Cruzeiro 2x1 Coritiba - 25/06/2011

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo América-MG.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Vasco.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro 2011
Escudo América-MG.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Vasco.png 0x3 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Arena do Jacaré
Escudo América-MG.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Grêmio.png
Contra Coritiba
Escudo Cruzeiro.png 4x1 Escudo Coritiba.png Gol aos do Escudo Coritiba.png 2x1 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
2 × 1 Escudo Coritiba.png
Coritiba
6ª rodada do Campeonato Brasileiro 2011
Data: 25 de junho de 2011 Local: Sete Lagoas, MG
Horário: 21h Estádio: Arena do Jacaré
Árbitro: Fabricio Neves Correa Público pagante: 5.252
Assistente 1: Altemir Haussman Público presente: 6.442
Assistente 2: Jose A. Chaves Franco Filho Renda: R$ 90.783,75 R$ 90.783,75 <br />Cr$ 90.783,75 <br />NCr$ 90.783,75 <br />Cz$ 90.783,75 <br />NCz$ 90.783,75 <br /> (preço médio: R$ 17,29 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Coritiba:

1. Fábio Cartão amarelo recebido aos 1. Edson Bastos
2. Marquinhos Paraná 2. Jonas
3. Léo 4. Pereira
4. Gil 3. Emerson Cartão amarelo recebido aos
5. Fabrício 6. Eltinho Cartão amarelo recebido aos
6. Diego Renan Cartão amarelo recebido aos 5. William Cartão amarelo recebido aos
7. Everton 8. Leo Gago
8. Henrique Substituição realizada de jogo ( 16. Dudu ) 7. Rafinha
9. Anselmo Ramon Substituição realizada de jogo ( 18. Brandão ) 10. Davi Substituição realizada de jogo ( 17. Marcos Aurelio Gol aos do )
10. Montillo Gol aos do Gol aos do 11. Everton Ribeiro Substituição realizada de jogo ( 16. Everton Costa Cartão amarelo recebido aos )
11. Wallyson Substituição realizada de jogo ( 15. Leandro Guerreiro ) 9. Bill Substituição realizada de jogo ( 18. Leonardo )
Técnico: Joel Santana Técnico: Marcelo Oliveira
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Coritiba:


Pré-Jogo

Em 18º lugar, na zona de rebaixamento, o Cruzeiro trocou de treinador durante a semana. Saiu Cuca, chegou Joel Santana.

O novo treinador não contará com os laterais Pablo, Vítor e Gilberto, e o meia Roger Galera, contundidos. Também estará fora, o beque Victorino, servindo à Seleção Uruguaia.

Após 45 dias afastado por motivos técnicos e de lesão muscular, o lateral Diego Renan volta ao time. E Francisco Everton deve ser um dos volantes, indo Marquinhos Paraná para a lateral-direita.

