Cruzeiro 2x1 Caldense - 02/03/2017

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para: navegação, pesquisa

[edit]

Cruzeiro 2 x 1 Caldense
5ª rodada do Campeonato Mineiro 2017
Data: 2 de março de 2017 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 20:30 Estádio: Mineirão
Árbitro: Jerferson Antônio da Costa Público pagante: 9.309
Assistente 1: Breno Rodrgues Público presente: 11.311
Assistente 2: Douglas Almeida Costa Renda: R$ 185.701,00
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Caldense:
12. Rafal 1. Neguetti
2. Ezequiel Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 22. Mayke ) 2. Michel Bertasso
3. Léo 3. Thiago Carpini
27. Manoel 4. Hélio Batista
6. Diogo Barvosa Cartão amarelo recebido aos 32  (1T) 32'  (1T)   Substituição realizada 20'(2T) de jogo 20'(2T) ( 33. Fabrício ) 5. Mineiro Cartão amarelo recebido aos 41  (1T) 41'  (1T)  
8. Henrique aos 30 do  (1T) 30'  (1T) aos 37 do  (1T) 37'  (1T) 6. Rafael Estevam
5. Ariel Cabral 8. Hygor
19. Robinho 7. Diego Clementino
30. Thiago Neves Substituição realizada 17'(2T) de jogo 17'(2T) ( 11. Alisson ) 10. Leandro Oliveira Substituição realizada 10'(2T) de jogo 10'(2T) ( 21. Welligton Rato aos 47 do  (2T) 47'  (2T) )
10. De Arrascaeta 11. Zambi Cartão amarelo recebido aos 2  (2T) 2'  (2T)  
7. Rafael Sóbis 9. Rafamar Substituição realizada 31'(2T) de jogo 31'(2T) ( 19. Edu )
Técnico: Mano Menezes Técnico: Thiago Oliveira
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Caldense:

Pré-Jogo

Lance a lance

Primeiro Tempo

Segundo Tempo

Vídeos

Coletiva pós jogo
Análise tática por Joga Simples
Melhores momentos

Atuações

O que foi dito

  • MANO MENEZES: A vitória foi importante, porque é o retorno de uma parada, o que sempre cria dificuldade pra retomar o ritmo. A equipe fez bom 1º tempo, envolveu o adversário, aumentou a pressão e construiu a vitória. Iniciou o 2º tempo com bom ritmo, mas no fim diminuiu um pouco. Tive que fazer duas substituições nas laterais, o que impossibilitou de mudar do meio pra frente, onde se desgasta mais. Pecamos na força ofensiva. Só não me agradou tomar gol no final. Foi um descuido. Ficamos olhando pra cima. Não gosto disso pois pode acontecer num jogo com resultado apertado. Falei isso com os jogadores, temos que equilibrar o desgaste. (…) A gente trabalha a bola parada, que significa bastante, principalmente, quando se enfrenta um time mais defensivo. Henrique tem um bom tempo sabe entrar nos lugares onde a bola passa. Não é jogador de ficar trombando e tem boa impulsão. Ontem, trabalhamos isso. Uma delas com boa impulsão do Manoel, outras com o Cabral A gente tenta achar soluções, porque tem que ganhar de várias maneiras.
  • MARC: Como é bom ver um bom cobrador de faltas e escanteios no time. Robinho bate bem demais os escanteios: batida firme, em curva e rasante, geralmente entre o 1º pau e o meio da área. A bola chega no jeito pro cabeceador.
  • JOÃO COSTA: O 1º tempo foi bom prenunciando um 2º tempo demolidor. Im que não ocorreu. Muito volume e pouca objetividade; o quadrado “mágico” não funcionou e, para piorar, Mano substituiu pessimamente. Sóbis não viu a cor da bola e ainda perdeu um gol feito num passe açucarado do Mayke. Seria melhor o Abila no ataque.
  • EDUARDO ARREGUY: Achei o time da Caldense muito bem montado, principalmente no 2º tempo, quando aproveitou bem o recuo do Cruzeiro. Fiquei com a impressão de que se houvesse mais 5 minutos a Veterana conseguiria empatar.
  • MATHEUS REIS: Cada vez mais claro que só o Henrique pode por fim à crise no Brasil e, por que não?, garantir a paz no mundo.

Fontes

Transmissão

  • PPV