Cruzeiro 1x0 Vasco - 01/09/2019

De CruzeiroPédia .:. A História do Cruzeiro Esporte Clube
Ir para navegação Ir para pesquisar


Confrontos
(clique no jogo para navegar)
Por temporada
Escudo CSA.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Internacional.png 3x0 Escudo Cruzeiro.png
Por Campeonato Brasileiro 2019
Escudo CSA.png 1x1 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x4 Escudo Grêmio.png
No estádio Mineirão
Escudo Cruzeiro.png 2x0 Escudo Santos.png Gol aos do Escudo Cruzeiro.png 1x2 Escudo Flamengo.png
Contra Vasco
Escudo Vasco.png 2x0 Escudo Cruzeiro.png Gol aos do Última ficha →

[edit]

Escudo Cruzeiro.png
Cruzeiro
1 × 0 Escudo Vasco.png
Vasco
17ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019
Data: 1 de setembro de 2019 Local: Belo Horizonte, MG
Horário: 19:00 Estádio: Mineirão
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza Público pagante: 19.922
Assistente 1: Bruno Boschilia Público presente: 26.052
Assistente 2: Danilo Ricardo Simon Manis Renda: R$ 281.902,00 R$ 281.902 <br />Cr$ 281.902 <br />NCr$ 281.902 <br />Cz$ 281.902 <br />NCz$ 281.902 <br /> (preço médio: R$ 14,15 )
Súmula: Súmula Borderô
Escalações
Cruzeiro: Vasco:

1. Fábio 1. Fernando Miguel
28. Orejuela 22. Yago Pikachu
26. Dedé 3. Oswaldo Henríquez
25. Fabrício Bruno 36. Ricardo
6. Egídio 14. Danilo Barcelos
8. Henrique Cartão amarelo recebido aos 10  (2T) 10'  (2T)   25. Richard Cartão amarelo recebido aos 13  (2T) 13'  (2T)  
19. Robinho Cartão amarelo recebido aos 26  (1T) 26'  (1T)   Substituição realizada 39' (2T) de jogo 39' (2T) ( 15. Éderson ) 31. Raul Cartão amarelo recebido aos 11  (2T) 11'  (2T)  
20. Marquinhos Gabriel Cartão amarelo recebido aos 35  (2T) 35'  (2T)   19. Marcos Jr.
11. David 7. Rossi Cartão amarelo recebido aos 28  (2T) 28'  (2T)   Substituição realizada 31'(2T) de jogo 31'(2T) ( 27. Tiago Reis )
10. Thiago Neves Substituição realizada 21' (2T) de jogo 21' (2T) ( 41. Maurício Gol aos 34 do  (2T ) 34'  (2T ) ) 43. Talles Cartão amarelo recebido aos 24  (2T) 24'  (2T)   Substituição realizada 26'(2T) de jogo 26'(2T) ( 17. Valdívia )
32. Pedro Rocha Substituição realizada 15' (2T) de jogo 15' (2T) ( 9. Fred ) 38. Marrony Substituição realizada 32'(2T) de jogo 32'(2T) ( 6. Felipe Bastos )
Técnico: Rogério Ceni Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Reservas que não entraram na partida
Cruzeiro: Vasco:

