Cruzeiro 2x1 Palmeiras - 29/07/2012

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Corinthians.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x2 Escudo Ponte Preta.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Corinthians.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x2 Escudo Ponte Preta.png
No estádio Independência
Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Flamengo.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x2 Escudo Ponte Preta.png
Contra Palmeiras
Escudo Palmeiras.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Palmeiras.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
2 × 1 Escudo Palmeiras.png
Palmeiras
13ª rodada do Campeonato Brasileiro 2012
Data: 29 de julho de 2012 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 18:30 Estádio: Independência
Árbitro: Fabrício Neves Correa Público pagante: 11.512
Assistente 1: Roberto Braatz Público presente: Não disponível
Assistente 2: José Eduardo Calza Renda: R$ 286.315,00 R$ 286.315
Cr$ 286.315
NCr$ 286.315
Cz$ 286.315
NCz$ 286.315
(preço médio: R$ 24,87 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Palmeiras:
1. Fábio 1. Bruno
2. Ceará 14. Arthur
3. Thiago Carvalho 3. Henrique
4. Victorino Cartão amarelo recebido aos  (1) 17. Leandro Amaro Cartão amarelo recebido aos
5. Leandro Guerreiro 23. Fernandinho
6. Diego Renan 8. Márcio Araújo
7. Charles 16. João Vítor Cartão amarelo recebido aos
8. Tinga 19. Daniel Carvalho Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada de jogo ( 7. Maikon Leite )
9. Borges  Gol aos do Gol aos do Substituição realizada de jogo ( 17. Anselmo Ramon ) 17. Mazinho
10. Montillo Substituição realizada de jogo ( 16. Souza Silva ) 18. Patrik Substituição realizada de jogo ( 21. Obina )
11. Wallyson Cartão amarelo recebido aos  (1) Substituição realizada de jogo ( 15. Willian Magrão ) 9. Barcos Gol aos do Cartão amarelo recebido aos Substituição realizada de jogo ( 33. Betinho )
Técnico: Celso Roth Técnico: Felipão
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Palmeiras:

Pré-Jogo

Em 6º lugar com 20 pontos, nem vencendo o Cruzeiro entra no G4. E se perder pode terminar a rodada em 9º lugar.

Celso Roth não poderá escalar Rafael Donato, que operou o nariz, nem com o beque Leo Simões e o volante Sandro Silva, suspensos por terem recebido o 3º cartão amarelo contra o Corintiãs.

Em 16º lugar com 10 pontos, o Palmeiras está perto da Z4 e se perder pode até segurar a lanterna ao término da rodada.

Luiz Felipe Scolari não contará com os beques Maurício Ramos e Thiago Heleno, o volante Marcos Assunção e o atacante Luan, machucados, nem com o lateral Juninho, suspenso.

Estão pendurados com 2 cartões amarelos: Francisco Everton, Marcelo Oliveira, Mateus, Souza, Willian Magrão, do Cruzeiro, Henrique e Márcio Araújo, do Palmeiras.

