Cruzeiro 2x1 Bahia - 11/09/2014

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Fluminense.png 3x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo São Paulo.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro
Escudo Fluminense.png 3x3 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo São Paulo.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 4x2 Escudo Chapecoense.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Atlético-PR.png
Contra Bahia
Escudo Bahia.png 1x2 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Bahia.png 1x0 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
2 × 1 Escudo Bahia.png
Bahia
20ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014
Data: 11 de setembro de 2014 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 20:30 Estádio: Mineirão
Árbitro: Marcos Mateus Pereira Público pagante: 20.861
Assistente 1: Eduardo Goncalves da Cruz Público presente: 22.596
Assistente 2: Cicero Alessandro de Souza Renda: R$ 767.253,00 R$ 767.253
Cr$ 767.253
NCr$ 767.253
Cz$ 767.253
NCz$ 767.253
(preço médio: R$ 36,78 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Bahia:
1. Fábio 1. Marcelo Lomba
22. Mayke 59. Railan
33. Manoel 88. Guilherme Santos Cartão amarelo recebido aos 20  (1T) 20'  (1T)  
3. Léo 4. Lucas Fonseca
2. Ceará 27. Titi Cartão amarelo recebido aos 5  (2T) 5'  (2T)   Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos 6  (}2T) 6'  (}2T)  
16. Lucas Silva 5. Rafael Miranda Gol aos 29 do  (1T) 29'  (1T)
8. Henrique Cartão amarelo recebido aos 14  (1T) 14'  (1T)   Substituição realizada 16' (2T) de jogo 16' (2T) ( 11. Dagoberto ) 77. Fahel Cartão amarelo recebido aos 41  (1T) 41'  (1T)   Cartão vermelho recebido aos 49  (2T) 49'  (2T)   (após fim da partida)
17. Éverton Ribeiro  Gol aos 8 do  (2T) 8'  (2T) 36. Leo Gago
28. Ricardo Goulart  Gol aos 25 do  (2T) 25'  (2T) Substituição realizada 19' (2T) de jogo 19' (2T) ( 19. Nilton ) 22. Rhayner Substituição realizada 30'(2T) de jogo 30'(2T) ( 11. Branquinho )
34. Marquinhos Substituição realizada de jogo ( 29. Alisson ) 7. Maxi Biancucchi Substituição realizada 29'(2T) de jogo 29'(2T) ( 28. Alessandro )
18. Marcelo Moreno 93. Rafinha Substituição realizada 27'(2T) de jogo 27'(2T) ( 38. Willian Barbio )
Técnico: Marcelo Oliveira Técnico: Gilson Kleina
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Bahia:

Pré-Jogo

CLASSIFICAÇÃO: Cruzeiro é o 1º colocado com 43 pontos e 75% de aproveitamento. Bahia, pós os jogos de ontem, é o 20º, com 17 pontos e 30% de aproveitamento.

AUSENTES no Cruzeiro: Dedé, suspenso, Tinga, Egídio e Samudio, lesionados, Bruno Rodrigo.em recondicionamento físico.

PENDURADOS no Cruzeiro: Ceará, Dagoberto, Henrique, Leo Simões, Nilton, Ricardo Goulart , Samudio, Willian e William Farias.

BANCO do Cruzeiro: Rafael Monteiro, Alex, Eurico, Nilton, William Farias, Alisson, Júlio Baptista, Marlone, Dagoberto e Willian.

MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: “O diferencial do Cruzeiro é uma combinação de coisas: estrutura, tradição, união, diretoria, comissão e jogadores, que são muito comprometidos.”

GILSON KLEINA, técnico do Bahia: “O Cruzeiro é o time da moda. Equipe muito eficiente, competente, uma das que mais abastece a Seleção Brasileira. Nossa postura ainda é de marcação, mas, quando tivermos condições de ser uma equipe eficiente, tiver a oportunidade de finalizar, podemos sair com o resultado positivo. A última derrota que o Cruzeiro teve foi contra o Bahia. O Bahia tirou uma série de invencibilidade do Cruzeiro. Espero que isso possa acontecer também. Conseguir o resultado para deslanchar no campeonato.”

AUSENTES no Bahia: Uelliton, Kieza, Henrique e Pará, suspensos. Diego Macedo, Demerson, Roniery, Lincoln, lesionados. Marcos Aurélio, em recondicionamento físico.

