Cruzeiro 2x0 Villa Nova-MG - 11/03/2012

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo Rio Branco-AC.png 0x6 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Caldense.png 0x5 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Mineiro
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo América-TO.png Gol aos do Escudo Caldense.png 0x5 Escudo Cruzeiro.png
No estádio Arena do Jacaré
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo América-TO.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 2x1 Escudo América-MG.png
Contra Villa Nova-MG
Escudo Villa Nova-MG.png 0x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Villa Nova-MG.png 2x4 Escudo Cruzeiro.png

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
2 × 0 Escudo Villa Nova-MG.png
Villa Nova-MG
6ª rodada do Campeonato Mineiro 2012
Data: 11 de março de 2012 Local: Sete Lagoas, MG
Horário: 16:00 Estádio: Arena do Jacaré
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição Público pagante: 3.561
Assistente 1: Celso Luiz da Silva Público presente: Não disponível
Assistente 2: Ricardo Vieria Rodrigues Renda: R$ 57.717,00 R$ 57.717 <br />Cr$ 57.717 <br />NCr$ 57.717 <br />Cz$ 57.717 <br />NCz$ 57.717 <br /> (preço médio: R$ 16,21 )
Súmula: Súmula e Borderô
Escalações
Cruzeiro: Villa Nova-MG:

1. Fábio 1. Élisson
2. Marcos Martins 2. Alex Santos
3. Léo Cartão amarelo recebido aos  (1) 3. Álvaro Substituição realizada 28' (2T) de jogo 28' (2T) ( 14. Anderson Toto )
4. Victorino 4. Carciano
5. Leandro Guerreiro 5. Heitor
6. Gilson Substituição realizada 28' (2T) de jogo 28' (2T) ( 17. Élber ) 6. Zé Rodolpho Substituição realizada Intervalo de jogo Intervalo ( 16. Thiaguinho Cartão amarelo recebido aos )
7. Wallyson Substituição realizada 37' (2T) de jogo 37' (2T) ( 15. Amaral ) 7. Hypo Cartão amarelo recebido aos
8. Everton 8. Pinguim Cartão amarelo recebido aos
9. Walter Cartão amarelo recebido aos  (1) Gol aos do Cartão amarelo recebido aos Cartão vermelho recebido aos 9. Eliandro
10. Montillo  Gol aos do 10. Francismar Substituição realizada 19' (2T) de jogo 19' (2T) ( 18. Vinicius )
11. Anselmo Ramon Substituição realizada 23' (1T) de jogo 23' (1T) ( 16. Rudnei ) 11. Henrique
Técnico: Vágner Mancini Técnico: Mauro Fernandes
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Villa Nova-MG:

Pré-Jogo

Em 3º lugar com 12 pontos, o Cruzeiro precisa vencer pra recuperar a vice-liderança.

O técnico Vagner Mancini não poderá escalar três suspensos: o volante Marcelo Oliveira, o lateral-esquerdo Diego Renan e o atacante Wellington Paulista. Nem com o lesionado meia Roger Galera. Walter Montillo, que sente dores no púbis, jogará.

Gilson substituirá Diego Renan. Com três atacantes, Walter jogará ao lado de Wallyson e Anselmo Ramon.

Em 5º lugar com 7 pontos, o Villa Nova briga por uma vaga no G4 e seu treinador, Mauro Fernandes, tem todo o elenco à disposição.

