveitou as oportunidades, menos o pênalti, que o Fábio fez uma defesa monumental. O jogo foi aberto. Pra quem assistiu, deve ter sido bonito. Pra nós, profissionais, foi complicadíssimo. O São Paulo aproveitou o que tem de melhor: a velocidade. Não só do Lucas como do Douglas, que vem de trás, mas o resultado poderia ser diferente. No 2º tempo, o Cruzeiro teve atuação muito boa e amassou o São Paulo. Mas o São Paulo é um time que sabe jogar nessa situação. Rafael Donato teve momentos de indecisão defensivamente e um momento de decisão ofensivamente. Pra uma estreia, num jogo como esse, está dentro da média, mas pode melhorar porque tem potencial enorme. Tem 23 anos, muito pra aprender e melhorar e vai nos ajudar muito ainda. Algumas vezes, como naquele final dramático, a gente tem de deixar as coisas acontecerem. O jogo estava alucinante e ele foi por conta própria e por ter feito 2 gols é até compreensível. Mas não vai se repetir.
  • Rafael Donato, beque do Cruzeiro: Eu não iria pra frente sem que alguém tivesse passado uma determinação. Sou disciplinado. Mas, se não foi ordem do professor Roth, diante da mídia, peço desculpa a ele. Fui lá pra ajudar, não pra complicar. Sabia que seria grande desafio estrear num clássico pelo líder do campeonato. Haveria cobrança. Infelizmente tive aqueles deslizes, mas graças a Deus com boa postura, sabendo do trabalho feito, eu poderia dar a volta por cima a qualquer momento.
  • Fábio, goleiro do Cruzeiro: Não tivemos a eficiência na marcação. Eu falei durante a semana, que a pegada seria fundamental. Quem tivesse mais, venceria.
  • Charles, volante do Cruzeiro: Falhamos na marcação e proporcionamos duas oportunidades pro adversário marcar. Agora precisamos de tranquilidade pra corrigir esses erros.
  • Milton Cruz, treinador do São Paulo: Assisti a três jogos do Cruzeiro: contra Vasco, Figueirense e mais um. Futebol é isso. Você também aprende com os adversários. Nós usamos a arma do próprio Cruzeiro contra o Vasco pra vencê-los. O São Paulo mereceu o resultado, sem tirar os méritos do Cruzeiro, que também fez grande jogo e soube valorizar nossa vitória. Eles estão de parabéns, têm um grande time e um grande técnico. Eu tenho que agradecer aos nossos jogadores pelo empenho e dedicação e por terem cumprido à risca tudo o que foi treinado nestes dias.
  • Luís Fabiano, centroavante do São Paulo: A felicidade é muita. Depois de muitos problemas, nos reunimos e falamos que podemos chegar longe no Brasileiro. Foi um desabafo de todos, já que no jogo passado fomos muito criticados. Estamos tentando unir o grupo cada vez mais pra ele ficar mais forte. O torcedor ainda está chateado, protestando. Ainda não perdemos no Morumbi neste Brasileiro e não vamos perder. Depois desta grande vitória, espero que a torcida tenha consciência de sua importância pro time. Mas se ela não for, paciência, vamos trabalhar do mesmo jeito.
  • Juca Kfouri, em seu blog: O São Paulo foi ao Independência e mostrou, no mínimo, que gosta muito de Milton Cruz, o interino. Num jogo eletrizante, os paulistas, mais uma vez, bateram o Cruzeiro em BH. Luís Fabiano fez 1×0, aos 11, e o zagueiro estreante que veio do Bahia, Rafael Donato empatou em seguida, aos 12, de cabeça, para se recuperar da terrível falha no gol tricolor, dado por ele. Mas o São Paulo seguiu infernizando a defesa mineira e, aos 15, Lucas fez lindo gol. O primeiro tempo terminou com o Cruzeiro tentando e com o São Paulo assustando. E o segundo começou com os sustos paulistas virando gol, porque logo aos 3, Jadson pegou o rebote de um milagre de Fábio em chute de Cortez e fez 3×1. Parecia tudo liquidado até que, de novo, o zagueiro Rafael Donato, aos 12, pôs os mineiros no jogo outra vez. Aí o Cruzeiro foi todo à frente, arriscando-se em busca do empate e Lucas, em contra-ataque, sofreu pênalti, que Luís Fabiano bateu e Fábio defendeu brilhantemente. O Cruzeiro então animou-se ainda mais e fez por empatar, mas Tinga desperdiçou duas vezes, além de Rafael Donato ter sofrido um pênalti não assinalado pela arbitragem. Caiu o líder, o penúltimo invicto e o São Paulo, em sua primeira vitória fora de casa, mostrou suas garras sem Leão.
  • Ernesto Araujo, no PHD: O Vasco entrou no nosso jogo, mas a estratéfgio do São Paulo parecida com a que usamos em São Januário. nos envolveu. Cada descida do SP era um desespero danado na defesa devido à velocidade dos paulistas. Enquanto isso, nossas alternativas de ataque estavam bloqueadas restando apenas a opção do jogo aéreo. A equipe lutou muito, mas o SP nunca perdeu o controle do jogo. Gostei das atuações de Fábio, Leo, Donato, Tinga e Montillo. Ficaram devendo: Wallyson, WP e Charles. Tinga deve duas oportunidades de empatar. Fosse um pouco mais eficiente na finalização… Impressionante as duas bolas do Tinga. A segunda impressionou mais que a primeira. Não entendi aquele chute. Já que vai meter um bico na bola, por que não disparar um chute rasteiro e no canto? No meio do gol e alta, a chance de o goleiro defender ou ir pra fora é muito grande.
  • Simone Castro, no PHD: O Cruzeiro esteve meio afobado. Deveria ter jogado com mais cautela. Não se pode ir no embalo da torcida e só jogar pra frente, correr muito etc. Isso não significa muita coisa. Pode funcionar contra times medianos, mas o São Paulo tem jogadores de muita qualidade, mesmo não estando bem no campeonato. Há que se ter inteligência! Faltou isso, até mesmo pro Roth. Eu teria entrado com Magrão de cara e voltado o Leo pra zaga. Tinga é opção durante o jogo. O técnico do SP disse que usou nosso próprio veneno pra nos vencer. Assistiu nossos jogos anteriores e esperou o Cruzeiro sair pra dar o bote. Era assim que o Cruzeiro devia ter jogado, mesmo em casa. O que importa é o resultado! E repito: faltam atacantes de qualidade! Nosso ataque é igual ou pior que os do Figueirense, Bahia, etc.
  • Cleber Mendes, no PHD: Tô pensando qual palavrão vou usar pra xingar um bambi fdp que mora aqui perto. Aceito sugestões.

Fontes

Transmissão

  • Globo
  • Band
  • Sportv