PENDURADOS no Bahia: Demerson, Rafael Miranda e Rhayner.

BANCO do Bahia: Douglas Pires, Adaílton, Galhardo, Bruno Paulista, Feijão, Emanuel, Branquinho, Barbio e Alessandro.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 20h25. Times em campo. Os dois com uniformes tradicionais, coisa rara no futebol brasileiro.
  • 20h27. Hino Nacional.
  • 20h29. MARCELO OLIVEIRA: “Marquinhos II está descansado, tem treinado muito bem e esperamos que hoje possa fazer igual.”
  • 20h30. Um minuto de silêncio pela memória de Tião das Rendas.
  • 20h31. COMEÇA o jogo. Cruzeiro, à direita das tribunas. Bahia dá a saída.
  • 01. Cruzeiro troca passes na defesa, Henrique recua, Fábio dá um chutão pro campo do Bahia.
  • 02. Marquinhos II cobra falta quase na meiuca. Titi, na área baiana, corta de cabeça.
  • 03. Henrique ganha dividida na meiuca e lança Moreno, que é desarmado por Titi.
  • 04. Mayke cruza da direita, defesa baiana cede escanteio.
  • 05. BALIZA. Everton Ribeiro cobra corner pela esquerda, Manoel cabeceia, bola bate no poste esquerdo, Leo Gago limpa a pequena área com um bico.
  • 06. Rhayner invade a área celeste, mas pressionado por Leo Simões não consegue o arremate.
  • 07. Rhayner cruza da esquerda, Fábio defende, com dificuldade.
  • 08. Ceará cruza da esquerda, com pé direito. Marcelo Lomba corta com os punhos.
  • 08’30″. Leo Simões corta de cabeça, Leo Gago apanha o rebote e arremata rasteiro. Bola sai rente ao poste esquerdo.
  • 09. Marquinhos II chuta forte, da meia direita. Marcelo Lomba encaixa.
  • 10. Guilherme Santos cruza da esquerda, Maxi Bianccuchi domina dentro da área celeste, mas pressionado por Leo Simões, deixa a bola escapar pela linha de fundo.
  • 11. Rafinha, na ponta direita, tenta encontrar Bianccuchi na área celeste, bola sai pela linha de fundo.
  • 12. Everton Ribeiro tenta jogada individual pela direita, mas recebe forte marcação e perde a bola.
  • 13. Guilherme Santos leva um sopapo de Everton Ribeiro em disputa pela bola e cai tentando parar o jogo. Marquinhos II arremata, bola sai pela linha de fundo.
  • 14. AMARELO. Henrique, por falta em Rhayner.
  • 15. Everton Ribeiro, muito marcado por Rhayner, passa a Mayke, que escorrega. Tiro de meta pro Bahia.
  • 16. Manoel lança bola na área, Marquinhos II ajeita pra Ceará, que arremata de direita. Bola passa rente ao poste direito.
  • 17. CEARÁ completa 99 jogos com a azul estrelada. Ele fez um gol, de falta contra o Santos.
  • 18. DEFESAÇA. Rafinha passa pela bequeira celeste e passa a Maxi Bianccuchi, que tenta encobrir Fábio. O goleiro corta a bola com um tapa.
  • 19. AMARELOS. Guilherme Santos, por falta em Ricardo Goulart , e Leo Gago, por reclamação.
  • 20. Bahia jogando muito bem. Rhayner dando um trabalho medonho marcando o lado direito celeste.
  • 21. Bola esticada na área baiana, fica com Lomba.
  • 22. Rafael Miranda pressiona saída de bola celeste e comete falta em Henrique.
  • 23. Goulart tenta encontrar Moreno, Railan corta na entrada da área.