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 15h45 – Chegam 3 ônibus com torcedores do Villa Nova. A Charanga do Leão toca marchinhas e sambas enredos a todo vapor. Um torcedor mais animado declara ao repórter Thiago Reis que já está em marcha o Projeto Tóquio do Leão do Bonfim.
  • 15h50 – Dez ônibus com alunos de escolas públicas de Belo Horizonte chegam à Arena do Jacaré pra incentivar o Cruzeiro.
  • 15h57 – Villa Nova, com uniforme tradicional, em campo.
  • 15h58 – Cruzeiro, com uniforme tradicional, em campo. Os dois times com calções brancos. O Juiz vai permitir?
  • 16h – Execução do Hino Nacional.
  • 16h04 – Um minuto de silêncio em homenagem ao sogro do jogador Marcus Pinguim, do Villa Nova.
  • 15h06 – Começa o jogo. Cruzeiro à direita das cabines,
  • 00 – Reservas do Cruzeiro: Rafael Monteiro
, Thiago Carvalho, Amaral, Diego Arias, Rudnei, Elber, Bobô.
  • 00’30″- Tempo bom, temperatura de 31º graus.
  • 01 – Montillo cobra falta na entrada da área, bola fica na barreira.
  • 02 – Bola na área celeste, Fábio chega antes de Eliandro e defende.
  • 03 – Salvou! Eliandro vence Léo Simões no mano a mano e só não marca porque Fábio sai do arco e defende com a mão direita.
  • 04 – Montillo chuta de fora da área, Ellison defende sem problemas.
  • 05 – Pito! Juiz passa um pito em Mauro Fernandes, que não para de reclamar.
  • 06 – Leandro Guerreiro comete falta no meio de campo. Marcus Pinguim cobra jogando a bola na área celeste. Tiro de meta.
  • 07 – Walter é derrubado na ponta direita. Wallyson cobra, Heitor corta de cabeça.
  • 08 – Posicionamento! Walter exerce a centroavância, Wallyson está na ponta direita, Anselmo Ramon na esquerda.
  • 09 – Inacreditável! Gilson perde a bola no meio de campo, Eliandro deixa Victorino de bunda no chão, Fábio sai do arco, o centroavante rola a abola pra Alex Santos que, da marca do pênalti, chuta por cima do travessão com o arco celeste aberto.
  • 10 – Francismar chuta de fora da área, Fábio defende.
  • 11 – Villa Nova já desperdiçou duas oportunidades. Cruzeiro ainda não criou chances.
  • 12 – Francismar chuta de fora da área, pra fora.
  • 13 – Faltas: Cruzeiro 4×4 Villa Nova.
  • 14 – Henrique vai à linha de fundo e cruza da esquerda. Victorino corta pra escanteio.
  • 15 – Escanteio cobrado, Heitor sobe mais que a zaga e cabeceia. Fábio defende.
  • 16 – Marcus Pinguim cruza da direita, Anselmo Ramon cabeceia, Ellison defende.
  • 17 – Grogue! No lance da cabeçada, Anselmo Ramon choca-se com Álvaro, fica caído e sai de maca.
  • 18 – Carrapato! Higo, colado em Montillo, comete outra falta no argentino.
  • 19 – Na forquilha! Francisco Everton solta bomba de canhota, Ellison faz ponte e espalma no ângulo superior direito. Escanteio.
  • 20 – Vagner Mancini preocupado com a perda do meio de campo, manda Anselmo Ramon voltar mais ara marcar.
  • 21 – Anselmo Ramon caído com as mãos na cabeça, de novo.
  • 22 – Rudnei se aquece na beirada do campo.
  • 23 – Troca! Anselmo Ramon por Rudnei.
  • 24 – Escrita! Há 13 anos e 17 jogos o Cruzeiro não perde para o Villa Nova.
  • 25 – Bob Faria, comentarista da Globo: “O Villa chegou mais e com mais agressividade do que o Cruzeiro.˜
  • 26 – Posse de bola: Cruzeiro, 52%.
  • 27 – Wallyson cruza da direita, Heitor rebate, dentro da área, com um chutão.
  • 27’30”- Montillo faz ótima jogada, vai à linha de fundo e cruza. Gilson arremata, bola por cima do travessão.
  • 28 – Henrique chuta de fora da área, bola sai por cima do travessão.
  • 29 – Triangulação Walter, Wallyson e Rudnei, que é desarmado na entrada da área.
  • 30 – Apoio! Torcida celeste começa a se manifestar cm mais intensidade.
  • 31 –Alex Santos cobra falta com chute violento, que fica na barreira.
  • 32 – Amarelo! Marcus Pinguim por falta em Francisco Everton.
  • 33 – Gilson chuta forte, bola desvia em Álvaro e sai a escanteio.
  • 34 – Jogo fica embolado no meio de campo com os dois times parando jogadas com faltas.
  • 35 – Rudnei entra na área e cai. Juiz manda seguir o jogo.
  • 36 – Alex Santos cobra falta de fora da área, bola acerta a barreira e sai a escanteio.
  • 37 – Henrique cobra escanteio pela direita, Heitor cabeceia, no primeiro poste, pra fora.
  • 38 – Gol! Com um toque por cobertura, Montillo põe Walter na cara do gol. Na marca do pênalti, o centroavante mata a bola no peito e a coloca no canto esquerdo de Ellison com um toque sutil. Cruzeiro 1×0.
  • 39 – Agradecimento! Walter cumprimenta Montillo e o preparador físico após o gol.
  • 40 – Walter vai à linha de fundo, dentro da área, e rola pra Montillo. Defesa chega antes e cede escanteio.
  • 41 – Amarelo! Walter volta na marcação e derruba Francismar.
  • 42 – Carreto! Francismar sai de maca.
  • 43 – Marcus Pinguim chuta de fora da área, bola sai à esquerda de Fábio.
  • 43’30”- Francismar volta a campo.
  • 44 – Francisco Everton vai à linha de fundo e cruza. Álvaro desvia pra escanteio.
  • 45 – Montillo cobra escanteio pela direita, Álvaro corta de cabeça.
  • 46 – Wallyson ataca pela esquerda, mas é desarmado por Alex Santos.
  • 46’30”- Finalizações: Villa Nova 8×6. Posse de bola: Cruzeiro, 58%.
  • 47 – Fim de 1º tempo.
  • Walter: “Estava trabalhando e precisava de um gol pra ganhar confiança.”
  • Alex Santos: “A bola veio na boa no meu pé esquerdo mas eu não tive calma e perdi o gol. Depois o Montillo fez aquela jogada e o Cruzeiro marcou.”