Lance a lance

Primeiro Tempo

  • 0 Bola em jogo! Cruzeiro, à direita, dá a saída.
  • 19h Neves recebe pela direita, corta para dentro e chuta firme. Fernando Miguel defende sem rebote.
  • 01 Rocha ganha a jogada pelo meio e tenta o lançamento para Egídio na área. Fernando Miguel sai primeiro e fica com a bola.
  • 02 Rossi arranca pela direita, mas é desarmado por Egídio.
  • 03 Rossi cruza da direita, busca Talles no segundo pau, mas Orejuela protege e sai jogando.
  • 04 PÚBLICO
  • 05 Robinho faz boa jogada pelo meio, invade a área, é desarmado, e a bola sobra para Marquinhos Gabriel, que toca na saída de Fernando Miguel para o gol. O auxiliar assinala o impedimento do atacante cruzeirense.
  • 06 UNIF0RMES
  • 07 Cruzeiro segue com a posse de bola no campo ofensivo. O Vasco recua todo em sua metade do gramado para esperar o adversário.
  • O9 Neves tenta a tabela pelo meio com Pedro Rocha, que devolve mal. A zaga do Vasco corta, e Richard sai jogando.
  • 1O Talles recebe com liberdade pelo meio, mas erra o passe para Marcos Junior. Dedé faz o corte.
  • 11 Após boa troca de passes do Cruzeiro, Egídio cruz, e Thiago Neves aparece livre na marca do pênalti. O cabeceio passa à direita do gol, com muito perigo.
  • 14 Rossi encara Egídio pela direita, tenta o cruzamento e é travado. Escanteio para o Vasco.
  • 15 Danilo Barcelos bate escanteio para o meio da área, e Fabio tira de soco.
  • 18 Rossi é derrubado por Egídio no meio. Falta perigosa a favor do Vasco.
  • 19 Danilo Barcelos bate colocado e joga a bola por cima do gol.
  • 20 Contra-ataque do Vasco: Danilo rouba a bola e é acionado pela esquerda. Ele cruza para Marrony na área, mas o atacante não consegue finalizar.
  • 22 Talles x Dedé: o atacante vascaíno arranca pela esquerda, entra na área, ginga, mas é desarmado pelo cruzeirense.
  • 23 David faz boa jogada pela esquerda, passa Pikachu e faz o cruzamento. Danilo tira de cabeça para escanteio.
  • 24 Robinho bate escanteio da direita, Thiago Neves sobe no segundo pau e cabeceia para fora.
  • 25 Pikachu cruza da direita, e Fábio sai do gol para tirar de soco.
  • 26 Danilo bate lateral na área, Talles desvia de cabeça, e Fábio faz a defesa.
  • 27 AMARELO. Robinho, por falta em Raul no meio-campo.
  • 28 Danilo bate falta de longe e busca o canto direito. A bola passa raspando a trave.
  • 29 Bom contra-ataque do Vasco! Marcos Junior recebe com liberdade pela direita e cruza. A bola chega a Raul, que acaba desarmado por Dedé.
  • 30 Rocha recebe na entrada da área, tenta o giro, mas é desarmado por Ricardo na sequência.
  • 31 Robinho tabela com Thiago Neves, invade a área e finaliza, mas é travado por Ricardo.
  • 32 Robinho bate escanteio da direita, busca Dedé na segunda trave, mas o zagueiro não consegue o cabeceio.
  • 33 Rossi domina pela direita e cruza com perigo. Dedé se antecipa a Talles e tira de cabeça.
  • 35 Danilo bate falta da direita e joga a bola na área, fechada. Ninguém consegue desviar, e Fábio faz a defesa.
  • 37 Talles arrisca finalização da entrada da área, mas é travado.
  • 38 Henrique busca Neves pelo meio, na entrada da área, mas erra o passe. A bola fica com Fernando Miguel.
  • 39 Pikachu avança com liberdade pela direita e tenta o passe por cima para Talles na área. Dedé tira de cabeça.
  • 40 Talles recebe pela direita e lança Raul. O volante invade a área, tenta o cruzamento e é travado. Escanteio para o Vasco.
  • 41 Após cobrança de escanteio, Danilo pega rebote e solta a bomba da entrada da área. Fábio espalma para fora.
  • 42 Em novo escanteio, cobrança é curta, e Danilo tenta o cruzamento. A bola vai para fora.
  • 43 Rossi dribla Egídio e tenta o lançamento para Marrony na área. Fabricio Bruno corta.
  • 44 Rocha recebe pelo meio e é derrubado. Falta perigosa a favor do Cruzeiro.
  • 45 Dois minutos de acréscimo.
  • 46 Robinho bate colocado e joga a bola por cima do gol de Fernando Miguel.
  • 47 Fim do primeiro tempo.