Fabrício Neves Correa apitou 4 jogos no Brasileiro, marcou 182 faltas (45,5/jogo), aplicou 16 amarelos (4/jogo), 0 vermelho e 4 pênaltis (1/jogo). O campeonato tem média de 4,6 amarelos, 0,2 vermelho, 37,1 faltas e 0,3 pênalti. Fabrício foi quem apitou Botafogo 2×3 Cruzeiro, pela 3ª rodada.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 18h21 – Palmeiras em campo com camisas e meias cor de limão e calções verdes.
  • 18h22 – Cruzeiro em campo com uniforme tradicional, debaixo de foguetório.
  • 18h27 – Um minuto de silêncio pela memória de Domingos Costa, conselheiro do Cruzeiro morto em acidente de avião, próximo a Juiz de Fora, ontem.
  • 00 - Reservas do Cruzeiro: Rafael
 Monteiro, Marcelo Oliveira, Lucas Silva, Souza, Wellington Paulista, Anselmo Ramon.
  • 18h29 – Começa o jogo. Cruzeiro, à esquerda das cabines, dá a saída.
  • 01 – Montillo avança pela esquerda e cruza pra Walysson. Leandro Amaro corta.
  • 02 – Público ocupa metade dos lugares disponíveis, mas está animado, com destaque para a cantoria da Máfia Azul.
  • 03 – Wallyson cruza da linha de fundo pela direita, Henrique corta pra escanteio.
  • 03 – Ceará levanta na grande área, Henrique corta.
  • 04 – João Vitor tenta passe a Patrik, mas erra e a bola fica com a defesa celeste.
  • 05 – Por pouco! Tinga passa a Walysson na esquerda, que leva a bola até a grande área e chuta cruzado. Bola sai rente ao travessão.
  • 06 – Daniel Carvalho chuta fraco, de fora da área, Fábio defende com tranquilidade.
  • 07 – Ceará cobra falta sobre a área, Henrique corta.
  • 08 – Organizadas! Máfia Azul, Jovem e Pavilhão Independente anima a torcida celeste com muita cantoria.
  • 09 - Daniel Carvalho cobra falta da meia direita, sobre a área, Fábio espalma. Escanteio.
  • 10 - Barcos tenta se livrar da marcação, mas perde a bola pra Thiago Carvalho.
  • 11 – Patrik chuta de fora da área. Bola fora.
  • 12 – Artur cruza da direita pra Mazinho, bequeira celeste afasta parcialmente, bola sobra com Patrik, que chuta de prima, da entrada da área. Bola fora.
  • 13 – Tinga pega rebote fora da área e chuta fraco. Bola fora.
  • 14 – Montillo avança pela esquerda e cruza. Henrique corta.
  • 15 – Borges faz jogada individual e chuta cruzado, Bruno faz boa defesa.
  • 16 – Os times apostam na marcação forte e no contra-ataque.
  • 18 – Mazinho é lançado na área, mas a bola corre demais e sai pela linha de fundo.
  • 19 – Barcos cruza pra Mazinho na esquerda, mas o juiz para a jogada marcando impedimento.
  • 20 – Cruzeiro joga com dois volantes, Charles e Guerreiro, um meia, Tinga, e três atacantes, Wallyson, Borges e Montillo.
  • 21 – Diego Renan cobra lateral, Leandro Amaro protege e afasta a bola.
  • 22 – Ceará cruza da direita, bequeira palmeirense corta.
  • 23 – Montillo chega bem pela esquerda, cruza pra Tinga na grande área, Márcio Araújo se antecipa e tira de cabeça.
  • 24 – Quase! Montillo recebe passe de Charles na ponta esquerda, domina e chuta no canto direito de Bruno, que espalma a bola.