O Coritiba, dirigido pelo mineiro Marcelo Oliveira, O Pacote, é o 16º colocado com 4 pontos. O atacante Marcos Aurélio, recuperado de uma lesão muscular, e zagueiro Emerson, livre de suspensão, voltarão ao time. Contundido, o volante Leandro Donizete será o desfalque.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 20h55 – Coritiba em campo com uniforme tradicional (camisas brancas com duas faixas verdes, calções pretos, meias brancas).
  • 20h55 – Cruzeiro em campo com uniforme tradicional.
  • 20h59 – Execução do Hino Nacional.
  • 21h04 – Começa o jogo. Cruzeiro, à direita das cabines de rádio, dá a saída.
  • 00 – Banco de reservas: Rafael Monteiro, Gil Bahia, Naldo, Leandro Guerreiro, Dudu, Ortigoza, Brandão.
  • 01 – Pereira corta cruzamento da direita com um chutão.
  • 02 – Davi puxa contra-ataque, mas é desarmado por Montillo.
  • 03 – Wallyson faz grande jogada pela direita, entra na área, mas é travado por William.
  • 04 – Fábio completa 394 jogos com a camisa celeste.
  • 05 – Diego Renan cruza da esquerda, Wallyson chega atrasado, bola sai pela linha de fundo.
  • 06 – Eltinho cruza da esquerda, Gil espana.
  • 07 – Anselmo Ramon lança Wallyson, que chuta forte, cruzado, da direita. Bola por cima do travessão.
  • 08 – Davi lança bola na área, Fábio defende.
  • 09 – Jonas tenta jogada pela direita, mas deixa bola escapar pela lateral.
  • 10 – Marquinhos Paraná passa a Walysson, que é desarmado por Eltinho.
  • 11 – Eltinho cruza da esquerda, Fábio defende pelo alto, antes da chegada de Jonas, que preparava o bote.
  • 12 – Henrique é derrubado por Everton Ribeiro.
  • 13 – Wallyson tropeça na bola e cai na meia lua. Segue o jogo.
  • 14 – Wallyson cruza da direita, Jonas se antecipa a Montillo e corta. Bola fica com Edson Bastos.
  • 15 – Marquinhos Paraná passa a Wallyson e faz a ultrapassagem, mas o atacante erra o passe e a bola fica com Eltinho.
  • 16 – Wallyson, da direita, tenta encontrar Montillo na área. Emerson intercepta.
  • 17 – Davi derruba Anselmo Ramon na entrada da área. Montillo cobra, bola toca na barreira e sai pela linha de fundo. Montillo cobra pela esquerda, bola sai pelo lado oposto.
  • 18 – Esquema de jogo! Montillo joga livre, Fabrício fica preso na marcação, Francisco Everton e Henrique dão mais apoio ao ataque, que tem em Wallyson o mais acionado.
  • 19 – Francisco Everton lança Anselmo Ramon, que é desarmado por Jonas.
  • 20 – Montillo cobra escanteio pela direita, Edson Bastos corta com um soco.
  • 21 – Torcida cruzeirense não comparece em grande número, mas está animada.
  • 22 – Marquinhos Paraná lança Montillo, que enfileira três adversários, mas é desarmado por William.
  • 23 – Emerson desvia pra escanteio chute de Anselmo Ramon.
  • 24 – Anselmo Ramon é acionado por Francisco Everton, mas não domina a bola.
  • 25 – Henrique sofre falta na intermediária. Montillo cobra, Pereira corta de cabeça.
  • 26 – Bill recebe de Rafinha na meia-direita e sofre falta de Fabrício. Everton Ribeiro cobra, sem perigo.
  • 27 – Perigo! Fabrício perde bola, Jonas cruza, Bill se antecipa a Gil e conclui com muito perigo. Bola por cima do travessão.
  • 28 – Montillo chuta de longe, pra fora.
  • 29 – Preocupado! Abraçado à prancheta, Joel aparenta decepção na beira do campo.
  • 30 – Wallyson passa a Montillo, que chuta em cima de Leo Gago.
  • 31 – Davi choca-se com Henrique e fica caído. William chuta bola pra lateral.
  • 32 – Besteira! Leo Simões comete falta desnecessária em Bill na entrada da áera.
  • 33 – Leo Gago cobra falta, bola acerta a barreira.
  • 34 – Henrique foi quem recebeu a bolada e teve de sair de campo com o braço machucado.
  • 35 – Leandro Guerreiro está no aquecimento.
  • 36 – Joel Santana muda de idéia. Dudu é quem vai entrar. Henrique tem o braço enfaixado, mas quer voltar a campo.
  • 37 – Lesionado! Médico Sérgio Freire não permite a volta de Henrique.
  • 38 – Troca! Henrique por Dudu.
  • 38 – Montillo entra na área, pela direita, e chuta forte, cruzado. Bola na rede, pelo lado de fora.
  • 39 – Dudu tenta passar a Montillo, mas Emerson se antecipa e sai jogando.
  • 40 – Cruzeiro perde ímpeto. Coritiba não consegue criar. Jogo equilibrado.
  • 41 – Bill recebe dentro da área, corta Gil, mas erra o chute. No rebote, Davi lança Eltinho, que deixa a bola escapar pela linha de fundo.
  • 42 – Bola na área celeste, Gil espana com um chutão.
  • 43 – Francisco Everton chuta de fora da área, bola desvia em Anselmo Ramon e sai pela linha de fundo.
  • 44 – Amarelo! William passa o rodo em Dudu pra evitar contra-ataque.
  • 45 – Montillo cobra, Leo Simões raspa a cabeça na bola, Edson Bastos defende.
  • 45’30” – Besteira! Leo Simões puxa Bill pela camisa na meia lua. Falta perigosa.
  • 46 – Amarelo! Fábio reclama e é advertido.
  • 46’30”- Leo Gago cobra, bola desvia na barreira e sai a escanteio.
  • 47 – Rafinha cobra escanteio, Pereira cabeceia, Gil espana.
  • 47’30”- Fim de 1º tempo.
  • Bill: “Tá difícil! Estamos jogando com um time bem postado na defesa.”

