Cruzeiro 2x1 Goiás - 23/11/2014

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para: navegação, pesquisa


Confrontos posteriores e anteriores
Por temporada
Escudo Grêmio.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Atlético-MG.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Grêmio.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos  do Escudo Chapecoense.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 3x1 Escudo Criciúma.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 0x1 Escudo Atlético-MG.png
Contra Goiás
Escudo Goiás.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos  do Escudo Cruzeiro.png 1x0 Escudo Goiás.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
2 x 1 Escudo Goiás.png
Goiás
36ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Data: 23 de novembro de 2014 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 17h Estádio: Mineirão
Árbitro: Paulo Henrique de Godoy Bezerra Público pagante: 56.729
Assistente 1: Carlos Berkenbrock Público presente: 57.129
Assistente 2: Nadine Schramm Camara Bastos Renda: R$ 3.609.142,00
R$ 3.609.142
Cr$ 3.609.142
NCr$ 3.609.142
Cz$ 3.609.142
NCz$ 3.609.142
(preço médio: R$ 63,62 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Goiás:
1. Fábio 1. Renan
2. Mayke Substituição realizada 46'(2T) de jogo 46'(2T) ( 31. Eurico ) 2. Tiago Real Cartão amarelo recebido aos 25  (1T) 25'  (1T)  
3. Léo 3. Jackson
4. Bruno Rodrigo 4. Pedro Henrique
6. Egídio 5. Amaral
8. Henrique Cartão amarelo recebido aos 32  (1T) 32'  (1T)   7. Thiago Mendes
17. Éverton Ribeiro Gol aos 17 do  (2T) 17'  (2T) 8. David Substituição realizada 45'(2T) de jogo 45'(2T) ( 17. Wellinton Júnior )
16. Lucas Silva Substituição realizada 19'(2T) de jogo 19'(2T) ( 19. Nilton ) 9. Samuel Gol aos 22 do  (1T) 22'  (1T)
28. Ricardo Goulart Gol aos 12 do  (1T) 12'  (1T) 10. Ramon Substituição realizada 36'(2T) de jogo 36'(2T) ( 20. Esquerdinha Cartão amarelo recebido aos 47  (2T) 47'  (2T)   )
18. Marcelo Moreno Substituição realizada 34'(2T) de jogo 34'(2T) ( 10. Júlio Baptista ) 6. Felipe Saturnino Substituição realizada 20'(2T) de jogo 20'(2T) ( 16. Lima )
25. Willian 11. Erik Lima
Técnico: Marcelo Oliveira Técnico: Ricardo Drubscky
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Goiás:


Pré-Jogo

CLASSIFICAÇÃO: O Cruzeiro é o 1º, com 73 pts, 22 v, 7 e, 6 d, 62 gp, 35 gc, 27 sd, 70% de aproveitamento. O Goiás é o 12º, com 44 pts, 12 v, 8 e, 15 d, 33 gp 5 gc, -2 sd, 42% de aproveitamento.

AUSENTES no Cruzeiro: Tinga (V), Rafael Monteiro (G), Alisson (M), Alan (G), Borges (A), Ceará (L), Marquinhos II (A), lesionados, Samudio (L), Willian Farias (V), suspensos.

PENDURADOS no Cruzeiro: Dagoberto, Ceará, Egídio e Alisson.

BANCO do Cruzeiro: Elisson (G), Breno Lopes (L), Alex, Manoel (B), Eurico, Nílton (V), Júlio Baptista, Marlone (M), Dagoberto, Judivan, Neilton (A).

AUSENTES no Goiás: Valmir Lucas, Leo Veloso, Juliano e João Paulo, lesionados, Felipe Macedo, suspenso.

PENDURADOS no Goiás: Alex Alves, Amaral, Esquerdinha, Lima, Moisés, Samuel e Valmir Lucas.