  • 25 – Bruno Pontes, no PHD: “Roth tinha desistido de Wallyson, só que o ataque tem sido uma lástima. Contra o Corinthians, ficou claro que WP e Borges não funcionam bem juntos. Como Roth parece também não estar muito satisfeito com o Fabinho, resolveu dar uma chance ao Wallyson. Vamos torcer pra ele aproveitar.”
  • 26 – Daniel Carvalho domina na entrada da área, faz o giro e chuta em cima da zaga celeste.
  • 27 – O Cruzeiro mantém a posse de bola no ataque, Palmeiras joga nos contra–ataques.
  • 28 – Montillo tabela com Borges, que finaliza da entrada da área, bola explode na zaga.
  • 29 – Jogo com poucas finalizações e truncado no meio de campo.
  • 30 – Palmeiras tem escanteio na direita. Bola sobre a área, Henrique tenta cabecear, Victorino corta.
  • 31 – Borges é derrubado na entrada da área palmeirense.
  • 32 – Baliza! Ceará cobra falta frontal, a dois passos da meia lua. Bola passa pela barreira e choca-se com o travessão com Bruno fora de ação.
  • 33 – Time funcionando! Boa atuação dos beques celestes. Leandro Guerreiro é quem sai jogando, Tinga fica livre na criação, à frente dos volantes.
  • 34 – Daniel Carvalho avança pela direita marcado por Victorino e cai. Juiz marca falta para o Palmeiras.
  • 34’30” – Mão de gato! Daniel Carvalho cobra da lateral, bola vai em direção ao ângulo direito, mas Fábio espalma pra linha de fundo.
  • 35 – Pênalti! Tinga lança Montillo, que avança em velocidade, recebe tranco de João Vitor, na entrada, e cai dentro da área. Juiz se engana e marca pênalti.
  • 35’30” – Amarelo! João Vitor pela falta em Montillo.
  • 36 – Gol! Borges cobra rasteiro no canto esquerdo de Bruno. O goleiro acerta o canto, mas não alcança a bola. Cruzeiro 1×0.
  • 37 – Naldo Morato, no PHD: “Eu e o juiz vimos pênalti no Montiillo, mas o replay mostrou que a falta aconteceu fora da área. Só que o juiz não tem replay e precisa decidir em segundos.”
  • 38 – Destaques! Victorino e Thiago Carvalho, 4º e 5º, respectivamente, na linha sucessória da bequeira celeste, fazem partida perfeita. e Victorino, escalados
  • 39 – Irrepreensível! Torcida do Cruzeiro apóia seu time desde o começo.
  • 40 – Palmeiras toca bola no meio de campo.
  • 41 – Patrik chuta de fora da área, Diego Renan corta.
  • 42 – Patrik cobra falta na ponta esquerda, Tinga protege saída da bola pela linha de fundo.
  • 43 – Wellington Wander, no PHD: “O Cruzeiro está muito bem, não sei se pelas mudanças no time ou fragilidade do adversário.”
  • 44 – Barcos tenta chegar à área pela meia esquerda, mas é desarmado por Victorino.
  • 45 - Henrique tenta afastar a bola, mas Borges chega dividindo e quase fica com a bola.
  • 45’30”- Posse de bola: 50% de cada time.
  • 46 – Amarelo! Daniel Carvalho por falta em Diego Renan.
  • 46’30”- Faltas: Cruzeiro 16×5.
  • 47 – Fim de 1º tempo. Cruzeiro jogou bem e mereceu a vitória parcial.
  • Edu Mano, no PHD: “Primeiro tempo sensacional do Cruzeiro. Marcou com perfeição, atacou, teve chances. Senhor, que alegria pelos primeiros 45 minutos! Resultado justíssimo. O time está certinho. Vejam só como o Borges participou mais do jogo. Até o Wallyson tá se apresentando, driblando, tudo certinho. Vamos torcer e rezar pela manutenção deste bom futebol. Muito, mas muito legal este primeiro tempo.”