Segundo Tempo

  • 22h07 – Começa o 2º tempo.
  • 01 – Anselmo Ramon chuta forte, da entrada da área. Bola passa por cima do travessão.
  • 02 – Comandados por Leo Gago, defensores do Coxa trocam passes na defesa.
  • 03 – Coxa toca bola no ataque, Montillo desarma Davi com falta.
  • 04 – Rafinha cobra falta pela esquerda, Fábio disputa com Emerson e corta a bola com um soco.
  • 05 – Joel muda a defesa! Marquinhos Paraná de volante, Francisco Everton na lateral-direita, Diego Renan na esquerda.
  • 06 – Pênalti! Dudu invade a área e é empurrado por Eltinho. Amarelo! Para Eltinho.
  • 07 – Gol! Montillo cobra com a direita, Bola no canto esquerdo, Edson Bastos no direito. Cruzeiro 1×0.
  • 08 – Amarelo! Pereira comete falta em Wallyson.
  • 09 – Montillo cobra falta pela esquerda. Emerson cabeceia pra escanteio. Diego Renan lança Wallyson, que sem marcação, entra na área e chuta. Bola passa raspando o travessão.
  • 10 – Marcelo Pacote Oliveira chama Marcos Aurélio pra uma prosa de pé de ouvido.
  • 11 – Troca! Davi por Marcos Aurélio.
  • 12 – Bola na área celeste, Diego Renan espana.
  • 13 – Defesaça! Falta de Leo Simões em Marcos Aurélio na meia lua. Marcos Aurélio bate com força e colocado. Fábio faz ponte e espalma.
  • 14 – Bola esticada para o ataque celeste, Edson Bastos fica com ela.
  • 15 – Leo Gago recua, Edson Bastos limpa a área com um chutão.
  • 16 – Troca! Everton Ribeiro por Everton Costa.
  • 17 – Rafinha cobra escanteio pela direita, Fábio sobre e é deslocado por Everton Costa. Bill completa pra rede. Juiz marca a falta de ataque.
  • 18 – Fábio é atendido pelo médico celeste e volta ao jogo.
  • 19 – Amarelo! Everton Costa derruba Fabrício, que puxava contra-ataque.
  • 20 – Montillo cobra a falta, de curva. Nenhum cruzeirense alcança a bola, que sai pela linha de fundo.
  • 21 – Marcos Aurélio cobra falta sobre a área. Emerson comete falta em Leo Simões.
  • 22 – Fabrício lança Anselmo Ramon, Emerson chega antes e intercepta a bola.
  • 23 – Coritiba marca saída de bola, Cruzeiro apela pra chutões.
  • 24 – Montillo recebe belo lançamento de Anselmo Ramon, vence Pereira na corrida, mas arremata mal. Bola sai à direita de Edson Bastos.
  • 25 – Trocas! Bill por Leonardo. Anselmo Ramon por Brandão.
  • 26 – Cruzeiro toca bola no campo de defesa.
  • 27 – Bobeira! Gil demora a limpar o lance e permite que Leonardo receba bola dentro da área. Por sorte, o atacante tropeça na bola e perde o gol.
  • 28 – Confusão! Fábio sai do gol pra afastar bola bêbada na área celeste.
  • 29 – Zorra total! Contra-ataque do Coritiba. Everton Costa entra na área pela esquerda e escorrega na hora do chute. Bate-rebate, Leo Simões corta, Marcos Aurélio fica com a bola e passa a bola a Jonas, que cruza rasteiro. Marcos Aurélio se enrola com a bequeira celeste e quase marca.