Segundo Tempo

  • 17h08 – Times volta a campo. Villa mudou.
  • 17h10 – Começa o 2 tempo.
  • 00 – Troca! Zé Rodolpho por Thiaguinho.
  • 01 – Thiaguinho parte pra cima de Léo Simões, dribla o beque, mas perde a bola.
  • 01’30” – Montillo cruza da direita, Carciano cede escanteio.
  • 02 – Amarelo! Léo Simões por falta em Alex Santos. Terceiro cartão. Leo não jogará contra a Caldense.
  • 03 – Thiaguinho tenta jogada individual pela esquerda, mas é desarmado por Marcos.
  • 04 – Henrique virou ala esquerda. Jogo ofensivo do Villa concentra-se em Thiaguinho.
  • 05 – Thiaguinho e Henrique trocam passes e envolvem Marcos pela esquerda.
  • 06 – Montillo troca passes com Wallyson e passa a Rudnei, que é desarmado por Álvaro na entrada da área.
  • 07 –Villa troca passes no meio de campo tentando encontrar espaços.
  • 08 – Francismar chuta da entrada da área, bola sai à direita de Fábio.
  • 09 – Victorino arranca da defesa ao ataque, mas perde a bola para Álvaro.
  • 10 – Jogadaça do garoto! Thiaguinho troca passes com Henrique. O lateral cruza, Francismar faz o pivô, Thiaguinho chega batendo. Bola pela linha de fundo, com perigo.
  • 11 – Finalizações: Villa Nova 10×6.
  • 12 – Francismar chuta forte, rasteiro, de fora da área. Fábio defende.
  • 13 – Montillo desarma Marcus Pinguim, arranca, passa a Wallyson, recebe a bola, mas é desarmado por Carciano.
  • 14 – Não foi! Marcos chuta da entrada da área, bola acerta braço de Carciano. Torcida pede pênalti, mas foi na meia lua. Juiz considerou bola na mão.
  • 15 – Vagner Mancini: “Acabaram de me ligar, a televisão falou que foi pênalti.” Quarto árbitro chama a atenção do treinador.
  • 16 – Rudnei lança Gilson, mas a bola corre e fica com Ellison.
  • 17 – Higo chuta forte, de fora da área. Bola sai à direita de Fábio, sem perigo.
  • 18 – Wallyson faz boa jogada pela esquerda e cruza. Carciano se antecipa a Walter e corta.
  • 19 – Troca! Francismar por Vinícius.
  • 20 – Eliandro passa com facilidade por Leandro Guerreiro, mas Victorino aparece na cobertura e não deixa o atacante entrar na área celeste.
  • 20’30′ – Amarelo! Higo derruba Montillo no bico da área do Leão.
  • 21 – Montillo cobra, bola acerta a barreira e sai pela lateral.
  • 22 – Henrique cruza da esquerda, bola sai pela linha de fundo.
  • 23 – Marcos cobra falta pela direita, Ellison sobe mais do que os atacantes e defensores e defende pelo alto.
  • 24 – Vagner Mancini confabula com Elber na lateral do gramado.
  • 24’30” – Fábio sai da área pra desarmar, com os pés, Eliandro.
  • 25 – Wallyson recebe lançamento em profundidade, Ellison sai e corta a bola.
  • 26 – Wallyson cruza da direita, Walter bobeia e é desarmado por Heitor.
  • 27 – Troca! Gilson por Elber. Francisco Everton vai pra ;ateral esquerda.
  • 28 – Troca! Álvaro por Anderson Toto.