  • 24. Everton Ribeiro cobra escanteio pela esquerda, Marcelo Lomba sofre falta de Manoel, dentro da área tricolor.
  • 25. Tabela de Ricardo Goulart com Lucas Silva, bola fica com Marquinhos II, que sofre falta de Titi, perto da área tricolor.
  • 26. BALIZA. Lucas Silva cobra falta com uma bomba. Bola passa ao lado da barreira e acerta o travessão.
  • 27. CERA. Marcelo Lomba cai em sua área.
  • 28. FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 5×2.
  • 29. GOL. Guilherme Santos cruza rasteiro da esquerda, bola atravessa uma floresta de pernas e sobra livre pra Rafael Miranda, que dá um tapa na gorducha, da marca do pênalti. Bola entra à esquerda de Fábio. BAHIA 1×0.
  • 30. Cruzeiro estava com dez na hora do gol. Everton Ribeiro trocava as chuteiras do lado de fora.
  • 31. Bahia fez um gol após 4 jogos de jejum.
  • 32. Everton Ribeiro cobra falta pela direita, Lomba sai do arco, mas em vez de socar espalma pra trás. Escanteio pro Cruzeiro.
  • 33. Jogadores baianos pressionam o juiz pedindo cartão amarelo pra Ceará, que derrubou Railan.
  • 34. Guilherme Santos recebe passe de Maxi Bianccuchi na área celeste, mas está impedido.
  • 35. Everton Ribeiro, da meiuca, lança Marquinhos II. Railan aparece e recua pra Lomba.
  • 36. Cruzeiro pressiona, Guilherme Santos dá um bico e limpa o campo de defesa baiano.
  • 37. Mayke cruza da direita, Marcelo Moreno comete falta em Railan, na pequena área.
  • 38. DESPERDÍCIO. Ricardo Goulart , dentro da área baiana, rola pra Marcelo Moreno, que arremata com chute rasteiro, cruzado e perde chance incrível de gol.
  • 39. Mayke é derrubado quando tenta sair jogando em seu campo de defesa.
  • 40. AMARELO. Fahel, por falta em Lucas Silva, seguida de um bico na bola.
  • 41. Marquinhos II cruza da esquerda, Marcelo Moreno chega atrasado, defesa corta.
  • 42. Rafinha tenta puxar contrataque, mas é derrubado por Manoel, na meiuca.
  • 43. Rhayner e Bianccuchi trabalham bola na área celeste, Leo Simões corta bola com um bico.
  • 44. Rafinha ataca pela direita e cruza. Ceará corta.
  • 44’30″. Everton Ribeiro cruza da esquerda, Lomba defende pelo alto.
  • 45. Ataque celeste trança bola na frente da área baiana. Marquinhos II chuta de fora, bola desvia em Railan e facilita defesa de Marcelo Lomba.
  • 45+1. Ceará cobra lateral na pontesquerda. Titi cede corner, com uma canelada.
  • 45+2. Everton Ribeiro cobra escanteio pela esquerda, Lucas Fonseca corta de cabeça.
  • 45+3. FIM de 1º tempo. Bahia, com Rafinha e Rhayner abertos nas pontas dificultou as ações dos laterais e meias celestes.
  • EVERTON RIBEIRO, meia do Cruzeiro: “A equipe vem dando seu máximo, mas não está criando tanto. Tem que movimentar um pouquinho pra criar mais e fazer o gol.”
  • RAFAEL MIRANDA, volante do Bahia: “Entramos da forma que combinamos. Contra o Cruzeiro a gente tem que defender bem. Estamos aproveitando bem essas saídas. Somos merecedores. O jogo está bom, está disputado. Um pouquinho mais de dedicação pra matar o jogo e sair com o resultado”.