BANCO do Goiás: Edson, Lima, Rodrigo, Esquerdinha, Assuerio, Murilo.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “A esperança é de ser campeão neste domingo. A possibilidade é boa, mas o adversário é muito difícil. Estava até comentando com os jogadores que saímos pra dois jogos importantes e dificílimos. Nos mobilizamos muito e não podemos achar que é uma coisa menor agora. Temos que ter a mesma determinação, ser envolventes e marcar pra concretizarmos o que construímos ao longo de sete meses. O que nos tranquiliza é o que apresentamos ao longo do campeonato.”

RICARDO DRUBSCKY, técnico do Goiás: “Vamos tentar ser ofensivos colocando mais um atacante. Todos sabem que temos alguns pontos críticos. Não podemos esquecer que estamos enfrentando adversários poderosos. Foi assim com Internacional e Corinthians, e será de novo contra o Cruzeiro. Porém, esperamos agredir mais.”

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 18h53. TIMES em campo, Cruzeiro, com uniforme tradicional. Goiás, com camisas e calções brancos e meias verdes.
  • 16h57. HINO Nacional.
  • 16h59. MACELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Tem que ver se a bola rola. Se não estiver rolando, vamos jogar no Marcelo Moreno e esperar por uma segunda bola. Nosso time é de toque de bola, no chão.”
  • 17h. COMEÇA o jogo. Cruzeiro, àdireita das tribunas, dá a saída.
  • 01. Moreno recebe passe na intermediária, mas é desarmado.
  • 02. Ricardo Goulart tenta cruzar da pontadiestra, mas é travado. Corner pro Cruzeiro.
  • 02’30”. Samuel chuta de longe, bola sai à direita do arco celeste.
  • 03. Juiz chama atenção de beques e atacantes por conta de agarrões na área.
  • 04. Ribeiro cobra corner, Goulart desvia, Thiago Mendes limpa a área do Goiás.
  • 05. BOB FARIA, comentarista da Globo: “Cruzeiro bateu mal os três escanteios”.
  • 06. Egídio dribla Erik e sai jogando.
  • 06’30”. Erik disputa pelo alto e comete falta em Bruno Rodrigo.
  • 07. Everton Ribeiro cruza da direita, Marcelo Moreno cabeceia com perigo, bola sai rente o poste direito.
  • 08. Marcelo Moreno cabeceia pra fora a 9ª bola levantada na área goiana.
  • 09. Cruzeiro joga pela direita, pois o lado esquerdo está alagado dificultando o trabalho de Egídio.
  • 10. Marcelo Moreno recebe bola na área esmeraldina, mas não consegue finalizar. Mayke fica coma bola e chuta. Renan defende.
  • 11. TORCIDA CELESTE: “Nós somos o Cruzeiro / Tricampeão brasileiro / Nada mais interessa / Nós queremos o tetra”.
  • 12. GOL. Mayke cruza da direita, Ricardo Goulart se adianta à bequeira e cabeceia enviesado. Bola entra no canto direito. CRUZEIRO 1×0.
  • 13 BALANÇOU! Comemoração da torcida celeste faz o Mineirão balançar.
  • 13’30”. ARTILHEIRO. Ricardo Goulart se iguala a Henrique na liderança dos goleadores do campeonato.
  • 14. Samuel invade a área pela esquerda, cai e pede pênalti. Godoy Bezerra manda o jogo seguir.
  • 15. BOB FARIA, comentarista da Globo: “Um pedacinho de campo basta ao Cruzeiro, que é muito técnico e encontrou esse espaço.”
  • 16. Lucas Silva solta uma bomba na cobrança e falta. Renan defende.
  • 17. Thiago Mendes cruza buscando Samuel, que não alcança. Bola atravessa área celeste, mas ninguém aparece pro arremate.