  • 30 – Wallyson limpa o lace e arremata de direita, bola acerta Emerson e sai da área.
  • 31 – Dudu chuta forte, bola desvia em Emerson e sai pra escanteio.
  • 32 – Bumba meu boi! Gil limpa a área com um chutão.
  • 33 – Brandão desarma Pereira e tenta cruza da esquerda. Bola desvia na defesa e sai a escanteio.
  • 33’30” – Dudu cobra escanteio pela esquerda. Bola fechada, Edson Bastos corta de soco.
  • 34 – Gol! Contra-ataque veloz do Coritiba. Leonardo desce pela esquerda e passa a Rafinha, centralizado. O meia toca pra Marcos Aurélio. Fabrício tenta cortar, mas não alcança a bola. O atacante chuta rasteiro e bola entra no canto direito, sem chance de defesa pra Fábio. Coritiba 1×1.
  • 35 – Dudu cruza da direita, Emerson corta, Francisco Everton tenta arrematar e não consegue.
  • 36 – Marcos Aurélio cobra falta pela direita, bola passa por todo mundo e sai à direita, próximo ao arco celeste.
  • 37 – Gol! Brandão => Fabrício => Diego Renan, que rola pra Dudu, na direita. O cruzamento sai rasteiro e Montillo, na pequena área, empurra a bola pra rede. Cruzeiro 2×1.
  • 38 – Troca! Wallyson por Leandro Guerreiro.
  • 39 – Brandão e Pereira disputam bola na ponta euqerda. Lateral.
  • 40 – Cruzeiro se fecha na defesa. Todo mundo atrás da linha de meio de campo.
  • 41 – Montillo desarma Rafinha e sai em contra ataque. Juiz marca equivocadamente falta do cruzeirense.
  • 42 – Bola na área celeste, Fábio defende.
  • 43 – Leo Gago passa o rodo em Brandão, que aproveita pra fazer cera, no meio de campo.
  • 44 – Sufoco! Leo Simões escorrega, Leonardo cruza, Gil corta de peito, dentro da pequena área.
  • 45 – Melhor em campo! Dudu, escolhido por unanimidade pela equipe da Itatiaia como melhor em campo, tenta prender a bola na ponta deireita, mas não consegue.
  • 46 – Amarelo! Diego Renan passa o rodo em Rafinha.
  • 47 – Brandão recebe falta na ponta esquerda. Dudu e Montillo toam bola curtas pra segurar o jogo.
  • 47’30” – Bola lançada no ataque do Coxa, Leo Simões afasta. Cruzeiro segur bola no ataque.
  • 48 – Fim de jogo!
  • Números: Posse de bola: Cruzeiro, 54%. Chances de gol: Cruzeiro 15×8. Escanteios: Cruzeiro 8×3.
  • Dudu: “Infelicidade do Henrique. Graças a deus, conseguimos o resultado. A torcida tem de ter paciência. Cumprimetei os colegas de time do ano passado, mas hoje, estou no Cruzeiro.”
  • Pereira: “O campeonato já está rolando há muito tempo, mas vamos conseguir reverter a situação com muito trabalho.”
  • Joel Santana: “Nosso time precisa entender que dentro de casa não pode dar um contra ataque desses para o adversário.”