Segundo Tempo

  • 21h32. Times voltam a campo. Cruzeiro, com uma alteração.
  • 21h33. COMEÇA o 2º tempo. Cruzeiro dá a saída.
  • 00. TROCA. Marquinhos II x Alisson.
  • 46. Everton Ribeiro sofre falta na meiadestra.
  • 47. DEFESAÇA. Everton Ribeiro cobra falta, Manoel e Henrique sobem na área baiana, o volante cabeceia, Lomba defende no cantim direito.
  • 48. CERA. Marcelo Lomba fica caído.
  • 49. PÊNALTI. Henrique cabeceia, Guilherme Santos derruba Ricardo Goulart , acertando um chute em seu joelho e puxando-o pelo ombro.
  • 50. PRESSÃO. Baianos cercam o juiz, como fizeram desde o início do jogo.
  • 51. VERMELHO. Desta vez, Titi se ferra. Aplaude o juiz, após levar o amarelo, e recebe cartão vermelho pra deixar de ser otário.
  • 52. FALSOS ESPERTOS. Sabendo que o juiz está estreando no torneio, jogadores baianos fizeram pressão em grupo sobre ele desde o início do jogo.
  • 53. GOL. Everton Ribeiro rola bola no canto direito, Lomba pula pro lado oposto. CRUZEIRO 1×1.
  • 54. 3º gol de Everton Ribeiro neste campeonato.
  • 55. Ricardo Goulart lança para Marcelo Moreno, bola sai muito rápida e sai pela linha lateral.
  • 56. Everton Ribeiro cruza da direita, defesa tricolor corta.
  • 57. BRIGA tremenda pela bola nas proximidades da área celeste. Bahia ganha falta.
  • 58. Leo Gago cobra falta jogando a bola na área celeste. Ceará corta, de cabeça.
  • 59. Everton Ribeiro cobra falta pela direita, Marcelo Lomba sobe muito e defende.
  • 60. DAGOL. Lá vem Dagoberto. Torcida vibra.
  • 61. Maxi Bianccuchi lança Rafinha, que cruza da linha de fundo, pela direita. Fábio defende.
  • 62. TROCA. Henrique x Dagoberto.
  • 62’30″. Dagoberto cruza da direita, Ricardo Goulart cabeceia, bola passa por cima do travessão.
  • 63. Dagoberto cruza da direita, Marcelo Moreno cabeceia, bola sai à direita de Fábio.
  • 64. TORCIDA celeste comemora derrota do AtléticoMG para o Corinthians, por 1×0, anunciada pelo placar eletrônico.
  • 65. PERIGO. Rafinha cruza da direita, Rhayner sobe mais que Manoel e cabeceia. Bola sai rente ao poste esquerdo.
  • 66. Alisson cruza da esquerda, Marcelo Moreno cabeceia, bola sai à esquerda de Marcelo Lomba.
  • 67. RECORDISTA. Bahia recebeu 56 cartões amarelos no 1º turno. E hoje já levou mais 4.
  • 68. Everton Ribeiro cruza da direita, Ricardo Goulart cabeceia, pra fora.
  • 69. Everton Ribeiro dribla Leo Gago, Rhayner aparece na cobertura e acaba coma festa.
  • 69’30″. Rafinha enfia bola pra Railan, que tem o campo de defesa celeste completamente aberto, mas erra o arremate, cara a cara, com Fábio.
  • 70. GOL. Alisson, da esquerda, dá um totó na bola, Marcelo Moreno, dentro da área, ajeita, Ricardo Goulart empurra a bola pra rede. CRUZEIRO 2×1.
  • 71. Marcelo Oliveira desiste de trocar Ricardo Goulart por Júlio Baptista.
  • 72. BARULHAÇO no Centro de BH. Buzinas e gritos.
  • 72’30″. TROCA. Rafinha x William Barbio.
  • 73. DEFESAÇA. Dagoberto dribla três defensores e arremata de pé direito, Marcelo Lomba espalma, evitando o 3º gol celeste.
  • 74. TROCAS. Maxi Bianccichi x Alessandro, Rhayner x Branquinho.
  • 75. QUASE. Lucas Silva cruza da esquerda, Leo Simões cabeceia, bola passa rente ao poste direito do arco baiano.
  • 76. TROCA. Ricardo Goulart x Nílton.
  • 77. Grande trama de Dagoberto com Lucas silva, Alisson arremata da entrada da área, bola desvia na defesa baiana e sai a escanteio.
  • 78. ANULADO. Confusão na área, Manoel tenta, mas é Nilton quem empurra bola pra rede. Juiz apita falta sobre o goleiro. Falta que não houve.
  • 79. Bola perigosa na área celeste. Fábio defende.
  • 79’30″. Rhayner, no banco do Bahia, apela com o técnico Gilson Kleia devido à substituição. Turma do Deixadisso acalma os ânimos.
  • 80. Mayke faz um lindo cruzamento, de curva, da direita. Marcelo Moreno cabeceia, bola passa por cima do travessão.
  • 81. Cruzeiro encurrala Bahia, Nílton vira o jogo pra Mayke, que rola pra Dagoberto. O atacante enfia o pé, bola passa rente ao travessão.
  • 82. Everton Ribeiro tenta driblar William Barbio, bola acerta o juiz e fica com o baiano.
  • 83. Alisson limpa jogada, puxa pra dentro e finaliza da esquerda. Bola passa por cima do travessão.
  • 84. Alisson troca passes com Moreno e chuta forme. Lomba defende.
  • 84’30″. FINALIZAÇÕES: Cruzeiro 24×5.
  • 85. PÚBLICO: 20.861 pagantes, 22.596 presentes, R$767.253.
  • 85. Dagoberto faz jogada pela direita e põe a bola na área, Marcelo Moreno comete falta em Fahel.
  • 86. Dagoberto finaliza com chute forte, Marcelo Lomba defende.
  • 86’30″. MARCELO OLIVEIRA pede a Nílton que não tome cartão amarelo, pois Henrique já está fora do jogo contra o Sumpaulo, no Morumbi.
  • 87. Dagoberto tenta encobrir Lomba, que defende com facilidade.
  • 88. Bola na área celeste, Fábio defende. Fim de jogo, todo cuidado é pouco!
  • 89. Cruzeiro troca passes na defesa. Nílton aciona Mayke, que passa a Everton Ribeiro. O meia faz belo cruzamento, mas a defesa tricolor limpa a área.
  • 90. BALIZA. Everton Ribeiro chuta firme, da entrada da área, bola carimba o poste esquerdo do arco baiano.
  • 91. Mayke comete falta em William Barbio. Branquinho cobra, bola sai à esquerda de Fábio.
  • 92. Leo Simões e Nilton cercam e desarma Railan na entrada da área celeste.
  • 93. Cruzeiro troca passes na pontesquerda até Everton Ribeiro ser desarmado. Mayke recupera a bola.
  • 94. FIM de jogo. Festa em Belo Horizonte. Vitória mais do que merecida do Cruzeiro.
  • NÚMEROS: Finalizações: Cruzeiro 30×5. Posse de bola: Cruzeiro, 70%.