Segundo Tempo

  • 19h29 – Palmeiras em campo.
  • 19h30 – Cruzeiro volta a campo.
  • 19h31 – Começa o 2º tempo.Palmeiras dá a saída.
  • 00 – Troca! Patrik por Obina.
  • 2 – Fernandinho cobra falta, levanta na área, o juiz marca impedimento do Palmeiras.
  • 2 – Obina desce pelo meio, é marcador por Victorino que comete a falta.
  • 3 – Fernandinho cobra, levanta na grande área, a zaga faz o corte.
  • 4 – Tinga tenta o cruzamento na direita, mas a defesa do Palmeiras corta.
  • 5 – Palmeiras voltou atacando mais. Cruzeiro se defende bem.
  • 7 – Diego Renan desce pela esquerda, cruza da linha de fundo, Henrique manda para lateral.
  • 8 – Obina domina, é desarmado por Diego Renan e comete a falta.
  • 9 – Desarmes! Palmeiras 21×10.
  • 10 – Gol! Cruzamento da direita, Tinga domina na grande área, faz o giro e chuta a gol, bola resvala na defesa e fica com Wallyson, que cruza. Borges chega antes de Bruno e empurra a bola pra rede. Cruzeiro 2×0.
  • 13 – Desperdício! Walysson é lançado na área, domina e tenta a finalização. Bruno sai bem defende.
  • 14 – Entusiasmo! Torcida celeste faz grande barulho, entusiasmada com a boa atuação de seu time.
  • 16 – Falta para o Cruzeiro na esquerda. Ceará cruza na área, João Vitor manda para fora.
  • 17 – Mazinho é lançado na área por Márcio Araújo, ele lança muito forte a bola que fica com Fábio.
  • 19 – O Palmeiras toca a bola no meio de campo.
  • 20 – Troca! Daniel Carvalho por Maikon Leite.
  • 21 – Charles domina na meia direita, toca para Ceará que cruza na área. Nenhum jogador do Cruzeiro alcança a bola que fica com a defesa palmeirense.
  • 22 – Pênalti! Maikon Leite é lançado na grande área, Victorino tenta tirar a bola com uma puxeta e o palmeirense se projeta.. Outro pênalti mal marcado.
  • 22’30”- Amarelo! Victorino pela falta, no entendimento do juiz, sobre Maykon Leite.
  • 23 – Gol! Barcos cobra no canto direito de Fábio, o goleiro cai no esquerdo. Palmeiras 1×2.
  • 25 – Montillo toca para Walysson na direita, ele tenta dominar na grande área, a bola sobra com Tinga que não consegue a finalização.
  • 26 – Recuado! Cruzeiro volta todo até seu campo de defesa, permitindo que o Palmeiras sai com tranquilidade de seu campo. Aposta é no contra-ataque.
  • 28 – Walysson tabela com Ceará na direita, Leandro Amaro e Mazinho apertam a marcação e conseguem o desarme.
  • 29 – Maikon Leite tenta dominar a bola na grande área, mas é desarmado por Diego Renan.
  • 29 – Amarelo! Barcos por falta em Victorino.
  • 31 – Wallyson cruza para Borges na área, erra e a bola fica com Bruno.
  • 32 – Troca! Barcos por Betinho.
  • 32 – Troca! Wallyson por Willian Magrão.
  • 34 – Defesaça! Tinga sai da marcação de João Vitor e chuta forte da entrada da área. Bruno espalma e faz ótima defesa.
  • 35 – Tinga acha Montillo pela esquerda, o argentino carrega até a linha de fundo e tenta o cruzamento, mas é travado por Artur.
  • 36 – Troca! Borges por Anselmo Ramon.
  • 37 – Amarelo! Leandro Amaro por segurar a bola com a mão.
  • 39 – Troca! Montillo por Souza.
  • 41 – Souza chega pela direita, toca para Anselmo Ramon, ele tenta dominar para a finalização, Tinga pega a sobra e bate em cima da zaga.
  • 42 – Maikon Leite cobra falta fora da área, levanta direto para o gol, Fábio defende no alto.
  • 43 – Eduardo Arreguy Campos: “Charles consertou o meio de campo, pondo a bola no chão. Largamos o chutão e a bola viva, que não parava nos pés de ninguém, para um jogo mais cadenciado, com passes precisos e mais produtivos. Pra mim, foi o nome do jogo.”
  • 43’30”- Juiz acrescentará 3 minutos ao jogo.
  • 44 – MVP! Wallyson escolhido o melhor do jogo pela equipe da Rádio Itatiaia.
  • 45 – Souza chega pela esquerda, cruza para Diego Renan, mas o juiz assinala impedimento do ataque cruzeirense.
  • 46 – Amarelo! Willian Magrão por falta em Mazinho, na meia esquerda.
  • 47 – Impedido! Bola levantada na área, Artur desvia e marca, mas está impedido e o gole não vale.
  • 48 – Fim de jogo. Vitória merecida do Cruzeiro que termina a rodada em 5º lugar.
  • Números: Faltas: Cruzeiro 29×12. Passes errados: Palmeiras 37×24. Finalizações: Cruzeiro 11×5. Impedimentos: Palmeiras 3×2. Desarmes: Palmeiras 10×5.
  • Celso Roth: “Tivemos saída boa, toque de bola, tranquilidade. Fizemos nosso melhor jogo no Independência, tanto no 1º quanto no 2º tempo, com menos erros de passe, com mais aproximação.”
  • Ceará: “Dominamos a partida na 1ª etapa. Na 2ª etapa, o Palmeiras, que estava perdendo, forçou mais o jogo. Eles foram felizes na marcação do pênalti, mas nos comportamos bem. Havia muito tempo que o Cruzeiro não dominava uma partida frente à torcida, e hoje conseguimos isso.”