  • 18, Everton Ribeiro chuta fraco, Renan defende.
  • 19. BANHEIRA. Marcelo Moreno recebe livre na área, mas está impedido.
  • 20. Goiás tem dificuldade pra chegar ao ataque.
  • 21. POSSE DE BOLA: Cruzeiro, 56%.
  • 22. GOL. David cobra falta na intermediária levantando a bola na área celeste. Ela cai atrás da bequeira e fica com Samuel, que ajeita e arremata com tiro forte, indefensável. GOIÁS 1×1.
  • 23. FINLIZAÇÕES: Cruzeiro 6×2.
  • 24. Goiás contrataca, Erik cabeceia bola cruzada, que para na grama encharcada.
  • 25. AMARELO. Tiago Real.
  • 26. Egídio cruza da esquerda, Renan corta de soco.
  • 27. Fábio se antecipa a Thiago Mendes e fica com bola lançada na área celeste.
  • 28. BOB FARIA, comentarista da Globo: “Goiás encontrou caminho pelo lado direito e está forçando por ali. Cruzeiro parou de usar o seu lado direito.”
  • 29. Jogo parelho, neste momento. Gramado dificulta jogadas rápidas do estilo celste.
  • 30. Ramon recebe na área, ajeita pra destra e arremata, Fábio salta e defende à sua direita.
  • 31. AMARELO. Henrique, por falta em Ramon.
  • 32. CHUVA. Após 14 horas seguidas, ela deixou o gramado encharcado, mas não impraticável. Lado esquerdo do cruzeiro é onde há mais água retida, dificultando o trabalho de Egídio. Mayke, pela direita, é a arma ofensiva mais utilizada pelo time azul.
  • 33. Lucas Silva chuta de longe, bola passa muito acima do travessão.
  • 34. Mayke e Everton Ribeiro não se entendem na cobrança de lateral e a bola fica com o Goiás.
  • 35. Thiago Mendes é cercado por três cruzeirenses e recebe falta.
  • 36. Jogo equilibrado. Goiás controlou a pressão inicial do Cruzeiro e já ameaça Fábio com jogadas buscando o veloz e irrequieto Samuel.
  • 37. Egídio e Mayke cruzam. Saturnino afasta de cabeça o primeiro, Lucas Silva arremata pra fora o segundo.
  • 38. Erik, artilheiro do Goiás, está sumidão. Campo encharcado não favorece seu jogo de velocidade.
  • 39. Ramon faz boa joga na pontesquerda, invade a área, mas deixa a bola sair pela linha de fundo.
  • 40. PASSES ERRADOS: Cruzeiro 28×20.
  • 40’30”. David, com 6, e Egídio, com 5, foram os que mais erraram passes.
  • 41. Bruno Rodrigo desarma Erik, dentro da área celeste.
  • 42. Mayke cruza, bola sai com veneno, Renan manda pra escanteio.
  • 43. É REDE! Everton Ribeiro cobra corner na esquerda, Leo Simões cabeceia, bola vai pra rede, mas elo lado de fora, à direita de Renan.
  • 44. CHUVA para. Jogo segue equilibrado.
  • 44’30”. Lucas Silva e Samuel, com 3 chutes a gols, foram os que mais finalizaram jogadas.
  • 45. FIM de 1º tempo. Goiás se adaptou melhor ao gramado encharcado. Cruzeiro abusou da ligação direta.
  • NÚMEROS do 1º tempo: Posse de bola: Cruzeiro, 55%. Finalizações: Cruzeiro 10×4. Bolas levantadas: Cruzeiro 18×7. Cabeçadas: Cruzeiro 3×1. Faltas: 9×9. Passes errados: Cruzeiro 29×21. Roubadas de bola: Cruzeiro 12×0.
  • RICARDO GOULART, meia do Cruzeiro: “Ninguém nos deu nada de graça, até agora. Lutamos e mostramos nossa competência. Hoje não será diferente. Vamos buscar nosso objetivo.”
  • DAVID, volante do Goiás: “Estamos bem. Conseguimos igualar as ações ofensivas. A bola parada tem sido uma boa alternativa.”