Vídeos

Atuações

  • TORCIDA CELESTE teve preguiça de ir ao jogo. Não compreendo gente que tem cartão e não vai e gente que pode pagar e não vai. (Cláudio Ianni) /// Afinal, a torcida quer ou não manter o bom time montado por GPT e o Contratador? Se quer, não pode faltar com a desfaçatez com que faltou neste jogo. (Síndico)
  • FÁBIO não havia como evitar o gol do Bahia. As demais bolas, ele defendeu. Uma delas difícil, em finalização de Rafinha. (Síndico)
  • MAYKE sofreu com a concentração de esforços do Bahia em seu setor. Rahyner e Guilherme Santos, com incrível disposição e sinergia, marcaram e atacaram, auxiliados por Fahel, dificultando sua vida e a de Everton Ribeiro. O meia podia escapar indo buscar jogo em outros cantos, mas ele não. Lateral não pode se deslocar e ele teve de se virar sozinho, pois nem Manoel, às voltas com Rafinha, podia lhe ajudar. No 2º tempo, com o recuo de Fahel para o lugar de Titi e a saída imotivada de Rhayner, o lateral celeste teve tempo e espaço pra construir boas jogadas. No geral, boa atuação. Mas só pra quem compreende a diferença básica entre tênis e futebol. (Síndico)
  • MANOEL estava perdido na marcação no gol do Bahia e cometeu outros vacilos, como na cabeçada de Rhayner na 2ª etapa. Não esteve em seus melhores dias, dando espaços nos poucos avanços do Bahia. Acertou a trave em cabeçada logo no início do jogo. (GloboEsporte)
  • LEO SIMÕES esteve muito bem nos desarmes. No ataque, perdeu uma chance clara de marcar um gol no segundo tempo após passe de Lucas Silva. (GloboEsporte)
  • CEARÁ, improvisado, fechou muito para o meio e teve dificuldade ao chegar na linha de fundo, sempre tendo que trazer a bola pra perna direita. Acompanhou mal Rafael Miranda no gol do Bahia. Deu muitos espaços para o contrataque do adversário. (GloboEsporte)
  • HENRIQUE recebeu cartão amarelo no começo do jogo, mas não diminuiu a pegada por conta disto. Foi eficiente, embora não brilhante, como em partidas recentes. Saiu mais cedo, numa substituição tática de Marcelo Oliveira pra reforçar o ataque. (Síndico)
  • LUCAS SILVA tomou conta do meio campo e ainda mandou um balaço no travessão. (Wallacewfs) /// Não sentiu o desgaste da viagem. Mostrou ótima visão de jogo, marcou bem, acertou um chute no travessão, fez ótimo cruzamento para o Leo e foi o menos pior no 1º tempo. (Ana Rocha) /// Voltou como se nem estivesse saído do time. Comandou o meio campo junto com Henrique e mostrou personalidade chamando atenção dos seus companheiros para erros infantis e perigosos. (Evandro Oliveira)
  • NÍLTON entrou com disposição, marcou atacou e fez um gol mal anulado. (Síndico)
  • EVERTON RIBEIRO é o melhor jogador brasileiro da atualidade. Técnico, comprometido taticamente, raçudo, busca o resultado o tempo todo. Mesmo marcado em cima, mesmo levando porradas, mesmo com a boa atuação do Bahia, ele chamou o jogo, trocou passes, fez jogadas individuais, desequilibrou. De quebra, bateu pênalti como gente grande. (Síndico) /// foi o nome do jogo. Mesmo muito marcado o tempo inteiro, principalmente no primeiro tempo, quando a bola chega, ele com muita calma e tranquilidade, sempre acha uma boa jogada, o que faz o jogo do time fluir. (JA Fagundes)
  • RICARDO GOULART sofreu o pênalti do gol de empate e fez o gol da virada, num lance com pouco espaço e tempo pra ajeitar o corpo pra bater a bola. (Adair) /// Chegou e já foi para o jogo, ainda sob o espírito de vestir a Amarelinha e comandou a vitória do Cruzeiro sofrendo um pênalti e marcando o gol da virada. Recebeu nota 8 dos avaliadores do Troféu Armando Nogueira. (SporTV)