Vídeos

Gols
Melhores momentos
Jogo completo

Atuações

  • Fábio – Correto em todas as intervenções. Fez uma bela defesa com a ponta dos dedos e trabalhou bem na reposição de bola. (Síndico)
  • Ceará – Usou a experiência pra se posicionar bem. Parece ter um piloto automático que o faz ocupar os lugares certos no campo. Tem sido muito importante defensivamente. E tem se contido no apoio, acredito, por questão tática. Outro ponto positivo é sua qualidade nas bolas paradas. (Calouro Burro) /// Está dando aula de como ser um lateral. Fechou a avenida na defesa, apoia bem, cruzamentos precisos e, bonus track, bate muita falta. Melhor contratação do ano. Chegou e assumiu a camisa 2. (J. Dias)
  • Thiago Carvalho – Seguro, não deu espaços a Barcos nem a Obina. Surpreendeu até Celso Roth que pela primeira vez o escalou. (Síndico)
  • Victorino – Voltou em grande estilo, jogando com mais rapidez e sem entradas de primeira que facilitam a vida de adversários mais habilidosos. Atuação pra encher de orgulho a Mariana Resende, líder de seu fã clube no PHD. (Síndico) /// Sua maior qualidade é o posicionamento e não a velocidade, o que aparece quando a defesa está acertada. Foi bem. (Lucas) /// Deu qualidade na saída de bola. Brincou menos em serviço (o banco aparentemente fez bem a ele). Raramente dá um chutão – mas bicou quando preciso. Ótima atuação (Kitsune) /// Errou no gol? Alguém queria que ele desse condição para o jogador adversário? Para né! Victorino foi muito bem… E tá cada dia mais belo! (Mariana Resende)
  • Diego Renan – Está jogando bem, recuperando a confiança e apoiando bem. (J. Dias) /// Depois de muito tempo, temos laterais funcionando. Isso foi fundamental para a boa exibiçao de ontem. DR alternou bem ataque e defesa e fez boa partida. O que ainda lhe falta é mais confiança quando chga na zona de definição. (Matheus Penido) /// Se faltasse confiança, ele já teria sido dispensado. Ele nunca abaixou a cabeça para as inúmeras críticas que recebeu. A questão é que se espera dele um grande lateral, quando ele é mediano, como tantos outros no Brasil. Ele ganha e perde jogadas, mas não deixa de tentar hora nenhuma. Quando esteve bem com o Adílson, tinha cobertura bem feita pra suas subidas ao ataque. (Calouro Burro)
  • Charles – Jogou com a bola no chão, com velocidade, boas arrancadas e passes certeiros. Com menos jogadores, desta vez, o meio de campo foi mais útil ao time. (Síndico) /// Melhor partida do ano. Tomou conta da meiúca quase sozinho, pois Tinga foi armador e Montillo quase um ponta esquerda.(Matheus Penido) /// Até pregar, em meados do 2º tempo, comandou a ligação defesa-ataque, muito bem. Melhorando o preparo físico será dono da camisa 7. (Kitsune)
  • Leandro Guerreiro – Desta vez, foi volante o tempo inteiro, sem ficar entre os beques. Encarregado da saida de bola, fez passes e lançamentos de boa qualidade. (Síndico)
  • Willian Magrão – Quando sobe ao ataque, na correria, me lembra um avestruz, meio desengonçado. Entrou bem, fez o que o Tinga vinha fazendo e puxou vários contra ataques. Ainda não consigo ter uma opinião dele defensivamente. (Calouro Burro)