Segundo Tempo

  • 0 Começa o segundo tempo!
  • 0 Robinho toca para Marquinhos Gabriel, que bate colocado de fora da área. A bola vai para fora.
  • 5 Yago Pikachu invade a área pela direita e é derrubado por Fabrício Bruno.
  • 5 Pikachu bate firme no canto direito, e o goleiro do Cruzeiro faz ótima defesa para evitar o gol!
  • 9 Egídio cruza da esquerda, Thiago Neves sobe livre na área e cabeceia para fora.
  • 10 Cartão amarelo para Henrique
  • 10 O Vasco chega em outro contra-ataque. Talles corta para dentro, mas finaliza fraco e é travado.
  • 11 Cartão amarelo para Raul
  • 12 Pikachu cruza da direita, Talles ganha de Orejuela e cabeceia por cima do gol.
  • 13 Cartão amarelo para Richard
  • 15 ENTRA Fred SAI Pedro Rocha
  • 17 Orejuela é acionado pela direita e tenta o cruzamento. A bola desvia em Danilo, e Fernando Miguel defende.
  • 20 Talles recebe na área e rola para Danilo. Orejuela se antecipa e faz o corte.
  • 20 Danilo cobra escanteio, joga a bola no meio da área, e Dedé tira de cabeça.
  • 21 ENTRA Mauricio / SAI Thiago Neves
  • 22 Marquinhos Gabriel pega sobra na entrada da área, mas chuta fraco e manda para fora.
  • 24 Talles arranca pelo meio, invade a área, mas acaba desarmado.
  • 24 Cartão amarelo para Talles Magno
  • 25 O centroavante recebe na entrada da área, domina e chuta firme. Fernando Miguel defende.
  • 26 ENTRA
  • 26 Valdívia
  • 26 SAI
  • 26 Talles Magno
  • 28 Cartão amarelo para Rossi
  • 30 Egídio bate falta da esquerda e joga a bola na área. Fred tenta se antecipar, mas não consegue cabecear com firmeza, e o Vasco sai jogando.
  • 31 ENTRA
  • 31 Tiago Reis
  • 31 SAI
  • 31 Rossi
  • 32 ENTRA
  • 32 Fellipe Bastos
  • 32 SAI
  • 32 Marrony
  • 33 Fabricio Bruno avança pela direita e cruza rasteiro. Ricardo afasta a bola da área do Vasco.
  • 34 David faz jogada individual, passa por dois adversários, e a bola sobra para Mauricio na área. O garoto enche o pé e abre o placar no Mineirão!
  • 35 Cartão amarelo para Marquinhos Gabriel
  • 36 Pikachu avança pela direita, cruza rasteiro, e Valdivia fura. Marcos Junior pega o rebote, finaliza, e Dedé bloqueia o chute.
  • 39 ENTRA
  • 39 Éderson
  • 39 SAI
  • 39 Robinho
  • 40 Valvidia bate escanteio da esquerda, e Henrique tira a bola na primeira trave.
  • 41 Valdivia bate escanteio fraco, e Henrique faz novo corte na área. É outro escanteio para o Vasco.
  • 41 Valdivia muda a cobrança, joga a bola na segunda trave, e Fábio faz a defesa.
  • 43 Valdivia cruza da esquerda, e a zaga do Cruzeiro afasta mal. Pikachu pega a sobra, corta para o meio e chuta de canhota para fora.
  • 45 Quatro minutos de acréscimo.
  • 46 Danilo avança pela esquerda e faz o cruzamento. Ederson corta, e a bola passa com perigo, perto da trave, pela linha de fundo.
  • 46 Danilo bate escanteio na segunda trave, e Valdivia não consegue o cabeceio.
  • 48 Raul avança pela direita, tenta o cruzamento e é travado por Egídio. Novo escanteio para o Vasco.
  • 48 Valdivia bate escanteio, e Tiago Reis aparece livre na pequena área. O atacante, porém, cabeceia para fora.
  • 49 FIM DE JOGO