  • 29 – Milagre! Elber lança Montillo na direita. O argentino cruza, Elber conclui, Ellison defende, solta, volta a defender nos pés de Francisco Everton.
  • 30 –Eliandro cruza da direita, bola atravessa a área celeste.
  • 31 – Gol! Léo Simões desarma Thiaguinho, passa a Wallyson, que lança Montillo, dentro da área. O argentino corta Anderson Toto, e arremata con la zurda, cruzado, no canto direito de Ellison. Cruzeiro 2×0.
  • 32 – Bob Fraia, comentarista da TV Globo: “Para o telespectador que perguntou o que só o Montillo sabe fazer, taí um exemplo.”
  • 33 – Elber tabela com Wallyson, entra na área e toca na saída de Ellison, que se estica e desvia pra escanteio.
  • 34 – Vermelho! Walter voa e marca gol com a mão, recebe segundo amarelo e o vermelho.
  • 35 – Marcos derruba Henrique na ponta esquerda.
  • 36 – Alex Santos cobra falta, Victorino cede escanteio com uma cabeçada.
  • 37 – Troca! Wallyson por Amaral. Montillo fica isolado no ataque.
  • 38 – Mauro França, no PHD: “O Villa é dificil, criou muitas dificuldades durante todo o jogo. O Cruzeiro soube fazer o resultado e controlar a partida, mesmo quando o adversario teve o dominio territorial.”
  • 39 – Troca de passes curtos no escanteio, Elber cruza displicentemente, defesa do Leão corta.
  • 40 – Villa troca passes no ataque. Cruzamento sobre a área, Marcos cede escanteio.
  • 41 – Henrique cobra escanteio pela esquerda, defesa celeste limpa o lance com um chutão de Léo Simões.
  • 42 – Thiaguinho chuta de longe, bola fica com Victorino.
  • 43 – Villa aperta, defesa do Cruzeiro chuta pra qualquer lado. Importante é limpar a área.
  • 44 – MVP! Montillo eleito melhor em capo pela equipe da Rádio Itatiaia. Foi quem mais driblou (6 vezes) e quem mais desarmou (4 vezes), no jogo.
  • 45 – Villa troca passes no ataque. Bola fica com Marcos, que dá um chutão e limpa a área.
  • 46 – Léo Simões puxa contra-ataque, mas não sabe o que fazer com a bola e a devolve pra Leandro Guerreiro na defesa.
  • 47 – Montillo faz carnaval pela esquerda e lança Elber, que está impedido.
  • 47’30” – Números: Escanteios: Villa 8×7. Faltas: Cruzeiro 23×18. Posse de bola: Cruzeiro, 56%
  • 48 – Fim de jogo. Placar justo, pois o Villa não sabe arrematar.
  • Francisco Everton: “Jogo difícil, mas merecemos a vitória.”
  • Henrique: “Nosso time é pequeno, mas tem muito nome. Só não podemos chegar lá na frente e perder tantos gols.”
  • Montillo: “No final, senti um pouco porque não trabalhei com o time durante a semana. As faltas são normais. Quando o Juiz apita bem e dá os cartões na hora certa, tudo bem, não tem problema.”
  • Ellison: “Infelizmente, a bola não está entrando, mas a gente tem qualidade, almejamos ficar entre os quatro e lutar pelo título. Contra o Atllético, vamos jogar como se fosse uma final.”