  • MARQUINHOS insistiu demais nos cruzamentos longos, poucas vezes eficientes. Voltou bastante pra marcar e teve dificuldade com Railan e Rafinha caindo pelo seu lado, tendo que auxiliar Ceará. Foi sacado no intervalo. (GloboEsporte)
  • ALISSON incendiou o time com grandes jogadas individuais, sem medo de cara feia e partindo pra cima da defesa como os pontas antigos. Ele tem uma característica excepcional que é deixar a bola rolando á sua frente enquanto olha o posicionamento dos companheiros até achar uma brecha, aí dá um balão pra área e acha alguém. No caso ontem foi pro MM amaciar pro Goulart marcar. (Hendrix)
  • MARCELO MORENO foi excessivamente individualista. Se posicionou bem na maioria das jogadas, mas não conseguiu finalizar metade das oportunidades com qualidade. Além de perder jogadas por fazer faltas de ataque, ainda atrapalhou finalizações de seus companheiros no ataque. (Evandro Oliveira)
  • DAGOBERTO fez várias jogadas de grande efeito, tanto para a platéia quanto para o time, contribuindo pra minar o moral dos baianos. (Síndico)
  • MARCELO OLIVEIRA criou um posicionamento diferente dos jogadores em lances de bola cruzada na área. Ano passado, o time fez diversos gols assim, inclusive, aquele golaço do Nílton contra o Botafogo. Neste ano, além do fato de que alguns adversários aprenderam a marcar a jogada, o melhor cabeceador, não Bruno Rodrigo, está ausente. Mesmo assim, graças em parte ao Marcelo Moreno, temos feito diversos gols de cabeça. (Gil Campos)
  • CRUZEIRO sofreu com a marcação forte e os cotrataques do Bahia no 1º tempo. mesmo assim, mandu duas bolas na baliza. No segundo, começou avassalador com a entrada de Alisson, virou o placar, mandou outra bola na baliza, teve gol mal anulado. No final, contabilizou 30 arremates a gol contra 5 do adversário. Isto diz o que foi o jogo. (Síndico)
  • BAHIA foi um time completamente pilhado. Não sei que água esses jogadores do Bahia beberam antes do jogo, mas os caras estavam reclamando de tudo, desde o primeiro minuto. Até de falta a favor eles reclamavam. Marcelo Lomba reclamava de qualquer lance em sua área e também poderia ter sido advertido por excesso de reclamação. Eu estava atrás do gol do Fábio no lance do penalti e, mesmo de longe, vi claramente o puxão no Goulart. Pênalti indiscutível. (Flávio Carneiro)
  • COMBO DE ARBITRAGEM teve atuação quase perfeita. Teria sido perfeita, se o juiz não tivesse marcado “perigo de gol” no lance em que Nílton marcou o terceiro gol do Cruzeiro. A TV mostrou não ter havido falta, mas vendo por outro ângulo é possível que o juiz tenha se equivocado. Estreante na competição o juiz foi testado desde o começo pelos falsos malandros do Baêa, que o atormentaram o tempo todo, com rodinhas de reclamantes aloprados a cada marcação. Típica burrice de jogador brazuca, que se imagina esperto demais. Obviamente, o juiz veio pro jogo com moral e apoio de seus superiores e segurou a onda mais do que previsível das toupeiras do Bahia que acabaram tomando 2s vermelhos e 4 amarelos durante e depois do jogo. (Síndico) /// Arbitragem quase perfeita. O penalty, motivo de chororô do Brasil inteiro, foi falta, sim. E falta dentro da área, é penalty. O cara acertou um chute no Goulart. Claro, o Goulart valorizou e simulou um homicídio. (Paulo Rafael)