  • Tinga – Guardadas as devidas proporções, me lembrou o Ramires, quando ajudava na armação mais centralizado e chegava ao ataque. Marcou, armou e finalizou, além de ter orientado bastante seus companheiros quanto ao posicionamento na marcação. Pra mim, o melhor em campo. (Calouro Burro) /// Que partida! Correu e produziu muito, além de dar espaço a Montillo. Faltou apenas o gol, pra afastar de vez a imprecisão nas conclusões. (Kitsune) /// Fez muita diferença. Bom ter alguém pra colocar a bola no chão e distribuir passes na hora exata. Usou a qualidade e a experiência pra fazer o time valorizar mais a posse de bola na parte final do jogo. (Hugo 5erel0)
  • Souza – Pouco tempo em campo, mas boa contribuição na manutenção da posse de bola. (Síndico)
  • Wallyson – Ligado, procurou jogadas de linha de fundo, voltou pra marcar, enfim, deu esperança de te ter chutado a má fase. (Síndico)
  • Borges – Dois gols e boa movimentação. (Síndico)
  • Anselmo Ramon – Protege bem a bola, é boa opção pra segurá-la no ataque. Falhou apenas ao receber uma bola roladinha do Souza e, ao invés de chutar, se embananou com ela. (Calouro Burro)
  • Montillo – Jogou na ponta-esquerda, com isto se livrou da marcação cerrada pelo meio e criou grandes jogadas. (Síndico)
  • Celso Roth – Depois do jogo, ele admitiu ter encontrado a formação ideal meio sem querer, movido pelas ausências e pela necessidade de enganar Felipão. Sorte ou não, seu time jogou bem e merecia até um placar mais dilatado. (Síndico) /// Foi excelente ao tentar recuperar o Wallyson ontem. Nas atuais condições de pressão, temperatura e falta de dinheiro, não se pode desperdiçar um jogador corredor, que cruza e chuta bem como ele. (Gleyton)
  • Torcida – Não compareceu em grande número, mas apoiou o tempo todo. (Síndico)
  • Juiz & Bandeiras – Dois pênaltis mal marcados, impedimento de Wallyson não anotado no segundo gol celeste foram erros fatais. (Síndico)
  • Cruzeiro – O time todo se dedicou e jogou com mais equilibrio emocinonal. Não esteve nervoso nem ansioso como em outras partidas. Pra mim, o melhor em campo foi o Tinga. Jogou muito. Que garra! Que dedicação ele teve pra defender e atacar. Montillo também fez boa partida. Charles, Victorino, Ceará, e claro, Borges que é “matador” também estiveram bem. Wallyson deu mostras de que voltará a jogar seu verdadeiro futebol. (Beth Makennel) /// Foi a segunda melhor atuação do time no campeonato. Tiago perfeito na zaga. Tinga mostrou consciência tática e preparo físico espetaculares. Walisson trouxe a esperança de termos um ataque de bom nível novamente. Tomara que a melhora substancial não se perca na próxima partida. (Marco Soalheiro) /// Atuação bem acima daquilo que o time vinha mostrando. Meio de campo mais combativo, mais toque de bola, jogadas pelos lados, movimentação e boa marcação. O que em parte se explica pela excelente partida da dupla Charles e Tinga. Poderia até ser uma vitória mais tranquila, não fosse o penalti (compensada do juiz), duas boas defesas do goleiro e várias tuações de gol desperdiçadas na reta final da partida. (Mauro França) /// Meio caminho andado, mas nada que possa fazer o Cruzeiro relaxar, já que ano passado ele terminou o turno em 7º com 27 pontos. É continuar trabalhando pra encontrar uma formação competitiva. (Lucas)
  • Palmeiras – Time bem montado, mas que sentiu falta de um jogador de criação e de seu mestre das bolas paradas, Marcos Assunção. (Síndico)