Vídeos

Bastidores do jogoj
Coletiva pós jogo

Atuações

  • TORCIDA CELESTE alentoi o time menos do que devia, porque a organizada estava mais preocupada com as brigas antes e depois do jogo do que em alentar o time. Passou boa parte do jogo provocando a organizada rival e fazendo auto-elogios. A galera foi despertada pela defesa do Fábio, mas como a coisa tava feia foi diminuindo a empolgação. Após o gol redentor, só festa.
  • Fábio puxou a vaca pelo rabo quando ela ia em carreira desembestada rumo ao brejo. Ceni deveria acender uma velinha ao antigo rival que pegou um pênalti que virou a partida do avesso, animicamente.
  • Orejuela, mais contido na marcação, demonstrou vigor e força em cada disputa pela bola, embora diversas vezes tenha se achada em situações de risco, risco esse proporcionado pela ausência de proteção.
  • Fabruno será condenado pelos incautos hão por conta do pênalti. Dadas as circunstâncias ele fez o que tinha que fazer. Tentou atrapalhar a conclusão do adversário que poderia ter insistido em finalizar e ter errado o alvo. Fora o lance (quase) capital, bloqueou arremates da entrada da área que tinham destino certo e tentou ajudar na saída de bola, nunca se omitindo.
  • Dedé, como de praxe, empurrou o time para a frente na base do entusiasmo, embora tenha um índice de acerto baixíssimo nas viradas de jogo e esticões. Zagueirando esteve inspirado em um dia em que o sistema de jogo não o protegia.
  • Egídio deu duas potenciais assistências, como de praxe, desperdiçadas por quem haveria de concluir a jogada. Na parte defensiva, fez um bom jogo, compondo a última linha. Quando o sistema se desfazia por conta da orientação do “pressing” do chefe, atraiu os olhos dos cornetas, sendo culpado por todos os buracos de seu lado do campo.
  • Henrique preocupou-se em dar volume de jogo ao time, distribuindo as bolas lateralmente e fazendo a melhor escolha para iniciar os ataques. Na fase defensiva, deveria trancar a cabeça de área como o 1 central do 4-1-4-1 do chefe, mas invés disso socorreu os colegas que tinha dificuldades em compor a segunda linha. Correu por ele e pelo time como sempre.
  • Robinho, sacrificado como segundo volante, fez um jogo para esquecer. Erros na saída de bola, pouca presença no campo ofensivo e pouca combatividade na fase defensiva. Deixou Orejuela e Dedé na mão várias vezes na partida.
  • Neves tentou ser o cara o ataque. Circulando para receber e arriscando passes de primeira que poderiam ter desmontado a defesa. Embora tenha tentado, provavelmente atendendo a pedidos, não vai bem quando tem de iniciar a construção de jogadas. Parece acelerar o jogo de maneira arriscada, proporcionando perdas de bola com o time saindo, contei dois erros desse tipo no jogo. Boa entrega ao jogo, saiu cansado.
  • M Gabriel passou desapercebido em boa parte do jogo. Na sua missão de “dar amplitude” fica preso na lateral oposta onde o jogo se desenvolve e acaba sendo pouco participativo. Quando a bola sobrou, como no primeiro lance do segundo tempo, quase guardou. Jogo apagado.
  • David, perseguido insistentemente pelo corneta que estava duas cadeiras ao meu lado no Mineirão, fez bom jogo. Senão pela técnica, pelo menos pelos dribles e agudeza. Enfileirou marcadores em duas oportunidades no jogo. Na segunda delas, contando com um pouquinho de sorte, descolou a assistência que decidiu o jogo.
  • Rocha fez outro jogo ruim, Ele não é ponta, nem centroavante. Me parece que a posição dele é circular atrás do pivô, o segundo atacante naquele 4-4-2 clássico. Não teve força nem altura para se impor à bequeira adversária, nem velocidade para se desvencilhar dela. Ainda foi pouco útil nas tabelas e aproximações.
  • Fred esteve mal. Não sei se falta saúde ou interesse para futebol em alto nível. Desconfio que seja interesse porque reparei no intervalo que o jogador não participou da roda de bobinho, como os demais reservas. Em campo se fez notar pela reclamação excessiva com os colegas, por um impedimento meio infantil e por uma tentativa de assistência para o Maurício. Sassá tem sido muito mais útil nessa posição e principalmente nessa situação de jogo.
  • Maurício foi o jogador mais importante do jogo pelo gol. O resto nem importa muito. Boa sorte garoto! Que seja o primeiro de muitos!
  • Ceni, incensado antes da hora, foi mal na ideia geral de jogo. Podia ter guardado uma alternativa de velocidade para o segundo tempo. Usando de cara as três peças que tem, desperdiçou duas, Pedro chá preso entre os beques, Marquinhos pregado na linha lateral. Após o intervalo olhava para o banco com cara de desalento, graças a uma situação que ele mesmo gestou. Utilizou mal Robinho que mais uma vez mostrou um “não sei e não quero aprender” em relação à volância. Nas substituições pensou igualmente do no jogo contra o Vasco e na quarta-feira, se aprender rápido aprenderá que o Fred sempre que entra no segundo tempo, entra andando.
  • Cruzeiro, perdido entre os conceitos do antigo chefe e do novo, fez um jogo ruim. Não foi rápido para recuperar a bola, mas quando tentou, desorganizou-se. Tentou fazer o jogo associativo, mas ainda tem espaços enormes entre os jogadores, impedindo as tabelas e forçando recuos de bola em excesso, principalmente por parte dos pontas. Os caras não encostam, porque estão preocupados em abrir espaços e dar amplitude – essas coisas modernas que ninguém aprendeu ainda. De bom? O time se doa em campo e a maré parece ter virada.
  • Vasco fez um jogo melhor que o seu rival, finalizando mais e tendo melhores transições ofensivas. Perdeu porque quem está debaixo dos paus fez a difere. (Síndico)
  • ÁRBITROS trabalharam bem. Marcelo Aparecido, escalado como auxiliar do Var, teve que assumir o comando da arbitragem de campo pouco antes do jogo começar, por causa de uma indisposição de Héber Roberto Lopes. Experiente, conduziu bem a partida, sem amolar aos dois times, com decisões equivocadas.