Segundo Tempo

  • 18h03. TIMES voltam a campo sem alterações.
  • 18h05. COMEÇA o 2º tempo. Goiás dá a saída.
  • 46. Ricardo Goulart recebe na área do Goiás e chuta forte. Renan encaixa.
  • 47. Mayke recebe lançamento na área esmeraldina, mas não alcança a bola.
  • 48. Thiago Mendes chuta de canhota, bola desvia em Erik e sai à direita de Fábio.
  • 49. David chuveira na área do Cruzeiro, Ramon não alcança, Pedro Henrique não consegue cruzar.
  • 50. Henrique recebe bola torta, que sai pela lateral.
  • 51. Egídio cruza da esquerda, bola sai pela linha de fundo.
  • 52. ORGANIZADAS do Cruzeiro: Geral Celeste, China Azul, FanatiCruz, Sangue Azul, Cachazeiros, Jovem, Motozeiros, Rapozama, Máfia Lafaiete, Nação Azul de Varginha, Força Azul de Lavras, Força Atuante Celeste.
  • 53. FOI! David lança Samuel, que invade a área, Henrique carrinha, bola bete em seu braço, goianos pedem pênalti, juiz nega. Mas foi, segundo os critérios e recomendações da CBF.
  • 54. MÁRCIO REZENDE DE FREITAS, comentarista de arbitragem da Globo: “Henrique traz o braço junto ao corpo e tenta tirá-lo da bola, mas eu marcaria o pênalti, pois ele assume o risco e fica com a posse de bola ao tocá-la com o braço.”
  • 55. Tentativa de lançamento para Willian no comando de ataque do Cruzeiro, mas Renan intercepta.
  • 56. BOSCHILIA faz são Paulo 1×0 Santos, na Arena Pantanal, Cuiabá. Agora o Cruzeiro só campeona nesta rodada se vencer o Goiás.
  • 57. BOB FARIA, comentarista da TV Globo: “Se o Samuel jogar com essa intensidade até o fim da partida, vou ficar espantado. Ele corre e está em todos os lugares do campo.”
  • 58. MINAS ARENA não informou o gol do São Paulo por autofalantes, nem pelo telão.
  • 59. Lucas Silva chuta de fora da área, defesa dá rebote, Marcelo Moreno não consegue dominar e concluir.
  • 61. Everton Ribeiro tentar passar a Egídio na pontesquerda, mas a bola sai pela linha de fundo.
  • 62. GOL. Willian cruza da esquerda, Everton Ribeiro se antecipa a Felipe Saturnino e cabeceia. Renan nada pôde fazer. CRUZEIRO 2×1.
  • 63. Everton Ribeiro, que já fez 10 assistências (é líder neste quesito ao lado de Conca) marca seu 5º gol e 64º do Cruzeiro no no campeonato.
  • 64. TROCAS. Felipe Saturnino x Lima e Lucas Silva x Nilton.
  • 65. FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 13×5.
  • 66. DEFESAÇA. Bola desvia em Bruno Rodrigo, e obriga Fábio a busca-la no cantim direito.
  • 67. Torcida grita nome do goleiro celeste.
  • 68. BALIZA. Samuel acerta bolada no poste direito do arco celeste. Na volta, Erik enche o pé e Fábio faz outra defesaça. Bandeirinha Nadine marcou impedimento do ataque goiano. E errou feio.
  • 70. DESCALIBRADO. Samuel cruza da pontesquerda, bola sai pela linha de fundo.
  • 72. Egídio cruza da esquerda, Renan defende em dois tempos.
  • 73. LÁ E CÁ. Jogo aberto. Cruzeiro pressiona, Goiás contrataca.
  • 76. Samuel chuta de longe, Fábio defende.
  • 77. Goiás se lança ao ataque. Cruzeiro recua pra garantir a vantagem.
  • 79. TROCA. Marcelo Moreno x Júlio Baptista.
  • 80. Marcelo Moreno só finalizou uma vez. E pra fora.
  • 81. Ricardo Goulart recebe lançamento na área goiana, mas fura ao tentar o arremate.
  • 82. TROCA, Ramon x Esquerdinha.
  • 84. Erik recebe bola no ataque, mas é desarmado. Ele está decepcionando neste jogo.
  • 85. Lima cobra falta com veneno, Fábio defende em dois tempos.
  • 87. David cobra falta na barreira. No rebote, Fábio chega antes de Samuel e fica com a bola.
  • 88. Mayke cai sentindo dores na coxa e pede pra sair. Willian, que iria sair, continua em campo.
  • 89. TROCA. Mayke x Eurico.
  • 90. Erik chuta forte, Fábio defende com dificuldade. Mas o lance já estava impugnado pela bandeirinha, que viu impedimento do jovem goiano.
  • 91. TROCA, David x Welinton Junior.
  • 92. AMARELO. Welinton Junior.
  • 93. ACABOU! Acabou! Acabou! Ë tetra! É tetra! É tetra! É tetra!
  • 94. EUFORIA. Jogadores reservas e comissão técnica do Cruzeiro invadem o gramado para celebrar o bicampeonato.
  • WILLIAN, atacante do Cruzeiro: A euforia era grande por parte do torcedor. Dentro de campo, sabíamos que teríamos que correr muito e lutar para conquistar esse título hoje. Muitos clubes buscam esse título há anos. Então, temos que comemorar muito. É um campeonato difícil. Mesmo assim, ficamos sempre na ponta.”
  • EVERTON RIBEIRO, meia do Cruzeiro: “Everton Ribeiro: Dia de festa. Um jogo prejudicado pela grama, mas superamos. Fomos por cima e faturamos este belo título.”