O que foi dito

  • Celso Roth, técnico do Cruzeiro: Tivemos saída, toque de bola e tranquilidade. Fizemos o melhor jogo no Independência, tanto no 1º, quanto no 2º tempo. Falta alguma coisa, mas encaminhamos uma maneira de jogar. O time está de parabéns, porque venceu um clássico difícil, pontuou em casa, depois de uma derrota, em que não atuamos bem. Fizemos apresentação digna de Cruzeiro. Não como a gente quer, mas digna de Cruzeiro. Foi uma situação emergencial que me fez escalar o Cruzeiro assim. Thiago Carvalho e Victorino tiveram atuação brilhante. Também mudamos a maneira de jogar com Montillo pela esquerda, Wallyson pela direita, Tinga centralizado e Borges no comando do ataque, fazendo um 4-2-3-1, que funcionou bem. Deixamos de matar o jogo 3 ou 4 vezes por escolhas erradas. A finalização do Tinga foi errada, a do Wallyson foi uma defesa fantástica do Bruno. Tivemos mais 2 ou 3 oportunidades, mas fizemos escolhas erradas. Já na saída do 2º tempo, Felipão colocou dois jogadores de área e fizemos a marcação. No final do jogo, o Felipe encheu de atacantes. Foi perigoso.
  • Tinga, meia do Cruzeiro: Todos se aplicaram taticamente. Tivemos uma mudança no meio-campo, que pouca gente percebeu, com Guerreiro e Charles mais atrás e eu um pouco à frente, centralizado. Montillo foi pra esquerdo, onde consegue ter campo e cortar pra dentro. Com a presença dele pelos lados, ao invés de centralizado, o Cruzeiro ganhou mais chegada. Acredito que a torcida saiu satisfeita com a vitória dentro de casa. Esta partida deu gosto de jogar. Alguns jogadores que não vinham atuando, como nossa dupla de zaga, fizeram grande jogo. Estão todos focados e a tendência é chegar no final buscando um objetivo grande.
  • Ceará, lateral-dreito do Cruzeiro: A adaptação tem sido maravilhosa. O grupo tem se empenhado bastante, não deixou a peteca cair após o mau resultado contra o Corinthians. Em frente à nossa torcida, conseguimos reagir bem e dominar a 1ª etapa. Foi uma vitória merecida. Tentamos jogar coletivamente, um perto do outro. Isso é o mais importante, todo mundo tentando jogar coletivamente.
  • Wallyson, atacante do Cruzeiro: A torcida sabe a minha importância dentro do grupo. Eu sei também. Tenho que colocar a cabeça no lugar, trabalhar forte, pra quando aparecer a oportunidade, agarrar. Descansei a cabeça, que estava um pouco complicada. Entrei muito bem e pude ajudar minha equipe.
  • Bruno, goleiro do Palmeiras: Não foi pênalti. Se foi falta, foi fora da área. A zona de rebaixamento é algo pra se preocupar. Precisamos fazer mais pelo Palmeiras. Não adiantou nada eu ter ido bem. Perdemos do mesmo jeito.
  • Roberto Frizzo, diretor de futebol do Palmeiras: Estamos sendo castigados pela arbitragem em vários jogos. Mais uma vez, não perdemos no campo, mas sim, pela arbitragem. Vamos fazer um protesto. Estamos decepcionados.
  • Juca Kfouri, em seu blog: O Cruzeiro ganhar, em casa, do Palmeiras, por mais que um tenha sido um fiasco na Copa do Brasil e o outro um belo campeão, não surpreende. Nem as reclamações contra a arbitragem.
  • André Kfouri, em seu blog: 1. A torcida do Santos, carente de atacantes, deve adorar ver Borges marcar gols pelo Cruzeiro no Palmeiras, no Independência. 2. O árbitro Fabrício Neves estava mal colocado no lance do “pênalti” para o Cruzeiro. Só isso explica o fato de ele não ter visto que os dois pés de Montillo estão fora da área no momento do contato.
  • Wagner Caetano, no PHD: Foi um jogo melhor que os anteriores, mas apenas mediano. O time criou mais chances, Montillo jogou bem, Borges também. Wallyson se movimentou bastante no ataque criando opções. Tinga e Charles dominaram o meio enquanto tiveram fôlego. Ceará se destacou mais uma vez. A zaga esteve segura. O jogo poderia ter sido mais fácil pois o Palmeiras veio sem mais da metade do time: Marcos Assunção, Valdivia, Thiago Heleno, Maurício Ramos, Román, Luan, Wesley e Cicinho. Talvez por isso eu não esteja tão eufórico como a maioria. Também não gostei do fato de o Cruzeiro ter vencido com 2 gols irregulares, mesmo que o do Palmeiras também tenha sido irregular. Mas isso é do futebol. um dia, ajudado, outro prejudicado. Valeu pelos 3 pontos e pra ganhar confiança pra enfrentar a Ponte Preta. Completo, o Cruzeiro é competitivo e vai passar longe do Z4 .
  • Polaco, no PHD: O Barcelona das Américas voltou. Que se cuidem Cocota, Sumpaulo, Inter, Vasco, Grêmio e Flu. Agora, vai!

Fontes

Transmissão

  • Sportv