Vídeos

Melhores momentos

Atuações

  • Fábio – Perfeito em todas as intervenções. E ainda salvou um gol. (Síndico)
  • Marcos – Continua instável, sem confiança no apoio, o seu maior trunfo. (Elias Tate)
  • Léo Simões – Alternou bons e maus momentos. Nada que mudasse os rumos da partida, nem a favor, nem contra. (Síndico)
  • Victorino – Suas pixotadas decorrem de um meio de campo que se ressente de um cabeça área de verdade. Guerreiro é esforçado e só. (Jota Franco)
  • Gilson – Fraco na marcação, no apoio e na saida de jogo. (Síndico)
  • Leandro Guerreiro – Cuidou de proteger a bequeira do jeito que pôde. Mas não estabeleceu conexão com os demais volantes, meias e atacantes. Na linha de volantes, é cada um por si. Não existe jogo coletivo, troca de passes, viradas de jogo, apoio ao ataque, nada. (Síndico)
  • Francisco Everton – No 1º tempo, foi o melhor do time com muita movimentação e boas jogadas na frente. Deslocado pra lateral esquerda não comprometeu. (Mauro França)
  • Rudnei - Foi importante na cobertura do lado direito e no apoio ao ataque. (Carpe Diem)
  • Montillo - Fez a diferença com serviço magistral no primeiro gol e jogada de craque no segundo. Como bônus ofereceu outras belas jogadas ao público e passes aos colegas. Mas a torcida, que tanto exigiu sua permanência, não foi ao estádio aplaudi-lo. A do Corintiãs iria, sem dúvida alguma. (Síndico)
  • Amaral – Entrou a 10 minutos do fim só pra fechar o meio de campo e fez o que estava determinado. (Síndico)
  • Elber – Entrou bem e mostrou que pode ser muito útil. Espero que o treinador lhe dê mais chances. (Sangue Azul)
  • Anselmo Ramon – Jogou pouco tempo e saiu zonzo. Jogava aberto pela esquerda, mas voltava pra marcar. Por que não fez o pivô, atividade na qual vinha se destacando no campeonato? (Síndico)
  • Wallyson – Deu uma enfiada de bola pra Montillo marcar e outra pra colocar o Elber na cara do gol, além de combater na saída de bola com boas roubadas. (Walterson Almeida)
  • Walter - Mostrou categoria na conclusão que resultou no primeiro gol. Deu trabalho à defesa vilanovense, mas acabou expulso por dois amarelos desnecessários. (Síndico)
  • Vagner Mancini – Voltou a usar três atacantes, mas, desta vez, tirou Anselmo Ramon do centro do ataque. Mo início da partida, o time foi dominado pelo Villa, que tinha mais homens no meio de campo. Com a saída forçada de AR, ele consertou o meio e construiu a vitória de forma sólida, mas não brilhante. (Síndico)
  • Torcida – Deve ter ficado em casa assistindo aos jogos dos campeonatos europeus, torneios pra gente de fino trato, sensível e de gosto refinado como é o torcedor mineiro. (Síndico)
  • Juiz & Bandeiras – Sem erros. (Síndico)
  • Cruzeiro – Os volantes não dão qualidade à transição e o time acaba tentando ligações diretas improdutivas. Menos mal quando a bola cai nos pés de Montillo. A proteção à defesa também precisa melhorar, pois só Leandro Guerreiro se dedica a ela com empenho máximo. (Síndico)
  • Villa Nova – Sabe tocar bola sem afobação, mas não tem noção de como fazer os gols. Teve chance, mas não competência pra abrir 2 gols de vantagem. Henrique, Ellison e Alex Santos foram os melhores. Os cruzeirenses Eliandro e Thiaguinho tiveram bons momentos, mas não intensidade pra causarem estragos e acabaram controlados. (Síndico)