Vídeos

Gols. Fonte: Globoesportes.com

Atuações

  • Fábio – Seguro, cumpriu suas obrigações e ainda construiu um viaduto pra defender uma bela cobrança de falta de Marcos Aurélio. E como está na moda dar nome de cronistas e poetas aos viadutos de Beagá, homenageou o renascentista italiano Eugenio Raggi em su obra mais importante. (Síndico)
  • Marquinhos Paraná – Fez um 1º tempo de médio pra fraco. Não gosto dele na lateral. No 2º tempo, melhorou ao voltar pra sua posição de origem onde rende bem mais. (JulimBH) /// Pacificou a lateral-direita e, depois, foi cuidar do meio de campo, com sucesso. Taí um atleta que não confunde futebol com UFC. (Síndico)
  • Leo Simões - Apavorado, cometeu faltas desnecessárias quando marcava na entrada da área. Mas foi só uma noite ruim. Ele joga mais do que conseguiu nessa partida. (Eduardo Arreguy) /// Pode pedir uma redução de pena, pois Bill, Rafinha, Anselmo, Marcos Aurélio e Leonardo são enjoados mesmo. (Síndico)
  • Gil – Fez uma de suas piores partidas com a camisa do Cruzeiro. Inseguro e lento, deixando as bolas lançadas nas suas costas para o Fäbio, ao invés de aliviar no chutão. Foi e tem mais bola do que mostrou. (Eduardo Arreguy) /// Dormiu no ponto algumas vezes. Em outras despertou torcedores dorminhocos com boladas na platéia. (Síndico)
  • Diego Renan - Entusiasmado que nem forrozeiro de São João. Marcou direitim e subiu pouco, Quando foi, deu passe pra Dudu construir a jogada do gol vencedor. (Síndico)
  • Fabrício – Defendeu. Só depois que a vaca começou a tomar o rumo do brejo, é que se aventurou ao ataque. Parece que será convertido em cabeça de área. (Síndico)
  • Henrique – Volante com obrigações de meia, foi à luta, mas teve de sair mais cedo após receber uma bolada no punho. Não comprometeu e ainda atrapalhou a sa[ida de bola do Coxa. (Síndico)
  • Francisco Everton – Regular, tanto no meio quanto na lateral esquerda. Não pode ser culpado pelo gol do Coxa, pois marcava o lateral Jonas que tentava o apoio. É erro achar que todas as bolas que caem naquele setor sejam dele. A falha foi de Leo Simões, que marcava Marcos Aurélio à distância. (João Chiabi) /// Jogou com a camisa de Marquinhos Paraná, mas com seu próprio futebol de muita animação e pouca categoria. (Síndico)
  • Montillo – ¿Qué te pasa, muchacho? Anda bravo, botando as mãos na orelha pra ouvir as queixas da torcida, parece emburrado.Certamente, não está acostumado ao jeito brasileiro de torcer. Apesar disto, correu muito, deslocou-se, criou jogadas, arrematou e fez dois gols. Em seu pior momento, desperdiçou um lançamento perfeito de Anselmo Ramon. Noves fora, foi decisivo. (Síndico)
  • Wallyson – Não esteve bem, embora tenha se empenhado. Não deu continuidade aos lances, como de costume. Sentiu a queda de rendimento do time, nas últimas semanas. (João Chiabi) /// Continua trabalhando muito, partindo pra cima e arriscando jogadas individuais. Precisa ficar mais atento para o conceito do jogo, que é o associativismo. Nada que o primo Joel não dê conta de consertar. (Síndico)
  • Anselmo Ramon - Só vi um lançamento primoroso para o Montillo. Fez mais alguma coisa? (Walterson Almeida) /// Criou chances de gol pra Montillo e Wallyson, mas eles não retribuiram. Assim não há centroavante que se consagre. (Dudu) /// Fez um bom lançamento. E só. Ainda não foi descoberto pelos colegas, que não trabalham muito com ele. (Síndico)
  • Dudu – Sofreu o pênalti do 1º gol e serviu Montillo para o 2º com um cruzamento consciente, na medida. Teve mais: ao contrário dos jogos anteriores, foi incisivo partindo pra cima da defesa adversária. (Síndico)
  • Brandão – Além de nada fazer, ainda propiciou o contra-ataque do gol paranaense ao matar uma bola de canela. Bonde! (Walterson Almeida) /// Ganhou do Anselmo Ramon por meia c abeça, já que entrou pra segurar a bola e cumpriu a determinação do treinador, apesar da solidão em alguns lances, quando dominava e ninguém encostava nele. (Eduardo Arreguy) /// Atrapalhou os beques e tentou prender a bola. (Síndico)
  • Joel Santana – Houve mudança de esquema tático. O time marcou mais perto da área do adversário dificultando a saída de bola. Isto se manteve até a saída de Henrique. Com a entrada de Dudu, a marcação recuou um pouco, mas a velocidade aumentou muito. (Sangue Azul) /// Ainda não estreou. Seu time jogou igual ao do Cuca, cometendo os mesmos erros, tomando inúmeros contra-ataques quando só precisava segurar o resultado. (Dudu) /// Boa estréia. Sobretudo por ter mudado o esquema no 2º tempo. Na coletiva, ele disse que tinha duas opções treinadas durante a semana (MP na direita, FE no meio, DR na esquerda e DR na direita, MP no meio, FE na esquerda) e optou por começar com a pior pra ter uma carta melhor na manga. Esquisito, não? Tem base? O melhor foi ter percebido que o time não está sabendo administrar a vantagem e precisa ser mais prudente quando o jogo assim o exigir. (Síndico)
  • Torcida – Baixo comparecimento, momentos de grande apoio alternado com outros de estupor. E vamos parar por aqui, pois o Síndico optou pelo sofá e não está em condição de patrulhar ninguém. (Síndico)
  • Juiz & Bandeiras – Entrosados e preciso, apitaram e bandeiraram com rigor. (Síndico)
  • Coritiba – É o time mais veloz do futebol brasileiro. Tem um bando de baixins que praticam o bom e velho rápido e rasteiro. Jonas foi bem no apoio. Leo Gago lutou e mostrou classe na meiúca. William é um bom marcador. Rafinha, Davi, Bill, Anderson Costa. Marcos Aurélio e Leonardo são verdadeiros azougues. E Marcelo Pacote de Oliveira está se revelando um ótimo treinador no umbral dos sessenta. (Síndico)