O que foi dito

  • MARCELO OLIVEIRA, técnico do Cruzeiro: Não fizemos um bom 1º tempo bom. Erramos na parte técnica e marcamos pouco. Tem que marcar no campo de ataque. Doamos o gol e isso foi cobrado. Naquele lance tinha que ir melhor. Trocamos uma peça e a reação foi boa. Os jogadores não não terem se desesperados também foi importante. Escolhi o Marquinhos II pra começar, mas tanto ele, quanto Alisson e Willian têm boa técnica e fazem a recomposição. Dagoberto é mais agudo. Pensei no Marquinhos II, pois já havia escalado três jogadores, que estavam voltando de uma longa viagem. Outros motivos: Willian, que vem jogando em sequência, acusou um pequeno desgaste na avaliação e o Dagoberto está voltando de contusão. Tenho total confiança no Marquinhos II. Ele teve dificuldade como todo o time no 1º tempo, quando ninguém se destacou. Este sofrimento de hoje pode ter sido ruim, mas tem um lado bom também, o de se entender que temos de sempre estar ligados, pois todos os jogos vão ser difíceis.
  • HENRIQUE, volante do Cruzeiro: O Bahia veio jogando pra frente, aceitamos muito o jogo deles, por isso a dificuldade pra vencer. Valeu a busca pelo gol e a vontade de querer reverter o placar.
  • GÍLSON KLEINA, técnico do Bahia: Fizemos um 1º tempo impecável, com os homens da frente muito bem, Rafael Miranda chegando e Railan fazendo a ultrapassagem. Como sabíamos que o adversário viria pra cima, no intervalo pedi pra terem tranquilidade e manterem a bola no chão. Mas tomamos o pênalti, o gol e tivemos um homem expulso em seguida, o que dificultou muito, pois o time se desequilibrou. Estou chateado pela derrota, devido à partida que o Bahia fez. Vai ser difícil dormir esta noite. Perdemos muito com a expulsão. Ainda não vi o lance, mas puseram o árbitro pra apitar seu primeiro jogo, no Mineirão, contra o líder. Não vi convicção dele nos lances a favor do Bahia, como teve nos que favoreceram o adversário. Na minha frente, o volante deles parou um contrataque do Rafinha e não levou amarelo. Pra apitar na Série A, tem que ter equilíbrio. Vamos acompanhar pra ver se em outro jogo ele vai expulsar alguém como expulsou o Titi. Agora, nós também erramos. Tínhamos que começar e terminar 11.
  • GIL CAMPOS, no PHD: Na minha cornetada particular, eu achava que o Marcelo Oliveira não deveria escalar de cara os quatro selecionáveis, pensando que eles poderiam estar desgastados com a viagem. Ainda bem que a minha corneta é fraca, e tocada à distância, pois eles foram os melhores do time.
  • J FÁBIO, no PHD: O Cruzeiro foi displicente contra o Flu e muito apático contra o Bahia. Está na hora de Marcelo Oliveira tirar o coelho da cartola.

Fontes

Transmissão

  • Sportv