O que foi dito

  • Vagner Mancini, treinador do Cruzeiro: É a 6ª vitória seguida e o 4º jogo sem levar gols. Estamos no caminho certo, mas sempre falta alguma coisa a ser mexida e acertada. Já temos um time mais confiável e maduro, que sabe jogar diante de certos adversários e mostrou isso hoje, mesmo com algumas alterações. Dá pra melhorar e fazer deste time um ótimo time. Por enquanto, ele é apenas bom. Mas vai melhorar. Temos atletas que chegaram no começo do ano e agora estão sendo mais aproveitados, uns que iniciaram bem, outros mais ou menos. Estamos fazendo com que todos se encontrem bem neste momento.
  • Walter Montillo, armador do Cruzeiro: Termino a partida muito cansado, pois fiquei alguns dias sem treinar. Quarta-feira, não deu pra jogar porque sentia dores no púbis, mas melhorei e hoje ajudei o time. O time vem ganhando. Há quatro jogos não toma gol. Isso é muito importante.
  • Leandro Guerreiro, volante do Cruzeiro: Como o time entrou com três atacantes, temos que correr mais ali atrás. Mas não me importo, pois sei que se a bola cair lá na frente, eles vão fazer gol. Se eles decidirem, não tem problema a gente correr mais. O papel da gente é carregar o piano mesmo. Minha função é essa.
  • Walter, atacante do Cruzeiro: Graças a Deus, consegui fazer o gol. Eu vinha trabalhando pra chegar este momento, precisava fazer um gol pra pegar um pouco mais de confiança.
  • Elber, meia-atacante do Cruzeiro: Sabia que precisava entrar bem, procurei fazer o que o treinador pediu e acho que fui bem. Espero ser lembrado outras vezes, mas tenho de fazer meu trabalho no dia a dia pra ser lembrado. Isto é só o início.
  • Mauro Fernandes, treinador do Villa Nova: Tivemos boas oportunidades, mas é o que eu disse na preleção: quando chegar dentro da área, o gol tem que ficar grande e não deixar o goleiro crescer. Não tivemos essa capacidade, mas gostei da equipe. Falei com os jogadores que não fiquei aborrecido com eles, fiquei aborrecido com o resultado. Não tivemos competência de fazer gols em três ou quatro oportunidades boas. Quando teve, o Cruzeiro matou. Quando se joga contra uma equipe do talento do Cruzeiro, não se pode dar chance. Nossos erros foram fatais.
  • Eliandro, atacante do Villa Nova: Contra o Cruzeiro, na primeira oportunidade, tem que matar, porque um time com a qualidade deles, na primeira oportunidade, faz. Talvez tenha faltado concentração. Tivemos oportunidades e não marcamos. Não foi nosso dia. Bola pra frente.
  • Francismar, armador do Villa Nova: Sabíamos que seria um jogo muito difícil, de detalhes. Tivemos oportunidades e acabamos não marcando. Eles tiveram e fizeram. Não seria muito bom jogar com os três grandes em seguida, mas aconteceu. Perdemos pra dois, tem mais um. Domingo, temos que ir pra frente e sair com o resultado positivo de qualquer maneira.
  • Mauro França, comentarista do PHD: As dificuldades iniciais surgiram em função da formação das equipes. Com três atacantes, o Cruzeiro ficou com menos gente no meio de campo, do que se aproveitou o Villa pra contra atacar com perigo. E só não abriu o placar porque Fábio cresceu pra cima de Eliandro e Alex Santos perdeu gol incrivel, depois de uma pixotada de Gilson. A contusão de Anselmo Ramon permitiu a Vagner Mancini consertar o problema com a entrada de Rudnei. A partir daí, o Cruzeiro equilibrou as ações e o Villa deixou de levar perigo. Mesmo assim, o ataque foi pouco efetivo. A primeira e quase a única ameaça no 1º tempo foi num chute de Francisco Everton da entrada da área. Até que Montillo apareceu e com um belo passe deixou Walter na cara do gol pra abrir o placar. O Villa voltou mais ofensivo no 2º tempo e abriu espaços que o Cruzeiro não aproveitou bem devido aos erros de passes na saída de bola. O time melhorou com a entrada de Elber, que imprimiu mais velocidade e nesse momento o Cruzeiro decidiu o jogo com belo gol de Montillo, aproveitando ótimo lançamento de Wallyson. O terceiro só não saiu na sequencia porque Elber perdeu chance na cara do gol. No final, com dez e a entrada do Amaral, o Villa queimou seus últimos cartuchos, mas a defesa se saiu razoavelmente bem na contenção.
  • Matheus Reis, comentarista do PHD: No 1º tempo, foi duro brigar com o sono. No 2º, o jogo ficou mais animado e o Cruzeiro deu um gás maior, sobretudo quando Everton virou lateral e Gilson, embora mal, foi pra meia esquerda. Mas o jogo melhorou mesmo com a entrada do Elber (Aleluia!) que foi muito bom. Será que agora as chances virão? De ruim, a dabliupezada do Walter, as atuações dos laterais e uma pixotada aqui e acolá do Victorino.
  • Alex Martins, comentarista do PHD: É duro ver a arquibancada vazia como ontem. E não tem desculpa por ser Campeonato Mineiro, pois no Brasileiro do ano passado o estádio só lotava com ingressos a R$5 e com o risco de rebaixamento. A sensação é de que, sem o Mineirão, o time perdeu parte da grandeza que sempre teve. Chega logo, 2013!

Fontes

Transmissão

  • Globo Minas