Cruzeiro 2x2 São Caetano - 30/03/2003

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Corintians-RN.png 2x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 7x0 Escudo Corintians-RN.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Goiás.png Gol aos do Escudo São Paulo.png 2x4 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 4x0 Escudo Tupi.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 7x0 Escudo Corintians-RN.png
Contra São Caetano
Escudo São Caetano.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo São Caetano.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
2 × 2
Escudo São Caetano.png

1ª rodada do turno do Campeonato Brasileiro 2003


Informações

Data: 30 de março de 2003 às 16:00
Local: Belo Horizonte, MG
Estádio: Mineirão

Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva
Assistente 1: Villi Tissot
Assistente 1: André Veras


Público e Renda

Público pagante: 10.705
Público Presente: Não disponível
Renda: R$ 100.003,00 R$ 100.003 <br />Cr$ 100.003 <br />NCr$ 100.003 <br />Cz$ 100.003 <br />NCz$ 100.003 <br /> (preço médio: R$ 9,34 )


Escalações

Cruzeiro
  1.  Gomes
  2.  Maurinho
  3.  Edu Dracena
  4.  Thiago Gosling
  5.  Leandro
  6.  Augusto Recife
  7.  Paulo Miranda Substituição realizada 22' (2T) de jogo 22' (2T) ( Claudinei )
  8.  Martinez Substituição realizada 33' (2T) de jogo 33' (2T) ( Wendel )
  9.  Alex  Gol aos 37 do  (1T) 37'  (1T) Gol aos 1 do  (2T) 1'  (2T)
10.  Deivid
11.  Aristizábal Substituição realizada 38' (2T) de jogo 38' (2T) ( Marcelo Ramos )
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

São Caetano
  1. Silvio Luiz
  2. Rafael
  3. Daniel Substituição realizada de jogo ( Anaílson )
  4. Serginho
  5. Marlon
  6. Marco Aurélio
  7. Fábio Santos Substituição realizada de jogo ( Paulinho )
  8. Raulen Substituição realizada de jogo ( Édson Batatais )
  9. Mineiro
10. Capixaba Gol aos do Gol aos do
11. Adhemar
Técnico: Mário Sérgio


Reservas que não entraram na partida


Como foi[editar]

Primeiro Tempo[editar]

Até os dez minutos, a marcação sobressaiu. Com cinco homens no meio-campo, o São Caetano se preocupou apenas em impedir o Cruzeiro de chegar à sua intermediária. Sem se enervarem diante da dificuldade, os mineiros tocaram a bola e aos poucos passaram a envolver o visitante. Aos 12 minutos, após jogada individual de Aristizábal, Alex cruzou da esquerda e Deivid esteve perto do primeiro gol.

Com a marcação mais frouxa, o Cruzeiro ganhou força ofensiva, mas por outro lado cedeu espaços para o adversário contra-atacar. Em uma das investidas do São Caetano, aos 19, Marlon arriscou da intermediária e acertou o travessão de Gomes.

O jogo ganhou movimentação e aos 22, o Cruzeiro desperdiçou sua segunda chance de sair na frente. Alex recebeu de Deivid pela esquerda, passou por Daniel na grande área e desequilibrado, chutou à direita de Sílvio Luiz. Aos 24 e aos 25, após arremates de Maurinho e Dracena, o goleiro paulista voltou a ter a meta ameaçada.

Com o domínio total das ações em campo, o Cruzeiro finalmente abriu o placar aos 37 minutos, em lance de pura categoria do meia Alex. Após escorada de Thiago Gosling pela esquerda, Alex dominou a bola no peito, passou por dois marcadores na grande área e com um toque sutil de perna esquerda, encobriu Sílvio Luiz: Cruzeiro 1 a 0. Aos 44, após assistência de Alex, Martinez chutou sobre a zaga e perdeu o segundo gol.

Segundo Tempo[editar]

Em desvantagem e atrás do empate, o São Caetano retornou ao gramado com o habilidoso Anaílson na vaga de Daniel. Já o Cruzeiro, com a mesma formação, manteve a desenvoltura ofensiva da etapa inicial e logo no primeiro minuto, voltou a marcar em lance de contra-ataque. Maurinho recebeu lançamento de Deivid pela direita e encontrou Alex livre na área, que de perna direita, desviou do goleiro: 2 a 0.

Como já se previa, o São Caetano partiu para o ataque e aos cinco, conseguiu diminuir com a colaboração de Gomes. Adhemar cobrou falta da intermediária, o goleiro cruzeirense soltou e no rebote, Capixaba fez o primeiro dos paulistas: 2 a 1.

A partir daí, o São Caetano ganhou moral e ao menos em três oportunidades antes dos 20 minutos, esteve perto do empate. Mesmo com sinais de abatimento na defesa, o Cruzeiro seguiu criando e em duas situações, uma com Aristizábal, aos 12, e outra com Deivid, aos 25, desperdiçou chances de voltar a ter folga no marcador. Neste último lance, a bola tocou no travessão após um cabeceio a queima-roupa.

No intuito de transformar o bom momento de seu time em gols, Mário Sérgio fez mais duas substituições ao longo do jogo. Por outro lado, notando a supremacia do rival, Luxemburgo tentou uma reação com as entradas de Claudinei e Wendell nas vagas de Paulo Miranda e Martinez, e Marcelo Ramos no posto de Aristizábal.

As alterações não alteraram o panorama e aos 44, depois de muito insistir, o São Caetano alcançou o empate. Após cruzamento da esquerda, Capixaba desviou a trajetória da bola e a titou do alcance de Gomes, que deixou o campo vaiado: 2 a 2.

Imagens do jogo[editar]

Fonte[editar]