O que foi dito

  • ROGÉRIO CENI: A defesa do Fábio motivou muito os jogadores e deu forças para pressionarem. O que ajudou muito foi a saída dos dois velocistas do Vasco. Quando eles tiram os velocistas e colocam um meia e um camisa 9, ficaram sem o contra-ataque. Foi um alívio pra gente, pra ter a posse de bola no campo ofensivo. Tínhamos que fazer a bola chegar com qualidade. Mas erramos muitos passes. Não só erros de passe, mas perda de posse de bola. Foram quase 50 erros. Se contar que ficamos 57% de posse da bola em 60 minutos de bola rolando, por 35 minutos ela foi nossa e errar 50 vezes é muito para uma partida. Podemos oferecer mais do que jogamos hoje. Temos dificuldade na saída de jogo. Estamos tentando implementar isso, o que não se faz em 15 dias, 12 treinos. Eu vou tentar inserir a característica que eu gosto para o meu time.
  • MAURÍCIO: Sensação inexplicável. Estar diante da nossa torcida, precisando dos três pontos. Foi uma felicidade grande e espero ter mais vezes. Eu agradeci o Rogério Ceni pela oportunidade. Ele me ajuda muito nos treinamentos, por eu ser novo. Ele dá muito apoio. Muita cobrança também, mas ajuda bastante. Brinquei com ele no vestiário. Falei ‘Ei, Dom, eu vou fazer um gol aqui e vou vir comemorar com você’. Dito e feito. Fiz o gol, pude comemorar com ele e estou muito feliz”. Dedico esse gol à minha família. Minha mãe está aqui. Eles correram por mim até esse momento e eu quero dedicar pra eles esse gol.
  • DOUGLAS VELLOSO: Jogo bom, com momentos alternados de domínio de cada time. O Cruzeiro dosou mais as energias, mas depois do pênalti, recuperou o gás e fez o resultado. O meio de campo celeste está carecendo de força, As linhas estão bem postadas, mas falta acertar posicionamento e ter uma recomposição mais rápida. E como disse o Rogério, em alguns momentos a desistência de uma jogada aguda e o recuo de bola não eram necessários. Bom ver que o treinador percebeu a dificuldade na saída de bola. Rocha, bem marcado, pouco produziu em um pedaço de campo que não é o dele, Ele precisa de espaço e de alguém para lhe acompanhar. David foi muito acionado e buscou ser rompedor. Aos poucos vai melhorar o ritmo. Para o Neves faltou gás, e para os laterais faltou espaço ofensivo, já o o Vasco jogou seus atacantes para o lado de campo. Com a troca do Luxa, colocando um homem fixo e buscando gás no final do jogo, e o gol logo depois, o que restou foi manter o resultado.
  • M RIZZI: David se soltou um pouco mais, está ganhando confiança, esse jogador vai estourar. Mérito pela insistência, talvez um dos poucos que tentou algo diferente. Rocha se for de centroavante, por mim deve ficar no banco. Fabruno sentiu, principalmente após o pênalti. Dedé totalmente discreto nos lances de ataque na área, para mim aliviou para o Vasco.
  • AGNALDO MORATO: Fábio, o melhor do jogo. Dedé, um gigante, Neves, bem, Mauricio, o herói. Lédio Carmona, um pé no saco. David tem alguma habilidade, se movimenta, mas falta um pouco mais de qualidade no seu futebol, algo que cada vez mais eu vejo que ele não tem.

Fontes

Transmissão

  • PPV
  • SporTV