Vídeos

Gols
Gols narração Alberto Rodrigues
Narração Pequetito
2º tempo

Atuações

  • TORCIDA CELESTE, como toda grande torcida brasileira, compareceu em massa devido à perspectiva de título. Como toda grande torcida brasileira, fez muita festa antes e no começo do jogo. Como toda grande torcida brasileira, murchou quando seu time levou o gol de empate. Como toda grande torcida brasileira, voltou a fazer festa quando seu time desempatou. E, como toda torcida brasileira, comemorou moderadamente mais um título de campeonato por pontos corridos. Destaque pra recepção ao ônibus do time e ao fato de, finalmente após 30 rodadas na liderança, assumir o topo do pódio de público pagante no torneio.
  • FÁBIO fez dois milagres, garantindo a festa. Nos demais lances, esteve sempre correto.
  • MAYKE fez um cruzamento espetacular para o primeiro gol
  • LEO SIMÕES teve dificuldades com Samuel, mas se virou como foi possível e não comprometeu.
  • BRUNO RODRIGO foi melhor da defesa, com seu futebol sóbrio e eficaz.
  • EGÍDIO jogou na parte mais encharcada do gramado, na etapa inicial, sendo pouco acionado e tendo dificuldade na marcação. Na etapa final, voltou ao normal e esteve a pique de marcar ao cabecear bola cruazada da direita.
  • HENRIQUE quase põe a perder sua partida perfeita ao cometer pênalti, que o juiz não deu. Jogar em pé, quaisquer circunstâncias, é o melhor procedimento que um futebolista pode adotar.
  • LUCAS SILVA fazia boa partida, combatendo, tentando armar e chutando a gol. Não precisava sair, embora o substituto, Nílton, também tenha jogado bem.
  • NÍLTON entrou entusiasmado e deu duro em cima dos lépidos meiocampistas e atacantes goianos.
  • EURICO não teve tempo pra mostrar seu bom futebol.
  • EVERTON RIBEIRO joga bem debaixo de sol ou de chuva. Marca, arma e finaliza, com imensa qualidade. Fez gol de centroavante, justamente quando a torcida recebia a má notícia do gol sãopaulino em Cuiabá.
  • RICARDO GOULART procura o jogo e o gol incessantemente. Igualou-se a Fred, Flu, e Henrique, do Palmeiras, ao abrir o caminho pra vitória. Mas não ficou só nisso. Deslocou-se, deu combate e trabalhou com os demais colegas, como mestre do jogo coletivo que é.
  • WILLIAN cruzou a bola do gol da vitória e trabalhou corretamente na canhota, atacando e voltando na marcação.
  • MARCELO MORENO, sem inspiração suficiente pra deixar seu gol, dedicou-se à causa como um trabalhador da marcação de saída de bola.
  • JÚLIO BAPTISTA entrou com o tal do sangue nos olhos, deu um pique rumo à área e desarmou um esmeraldino descomplicando a defesa celeste. Foi um indicativo de sua boa vontade, humildade e fé no grupo.
  • MARCELO OLIVEIRA apostou na habilidade e não no peso pra superar a cancha encharcada, escalando jogadores de movimentação. As dificuldades da etapa inicial pareciam lhe tirar a razão, mas o resultado indicou o contrário.
  • CRUZEIRO precisou ir além da técnica pra superar a cancha pesada e um adversário bem organizado e disposto.
  • GOIÁS, sem medo de rebaixamento, nem cobranças por uma posição melhor na tabela, jogou relaxadamente. Deu trabalho à defesa celeste, com dois atacantes avançados, e segurou o ímpeto do líder com duas linhas de quatro bem postadas. Na de volantes, Ramon era quem tentava armar o time. O campo encharcado na primeira etapa não atrapalhou o time esmeraldino que foi mais prático e não tentou jogar com passes curtos. Sempre perigoso, obrigou Fábio a se desdobrar pra impedir um empate que não seria surpreendente, tendo em vista o rendimento das equipes.
  • COMBO DE ARBITRAGEM cometeu mais erros técnicos do que se deveria esperar de árbitros de ponta. Se bem que o Godoy Bezerra nem pode ser considerado de primeira linha. Os goianos reclamaram, com razão, de um pênalti cometido por Henrique e o Cruzeiro de um impedimento mal marcado pela bandeirinha Nadine. De resto, pequenos equívocos normais de jogo.