O que foi dito

  • Joel Santana, treinador do Cruzeiro: O importante foi vencer. Tivemos altos e baixos em função da insegurança dos jogadores, muito acelerados. A equipe é talentosa, de toque de bola, mas não estava conseguindo trocar passe. Apesar disso, conseguimos o resultado e começamos a sair da zona de rebaixamento, que é o primeiro objetivo. Depois, a gente vai galgar melhores horizontes. Com a vitória, os jogadores podem sair à vontade. Serão cumprimentados pelo torcedor. Vão pra casa mais felizes, viajam mais felizes, chegam em casa mais tranquilos. Terão um domingo totalmente diferente. Que eu sofri, sofri, não resta dúvida. Nestes quatro dias, vi ansiedade da torcida e dos jogadores. A vitória dá credibilidade à nossa maneira de ser, dá moral aos jogadores, o torcedor amanhã vai sair com sua camisa orgulhoso porque venceu. É um somatório de fatores que deixa torcedor e clube mais tranquilos pra gente dar sequência ao trabalho. Dudu entrou muito bem, é um garoto ousado, inteligente, que quando recebe uma mensagem, não esquece. Ele foi audacioso. Daquele ‘tamanico’ e com audácia, prova que futebol não é tamanho, é qualidade, competência. Ele mostrou que é competente, apesar da idade. Não se faz futebol em 4 dias, não se consegue organização tática, postura de equipe, segurança na marcação, com 4 dias. Mas para o primeiro jogo foi bom. Rendeu o que a gente esperava. No 1º tempo, 40%, e no segundo, 60%. Somando, isso deu a vitória. O time cria, mas o jogador está muito precipitado quando entra na área. Tivemos várias chances. Estamos precipitando nas finalizações. Precisa de um pouquinho mais de calma. A gente entende, porque há necessidade de vencer, de fazer gol, a cobrança, o momento da competição onde estamos na zona de rebaixamento. Essas coisas mexem com o torcedor. Houve precipitação, é normal. Vamos ver se a gente tira esse ranço, dá moral à equipe e constrói uma nova vitória no Rio. Parece até música do Roberto Carlos: foram grandes emoções. A equipe precisa entender que, quando está com o resultado dentro de casa, não pode dar o contra-ataque ao adversário. Ninguém dá. Já deram no jogo do Santos, do América. Eu avisei, mas deram de novo. Parecia que a coisa ia por água abaixo. Empatar mais um jogo dentro de casa é o mesmo que derrota. Mas, graças a Deus, tivemos personalidade. O torcedor não vaiou, ele incentivou, foi importante no momento do empate. Ali a bola queima, o nervosismo vem. Mas o torcedor entendeu nosso sacrifício e continuou ajudando. Ele é a razão de tudo. Esta é uma vitória dividida, jogador/torcedor, em função do que aconteceu, diante do sacrifício.
  • Dudu, atacante do Cruzeiro: Não só eu, mas todos os companheiros entraram com comprometimento de vencer. Graças a Deus, saímos com a vitória. Essa torcida não merece isso. O Cruzeiro é time de brigar lá na ponta. Temos que manter os pés no chão, porque não ganhamos nada. Pegamos o vice-campeão da Copa do Brasil, mas agora temos que pensar no Vasco.
  • Montillo, armador do Cruzeiro: Dá ansiedade quando a torcida fica impaciente, fica nervosa, quando o time não ganha, como foi no 1º tempo. Os torcedores falavam raça. Aqui não falta raça, o time sempre tem raça. O que acontece é que erramos nas finalizações. Eu errei muito, mas acabei fazendo gol. O time jogou bem, conseguiu a vitória. Às vezes tem que ter mais tranquilidade. Foi importante, não só fazer os gols, mas ajudar a equipe a ganhar. Qualquer um pode fazer o gol, mas a vitória conquistamos todos. Do primeiro que entrou em campo, até o último funcionário do clube. Não pudemos conseguir a vitória com Cuca, mas de agora em diante é uma história nova, é outra etapa. É bom começar ganhando com um treinador novo. Agora, vai trabalhar mais tranquilo até quarta-feira. Se Deus quiser, o time tem que pegar de novo a confiança que tinha há um, dois meses, e é importante chegar na parte de cima da tabela. Está longe, mas com mais três pontos ficará mais perto.
  • Fábio, goleiro do Cruzeiro: Joel nos deu tranquilidade num momento difícil. Com muita conversa nos treinamentos, pra que a gente se posicionasse um pouco melhor. Ele nos ajudou a ter mais tranquilidade no jogo. O que a gente precisava mesmo era isso pra ir em busca da vitória. A gente vinha lutando bastante, mas não conseguia vencer. Tomamos gols no final e isso quase se repetiu contra o Coritiba. Deus vinha preparando nossa primeira vitória há muito tempo. A fé no trabalho era muito grande. Eu gostaria de agradecer a todos e pedir desculpas por às vezes estar exaltado. Mas aqui é sangue do Cruzeiro e camisa do Cruzeiro. Às vezes a gente ouve de um torcedor alguma besteira e perdemos a cabeça. Importante é que todo torcedor tenha conhecimento da nossa luta. Vamos lutar até o final com garra pra sempre vencer.
  • Henrique, volamte do Cruzeiro: A bola bateu no meu braço na hora da falta, vou fazer exame e tomara Deus que não tenha quebrado. Falta de sorte. A maré não está muito boa para o meu lado não, tudo está conspirando pra dar errado.
  • Leonardo, atacante do Coritiba: O professor mexeu bem, quem entrou foi bem. Perdemos pra nós mesmos. Uma bobeira… Não podíamos tomar um gol desses, a gente estava pressionando. Jogando em casa, o Cruzeiro é quem tinha que tomar contra-ataque. 
A gente não poderia ficar aberto desse jeito, a gente está só pensando em vencer e vencer e, nessas horas, um pontinho perdido pode fazer falta lá na frente.
  • Rafinha, meia do Coritiba: Estamos trabalhando, estamos tentando, as coisas não estão acontecendo.
  • Marcos Aurélio, atacante do Coritiba: Tive uma conversa com o treinador e ele optou por sair com os meninos que estão melhores fisicamente do que eu, acatei bem e aos poucos vou entrar e garantir a vaga de titular. No momento complicado, nossa equipe procurou o resultado e empatou, mas em seguida tomou o segundo gol.
  • Marcelo Oliveira, treinador do Coritiba: Não jogamos nossa melhor partida, erramos muitos passes. No 2º tempo, equilibramos, mas tomamos dois gols de contra-ataque, após mais um erro de passe. O Coritiba jogou como sempre na parte tática. O problema foi a imposição do adversário. O meio de campo do Cruzeiro é forte. Sabíamos que seria um confronto difícil aqui.
  • Matheus Penido, no PHD: Putz, que dificuldade pra fazer 3 pontinhos em casa, hein moçada? Que alívio, essa vitória! O time não mostrou muita diferença pros últimos jogos do Cuca. O que mudou mesmo foi conseguir o gol pouco depois de tomar o empate e evitar mais um desfecho de filme de terror pra torcida. Joel parece ter se assustado com a falta de malandragem do time pra segurar o placar. Ainda bem que ele perceebeu isto. Tomara que trabalhe mais isso. De todo jeito, valeu demais a vitória, que é o que estávamos precisando.
  • João Chiabi Duarte, no PHD: Meus amigos, neste momento o que importava era vencer. O placar fez justiça ao Cruzeiro, que buscou o jogo o tempo inteiro. Joel Santana ficou nervoso com razão. Como é que pode um time, vencendo em casa, sair tão atabalhoado pra frente e oferecer o contra-ataque ao adversário? O Cruzeiro, mais uma vez saiu na frente, e naquela de índio foi com tudo e se expôs para o Coxa, que tinha os velozes Rafinha, Marcos Aurélio e Leonardo.
  • Jorge Fernando Schulman, no PHD: Vitória linda, emocionante! Gosto do estilo de Joel Santana. Ele não fará milagres, mas a motivação do grupo será diferente. Insistirá sempre com um 9 na area, Gosto também disso. É claro que o melhor que temos é Farías, longe. Já que está recebendo salário, deveria retornar ao grupo no lugar de Brandão.

Fontes

Transmissão

  • PPV