O que foi dito

  • MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Houve uma boa combinação. O Cruzeiro sempre foi tido como academia de bom futebol, com times maravilhosos, que faziam muitos gols. Tenho colocado mais jogadores técnicos e tento fazer com que eles entendam que é possível marcar e atacar. Podemos ser eficientes na marcação sem deixar de ser criativos e ofensivos.
  • DAGOBERTO, atacante do Cruzeiro: Muitos conquistam títulos, agora mantê-lo na temporada seguinte é muito difícil, principalmente disputando contra times grandes, com altos investimentos. Mas a gente lutou muito pra isso se realizar.
  • EVERTON RIBEIRO, meia do Cruzeiro: “Tinha parte do gramado que estava impraticável, alagada. Esperamos que na final o campo não atrapalhe ninguém, mas, independentemente do gramado ou do tempo, vamos dar o nosso melhor. Nos apegamos ao nosso ano, nosso futebol, ao que temos apresentado diariamente. Isso nos dá confiança para virar qualquer resultado.
  • GILVAN DE PINHO TAVARES, presidente do Cruzeiro: A equipe começou a ser montada em outubro de 2012 e hoje, com muita alegria, emoção e felicidade, estamos colhendo frutos. Já sconquistamos dois títulos brasileiros, um mineiro e estamos na final da Copa do Brasil. Essa torcida maravilhosa, que lota estádio, gera receita com o Sócio do Futebol e que nos possibilita manter essa equipe por dois anos seguidos, merece as conquistas. O trabalho só tem sucesso por causa dela e espero que continue assim no meu próximo mandato de três anos.
  • RICARDO DRUBSCKY, técnico do Goiás: Não merecíamos perder. O Cruzeiro é o grande time do campeonato e tem seus méritos, mas jogamos de igual pra igual com ele.
  • MÁFIA AZUL, em seu bandeirão: A Deus toda glória.
  • MAURÍCIO GFARCIA VIEIRA, no PHD: Coloquei foto da faixa “A Deus toda Gloria”, no Facebook e convidei dois primos meus atleticanos doentes e também evangélicos pregadores para comentar a respeito. Vejam as respostas:1) Muito legal mesmo!!! Nunca havia visto isso em um estádio! Parabéns à China Azul 2) Nossa que lindo…mas c fosse da torcida atleticana….ia ser mais apaixonante rsss

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas
  • SporTV